31 março 2011

Parabéns!...31 de Março

O Com. António Salgado Soares faz anos hoje. _______________-----------Se tenta passar despercebido... desengane-se!
Parabéns!...


António Fernando Salgado Soares

30 março 2011

A perda da independência...

Hoje, no Finantial Times!... . Proposta de anexação de Portugal pelo Brasil . .
Edward Hadas Colunista do Finantial Times

.
Depois das reacções irritadas recebidas pelo jornal, um colunista do Financial Times defendeu as razões que o levaram a propor a 'anexação' de Portugal pelo Brasil como solução para os problemas de dívida de Portugal."Era um texto muito curto. Pretendia ser um pouco humorístico. Era uma sugestão pouco convencional e, com certeza, não tinha a intenção de ofender a nação ou o povo português", explicou Edward Hadas, um dos escritores por trás da influente coluna, num vídeo disponibilizado hoje no site do jornal económico britânico Financial Times.O texto, com o título "Portugal e Brasil: inversão de papéis", apresentava a proposta de "anexação" da antiga potência colonial pela antiga colónia, actualmente um gigante emergente, mas logo em seguida admitia que a nação europeia "seguramente não gostaria de perder estatuto". A coluna provocou muitos comentários de leitores portugueses, muitos deles ofendidos com o texto e afirmando que, seguindo a mesma lógica, a Grã-Bretanha poderia tornar-se uma "província indiana".

Escrito na pedra...

No"Público" em.30.03.2011/////////////////////////////////////////////////////////////// "Conta a tua idade pelo número de amigos e não pelo número de anos. Conta a tua vida pelos sorrisos e não pelas lágrimas" . John Lennon

As Bonecas de Don Flowers

Humor antigo com o traço deTamanho do tipo de letra Don Flowers
- O sr.Dr. acha que para me fazer a psicanálise

tenho de lhe contar todos os pensamentos?

29 março 2011

Quem morre solteira é a culpa do PS

A culpa

28/03/11

António Bagão Félix

Bagão Felix


A culpa de não haver PEC 4 é do PSD e do CDS. A culpa de haver portagens nas Scuts é do PSD que viabilizou o PEC 3. A culpa do PEC 3 é do PEC 2. Que, por sua vez, tem culpa do PEC 1. Chegados a este, a culpa é da situação internacional. E da Grécia e da Irlanda. E antes destas culpas todas, a culpa continua a ser dos Governos PSD/CDS. Aliás, nos últimos 16 anos, a culpa é apenas dos 3 anos de governação não socialista. A culpa é do Presidente da República. A culpa é da Chanceler. A culpa é de Trichet. A culpa é da Madeira. A culpa é do FMI. A culpa é do euro. A culpa é dos mercados. Excepto do "mercado" Magalhães. A culpa é do ‘rating'. A culpa é dos especuladores que nos emprestam dinheiro. A culpa até chegou a ser das receitas extraordinárias. À falta de outra culpa, a culpa é de os Orçamentos e PEC serem obrigatórios. A culpa é da agricultura. A culpa é do nemátodo do pinho. A culpa é dos professores. A culpa é dos pais. A culpa é dos exames. A culpa é dos submarinos. A culpa é do TGV espanhol. A culpa é da conjuntura. A culpa é da estrutura. A culpa é do computador que entupiu. A culpa é da ‘pen'. A culpa é do funcionário do Powerpoint. A culpa é do Director-Geral. A culpa é da errata, porque nunca há errata na culpa. A culpa é das estatísticas. Umas vezes, a culpa é do INE, outras do Eurostat, outras ainda do FMI. A culpa é de uma qualquer independente universidade. E, agora em versão pós Constâncio, a culpa também já é do Banco de Portugal. A culpa é dos jornalistas que fazem perguntas. A culpa é dos deputados que questionam. A culpa é das Comissões parlamentares que investigam. A culpa é dos que estudam os assuntos. A culpa é do excesso de pensionistas. A culpa é dos desempregados. A culpa é dos doentes. A culpa é dos contribuintes. A culpa é dos pobres. A culpa é das empresas, excepto as ungidas pelo regime. A culpa é da meteorologia. A culpa é do petróleo que sobe. A culpa é do petróleo que desce. A culpa é da insensibilidade. Dos outros. A culpa é da arrogância. Dos outros. A culpa é da incompreensão. Dos outros. A culpa é da vertigem do poder. Dos outros. A culpa é da demagogia. Dos outros. A culpa é do pessimismo. Dos outros. A culpa é do passado. A culpa é do futuro. A culpa é da verdade. A culpa é da realidade. A culpa é das notícias. A culpa é da esquerda. A culpa é da direita. A culpa é da rua. A culpa é do complexo de culpa. A culpa é da ética. Há sempre "novas oportunidades" para as culpas (dos outros). Imagine-se, até que, há tempos, o atraso para assistir a uma ópera, foi culpa do PM de Cabo-Verde. No fim, a culpa é dos eleitores, que não deram a maioria absoluta ao imaculado. A culpa é da democracia. A culpa é de Portugal. De todos. Só ele (e seus pajens) não têm culpa. Povo ingrato! Basta! Na passada quarta-feira, a culpa... já foi. ____

António Bagão Félix, Economista

Sem cabeça...

...e sem coração. Excerto de um artigo no "Espaço Público" de hoje 29 03 2011
. José Vitor Malheiros.

.

...Mas antes disso, naquele período de agitação que precede a indigitação do candidato a líder de um partido e que obedece a regras semelhantes às da procura da reencarnação do Dalai Lama, vamos ouvir nomes ("Nem sabia que ele era do PS..."), relembrar percursos ("Ah... foi ela que fez isso?"), comparar currículos ("Estudou mesmo numa universidade a sério?"), sondar reputações ("Dizem que até é honesto!"), avaliar atitudes ("Demitiu-se!?") e, em plena fase de candidaturas das pré-candidaturas, vamos descobrir que, numa gruta sob o Largo do Rato, existem homens e mulheres capazes de liderar o partido e de dirigir um Governo, competentes, dinâmicos e com visão, honrados e respeitados, com consciência social e capazes de dizer sustentabilidade sem gaguejar.

O que é pena é que tenham passado todos estes anos a jogar às cartas.
.
José Vitor Malheiros

28 março 2011

Noronha Gamito

Faleceu ontem, em Lisboa, o Dr.Noronha Gamito
. José Manoel Noronha Gamito na Biblioteca do Liceu de Setúbal, em 12.02.2004

Nascido em 21 de Agosto de 1922, Noronha Gamioto foi aluno do Liceu Nacional de Setúbal, onde terminou o Curso Complementar em Junho de 1939.

Em 12 de Fevereiro de 2004, regressou ao seu Liceu, onde lhe foi prestada uma homenagem ao mesmo tempo que oferecia à Biblioteca os dois volumes da sua obra "Nesciedades", onde relata a sua vida como Embaixador.

Foi um bom Amigo do Liceu.

Que descanse em Paz.


Escrito no vento…

"Amo tudo o que é velho: velhos amigos, velhos tempos, velhas maneiras, velhos livros, velhos vinhos…" . Oliver Goldsmith Médico e escritor irlandês 1728 - 1774

27 março 2011

Setubalense - 1962 - Julho

2 de Julho
Associação Central de Assistência
Assembleia-Geral:
Presidente - Carlos Homem de Figueiredo
Secretário - José Leitão Ferreira
Secretário - Rogério Perienes
Direcção
Presidente - Comandante Aguiar Basto
Vogal - Maria Teresa Azevedo Viana
Vogal - Lúcia Parreira Gago da Silva
Vogal - Lucete Maria Aleno Albino Carvalho da Silva
Vogal - Joaquim Pereira da Silva Advirta
.
2 de Julho
Vitória FC
Final da Taça de Portugal
Ao intervalo, o grupo do Vitória estava igual à melhor equipa da Europa, sendo preciso repetir um livre para abrir caminho ao vencedor
.
2 de Julho
Vitória FC
Vitória 0 - Benfica – 3
.
4 de Julho
Óbito
Morreu José Leitão Ferreira (Chefe de Redacção de "O Setubalense") anteontem, 02 de Julho de 1962.
Faleceu em casa, na rua Acácio Barradas por se ter sentido mal; foi socorrido pelo Sr. António Cardoso Ferreira, seu primo e por José Bonacho seu compadre. (da Fábrica Atlas)
.
7 de Julho
Homenagem
O Padre Fernando Martins é homenageado pelos 15 anos de sacerdócio. Fala em nome dos paroquianos o Eng. João Borba e a oferta da paróquia é entregue pela Sr.ª D.Maria Virgínia Fialho
.
7 de Julho
Nascimento
Teve o seu bom sucesso no Hospital de S.Bernardo, a Sr.ª D.Maria Luisa Barreto de Carvalho Torres, esposa do Sr. Dr. Antero Bernardino Torres, professor no Liceu Nacional de Setúbal.
.
7 de Julho
Bombeiros
O Sr. Capitão João António Alves é o novo comandante dos Bombeiros Voluntários.
.
9 de Julho
Turismo
Melhoramentos de interesse turístico na zona de Galapos
O Sr. Eduardo Anahory está construindo blocos de apartamentos e instalações de restaurantes nas imediações da praia de Galapos, próximo da Figueirinha. A Comissão Regional de Turismo da Serra da Arrábida, por deliberação recente, considerou de interesse turístico essa construção, ponto de vista que a CMS secundou.
.
9 de Julho
Liceu
A reunião do Curso Liceal de 1937-1943
Reuniram-se na Praça de Bocage, visitaram o novo Liceu onde a actual professora da Faculdade de Letras de Lisboa, Dr.ª Maria Manuela Barroso, deu uma aula.
Celebrou-se uma missa ao meio-dia na Capela de Nª Sr.ª da Conceição.
No restaurante do Parque do Bonfim efectuou-se o almoço de confraternização, presidido pelo actual Reitor Dr. Estêvão Moreira. No final do almoço foi oferecido ao Reitor e professores presentes, uma obra de Sebastião da Gama que foi contemporâneo destes alunos antigos.
A Comissão de Turismo da Serra da Arrábida presidida pelo Dr. Estêvão Moreira, ofereceu depois um passeio pelo rio Sado.
A Comissão que promoveu a reunião era constituída pelas Sras. Dr.ª Marieta Soveral Rodrigues, Dr.ª Ivone Russo, Eng.ª Alice Gabriela Costa, D.Maria de Matos Fortuna, e D.Maria Isabel Greck Torres e pelos Srs. Dr. Rocha Souto, Eng. Henrique Cabeçadas e Dr. Tito da Paz Ferreira.
.
14 de Julho
Comenda
Dr. José Manuel Gamito
O rei da Suécia conferiu ao Dr. José António Gamito o grau de Oficial da Real Ordem da Estrela Polar, da Suécia.
.
14 de Julho
Igreja
O padre Valentim Saraiva Monteiro deixou a paróquia de Santa Maria para ir exercer o cargo de Reitor do Seminário dos Carvalhos.
.
14 de Julho

Vitória FC
Conselho Geral do Vitória Futebol Clube
Membros natos (sublinhado)
Mário Ledo
Mário Oliveira e Sousa
Jorge de Oliveira e Sousa
João dos Santos
Dr. Mário Madeira
Gen. Santos Costa
Dr. Miguel Rodrigues Bastos
Eng. Mamede Fialho
Eng. Paulo de Barros
Eng. Werner Nielsen
Dr. Jorge Botelho Moniz
Omer Freire
Capitão José de Almeida Cassar
Guilherme Faria
Virgílio Saraiva Fernandes
Augusto Pedrosa
Dr. Manuel Antunes
Dr. António Carmona
Dr. Gago da Silva
Eugénio Moreira Rodrigues
Francisco Ahrens Novais
Carlos Faria Gomes
Francisco Neves
Agostinho Rodrigues da Silva
Manuel Santos Jacob
José Rosa Mendes
Eduardo Pedro Gomes
Constantino Tavares da Silva
José Vidal da Cruz
Olindo Preto
Dr. Melo e Castro
Eduardo Machado Pinto
Dr. Manuel Seabra Carqueijeiro
Aníbal Mendes
Luciano Rouillé
José da Silva Gomes
Augusto Alves Ferreira
Rui Godinho
Alfredo Pedrosa
António Marques dos Santos
Sérgio Pintado

16 de Julho
Vitória FC
O Conselho Geral do Vitória Futebol Clube
Entre os eleitos figuram os seguintes Senhores:
Amadeu Ramos Reynaud
António Julião da Costa Reis
Amadeu A. A. Ferreira
Aurélio Faria
Alpinto Brandão Soromenho
Afonso de Oliveira Marques Júnior
Acácio Correia
Eng. Afonso Gago da Silva
Dr. Amadeu Rodrigues da Costa
Dr. António Gaston de Sousa
Augusto Carlos Salgado
Armando Agostinho Trindade
Armando Correia
António Carlos Barafusta
Arnaldo Teixeira
Álvaro Pescadinha
António José da Silva
Américo Mesquita
Carlos Ferreira
Diogo F. Ramos
Domingos Carrilho do Rosário
Domingos Tavares Roque
Dr. Eduardo Albarran
Ernesto Arôcha
Dr. Eduardo Gouveia Amaral
Ernesto Louro de Castro
Cap. Ernesto Carrilho do Rosário
Eduardo da Conceição Fernandes
Dr. Estêvão Ferreira Moreira
Edmundo Gargalo
Fernando Bruno Teixeira
Fernando Batalha Pedrosa
Francisco do Nascimento e Oliveira
Dr. Fernando dos Santos Ruivo
Dr. Francisco Correia Figueira
Dr. Gonçalo Vaz Pinto
Dr. Henrique da Rocha Ferreira
Humberto Pedro Machado
Dr.João Botelho Moniz Borba
Josué Monteiro
José Cândido Arôcha
José Forte Faria
Dr. José Cardoso Ferreira
José Gonçalves Miguens
Eng. Jaime de Sousa Fialho
José de Oliveira Roque Belo
Dr. José de Sousa Fialho
Júlio da Silva Tavares
José Luis Novais
José de Sousa Fidalgo
Dr.João da Silva Cavalheiro
José Maria da Silva Belo
Joaquim Carvalho da Silva
Joaquim Maria Afonso
José de Melo Saião
Eng. Catela
Joaquim José de Campos
Jacob Perianes Palma
Eng. João Rodrigues Aleixo
Dr.José Lopes da Silva
Dr. José Mendes Leonardo
João Lúcio Monteiro
José Eduardo Martins
José Rodrigues dos Santos
(Azoia)
Luís Filipe Rodrigues Dias
Lourenço da Conceição
Manuel José Tavares
Modesto Ferro
Dr. Mário da Silva Moura
Dr. Manuel Mário Carqueijeiro
Major Magalhães Mexia
Nuno dos Santos Pedroso
Orlando Valadas
Rui Crespo de Oliveira
Rogério Miguens Gonçalves
Dr. Rogério Peres Claro
Rafael Croner Torres
Silvério Jones
Vasco Machado
.
18 de Julho
Liceu
Estudante distinguida num Concurso de Culinária
A estudante do Liceu Nacional de Setúbal Maria Celina Pereira conquistou um dos três principais prémios em um concurso de culinária realizado em Lisboa, entre as alunas do Liceu de Setúbal e da capital a que presidiu a Sr.ª D. Alice Guardiola, delegada da M.P.F.
.
18 de Julho
Clube Naval
O Clube Naval de Setúbal perdeu com os campeões de Lisboa por 14-30
Naval: Marcelino, Graça( 3), Reynaud, José Santos, Santana (5), Farinho, Luís (4), Fidel e Dias(2).
Sporting: José Manuel, Aires (10), Mesquita (1), Tarruá** (2), Martins e Pardal (1).
** o"jornalista” (?!) transformou o nome do Tarrois em Tarruá...
.
21 de Julho
Vitória FC
Torneio de passagem da 2ªDivisão
Acabaram as preocupações desta época
O Vitória FC volta à 1ªDivisão.
.
25 de Julho
Farmácia Saião
Abriu hoje de tarde, ao público, a nova "Farmácia Saião".
.
Vitória FC
Fernando Vaz cumpriu a promessa que fez aos setubalenses: Levar o Vitória à 1ªDivisão.
Na pág.11: "Dirigir - missão sempre difícil"
Com fotos dos elementos da Direcção do Vitória Virgílio Saraiva Fenandes, Dr. Vaz Pinto, Fernando Pedrosa, João Oliveira, Sérgio Pintado, Dr. Goes, Madeira Lopes, Luis Filipe Gomes, Carlos Pinto, Júlio Tavares, João Lúcio e Daniel Frixell
.
28 de Julho
Casamento
Realizou-se no dia 21, na Igreja de Jesus, o casamento da Sr.ª D.Maria da Assunção Paulo Ferreira... com o agente técnico de Engenharia Sr. Teotónio Oliveira Rodrigues de Carvalho.
.
28 de Julho
Igreja
Novos párocos
Os Revs. Padres António Vieira e José Gonçalves tomaram posse das paróquias de S. Sebastião e de Santa Maria.
.
30 de Julho
Cidade
O arrastão de pesca "Mestre Manuel Mónica" naufragou ontem à entrada do porto de Leixões.

26 março 2011

As "bonecas" de Jean Bellus...

Humor antigo
com o traço de
Jean Bellus

- As férias nunca são como as idealizamos!...

25 março 2011

Alte Pinakothek - Munique

Apolo e Dafne
Nicolas Poussin
1594 - 1665.
.
Apolo e Dafne
.
Este quadro de Poussin é uma das mais belas transcrições pictóricas do mito de Apolo e Dafne, tirado das Metamorfoses de Ovídio. A obra resume numa única cena todo o mítico sucesso em que se narra como a soberba de Apolo é punida por Cupido, que o fere com a sua seta, e como o deus enamorado tenta abraçar a ninfa Dafne e como esta, querendo conservar-se virgem e fiel a Diana, é transformada num arbusto de loureiro pelo pai, a divindade fluvial Peneo. Chorando, a divindade fluvial esconde a cabeça no braço. De uma urna mana o rio tessálico. Poussin não pinta uma paixão frustrada, mas antes a celebração de um rito: Apolo parece adornar com ramos de loureiro a figura rígida de Dafne. Antes de desaparecer de vez, a sua forma humana ilumina-se, como que simbolizando a grandeza da renúncia nesta sua extrema beleza. Finalmente, no quadro - parábola da obra de arte - dá-se um lugar importante à Natureza, que começa a configurar-se como paisagem arcádica.
.
Cfr. Hermann Bauer
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

24 março 2011

O texto é curto e vale a pena reler.

FUGIR? PARA ONDE?
.. ."Contra-mão"
Por Joaquim Letria,

...em 04 05 2010

Joaquim Letria
jornalista
.
Sócrates parece aqueles velhinhos que se metem pelas auto estradas em contra-mão, com o Teixeira dos Santos no lugar do morto, a gritarem que os outros é que vêm ao contrário. De rabo entre as pernas, fartinhos de saberem que estavam errados, não conseguem agora disfarçar o mal que nos fizeram. Ainda estão a despedir-se, agradecidos, do Constâncio, e já dão a mão a Passos Coelho, que lhes jura que conhece uma saída perto e sem portagem. Estamos bem entregues! Vão-nos servindo a sopa do Sidónio, à custa dos milhões que ainda recebem da Europa, andam pelo mundo fora sem vergonha, de mão estendida, a mendigar e a rapar tachos, tratados pelos credores como caloteiros perigosos e mentirosos de má-fé. Quando Guterres chegou ao Governo, a dívida pouco passava dos 10% do PIB. 15 anos de Guterres, Barroso, Sócrates e de muitos negócios duvidosos puseram-nos a dever 120% do PIB. Esta tropa fandanga deu com os burrinhos na água, não serve para nada e o estado do próprio regime se encarrega de o demonstrar. Falharam todas as apostas essenciais. Todos os dias se mostram incapazes. Mas com o Guterres nos refugiados, o Sampaio nos tuberculosos e na Fundação Figo, o Constâncio no Banco Central e o Barroso em Bruxelas, a gente foge para onde?

Dias Agudo...

in "Rómulo de Carvalho [Memórias]"
Ed.Fundação Calouste Gulbenkian
.

Francisco Dias Agudo entre o Prof.Vieira de Almeida
e o Dr.Alexandre de Almeida Garrett, em 05.05.1956


"Cap. 98 (pág 267)
Como vos disse fui colocado no Liceu de Pedro Nunes, em Lisboa, por convite, situação que esse liceu permitia por ser Liceu Normal, em Outubro de 1957.
(…)
Nesse ano escolar de 1957/58, o Liceu de Pedro Nunes ia regressar às suas funções de Liceu Normal interrompidas durante uns anos, e, para o efeito, seguindo uma estratégia minuciosamente planeada, iria ser nomeado um novo reitor. Pretendia-se dar ao Liceu um cunho pedagógico exemplar, que não fosse apenas normal de nome mas um modelo institucional que dignificasse o ensino secundário olhado com respeito A função não era fácil de desempenhar e de todos os nomes possíveis que ocorreram ao ministro (então Francisco Leite Pinto) ou lhe chegaram aos ouvidos, houve um onde assentou toda a sua aposta. O homem em causa chamava-se Francisco Dias Agudo e era, na altura, professor de Matemática no Liceu de Gil Vicente, também em Lisboa.
(…)
A modo de parênteses vos direi (…) que este homem, há uma dúzia de anos atrás, já fora reitor desse mesmo liceu de Gil Vicente. Era então ministro da Educação um afamado jurista, salazarista, de nome Caeiro da Mata, e deu-se o caso de um aluno desse liceu, pertencente a certa família amiga do ministro, ter sido aprovado, no exame do ano final do curso secundário, então designado 7ºano, com 13 valores. A nota não era má mas, a esse exame final, iria seguir-se um outro como passo necessário para o ingresso na Universidade. Quando os alunos tinham, no mínimo, 14 valores no exame final do ensino secundário, ficavam dispensados do seguinte exame de ingresso na Universidade. Este rapazinho, agora com 13 valores, era obrigado a fazer esse exame de entrada.
Com semelhante regra era compreensível que os júris dos exames liceais de fim de curso evitarem (?!) atribuir 13 valores aos examinandos. Com um jeitinho dava-se-lhes o 14; se não fosse possível dava-se-lhe o 12. Os 13 só em casos muito particulares.
Ora sucedeu que este aluno, protegido do ministro da Educação tivera nota negativa numa das provas escritas do seu curso mas como tinha positiva em todas as outras o júri aumentou-lhe a tal negativa. Com esse aumento ficou-lhe a média final em 13 valores, os quais 13 se deixaram ficar assim mesmo, atendendo a que o aluno já fora beneficiado.
(…)
Quando o ministro Caeiro da Mata soube do caso enviou um ofício para o liceu ordenando que o 13 passasse a 14. Então, o reitor Dias Agudo, informado do que se passava pelo respectivo júri, pôs-se em contacto com o sub-secretário de Estado da Educação, pedindo-lhe que informasse sua Excelência o Senhor Ministro que o júri mantinha os 13 valores atribuídos ao aluno e porquê. O ministro deu um berro e renovou a sua ordem, a que o reitor já não deu resposta
Quando depois de férias. O pai do aluno foi à secretaria do liceu buscar os documentos necessários para a matrícula do filho na Universidade, é que soube que o jovem não tinha sido aprovado com a passagem dos tais 13 para 14. Correu ao amigo ministro que, de imediato, chamou o reitor ao telefone exigindo-lhe que passasse, sem demoras, os 13 para 14 ou então que se demitisse do seu cargo. Respondeu-lhe o reitor que nem uma coisa nem outra. Para aumentar a nota não tinha poder para isso; para pedir a demissão não tinha motivo para o fazer. Então está demitido – bradou-lhe o ministro Caeiro da Mata poisando ruidosamente o telefone no respectivo poiso. E, de imediato, procurou novo reitor com a condição de subir o 13 para 14. E assim tudo acabou bem. O 13 subiu para 14 e o Dias Agudo perdeu a reitoria permanecendo – Deus louvado! – no mesmo liceu no exercício da sua função de professor."

.Conheci, em 1962/64, o professor Rómulo de Carvalho autor deste texto, às aulas de quem assisti, como estagiário, naqueles dois anos lectivos que passei no Liceu Normal de Pedro Nunes e o reitor Dias Agudo por quem tínhamos o maior respeito pela sua competência e verticalidade. Francisco Dias Agudo também foi aluno do Liceu Nacional de Nun'Álvares, em Castelo Branco.
Voltaremos a esta obra de Rómulo de Carvalho pondo em destaque alguns acontecimentos por ele descritos e que foram meus contemporâneos.

23 março 2011

Morreu Elizabeth Taylor...

Morreu uma das últimas divas do cinema
Tinha 79 anos
Os olhos mais lindos do cinema...
.
Elizabeth Taylor morreu hoje, no hospital Cedars-Sinai, em Los Angeles, rodeada de familiares. Estava internada há cerca de mês e meio, com problemas de insuficiência cardíaca.
.
A actriz, que começou a carreira aos 10 anos, recebeu dois Óscares pelos papéis nos filmes “Quem tem medo de Virginia Woolf" (1967) e "Butterfly 8" (1961).
.
Foi nomeada para o Oscar nos filmes "Gata em Telhado de Zinco Quente" com Paul Newman, "Bruscamente no Verão passado" com Katharine Hepburn e Montgomery Clift e "A Árvore da Vida" com Montgomery Clift.
Foi também uma "Cleópatra" belíssima, ao lado de um Marco António chamado Richard Burton.
.
Mais uma lembrança da juventude que desaparece...

Frívola e incerta...

Um poema de
Pedro Homem de Melo
.
Pedro Homem de Melo
Devaneio
.
Estendida na areia,
Frívola, incerta, Inês
Tinha perdido a ideia
Da sua alva nudez.
.
Mas veio uma onda mansa
Com requebros subtis,
Subiu à altura dela,
E em torno dos quadris
Pôs-lhe uma alga amarela.
.
O movimento brando
Desse novelo de oiro!
E logo a onda, voltando,
Trouxe-lhe outro tesoiro
.
Inês, frívola, incerta,
Deixava-se enlaçar…
.
(A praia era deserta…
E era tão doce o mar!)
.
In. “Segredo
1939

22 março 2011

Artur Agostinho

Artur Agostinho faleceu hoje no Hospital de Santa Maria. Tinha 90 anos.
Ficou conhecido pelo público pelos trabalhos como locutor e jornalista, na rádio e na televisão e, ainda, como actor e escritor.
.
Artur Agostinho
25 de Dezembro de 1920 - 22 de Março de 2011
.

Nasceu em 1920, e teve uma longa carreira na comunicação social, onde foi locutor de rádio, apresentador de televisão, jornalista e actor, em alguns filmes e peças de teatro. e televisão. Recordo a peça semanal na Tv, em 1956/57, "O senhor que se segue..." onde fazia o papel de um "barbeiro" sempre bem informado.

«Fiz sempre e só aquilo que gostava», revelou Agostinho «porque quando se tem prazer tem-se tempo para tudo».
.
Da sua carreira - uns expressivos 72 anos - Artur Agostinho fez «milhentas reportagens» no âmbito do futebol e não só.
Dos momentos mais significativos da sua carreira, destaque para a cobertura do Mundial de 66, onde Eusébio foi a estrela da equipa portuguesa. É reconhecido como um dos mais destacados relatores de jogos de futebol.
.

Antes dessa data, ainda na década de 50, (1955?) fui ver um desafio internacional importante ao Estádio Nacional, no Vale do Jamor... Um desafio inesquecível em que intervieram como adversários o Honved, uma equipa fabulosa da Hungria onde jogavam os "fabulosos" Puskas, Cocsis, Czibor e a equipa do Sporting... Toda equipa magiar "aproveitou" esta digressão pela Europa para pedirem asilo político e deixarem de vez aquele país comunista onde não se conhecia a palavra "liberdade".

Lembrei-me, nesse dia, de levar um pequeno transmissor, mais para ouvir o nome dos jogadores envolvidos nas jogadas do que para qualquer outra coisa... A distância entre a assistência das bancadas de topo e a baliza contrária tornava, por vezes, difícil a identificação dos jogadores envolvidos nas jogadas... Ouvir o relato ao mesmo tempo que se via o desafio, facilitava as coisas.
Em certa jogada que terminou junto da baliza do guarda redes leonino, Artur Agostinho, que se encarregava do relato, demorou algum tempo a tecer as suas considerações... e, entretanto o jogo continuara. Carlos Gomes passa a bola com a mão a um defesa, este passa a bola a um dos médios leoninos que por sua vez a passou ao avançado Travassos, uma vedeta internacional daquela época...
.

Artur Agostinho atrasou-se!... Mas "remendou" de imediato aquele deslize! "Com um pontapé longo, Carlos Gomes coloca o "esférico" nos pés de Travassos que avança com perigo, em direcção à balisa magiar..."

Naqueles relatos de futebol pré-Tv, (antes de 1956) devia haver bastantes momentos como este que relato e a que eu próprio assisti.
.

São muitos os momentos importantes da história onde esteve presente, como o foram três Jogos Olímpicos - Helsíquia, Roma e Tóquio. Na Emissora Nacional fez a cobertura da visita oficial de Isabel II a Portugal - em 1957. Fora do desporto, também foi o enviado-especial da rádio ao terramoto de Agadir, 1960, em Marrocos.

Na televisão obteve a fama com o programa «Quem sabe sabe» na década de 60. Participou também em programas como «O Senhor que se Segue» (1956/57), «No Tempo Em Que Você Nasceu» e «Curto-Circuito», bem como, ainda recentemente, em várias séries e telenovelas. «Clube das Chaves», «Ana e os Sete», «Inspector Max», «Pai à Força»e «Perfeito Coração» são alguns exemplos.

No cinema, estreou-se em 1946 com «Cais do Sodré», uma experiência que gostou e o fez, nos anos seguintes, apostar também no grande ecrã. A lista é longa: «O Leão da Estrela» (1947, um clássico com o célebre António Silva), «Capas Negras», estreado em Castelo Branco em1947, (um filme com Amália Rodrigues que foi o maior recorde de bilheteira até à época), «Cantiga da Rua» (1950), «Sonhar é Fácil» (1951), «O Tarzan do 5.º Esquerdo» (1958), «Dois Dias no Paraíso» (1958), «O Testamento do Senhor Napumoceno» (1997), «A Sombra dos Abutres» (1998) e «Perfeito Coração» (2009).

Foi director do «Record» entre 1963 e 1974, jornal onde regressou como comentador em 2005. Sportinguista sempre de leão ao peito teve também passagem pela direcção do jornal do Clube.

Nota: Em Março de 1973 era proprietário de uma empresa (em sociedade com Augusto Cabrita e o João Alberto Ferreira da Silva) que se apresentou a concurso que tinha por fim a entrega de um projecto para tratar dos lixos e das limpezas urbanas, na nossa cidade de Setúbal. Como é óbvio, não teve seguimento... O projecto morreu à nascença...

Era um Homem notável!... Isso mesmo com H grande.

Que descanse em Paz...

Escrito no vento...

Algures na Net
.
Não há maior riqueza do que um corpo saudável e um coração feliz
.
Provérbio chinês

21 março 2011

Beira Baixa - 1963 - Fevereiro

03/Fevereiro
Na página do “Pelourinho”, um título destacado:
Para quando uma rua “Prof. Doutor Vieira de Almeida”?
.
03/Fevereiro
A Assembleia Distrital da Associação de Futebol
Na sede da Associação de Futebol de Castelo Branco realizou-se no dia 28 de Janeiro, a posse dos novos Corpos Gerentes que hão-de orientar os seus destinos no biénio de 1962/63 e 1963/64.
Presidiu o Sr. Manuel Afonso Salavisa, tendo secretariado a Assembleia o Rev. Padre José Alves e o autor destas notas (Oliveira Barata).
(…) A Covilhã, terra marcante do futebol regional, mais uma vez primou pela sua ausência nestas reuniões, talvez por ter sempre assegurado o primeiro lugar no desporto distrital e não ter necessidade de luta ou conquista pelos lugares que por direito lhe cabem.
Das pequenas coisas não cuida o pretor
Por indicação dos Clubes, os lugares ficaram assim distribuídos:
Assembleia-Geral
Presidente – Manuel Afonso Rodrigues Salavisa
Secretário – José Silvestre Ribeiro
Secretário – Pe. José Alves Júnior
.
Direcção Administrativa
Presidente – Agente Técnico Jorge Pinheiro Alves
V.Presidente – Eng. Olímpio Mendes de Matos
Secretário-Geral – José Maria Banhudo
Secr.Geral adjunto – Agostinho Ribeiro
Tesoureiro – Abel Lopes São Pedro
.
Conselho Fiscal Jurisdicional
Presidente – Manuel de Oliveira Barata
Vogal – Eurico Antunes Pereira Nina
Vogal – António Nunes das Neves
.
Conselho Técnico
José Gomes Fonas
José Lopes Penha
Aníbal Dias Xavier
.
03/Fevereiro
Novo médico
Concluiu o seu Curso, defendendo tese na 5ªfeira, na Universidade de Coimbra, o Dr. João Maria Serejo Goulão, filho do notário da Secretaria Notarial de Castelo Branco, João Goulão, obtendo a classificação de 15 valores.
.
03/Fevereiro
Anúncio
Fernando Namora
O livro do momento
Retalhos da vida de um médico
35$00
Atende pedidos:
Papelaria Narciso
Av.28 de Maio, 107
Telefone 858.
03/Fevereiro
Castelo Branco
.
10/Fevereiro
Assembleia Geral do Sport Benfica e Castelo Branco
(…) depois da aprovação do Relatório, seguiu-se a eleição dos novos Corpos Gerentes:
Assembleia-Geral
Presidente – Dr. António Martins da Cruz
V.Presidente – Dr. José Vasco Mendes de Matos
1ºSecretário – Ricardo Machado Gouveia
2ºSecretário – Rui Nunes Blasco
.
Direcção
Presidente – Fernando Oliveira Pons de La Rochezoire
V.Presidente – Armando Martins de Brito
Secretário Geral – José Mendes Serrasqueiro
Secretário Adjunto – Joaquim Antunes Barata
Tesoureiro – Manuel Pina
Tesour.Adjunto – Luis Marques Leitão
1ºVogal – Avelino do Nascimento Neves
2ºVogal – António de Jesus Sousa
3ºVogal – Augusto Nabais Martins
.
Conselho Fiscal
Presidente – José Eugénio da Gama Fazenda
1ºsecretário – José Maria Ribeiro Barroso
2ºSecretário – António João da Gama Fazenda
.
10/Fevereiro
Dr.José Eduardo Santos Vaz Pardal
Seguiu no passado dia 27 para Lourenço Marques, a bordo do “Império”, a fim de prestar serviço no Quartel General daquela Província Ultramarina, como Chefe de Repartição de Serviços de Fiscalização de Contas, o nosso muito estimado amigo e assinante, Sr.Dr.José Eduardo Sanches Vaz Pardal, alferes miliciano, a quem endereçamos as nossas saudações de despedida com desejos de feliz regresso.
.
17/Fevereiro
Pensamentos maduros
1º. Há duas espécies de automobilistas: aqueles que lavam o seu carro e aqueles que esperam que chova.
2º. A mulher mais cândida vence o homem mais esperto.
3º. Mais culpado do que o gato é quem deixa o peixe ao seu alcance.
4º. Não há nenhuma mulher que, na conta dos seus anos, não faça, pelo menos, um desconto de 5%.
.
17/Fevereiro
Donativos entregues ao Dispensário da Puericultura Dr.Alfredo Mota, durante os meses de Dezembro e Janeiro:
Visconde de Tinalhas. . . . . . . . . . . .100$00
Eng.Joaquim Rocha Monteiro Limão . . 20$00
Drª Júlia Frade. . . . . . . . . . . . . . . . . 30$00
Frutaria Lisbonense. . . . . . . . . . . . . .20$00
D.Manuela B.M.Vaz Preto Geraldes . . 100$00
Dr. Luis Pinto Garcia . . . . . . . . . . . . . 20$00
Drª D. Maria Adelaide Caio. . . . . . . . . 25$00
D.Branca Mourão Lemarchand Souchet 30$00
Junta de Freguesia de Castelo Branco 250$00
D.Mªde Lencastre Almeiida Garrett. . . 50$00
D.Flora Pinto de Almeida Torrado . . . .50$00
Dr.João Sena Esteves. . . . . . . . . . . . 20$00
António de Andrade. . . . . . . . . . . . . 20$00
D.Maria José Afonso. . . . . . . . . . . . . 20$00
Silvério Grilo. . . . . . . . . . . . . . . . . . 30$00
D.Maria Dorotheia Dias Coutinho. . . . 100$00
D.Mª Prazeres Romãozinho Lopes Dias. .9 peças de roupa
Ermelinda da Cunha Mota. . . . . . . . . . . 7 enxovais
Camilo Martins Bispo . . . . . . . . . . . . . . 6 pares de meias
Maria Tatiana Abrunhosa . . . . . . . . . . . 15 metros de flanela
D.Mª Mercês Sarafana Maia Aguiar . . . . . 4 peças de lã
Júlio Ribeiro Grilo. . . . . . . . . . . . . . . . .30 arrobas de lenha
D.Ludovina Barroso . . . . . . . . . . . . . . . . 8 metros de flanela
.
17/Fevereiro
Na última página surge uma entrevista a Laura Alves

conduzida por José Mendes Serrasqueiro.
“Meu amor é traiçoeiro”
Comédia, drama e… Laura Alves” é o título.
“Meu Amor é traiçoeiro levou a Espanha alguma coisa do nosso teatro” afirmou Laura Alves referindo-se à recente “triunfal digressão” que incluiu já a capital espanhola.
.
24/Fevereiro
No “Pelourinho”, na Tribuna livre do semanário Beira Baixa.
“Novamente o fornecimento da energia eléctrica ao Concelho de Castelo Branco”
Inutilizados mais oitocentos centímetros cúbicos de sangue” é o título em destaque.
.
24/Fevereiro
Na Secção “Pergunta inocente”, no Pelourinho:
1º. Para que se podam agora, nesta nossa cidade, as árvores das ruas, avenidas e jardins à moda das azinheiras e fruteiras, tirando-lhes a forma peculiar que Deus lhe deu?
2º. Quando é posta a funcionar a Estação Elevatória do Lirião?
3º. Porque não se adquiriu terreno para os mercados semanais de Castelo Branco que não podem continuar no Campo da Pátria?
4º. Estará garantido o abastecimento de água à cidade, na próxima estiagem?
5º. Porque é que só depois de iniciados os trabalhos de pavimentação do Bairro da Granja se lembraram de estabelecer a rede do abastecimento de água?
.
24/Fevereiro
Visitas de Estudo
As alunas do Colégio de Nossa Senhora de Fátima vão, na primeira semana de Abril, início das férias da Páscoa, ao Centro e Ocidente do país, passando por Fátima, Figueira da Foz, Aveiro e todo o Vale do Vouga.
Haverá ainda uma excursão cultural e recreativa a terras portuguesas e espanholas, destacando-se destas, as idas a Cáceres, Toledo, Aranguês, Madrid, Ávila e Salamanca
Em qualquer destas visitas de estudo, além de professores e alunas, podem participar pessoas da família das mesmas, encarregados de educação e outras pessoas autorizadas pela Directora do Colégio.
As inscrições encerram-se hoje, dia 24 de Fevereiro.

20 março 2011

As "bonecas" de Jean Bellus...

Humor antigo
com o traço de
Jean Bellus

- Tem graça!... A sua cara não me é desconhecida...

19 março 2011

Setubalense - 1962 - Junho

2 de Junho
Vitor Brito de Sousa é o novo presidente da Câmara da Moita (por morte do Dr. José Mendes Pires da Costa.
.
2 de Junho
Já decorrem os trabalhos preliminares da construção da Ponte sobre o Tejo.
.
2 de Junho
O Comissário Eugénio Lopes Lobato foi colocado na PSP, em Setúbal.
.
2 de Junho
Baptismo
Foi baptisada a menina Ana Isabel Nogueira Seco, na 5ªfeira passada, na Igreja de S.Julião.
.
6 de Junho
Justiça
O juiz Dr. João Monteiro da Costa Pereira foi promovido à 1ªclasse e colocado em Lisboa.
.
11 de Junho
Liceu
O Sub-Secretário de Estado da Educação Nacional passa o dia de amanhã no Liceu de Setúbal.
Em cumprimento de promessa que fez no último sábado quando da rápida visita que efectuou àquele estabelecimento de ensino, O Sr. Sub-Secretário de Estado da Educação Nacional passará o dia de amanhã no Liceu Nacional de Setúbal.
Durante o dia o Sr. Dr. Carlos Soveral assistirá a aulas e tomará contacto com outras actividades do Liceu. Ao almoço que se realizará no Castelo de S.Filipe reunirá à sua volta o Reitor e os alunos e professores do 7ºano, devendo também tomar parte no repasto os Srs. Governador Civil, Presidente da Câmara, director da Escola Técnica e Director Escolar.
.
13 de Junho
Liceu
O Sub-Secretário de Estado da Educação Nacional visitou ontem o Liceu de Setúbal.
Em cumprimento de promessa que fizera quando veio no sábado assistir ao Festival Ginástico - Desportivo realizado na Escola Técnica, esteve ontem de novo nesta cidade, o Sub-Secretário de Estado da Educação Nacional, desta vez de visita ao Liceu Nacional de Setúbal.
O Sr. Dr. Carlos Soveral chegou ao Liceu cerca das 13 horas, acompanhado do seu Secretário Sr. Dr. Álvaro de Mesquitela e do Comissário Nacional da Mocidade Portuguesa Sr. Dr. Leopoldino de Almeida, sendo ali aguardado pelo Reitor, Sr. Dr. Estêvão Ferreira Moreira, bem como pelos Srs. Dr. Miguel Rodrigues Bastos, Governador Civil, Dr. Eduardo Albarran, Presidente da Junta Distrital, Major Magalhães Mexia, Presidente do Município, Cap. Martins de Carvalho, comandante da PSP, Dr. Rogério Peres Claro, Director da Escola Técnica e professor Joaquim Cordeiro de Castro, Director do Distrito Escolar. A guarda de honra foi prestada àquele membro do Governo por uma formação da Milícia da MP, com fanfarra.
No Ginásio da Secção Feminina, o Sr. Sub-Secretário de Estado da Educação Nacional assistiu à exibição do Orfeão misto, sob a regência do professor Américo Vieira, o que lhe mereceu palavras de muito apreço. Depois de uma breve visita ao Liceu, o Sr. Dr. Carlos Soveral, juntamente com as entidades já referidas, dirigiu-se ao Castelo de S.Filipe, em cuja esplanada foi servido um almoço, para o qual foram também convidados os professores e alunos do 7ºAno. Em consequência de se ter agravado o estado do tempo, o café foi servido nos salões do Governo Civil, onde se trocaram brindes.
O Reitor, Sr. Dr. Estêvão Moreira congratulou-se com a visita do Sr. Sub-Secretário de Estado que agradeceu e o aluno finalista Viriato Ramos, numa breve alocução, assegurou àquele membro do Governo que os estudantes de Setúbal têm consciência da hora difícil que a nação atravessa pelo que saberão, em todas as circunstâncias, cumprir o seu dever de portugueses.
O Sr. Dr. Carlos Soveral fez várias considerações sobre o significado deste encontro, no momento em que uma geração desponta para novos horizontes, acautelando-a no que respeita a certos aliciamentos subversivos e anti-nacionais. Referindo-se à nova fase da vida académica que irão enfrentar, os estudantes que concluem agora a sua actividade liceal, aconselhou-os a não aceitarem, no ambiente universitário em que a maior parte ingressará, convivências que não tenham por base a cultura europeia cristã e portuguesa.
No final, o Sr. Dr. Carlos de Soveral que, em romagem de saudade, fora ao local onde nasceu o seu Pai e que hoje se encontra urbanisticamente transformado no chamado Bairro Salgado, retirou-se para a capital.
.
16 de Junho
Óbito
Ficaram ontem em Setúbal os restos mortais do Pintor João Eloy (falecido em 07.07.1927, repousando desde então, no Cemitério da Ajuda, em Lisboa)
.
16 de Junho
Cinema
No Cine Teatro Luisa Todi correu o filme "Um eléctrico chamado desejo"
.
18 de Junho
Justiça
Foi transferido para o Tribunal de Trabalho da 2ªVara em Lisboa, o Dr. João Monteiro da Costa Pereira.
.
18 de Junho
Câmara Municipal de Setúbal
"A Biblioteca Municipal - Sua decadência e desorganização"
Artigo de Vitor Manuel Gonçalves (elogia a biblioteca do Liceu, "...existente na modesta mas modelar Biblioteca do nosso Liceu".
.
23 de Junho
Cidade
O Banco Espírito Santo tem, desde ontem, a sua agência em Setúbal.

25 de Junho
Homenagem
Foi ontem inaugurado na Quinta do Anjo um busto em bronze, sobre pedestal de granito, do Sr. Venâncio da Costa Lima.
.
25 de Junho
Era Comandante do RI 11, o Sr. Major Carvalho Fernandes.
.
30 de Junho
Acidente de viação
Na madrugada de ontem, pouco depois das 4 horas, quando de motocicleta seguia desta cidade para Palmela, pela Estrada dos Ciprestes, a cerva de 2 kms de Setúbal, o estudante João Manuel Soares Garcia da Fonseca, de 19 anos, foi embater violentamente numa muar que puxava uma carroça que, em sentido oposto, vinha dentro das regras do trânsito.
Do embate veio a falecer o estudante que era filho do Dr. José Garcia da Fonseca. Juiz Corregedor do Círculo de Setúbal.
Ia acompanhado pelo estudante Rui Carlos Chora, de 17 anos, que sofreu fractura de costelas, de um braço e de uma perna e uma forte comoção cerebral, que deu entrada em estado de choque no Hospital.

18 março 2011

Para os antigos alunos da Universidade do Porto...

A Universidade do Porto assinala,
a 22 de Março, o arranque oficial
das comemorações do seu primeiro Centenário.
Para esse dia está programado, para além
da Sessão Solene na Reitoria, às 16h00,
um concerto de música sinfónica portuguesa,
agendado para as 21h30, no Coliseu do Porto.
.

Cartaz do Concerto
.
Muito gostaríamos que assistisse ao concerto do Dia do Centenário, que, em nosso entender, é uma iniciativa de grande interesse cultural, tendo em conta a riqueza e heterogeneidade do reportório e a qualidade dos executantes.
.
Na primeira parte do concerto ouviremos o “Stacatto Brilhante”, de Joly Braga Santos, “Almourol”, de Francisco Lacerda, e a “Suite Alentejana n.º 2”, de Luís de Freitas Branco.
Para a segunda parte estão previstas duas primeiras audições: uma peça para orquestra, “Poema para Violoncelo e Orquestra”, de Luís Costa, e uma peça coral sinfónica, “No coração do Porto”. Importa salientar que esta última peça foi encomendada expressamente para o Centenário, sendo a composição da autoria de Fernando Lapa e os versos do poeta Vasco Graça Moura. Todas as peças vão ser executadas pela Orquestra do Norte, dirigida pelo seu maestro titular e director artístico, José Ferreira Lobo.

Resta dizer que os bilhetes devem ser adquiridos na bilheteira do Coliseu do Porto, estando já à venda, oscilando os preços entre os 10 e os 25 euros.

17 março 2011

Mas que grande reinação!...

Na coluna de Helena Matos
hoje, 17.03.2011, no "Público", com o título:
"No combóio descendente/Vinha tudo à gargalhada".
.

Helena Matos

7 de Maio de 2010 - Aquando da reunião do Eurogrupo, o primeiro-ministro admitiu adiar as grandes obras públicas, para reduzir o défice, "com excepção das que já tiverem sido adjudicadas". Surgem apelos ao primeiro-ministro para que não assine o contrato de concessão do troço Poceirão-Caia, do TGV.
.
8 de Maio de 2010 - Foi assinado o contrato de concessão do troço Poceirão-Caia.
.
28 de Maio de 2010 - Na Assembleia da República, PS, BE, PCP e Verdes votam contra os projectos apresentados pelo CDS e pelo PSD que visavam suspender a construção do TGV.
.
17 de Setembro de 2010 - O Governo anulou o concurso público internacional relativo à construção da linha do Transporte de Grande Velocidade (TGV) no troço Lisboa - Poceirão, segundo um despacho publicado hoje em Diário da República.
.
16 de Março de 2011 - O PÚBLICO revela que a Tave Tejo, o consórcio que apresentou a melhor proposta financeira para a construção da linha de alta velocidade entre o Poceirão e Lisboa, pediu cerca de 10 milhões de euros de indemnização ao Estado por este ter anulado o concurso público. Esta possibilidade estava inscrita na resolução com que o Governo anulou o procedimento e diz respeito aos custos directos que os concorrentes suportaram. Perante a limpidez desta cronologia gostaria de saber se existem mais interessados em constituir um grupo de cidadãos que, não contestando o direito à indemnização por parte do consórcio, recusam que ela seja paga com os seus impostos, pois no dia 8 de Maio de 2010 era do conhecimento de todas as partes que o contrato não poderia ser cumprido. Presumo que terão acreditado que a indemnização corria por conta dos parvos do costume. Esta "parva que sou" começa a dar razão àqueles que garantem que o melhor negócio que se pode fazer em Portugal é celebrar contratos que não podem ser cumpridos. E que no particular caso do TGV, tal como nos versos de Pessoa, começou por vir tudo à gargalhada:
......"Uns por verem rir os outros /
.......E outros sem ser por nada."
E outros ainda por acharem que no fim da festa os contribuintes portugueses pagariam a conta.
.

Podemos então perguntar... Desta vez quem é que irá "encher os bolsos"??!!...

Instabilidade política...

Um artigo, da autoria de José Luis Seixas
que foi publicado no jornal Destak de
15 03 2011

José Luís Seixas

Ouvir falar da ameaça da instabilidade politica, merece uma sonora gargalhada.
O País está de rastos. Prostrado. Em coma, sem norte, nem estratégia, nem destino. As empresas não dispõem nem de liquidez nem de crédito.
Os bancos não têm dinheiro. Os trabalhadores não têm trabalho. as finanças públicas estão penhoradas, à mercê de credores que exigem juros usurários para pagamento de outros juros igualmente usurários. Cortam-se salários, congelam-se pensões, aumentam-se os impostos, impõe-se administrativamente a redução do consumo, fataliza-se a economia real. As famílias vivem um estado de inquietação e ansiedade sem precedentes.
Todos ignoramos o que nos espera. Todos tememos o que nos espera.. Soubemos que andaram por aí uns senhores do Banco Central Europeu e da Comissão Europeia. Terão descoberto um “buraco orçamental” que carecia de remendo. Ou seja, o Governo enganara-se nos pressupostos (ou, a bem dizer, martelara as contas).Eis a origem do PEC IV. Omitido ao PR, ao Parlamento, aos portugueses e, coisa nunca vista, ao próprio Governo que o aprovou à posteriori. No meio de tudo isto haverá algum português que considere importante assegurar esta estabilidade politica? Ignorará o Primeiro-Ministro, na sua ilusão quase paranóica de que é um predestinado, que o País o quer ver partir para lugar longínquo, na companhia da sua corte? Espera o quê para se demitir? O despacho de Belém? A censura parlamentar? Ou a violência na rua?

.
José Luis Seixas nasceu em Coimbra, em 1959.
É licenciado em Direito em 1983, pela Faculdade de Direito de Lisboa da Universidade Católica Portuguesa .
É pós-graduado em Direito do Trabalho pela Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa de Lisboa
Está inscrito na Ordem dos Advogados desde 1985
Orientou vários cursos de formação na área do Direito Bancário, Contratos e Garantias e Recuperação de Crédito destinados a quadros e gerentes bancários
Leccionou a disciplina de Direito Administrativo e Ciência da Administração no Curso de Formação Profissional da Câmara de Solicitadores
Tem artigos publicados sobre temas de direito bancário, administrativo, do trabalho e do desporto em revistas de especialidade e no Boletim da Ordem dos Advogados
Foi deputado à Assembleia da República, Presidente da Assembleia Municipal de Bragança e Vereador da Câmara Municipal de Lisboa e Vice-Presidente do Comité de Bem Estar Social do movimento Eurocidades
Foi consultor da Casa Civil do Presidente da República
Foi condecorado como Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique
.
...não é um "tipo" qualquer quem escreveu este artigo!...

16 março 2011

Alte Pinakothek - Munique

Vulcano surpreende Vénus e Marte
Tintoretto
1518 - 1594
.
Vulcano surpreende Vénus e Marte
.
Num anacrónico quarto de cama de refinado gosto burguês, tem lugar uma cena de tom erótico cujo conteúdo, inspirado na mitologia grega, não é facilmente compreensível: Vulcano surpreende Vénus, esposa infiel, em flagrante adultério com Marte, que procura esconder-se debaixo da cama, enquanto um cãozinho lhe ladra, revelando a sua presença. Ao fundo dorme, com hipócrita inocência, Cupido, instigador do delito. A obra juvenil, que já se distingue pela insólita segurança e pela originalidade da organização do espaço, talvez tenha nascido sob a influência dos escritos de Aretino, literato com preferência por temas eróticos e que, nesses anos, frequentava Tintoretto.
.
Cfr. Hermann Bauer
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

15 março 2011

Escrito na pedra...

No "Público"
em 07.03.2011
.
"Alguns causam alegria aonde quer que vão, outros quando se vão".
.
Oscar Wilde
escritor britânico
1854 - 1900

14 março 2011

Fotografias de Castelo Branco

O Largo de São João
Foto obtida em 3 de Agosto de 2008

Em frente, o Solar Almeida Garrett e, à direita,
a casa onde viveu a família Possidónio Grilo

13 março 2011

São personagens simpáticas...

A coluna "Opinião" de
Vasco Pulido Valente

tem hoje o título "Inocentes"
.
Vasco Polido Valente
.
José Sócrates resolveu apresentar ontem de surpresa e sem, como devia, informar o Presidente da República, o IV PEC deste último ano. A conversa não mudou: o PEC é preciso para tranquilizar a Europa, depois daquele não haverá outro, seria muito irresponsável e muito negativo para Portugal que a oposição não o aprovasse, e por aí fora.
Esta homilia foi pregada com o mesmo fervor e sem o menor vestígio de embaraço ou vergonha em 21 de Março, 16 de Junho e 10 de Outubro de 2010 e repetida agora, em 11 de Março de 2011.
Presumo que lá pelo Governo nunca se fizeram contas, ou que não existe maneira de as fazer, e, quando o dinheiro falta, Sócrates vai à caça do dinheiro dos portugueses. Mas, como as despesas não diminuem, nem a economia cresce, ninguém leva a sério estas razias e os juros continuam a subir. O mais estranho é que o país não se parece importar. A complacência indígena para os governantes que levaram Portugal ao desespero e à miséria roça a santidade
(...)
Aqui, os políticos, que, por incultura, incompetência, corrupção e estupidez, defraudaram o próximo e lhe estragaram seriamente a vida, são personagens simpáticas (e, às vezes, respeitáveis), que a populaça aprecia.
Não passa pela cabeça de nenhum patriota pedir contas do sofrimento inútil que lhe infligiram. Nem os jornais, nem a televisão se atrevem a tratar os "notáveis" como eles merecem. A própria universidade os convida para presidir a obscuras comissões, que não servem de nada e onde eles pontificam a seu gosto e arbítrio. A política é única profissão no país que goza da mais completa impunidade. Quem se admira com a impunidade de Sócrates devia olhar à volta com cuidado.

Por muito que custe a Mário Soares...

Excerto de um comentário" de Filomena Mónica
em "Destaque", no Público de hoje, a que foi
dado o título:"Os mitras, os boys e os betos."
.
Maria Filomena Mónica
.
"Por muito que custe ao dr. Mário Soares, o voto só é uma arma se um cidadão tiver a possibilidade de escolher o "seu" deputado. Se o voto contribuir apenas para legitimar os indivíduos seleccionados pelos marechais dos partidos, o regime fica em maus lençóis. Os políticos deveriam ter previsto que, um dia, a "geração sem remuneração" sairia à rua. O futuro destes jovens não é agradável. Nem todos sofrerão da mesma maneira, mas o que aí vem é terrível. Enquanto os betos têm a família por detrás e os boys as alavancas dos partidos, os mitras acabarão em empregos mal remunerados e no desemprego. Em Portugal, a mobilidade social é um mito."
.
Pois é...

As "garotas" de Don Flowers...

Humor antigo
com a pena de
Don Flowers

- Isto é para quando voltares a passear com o meu
Artur, o beijares!... Compreendes?!...

12 março 2011

Eles foram meus alunos...

... Foto obtida em 3 de Junho de 1993, no último dia
de aulas daquele ano lectivo, na sala 58, onde tínhamos
a aula de Biologia do 12ºAno.

Ana Cláudia Quintas Estanqueiro e
Luís Miguel Alves dos Santos.
Dois excelentes alunos.

11 março 2011

Mais "notícias"...

..."chocantes", veiculadas pela Wikileaks!
no hebdomadário "O Inimigo Público"
hoje, dia 11 de Março de 2011.
.
“Suspeito da Al-Qaeda vive em Portugal e é sócio do Sporting." .

Sócio do Sporting??!!... Não acredito.
.
“Segundo um telegrama confidencial revelado pelo site Wikileaks, os Estados Unidos investigaram um cidadão português de origem árabe com ligações à rede terrorista Al-Qaeda. O alegado terrorista pertence à célula da Quinta da Marinha e tentou infiltrar-se na candidatura de Godinho Lopes à presidência do Sporting com o objectivo de fazer implodir o estádio de Alvalade e construir no deu lugar, uma mesquita aproveitando parte dos azulejos e uma baliza. O embaixador americano em Lisboa, à época, Thomas Stephenson, fez também referência no telegrama, ao facto de o terrorista se ter misturado perfeitamente na população portuguesa, comparecendo semanalmente no Instituto de Emprego a participando amiúde no “Opinião Pública” da Sic Notícias a criticar o governo.”
.
Então a PJ não fez escutas?!...
É preciso o Thomas Stephenson andar a escrever "bilhetinhos" lá para os "patrões dele", para nós sabermos alguma coisa do que se passa por cá?!!!... Ora, esta!...

Última Hora...

Liga dos Campeões decreta que no fim do campeonato
será o Povo a escolher o Novo Campeão, pelo que o
Benfica deverá revalidar o Título
.
Na 1ªpágina... a contar da 4ª!!!...
.
"O que se passou no festival envergonha os que defendem que Portugal deve levar um digno representante ao Eurofestival.
A vitória de Gel e Falâncio foi uma farsa, evitando que grandes vultos da nossa música, como a histérica do cabelo azul do Politeama, o filho pimbalhão do pai pimba que canta o Burrito e o Norte não sei das quantas com o visual de toxicodependente do Casal Ventoso, vencessem! De qualquer forma, a vitória dos “Homens da Luta” foi pelo voto popular, pois se fosse pelo pindérico júri, quem ganhava o festival era o agarrado.
O IP (“Inimigo Público”) falou com Vieira:
”Camaradas benfiquistas, não vamos deixar que a vitória do campeonato vá para os corruptos do Porto, pá!. Já falei com a Liga dos Clubes e a classificação no campeonato não importa, o campeão é quem o povo escolher, camaradas! O povo benfiquista é quem mais ordena! A luta é alegria! SBL! SBL!".
.
Óviste... oh! Pintito?...
Toma e embrulha...