30 setembro 2010

Fotografias de Castelo Branco...

Há neve em Castelo Branco
no dia de Natal em 1970

Foto obtida em 25 de Dezembro de 1970
no Jardim da Câmara Municipal.
Agora já não há... nem neve nem (este) jardim.

29 setembro 2010

...Chegaram os palhaços!

Um artigo de António Ribeiro Ferreira
(Hoje, dia 29 09.2010, no Correio da Manhã)

António Ribeiro Ferreira - jornalista do CM
.

O tal que substituiu um homem que teve a coragem de dizer não às loucas obras públicas.

O tal que aumentou os salários da Função Pública em 2009 para ganhar as eleições.

O tal que escondeu o défice para ganhar eleições.

O tal que fez um orçamento para 2010 que era uma mentira.

O tal que fez um PEC 1 que era uma aldrabice.

O tal que fez em Maio um PEC II que resolvia tudo.

O tal que agora vem dizer que afinal não resolveu coisa nenhuma e precisa de meter mais uma vez a mão nos bolsos dos indígenas sem cortar a despesa pública.

O circo desceu à cidade.
Senhoras e senhores, por favor ocupem os vossos lugares.
Chegaram os palhaços.

Basta!

É sempre com agrado que leio, no "Setubalense", as crónicas de Marília Nascimento.
.
"O senhor Presidente da República chamou a Belém os partidos para resolver o caso do orçamento de estado. Infelizmente o país está entregue a uma bicharada que já não sabe onde ir sugar mais sangue.
O futuro é uma incógnita mas venha o governo que vier que tenha a coragem de dizer: basta!
Esta democracia falhou
, vamos limpá-la de leis absurdas, de políticos por conveniência e sem qualidade.
Uma das áreas a pedir intervenção é a da Segurança Social, onde certas etnias conseguem benefícios que são negados a pessoas com reformas baixas, idosos doentes, pais desempregados com filhos para sustentar. As tais etnias que vivem do comércio de rua, quando lhe são cortados ou negadas certas benesses armam escândalo, juntam-se em bando e ameaçam sem o mínimo respeito pelas autoridades.
Repito o que já disse uma vez. Não sou racista mas a segurança social não pode submeter-se a gente exploradora que se julga acima de toda a lei.

É pois tempo de dizer basta! Correr com os aventureiros da política e restituir a Portugal aquela credibilidade e dignidade que perdemos há muito tempo.
.
Por Marília Nascimento

( hoje, dia 29.09.2010, no "Setubalense")

As "garotas" de Bernard Augesert...

Humor antigo
com o traço de
Bernard Augesert


- O meu marido falava-me tanto a respeito da pouca gracinha
da sua secretária que eu resolvi vir ver como era!...

28 setembro 2010

Um texto de Henrique Raposo...


Sr. Ministro, quer a minha carteira?
Teixeira dos Santos pensa e actua como se fosse dono das nossas carteiras.
Há 14 mil (14.000) entidades dependentes do Orçamento,
mas o governo não quer tocar neste enxame. Só quer tocar na nossa carteira.
By, Henrique Raposo

(8:00 Sexta feira, 24 de Setembro de 2010)
.
I. Em Maio, o PS pediu mais impostos, porque o "mundo mudou numa semana". Lembram-se dessa? Em Maio, o mundo mudou numa semana, segundo o nosso primeiro-ministro. Bom, o PSD lá fez o acordo: sim, senhora, há mais impostos, mas, em troca, a despesa tem de cair. Estamos em Setembro, a receita está em alta (graças aos impostos), mas a despesa não pára de aumentar. Por incompetência e por cobardia política, o governo não está a cortar na despesa, ou seja, não está a cumprir o acordo que fez com o país (não foi só com o PSD). Pior: o PS não cumpriu o que prometeu e, agora, ainda por cima, aponta o dedo ao PSD, tentando culpabilizar os laranjinhas.
Como salientou Martim Silva, a actuação do governo está a ser lamentável.


O "nosso" Primeiro Ministro dixit...
"O mundo mudou numa semana"

II. Por amor de deus, nós temos 14 mil organismos (14.000) atrelados ao orçamento de estado. Isto, meus amigos, é um escândalo. Há por aí 14 mil coisas e coisinhas a sugar os nossos impostos , e o PS não é capaz de cortar umas centenas destes organismos? Alguém pode dizer com cara séria que todas estas 14 mil instituições são necessárias? Não é evidente que centenas e centenas destes organismos (sobretudo institutos e fundações) deviam ser extintos?

Dr. Teixeira dos Santos, V. Exa. está a gozar com quem?
Há por aí 14 mil entidades públicas, e V. Exa. só pensa em aumentar impostos?
De onde vem essa sua obsessão carnal pela minha carteira?

O Senhor Ministro das Finanças
.

III. Meus amigos, em 2000, a dívida pública era de 50,4% do PIB. Em 2010, essa dívida vai cair nos 85% do PIB. Um aumento de 35 pontos em 10 anos . E este abismo torna-se verdadeiramente assustador quando juntamos a estas contas as dívidas dos privados: 159% do PIB. Ou seja, Portugal deve ao exterior 245% do seu PIB. Eis um retrato de um país que se infantilizou numa década. Tal como as crianças, o país perdeu a noção do abismo que separa o querer e o poder. Pior: ao mesmo tempo que ocorreu este aumento pornográfico da nossa dívida, a nossa economia foi perdendo força. Entre 1985 e 1991, Portugal cresceu 5,5% ao ano. Entre 1991 e 2001, esse valor caiu para os 2,7%. Entre 2001 e 2010, o crescimento tem sido inferior a 1%.

Meus amigos, perante todos estes factos, uma coisa é certa: o que vem aí não é bonito, mas é necessário. Cortes brutais na despesa, medidas draconianas para forçar a poupança, etc. Agarrem-se.

(NB - em circulação na "net". Henrique Raposo é jornalista do Expresso)

27 setembro 2010

Alte Pinakothek

Christoph Fugger
Christoph Amberger

1500 – 1562
.

Christoph Fugger

Amberger, provavelmente natural da Suécia, quase com certeza habitou em Augsburgo a partir de 1530. Desposou nesse período a viúva de um pintor e obteve a dignidade de mestre. Retratista extraordinariamente penetrante, seguiu os princípios de Hans Holbein, o jovem. Christoph Fugger, filho de Raymund Fugger, patrício de Augsburgo, pertencia a um ramo de uma importante família de comerciantes e banqueiros. Amberger representou a riqueza do patrício com grande sobriedade, pondo em evidência o brilho sedoso dos tecidos, mas descurando os pormenores supérfluos para se concentrar na fisionomia da personagem.
A lição do maneirismo italiano, particularmente do florentino Bronzino, pode ler-se no frio racionalismo da atitude e no requinte da descrição do tecido do trajo, enquanto que dela se afasta na sensível definição do rosto.
.
Cfr. Hermann Bauer
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

26 setembro 2010

Beira Baixa - 1962 - Junho

03/Junho/62
Dr. Rui Penha
Tomou posse no passado dia 15 de Maio de assistente da cadeira de Otorinolaringologia da Faculdade de Medicina de Lisboa, o nosso estimado amigo e assinante, Sr. Dr. Rui Penha.
.
03/Junho/62
Dr.ª Carlota Borges Landeiro
Passou no dia 27, o 21º aniversário da Sr.ª Dr.ª D. Carlota Borges Landeiro, distinta aluna do último ano da Faculdade de Letras de Lisboa e filha do nosso prezado colaborador, professor em Montijo, e de sua esposa Sr.ª D. Benedita Gonçalves Landeiro, também professora na mesma vila.
A distinta aluna que é bolseira da Mocidade Português Feminina, tenciona defender tese já no próximo ano e muito há a esperar das suas faculdades de trabalho e inteligência, invulgar, pelo que a cumprimentamos e a seus pais.
.
17/Junho/62
Novo Governador Civil
Somos informados, sem confirmação oficial, até ao momento em que este jornal vai entrar nas máquinas, que em substituição do Sr. Dr. José de Carvalho, vai ser nomeado para o cargo de Governador Civil do Distrito de Castelo Branco, o Sr. Dr. Simplício Barreto Magro

25 setembro 2010

Fotografias de Setúbal...

Torres no alto do Viso e
Moradias no Bairro dos Pescadores
.

Foto obtida em 08.09.2010

24 setembro 2010

À porta do Ministério...

Um bebé aparece à porta do Ministério da Educação...
(anedota a circular na net, em 24.09.2010)
.
À porta do Ministério da Educação, na Av. 5 de Outubro, foi encontrado um recém-nascido abandonado.

O bebé foi limpo e alimentado pelos funcionários que decidiram dar conhecimento do assunto à Ministra da Educação.
Depois de oito dias, é emitido o seguinte despacho, dirigido ao Secretário de Estado:
.
"Forme-se um Grupo de Trabalho para investigar:
a) - Se o 'encontrado' é produto doméstico deste Ministério;
b) - Se algum funcionário deste Ministério se encontra com responsabilidades neste assunto.
.
Após um mês de investigação, o Grupo de Trabalho, conclui:
'O encontrado' nada tem a ver com este Ministério pelas razões seguintes:
a) - Neste Ministério não se faz nada por prazer nem por amor;
b) - Neste Ministério jamais duas pessoas colaboram intimamente para fazerem alguma coisa de positivo;
c) - Neste Ministério tudo o que se faz não tem pés nem cabeça;
d) - No arquivo deste Ministério nada consta que tivesse estado terminado em apenas 9 meses.
.
"Humor moderno"
com "a letra" de
um "desconhecido"....
.

Festa de anos...

Foi já quase no fim de Março que a D. Madalena Paiva Brandão me enviou uma fotografia muito antiga que foi descobrir “nos papéis” do Avô, Dr. Jorge Seabra, de grata memória.
.
Caro João José,
Mando-lhe hoje uma fotografia de um grupo de senhoras para mim todas desconhecidas.

No verso da fotografia diz: Castelo Branco, Março de 1925. Sabe quem são?
Um abraço da
Madalena

.
Depois de uma pequena investigação que “deu em nada” apenas me veio à ideia a curiosidade “inofensiva” de S. Luís dos Franceses quando perguntou ao Seabrinha “se aquela célebre passeata em que carregou comigo aos ombros, a motivou a sua devoção por mim ou o desejo de catrapiscar as pequenas por essas ruas fora!...”
Serão estas “as pequenas que olhavam é certo para nós, mas nunca, durante a procissão, o meu coração deixou de estar com Vossa Santidade.
Coisas que só o Dr. Jorge Seabra poderia agora deslindar…

.

Nem uma identifiquei...
.

Na resposta que transmiti então à D. Madalena, dizia-lhe que “não reconheci ainda nenhuma das Senhoras que a sua fotografia mostra"
Terei de fazer um esforço para as “transformar” em Senhoras vinte anos mais velhas e então, sim, poderá haver o milagre de reconhecer uma ou outra… Descarto já a hipótese de vir a reconhecer a maioria delas. Nem sequer consegui imaginar ainda quem é que poderá dar-me alguma pista para a sua identificação. Mas prometo que vou tentar fazer pesquisa…

Em 3 de Junho de 2010, a D.Madalena enviou um novo e-mail que muito me agradou. Dizia assim:

“Meu caro João José,
Tenho andado calada, mas não parada. Lembra-se de uma fotografia de um grupo de senhoras de Castelo Branco em 1925? Por um acaso incrível tive acesso ao álbum de fotografias do meu tio avô José de Seabra, irmão do meu avô Jorge, onde estava esta outra fotografia que lhe mando, com as mesmas senhoras, mas agora acompanhadas da secção masculina da família e com a seguinte legenda: Castelo Branco, Quinta Nova, Abril de 1925.

Castelo Branco - Quinta Nova - Abril de 1925

Nesta fotografia reconheci imediatamente o meu tio-avô José Seabra – o terceiro à direita a contar de cima – e o tio-avô dele o comerciante Joaquim Martins Bispo – à frente à esquerda. Deduzo que a senhora sentada na frente à esquerda seja a mulher de Joaquim Bispo – Maria Amélia Gil. A fotografia foi tirada no dia de anos desta.

José de Seabra - o 1º identificado
.

Joaquim Martins Bispo - o 2º identificado

Vinte anos mais tarde, em 30 de Maio de 1945, Joaquim Martins Bispo aparece no grupo "responsável" pela inauguração do "emblemático" Hotel de Turismo de Castelo Branco. Na fotografia seguinte, onde figuram os componentes da Sociedade Gestora do Hotel. ele surge à nossa esquerda. Claro que dá para ver que se trata da mesma pessoa...

Em 1ºplano: Joaquim Martins Bispo, Dr.Augusto Duarte Beirão, Dr.João Lobato Carriço Goulão, Martinho Dias Coutinho e Ten.Cor.Pina Lopes.
No 2ºplano: Arq.Cunha Barros, Dr.Simplício Barreto Magro, Dr.Jaime Lopes Dias, Dr.Laia Nogueira e Elísio José de Sousa.

.

Em 15 06 2010, contactei a D. Madalena Paiva Brandão:
”Olá, Madalena
Folguei muito ao ter notícias suas. E de que maneira…
Fiquei entusiasmado ao deparar com mais uma bela fotografia das “nossas” damas de 1925…
Agora com mais detalhes e com alguma identificação suplementar.
O seu tio-avô José Seabra era, com certeza, um homem previdente uma vez que apontou alguns dados nessa fotografia… para “facilitar” a vida aos vindouros mais curiosos…
Nestes dias que mediaram a recepção desta sua foto e o momento em que lhe respondo (atrasado como vai sendo meu hábito…) não fiz outra coisa senão estudá-la e compará-la com outras que há pouco me chegaram às mãos.
Na foto que lhe envio, obtida em 1945, vemos o Sr. Joaquim Martins Bispo, o primeiro à esquerda, no dia da inauguração do célebre Hotel de Turismo, que foi um ex-libris da cidade.

"Esta foto, que a D.Madalena Paiva Brandão me enviou, dá para fazer comparações com aquela que tinha já cá em casa. Ambas são tiradas na mesma época que, se deve situar em Abril de 1925, na Quinta Nova, em Castelo Branco, no dia em que Maria Amélia Gil, a esposa do Sr. Joaquim Martins Bispo, fazia anos".

Maria Amélia Gil - 3ª identificada
.

Diz ainda a D.Madalena que, "dos filhos deste casal (Joaquim Bispo e Maria Amélia Gil) só sei da existência de Camilo (deve ser o rapaz ao lado do pai), Maria Celeste, Augusta Maria e Helena Berta, mãe do pintor Raul Bispo da Costa Camelo. No entanto não sou capaz de os reconhecer na fotografia. (Nota: Raúl da Costa Camelo, pintor de nomeada, viveu em Paris desde 1950 e ali faleceu recentemente, em 2008. Ver o post "Raul Costa Camelo" que editei em 9 de novembro de 2008).

Quanto à identificação de "Camilo", não me pareceu que tivesse credibilidade...

Conheci o Sr. Camilo Martins Bispo desde a minha infância. Nos seus últimos anos desempenhou, com muita galhardia e aprumo, o cargo de "Porta Estandarte", nas Romagens de Saudade, em Castelo Branco. E não é ele que figura junto do pai, tal como sugere a D.Madalena...

Camilo Martins Bispo, ao centro, em 7 de Junho de 1985
na sessão de boas vindas aos Romeiros da Saudade, no Liceu Velho
Nada tem a ver com a figura sentada ao lado de Joaquim Martins Bispo.

.

"Ainda a respeito da foto que me enviou agora, surgiram-me dúvidas, talvez devidas à minha fértil “imaginação”…
A figura do “dandy” que a Madalena supõe ser Camilo, filho de Joaquim Bispo, é extremamente parecido (parece uma fotocópia…) com o José Pinto Cardoso (que nessa altura nem sequer tinha nascido ainda…), filho de um homem titular que viveu em Castelo Branco num solar nos arrabaldes de cidade e tinha o nome de Macário José.
“Era o Sr. Macário José da Cunha e Menezes Pinto Cardoso… que eu nunca conheci com a idade que a fotografia mostra, como é óbvio… Mas a semelhança física que aquela figura tem com o José (Caldeira Ordaz da Cunha) Pinto Cardoso (filho do Macário), que foi casado com uma professora de Educação Física, Maria Sofia Libermeister de Vasconcelos Guimarães (e era o 5ºfilho numa série de sete…) leva-me a colocar a hipótese de o tal “
Camilo” poder ser o “velho” Pinto Cardoso que tinha o Solar na Quinta em frente do Chafariz da Mina. Teria ele, então, 28 anos… e levava já sete anos de casado (com a D. Maria José de Ordaz Caldeira Queiroz de Valadares). Tinham uma filha, Maria José, nascida em 1922…
Ora, se esta “teoria” tivesse pés para andar e a pequenita em primeiro plano, fosse a filha Maria José, então poderíamos pensar que a Senhora situado em primeiro plano, junto da aniversariante, poderia muito bem ser a D. Maria José de Ordaz Caldeira Queiroz de Valadares… mulher do “dandy” Macário.
Será que a D. Madalena poderá descobrir algum destes nomes, que acabo de citar, nas memórias antigas do tio José ou do Avô Jorge, como amigos da família?
É, na verdade, assombrosa a semelhança do figurante do cigarro ao canto da boca e do lenço branco enorme, no bolsinho do casaco, nesta fotografia… com o Pai do meu colega e amigo Malé Pinto Cardoso, o mais novo dos sete irmãos, que viviam no palacete do Vale do Romeiro...
Creio que já lhe fiz perder algum tempo com estas minhas “derivações”…

Macário Pinto Cardoso... igualzinho ao José Pinto Cardoso que eu conheci na minha juventude.

.
Foi através do Facebook que "descobri" a Lai Alvim... Ela só podia ser filha, ou neta, do José Luis Alvim e da Teresinha Pinto Cardoso! E lancei o barro à parede... Deu certo!
No dia 23 de Junho contactei com ela.

"Olá, Lai
Foi pelo nome de seu Pai que cheguei até si. Alvim não é assim um nome tão comum… e, ou era filha, ou seria neta! Pela foto julguei tratar-se de uma neta do Zé Luis e da Teresinha. Como vê é assim que ainda hoje trato a sua Mãe quando dela falo ou quando raramente a vejo, nas minhas idas a Castelo Branco.
Tenho a ideia de que a conheço desde 1942… ou 1943 quando ela andava na D. Maria Celeste Dias, uma professora particular que nos dava aulas ali ao pé da Praça Velha.
Mas eu sou um pouco mais novo… sou mais do tempo do Malé embora conhecesse o seu tio Pedro, a tia Tatão, e lembro vagamente as tias mais velhas. Claro que também me lembro muito bem do tio Zé…
Aliás é mais por causa deste que eu estou a comunicar consigo. Por causa deste e por causa do seu avô Pinto Cardoso (Macário).

Vou explicar-lhe melhor.
Veio parar às minhas mãos uma foto muito antiga, de 1925, onde está presente um grupo de pessoas ilustres de Castelo Branco. Algumas delas, já consegui identificar.
Mas ainda faltam bastantes…
Quando olhei a foto, saltou-me a imagem de um dos cavalheiros ali presente que, quanto a mim, é uma “cópia” quase exacta do seu tio José Pinto Cardoso… Mas em 1925, o tio Zé não teria nascido ainda, o que me leva a pensar tratar-se, nessa altura, do seu avô Pinto Cardoso.
Claro que isto não passa de uma conjectura que pode não corresponder à realidade… e tratar-se de outra pessoa qualquer.
Para desfazer qualquer dúvida, lembrei-me da hipótese remota de “consultar” a sua Mãe… pois talvez ela nos possa dar uma ajuda na identificação daquela figura de “dandy” que se vê na dita fotografia."


Tive uma resposta no mesmo dia: "Fiquei muito contente com a sua mensagem e evidentemente que gostaria que me enviasse a foto para eu poder, com a ajuda da Mãe, identificar as pessoas que nela constam. 1925 foi o ano em que o meu Pai nasceu!
Já falei com a Mãe que se recorda muito bem do Senhor e li-lhe a sua mensagem, achou imensa graça"
.

Enviei, então, as fotos com um breve apontamento:

"Olá, Adelaide
O “dandy” (como eu lhe chamei) que está na base da minha dúvida, situa-se na 3ª fila, com um cigarro ao canto da boca e um grande lenço branco no bolso do casaco. Acho-o igualzinho ao seu tio José. Se a minha “teoria” se confirmar… convinha também saber se a Senhora que, na 2ªfila, segura a menina será ou não a sua Avó Maria José, já que a Senhora que está ao seu lado e à frente do “Avô Pinto Cardoso” era a aniversariante, e casada com o Senhor Joaquim Martins Bispo, que está de preto, sentado à direita do presumível Avô, Macário Pinto Cardoso.
Vai desculpar o trabalho que lhe estou a dar mas… se esta minha teoria “tiver pernas para andar”, penso que também vai ficar satisfeita com o êxito das nossas pesquisas."

"Nova mensagem da Lai Alvim: “Já recebi a foto. Quase que não me restam dúvidas de que se trata do meu Avô Pinto Cardoso, mas não creio que a Senhora seja a minha Avó.
Bem, mas estas dúvidas só a Mãe é que pode esclarecer e só na próxima semana é que vou poder mostrar a foto uma vez que ela está em CB e eu em Lisboa, e infelizmente ainda não aderiram às novas tecnologias.
Um abraço, voltarei em breve
Lai Alvim”

Manuel Rolão, neto do Sr. José Martinho também nos deu uma preciosa informação: "Aproveitando a “boleia “ de minha cunhada Adelaide, confirmo que é realmente o Avô Macário Pinto Cardoso. E na mesma fotografia, mesmo ao fundo, ao lado de um que está de óculos que eu me atreveria a dizer que é o Dr. Pinto Elvas (não sei se as datas são compatíveis) estão o Dr. Frederico Conde e Dª Manuela Moreira que já estaria ou viria a casar com o Dr. Frederico Conde.
O Avô Macário foi Pai de minha Sogra (Teresinha Pinto Cardoso) que casou com o filho de uma irmã de Dª Manuel Moreira (casada com o Dr. Frederico Conde), José Luís de Melo e Alvim.
A Teresinha Pinto Cardoso e José Luís Melo Alvim, tiveram 4 filhas, a mais velha a minha mulher e a mais nova a Adelaide." Assim se regista a História...

Frederico da Costa Conde e Manuela Moreira Rúbio Lopes
.

Foi no dia 11 de Julho que a Lai Alvim voltou a comunicar, fornecendo melhores indicações sobre a identificação dos componentes daquelas fotografias,

"Boa tarde João
Peço desculpa pela demora na resposta.
A Mãe reconheceu alguma pessoas:
Na foto só de Senhoras:
A primeira de Chapéu é minha Avó - Maria José Caldeira d'Ordaz."


D.Maria José Cunha Meneses de Ordaz Caldeira Queiroz de Valadares

"A primeira senhora sentada é Sra D. Manuela Conde."

D. Manuela Adelaide Moreira Rúbio Lopes (da Costa Conde)
.

"A 6ª Senhora de pé, a contar da esquerda, é a Sra D. Alda de Sousa (Titá)."

D.Alda de Sousa (Osório Vaz)
.

"Mesmo ao lado direito da Titá está a Sra D. Maria da Piedade de Ordaz Queiroz Valadares Caldeira, irmã da minha Avó."

D.Piedade Caldeira d'Ordaz
.

"A última de pé é a Maria José Afonso."

D.Maria José Afonso

.
A 3ª à esquerda, de pé, é a esposa de Joaquim Martins Bispo, D.Maria Amélia Gil.

D.Maria Amélia Gil
.

"Na foto mista:
A começar na primeira fila de cima: Primeiro Sr.Dr. Frederico Conde e Manuela Conde.

Dr.Frederico da Costa Conde

D. Manuela Adelaide Moreira Rúbio (da Costa Conde)

"Na fila seguinte: a 1ª Senhora do lado esquerdo é a Sra D. Maria Herminia Dias Coutinho."

D.Maria Hermínia Dias Coutinho

."e logo a seguir é a Sra D. Maria Leonor Afonso."

D.Maria Leonor Afonso

"A última Senhora dessa fila é a Maria José Afonso."

D.Maria José Afonso

"A Mãe e o Pai mandam um forte abraço com muita amizade.
Com os melhores cumprimentos
Lai Alvim"
.


13 07 2010
e-mail enviado às 19h 30m
"Olá, Lai Alvim

Fiquei encantado com a mensagem que há dias me enviou.
Muito embora já tivéssemos identificado alguns dos figurantes, na foto da Quinta Nova, como o casal Frederico Conde e o seu Avô, todas as outras figuras identificadas foram novidade para mim.
A figura ao lado do seu Avô, de preto vestido, também foi confirmada como sendo o Sr. Joaquim Martins Bispo, afastando-se a hipótese de ser o Sr. Jaime Roxo.
Devo dizer que o cavalheiro que pensam ser Manuel da Fonseca, é de facto, e já devidamente identificado por uma sobrinha neta, o Dr. José de Seabra que foi irmão do Dr. Jorge de Seabra, antigo aluno do Liceu de Castelo Branco e tios-avós (?) do Luís e do Eduardo Marçal Grilo.

Na foto só de Senhoras, fiquei especialmente agradado com a identificação da D. Alda de Sousa, que eu vim a conhecer 20 anos mais tarde, em 1945/46, na altura em que ela, e o marido, Dr. António Osório Vaz, (que foi Juiz em Viseu e chegou a ser Governador Civil de Lisboa, depois de se ter distinguido na Cidade do Mondego, como um dos melhores cantores de fado que passaram por Coimbra…) construíram a casa onde ela vivia ultimamente, na rua João Carlos de Abrunhosa. Eu, já nos primeiros anos do Liceu, morava mesmo em frente e assisti à construção de todo o edifício do qual lhe envio uma fotografia. Creio que a casa é actualmente de uma filha da Lurdes Lopes Ferreira (Romãozinho).
Olhando para a Senhora da foto, torna-se agora mais fácil recordar a Sr.ª D. Alda de Sousa, figura austera e amiga dos pobres, que ali viveu quase "enclausurada", os seus últimos anos.

À sua Mãe os meus parabéns pela ajuda que me deu, a demonstrar que a sua memória está em forma. E ao Pai um abraço rijo que lhe envia o
jjmatos"
.
Uma última palavra para a Madalena Paiva Brandão.
Levou muito tempo… Não identificámos todas as “damas de 1925”…
nem todos os “cavalheiros, na festa do aniversário”… Mas esta
pesquisa deu-me muito gozo!...
Quem sabe se a publicação destas duas fotos não irá resultar em
mais alguma identificação?
Quero agradecer-lhe todo este “trabalho” que tive e fico desejando
que tenha a sorte de encontrar mais umas quantas fotos antigas
quando rebuscar outros “papéis” que foram do seu Avô Jorge ou
do Tio José de Seabra.
Com a maior consideração
jjmatos

23 setembro 2010

Vamo-nos perder no tempo...

É de Fernando Pessoa o texto que li ontem
à noite...

Fernando Pessoa

.
"Um dia a maioria de nós irá separar-se. Sentiremos saudades de todas as conversas atiradas fora,das descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que partilhámos.
Saudades até dos momentos de lágrimas, da angústia, das vésperas dos fins-de-semana, dos finais de ano, enfim...do companheirismo vivido.
Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre.
Hoje já não tenho tanta certeza disso.
Em breve cada um vai para seu lado, seja pelo destino ou por algum desentendimento, segue a sua vida.
Talvez continuemos a encontrar-nos, quem sabe... nas cartas que trocaremos.
Podemos falar ao telefone e dizer algumas tolices...Aí, os dias vão passar, meses... anos... até este contacto se tornar cada vez mais raro.
Vamo-nos perder no tempo...

Um dia os nossos filhos verão as nossas fotografias e perguntarão:
Quem são aquelas pessoas?
Diremos... que eram nossos amigos e... isso vai doer tanto!
- Foram meus amigos, foi com eles que vivi tantos bons anos da minha vida!
A saudade vai apertar bem dentro do peito.Vai dar vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente...

Quando o nosso grupo estiver incompleto...
reunir-nos-emos para um último adeus a um amigo.
E, entre lágrimas, abraçar-nos-emos.Então, faremos promessas de nos encontrarmos mais vezes daquele dia em diante.
Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vida isolada do passado.
E perder-nos-emos no tempo...
Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades...

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!"
.
Lindo!...
(Obrigado, mano...)

Fotografias de Setúbal...

Zona portuária com a Setenave ao fundo e
zona antiga, com as Igrejas de S.Domingos e
de Santa Maria da Graça como referências
.
Foto obtida em 08.09.2010

22 setembro 2010

As "bonecas" de René Caillé...

Humor antigo
com o traço
de René Caillé


- A menina é tão magra, tão magrinha que,
se vem uma rabanada de vento, vai pelos ares!...
Ao menos com a minha mãezinha, já não há esse perigo!...

21 setembro 2010

Incompetentes...

... hoje, dia 21 de Setembro,
na Net (Sapo on line, às 13h 12m)
.
Défice do subsector Estado ultrapassa 9 mil milhões de euros!...
.
O "buraco" das contas públicas não pára de aumentar já que o país continua a gastar mais do que produz. O défice atingiu os 9,2 mil milhões de euros, embora a velocidade a que este buraco aumenta seja agora mais lenta.
.
...que dois "incompetentes"!!!...
.
Será que, depois de hipotecarem as gerações futuras, estas duas inteligências não irão prestar contas daquilo que fizeram??!!!!!...
A "irresponsabilidade" destes homens não irá ter o "devido castigo" ??!!
Se aquilo que "sabem" não dá para mais... porque não dão lugar a outros ?!...
.
NB - Deixei esta manhã, nas Finanças, para cima de uma "pipa de massa" ...(IRS)
Será que no próximo ano, estes dois, me vão exigir "duas pipas" ??!!...
Mas que mal fiz eu a Deus ?!...

Exposição...

MárioTestino inaugura hoje, dia 21 de Setembro, uma Exposição a que foi dado o nome de "Todo o nada". Esta exposição pode ser visitada no Museum Thyssen-Bornemisza, em Madrid.

Uma das fotos de Mário Testino
.
O Museu Thyssen -Bornemisza apresenta pela primeira vez em Espanha , o trabalho do fotógrafo peruano Mario Testino. A exposição reúne 54 obras que mostram o seu trabalho como fotógrafo de moda , com fotos tiradas para revistas como Vogue, Vanity Fair, V Magazine , Allure ou O Rosto.

Mário Testino e Kate Moss

Combinando fotografia analógica com os últimos avanços em tecnologia digital , o artista mostra o processo e todas as implicações da ação de despir-se. Do glamour da top model e celebridades em vestidos de alta costura , para mostrar sua beleza nua. São as diferentes faces da moda que refletem perfeitamente o relacionamento do fotógrafo com seus modelos e um ícone feminino, a "mulher Testino" , uma mulher forte e independente que se move em fins completamente oposta, "tudo ou nada" e que o fotógrafo tem definidos e redefinidos ao longo de sua carreira.

(grato à Maria Teresa Goulão. Pela "dica"...)

Escrito no vento...

Deveríamos usar o passado como trampolim e não como sofá.”
.
Harold MacMillan
Primeiro Ministro do Reino Unido

em 1957/63

20 setembro 2010

Rijksmuseum

Salomé com a cabeça de S. João Baptista
Jacob Cornelisz van Oostsanen
1470 – 1533
.

Salomé com a cabeça de S.João Baptista

A clareza e a simplicidade deste quadro conciliam-se muito dificilmente com o Jacob Cornelisz do Calvário. A concepção monumental que emana desta pintura demonstra como os motivos estilísticos atravessam rapidamente evoluções no início do século XVI e como Jacob Cornelisz visivelmente as acompanha. A importância fundamental das influências italianizantes é evidente na arquitectura do arco que emoldura a paisagem.
.
Cfr. Marco Valsechi
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

19 setembro 2010

Eles foram meus alunos...

...no 4ºAno, em 1959/60.

O José Manuel da Cruz dos Santos e a Maria Aurélia Rocha Rodrigues,
numa reunião de Antigos Alunos do Liceu de Setúbal
realizada em 20 de Abril de 1985, no Rio Frio

18 setembro 2010

O "sistema educativo" de Sócrates...

O "melhor" aluno do país entrou na faculdade sem teminar o liceu.
(com destaque, na 1ªpágina do "Expresso" - hoje, sábado, dia 18 de Setembro)
.
"Novas oportunidades...
Tomás desistiu da escola sem ter concluído o secundário." (!!!...)

O Chefe do Governo... co-autor do milagre!

"Graças ao programa criado pelo Governo para aumentar as qualificações dos portugueses teve equivalência ao 12ºAno em poucos meses e entrou na universidade com uma média de 20 valores, conseguida com apenas um exame de Inglês.
Ainda assim, concorreu em igualdade de circunstâncias com todos os outros,.
Oficialmente é o aluno com a mais alta nota de candidatura ao Ensino Superior. (!!!!)
Admite que beneficiou de uma injustiça..."
.
Alguém quer comentar esta notícia?... Não me parece que "isto" mereça comentários...
.
Julgo apenas que o sr. "1ºministro que temos", não quis ser o único "especimen" a "aproveitar-se" deste maravilhoso sistema de ensino que nos caíu em cima nos últimos anos...

A ex-ministra da Educação, do Governo de Sócrates.
Nós não a podemos esquecer...

Sócrates deve estar imensamente grato à Drª Maria de Lurdes Rodrigues... a "coveira-mor" do sector da Ensino/Educação, em Portugal.

Na verdade, são "fabulosos" os resultados do sistema que criaram...

Um artigo de Manuel António Pina...

Jornalismo de "serviço"

Manuel António Pina
.

"A entrevista "non stop" que, desde que foi condenado, Sua Inocência tem estado ininterruptamente a dar às TVs teve o mais respeitoso e obrigado dos episódios na RTP1, canal que é suposto fazer "serviço público". Desta vez, o "serviço" foi feito a um antigo colega, facultando-lhe a exposição sem contraditório das partes que lhe convêm (acha ele) do processo Casa Pia e promovendo o grotesco julgamento na praça pública dos juízes que, após 461 sessões, a audição de 920 testemunhas e 32 vítimas e a análise de milhares de documentos e perícias, consideraram provado que ele praticou crimes abjectos, condenando-o à cadeia sem se impressionarem com a gritaria mediática de Suas Barulhências os seus advogados, o constituído e o bastonário. Tudo embrulhado no jornalismo de regime, inculto e superficial, de Fátima C. Ferreira, agora em versão tu-cá-tu-lá ("Queres fazer-lhe [a uma das vítimas] alguma pergunta, Carlos?").

O "Prós & Contras" só não ficará na História Universal da Infâmia do jornalismo português porque é improvável que alguém, a não ser os responsáveis da RTP, possa chamar jornalismo àquilo. (in. "algures na net")

Nem são precisos comentários…
E , mais uma vez, os nossos parabéns ao autor!

Escrito no vento…

“Há três coisas que jamais voltam: a flecha lançada, a palavra dada e a oportunidade perdida.”
.
Provérbio tibetano

17 setembro 2010

Setubalense - 1961 - Março

22 de Março
Cultura, Ciência e Saber
Esta tertúlia realiza no próximo sábado, dia 25, no Salão Paroquial da JOC (Praça Teófilo Braga) uma sessão cultural consistindo em:
Abertura, por Carlos Tavares da Silva
Poesias, por Viriato Ramos, com poesias de sua autoria
Momento musical, por José Varela Castelo
Poesias, por Luís de A. Teixeira, com poemas de sua autoria
Encerra a sessão Viriato Ramos
.
25 de Março
O jogo de amanhã
O Castelo Branco será uma surpresa ou uma desilusão?
.
25 de Março
Passeios Escolares
Os alunos do 7ºAno do Liceu Nacional de Setúbal foram em digressão até Madrid, de onde voltarão na próxima 4ªfeira, Acompanham-nos o reitor do Liceu, Sr. Dr. José de Mendonça e Costa, Vice-Reitor, Dr. Joaquim Arco e Dr. Estêvão F. Moreira, director do 3ºCiclo, e suas respectivas esposas, bem como a Sr.ª D. Ausenda Paulino Pereira professora e Directora do Centro Escolar nº1 da Mocidade Portuguesa Feminina.
.
27 de Março
Júlio Tavares é o dirigente que pode resolver a crise do Handebol substituindo José Luís Novais.
.
27 de Março
A primeira lista dos que morreram em Angola
.
27 de Março
Taça de Portugal
A equipa visitante confiou demasiadamente nos seus recursos.
Vitória 5 - Castelo Branco 0
Os grupos apresentaram as seguintes formações:
Vitória - Libânio; Polido, Galaz e Manuel Joaquim; Miguel e Jaime Graça; Camolas, Quim, Pompeu, Ilo Caldas e Mateus.
C.Branco - Cerejo; Juca, Henrique Silva e Sebastião; Carlos Silva e David; Mateus, Ramos, Graça, Luciano e Cunha Velho.
.
29 de Março
Dois menores em perigo moral
...enviou ao tribunal os menores Alberto Gomes, o "Pé de Chumbo" e Francisco P. dos Santos, o "Menino dos Olhos Grandes", ambos de 16 anos, acusados de vários roubos.
.
29 de Março
A segunda lista dos que morreram em Angola
.
29 de Março
Foi nomeada uma nova Comissão Executiva para o Estádio do Vitória a que preside o Major Magalhães Mexia.
No início da nova época do futebol já deve poder jogar-se no Estádio.
Dos elementos convidados compareceram à reunião os Srs. Dr. Manuel Antunes, Major Jacinto Frade Júnior, Eng. Humberto Santana Ferreira da Cunha, Eng. Nascimento e Oliveira, António Marques dos Santos, Mário Ledo, Manuel José de Goes e Virgílio F. Fernandes. António Ahrens Novais justificou a falta.

16 setembro 2010

A 23

in. "Reconquista"
em 16 09 2010

Um título na "primeira página"...
.
O Conselho de Ministros acaba de aprovar uma resolução que aponta como certa a introdução de portagens na A 23, já a partir de Abril.
.
Sugerimos que o início da cobrança seja fixado no dia 25 daquele mês...

Mais um "record" para o "campeão" da mentira...

Título no "Público" de hoje:
"Governo perto de ultrapassar dívida prevista para 2010"
.
...e destacado em sub-título:
"Até ao final de Agosto, o país endividou-se ao ritmo de 2,5 milhões de euros por hora"!!!

Fernando Ulrich Presidente do BPI.

O Presidente do Banco Português de Investmento afirma que "O mercado já não dá o benefício da dúvida a Portugal."

Prof.João Duque
Presidente do ISEG
.
João Duque não tem dúvidas que "este ritmo de endividamento é insustentável, mais ainda porque se destina a fazer face a despeses correntes do Estado, que não param de crescer."
(...)
"O país está dar um péssimo sinal aos mercados e que os investidores são capazes de correr com primeiros-ministros, ao cortatem o financiamento ao país."

Nem o Alqueva...

...faz aumentar alunos na Escola Superior Agrária de Beja!

É só paisagem?!...
.
A Escola Superior Agrária de Beja dispunha para este ano lectivo de 140 vagas para os seis cursos que lecciona, mas apenas 16 foram preenchidas.
No curso de Agronomia, em regime pós-laboral havia 20 vagas, mas ninguém se inscreveu...
.
...O Governo passou o Verão a fechar escolas do 1ºciclo, por todo o país...
Que pensar disto?!...

Escrito no vento...

Há um ditado chinês que diz:

Se os teus planos vão a um ano semeia trigo, se vão a dez anos planta uma árvore, mas se forem a 100 anos educa um povo “ !

…em Portugal até o trigo já temos de importar !!!!!!!

15 setembro 2010

Um dirigente de topo do partido de Angela Merkel...

...faz um aviso!
"Portugal arrisca seguir o caminho da Grécia."

.
No "Público"
15.09.2010

by José Manuel Rocha

A lider da União Democrata-Cristã alemã (CDU)
"A Alemanha teme que Portugal caia numa recessão profunda"
.
Michael Meister, dirigente de topo do partido de Angela Merkel, acusa o Governo Sócrates de não fazer o suficiente para impulsionar a economia.
.
"Portugal não está a fazer o que é necessário para evitar cair na mesma situação em que caiu a Grécia."
.
O recado crítico a Portugal foi passado durante uma entrevista que concedeu ontem à agência de notícias Bloomberg, em Berlim.
O político germânico teme que Portugal caia numa recessão profunda porque não está a fazer o suficiente para dinamizar a economia e o Governo não avança medidas para tornar as empresas mais competitivas.
.
Meister aconselha Portugal a investir mais na área da educação e da formação, e nas novas tecnologias, como a Alemanha fez, no passado não muito distante, e com bons resultados.
"Cada país tem que fazer a sua parte para impulsionar a sua economia na zona euro, e não apenas cortando nos gastos, como Portugal fez", criticou Michael Meister.
.
O porta-voz da CDU para as questões financeiras acrescentou: "Necessitamos de assinalar aos mercados - não se preocupem, porque estamos a resolver os nossos problemas estruturais e seria desejável mais participação de Portugal."
.
Apesar de surpreendentes, as declarações de Meister não surgem fora de contexto, porque a Alemanha tem dado sinais de preocupação com a timidez da retoma económica europeia e com os ritmos divergentes a que se está a processar entre os diversos países - particularmente os do Sul. E, quando a Grécia corria risco de incumprimento, o Governo germânico esticou tanto quanto pôde a corda dos apoios, até que o executivo grego se comprometesse com um rigoroso plano de estabilidade.
.
"Seguramente, não é nosso objectivo ver outro Estado-membro a ter que recorrer aos fundos europeus de emergência", assegurou Meister. As críticas do dirigente democrata-cristão alemão surgem também em linha com as mais recentes posições do comissário europeu responsável pelos assuntos financeiros. Anteontem, Olli Rehn manifestou preocupação pelo facto de a recuperação económica europeia estar a acontecer "a duas velocidades" e acrescentou que a situação actual poderá pôr em causa a coesão comunitária.
Numa mensagem para o Governo Sócrates, Rehn referiu que é necessário aprofundar a consolidação orçamental e realizar reformas estruturais para que o país regresse a um cenário de crescimento sustentável e de criação de emprego. Anteontem, a Comissão Europeia reviu em alta as previsões de crescimento para a zona euro (1,8 por cento em 2010). Neste quadro, Portugal acentuará divergências com os seus principais parceiros, uma vez que não é expectável que a economia cresça acima de 1 por cento no corrente ano.

As "bonecas" de Augesert...

Humor antigo
com o traço de
Bernard Augesert

- O meu Alfredinho é um amor! Mergulha muito bem,
mas como padece do reumatismo, evita a água...

14 setembro 2010

Escrito na pedra...

No "Público"
15 09 2010
.
"Não é fácil ter paciência diante dos que têm excesso de paciência."
.
Carlos Drummond de Andrade
escritor brasileiro
1902-1987

Fotografias de Castelo Branco...

A nova Biblioteca, em construção.

Foto obtida em 16 de Maio de 2004

13 setembro 2010

Eles foram meus alunos...

...no 7ºAno, em 1961/62 (ele) e no 5ºAno, em 1960/61(ela)
. Fernando de Pádua Marcelino e Maria de Lurdes Gomes da Costa
em 20 de Abril de 1985, numa reunião de Antigos Alunos
realizada no Rio Frio

Beira Baixa - 1962 - Abril

01/Abril/62
Joaquim Ivo Martins participa aos seus antigos clientes e amigos que voltou novamente a ter a gerência da sua casa de vinhos, comida e dormida, na rua Cadetes de Toledo, nesta cidade, pelo que agradecia a vossa visita
.
01/Abril/62
O Sr. Ten. Coronel Joaquim de Melo Duarte Silva tomou posse do Comando Batalhão de Caçadores 6.
.
01/Abril/62
Dr. Manuel Alfredo de Morais Martins
Tomou posse no dia 30 de Março último, do lugar de Assistente do Instituto Superior de Estudos Ultramarinos.
.
01/Abril/62
Adriano Gonçalves de Morais Júnior
Encontra-se na nossa cidade, onde durante 30 anos desempenhou as funções de funcionário superior do Banco de Portugal e que foi recentemente colocado em Aveiro, como Gerente (Nota - Adriano Gonçalves era natural de Setúbal)
.
08/Abril/62
Dr. Sebastião António Morão Correia
De regresso da Índia, já se encontra em Lisboa o Dr. Sebastião Morão Correia que ali desempenhou as funções de Director dos Serviços de Instrução.
.
22/Abril/62
Orquestra Típica
A Orquestra Típica Albicastrense desloca-se a Lisboa para actuar durante a Comemoração do 47º Aniversário da Casa das Beiras.
.
22/Abril/62
Dr. António Osório Vaz
Encontra-se em Castelo Branco onde veio passar a Páscoa com a sua família, o Sr. Dr. António Osório Vaz, Governador Civil de Lisboa.
.
22/Abril/62
Cultura e Recreio
No suplemento literário “Cultura e Recreio”, surge uma entrevista com José Correia Tavares, sobre o livro de poemas “A flor e o muro”, de sua autoria.
.
22/Abril/62
Pedido de casamento
Pelo Sr. Ten. Coronel Joaquim Melo Duarte Silva e por sua esposa Sr.ª D. Maria Teresa Galvão Duarte Silva, foi pedida em casamento, no passado dia 21, para seu cunhado e irmão, Sr. José João da Rocha Romana Galvão, filho do Sr. Dr. Joaquim António da Rocha Galvão e da Sr.ª D. Felicidade Romana da Rocha Galvão, ausentes em Moçambique, a Sr.ª D. Maria Luísa da Cunha Santos Amaral, filha do nosso muito querido amigo e assinante, Sr. Dr. António dos Santos Amaral e da Sr.ª D. Miltz Correia da Cunha santos Amaral.
O casamento deverá realizar-se ainda este ano.
.
29/Abril/62
Em Lisboa, no passado dia 10 do corrente, realizou-se na Igreja de S. João de Brito, o casamento do nosso querido patrício Sr. Tenente de Infantaria Joaquim Chito Rodrigues, distinto oficial do nosso Exército, filho do nosso assinante, Sr. António Rodrigues e de sua Esposa, Sr.ª D. Maria de Jesus Lemos Chito Rodrigues. Com a interessante menina D. Virgínia Rosa Pereira de Castro, filha do Sr. Dr. Abel Maria de Castro, já falecido, e da Sr.ª D. Maria Alice do Carmo Pereira de Castro.
Foram padrinhos do noivo seus tios Sr. João Gregório Rodrigues e sua Esposa Sr.ª D. Maria da Conceição Afonso Rodrigues, e da noiva o Sr. Eng. Viriato Pires e sua Esposa Sr.ª D. Maria Alzira Pires.
Finda a cerimónia religiosa foi servido aos convidados, entre os quais se encontravam muitos camaradas do noivo, um abundante “copo de água” servido pela Confeitaria Inglesa, no Restaurante Clube de Ténis, na Serra de Monsanto.
Os noivos vão fixar residência em Mafra, em cuja Escola Prática de Infantaria o noivo presta serviço, saíram em viagem para o Norte.
“Beira Baixa” deseja aos noivos as maiores felicidades.

12 setembro 2010

Museu Real de Bruxelas

Retrato do Dr. J. Scheyring (?)
Lucas Carnach, o Velho
1472 – 1553

Retrato do Dr. J. Scheyring (?).

Além de pintor da corte, Lucas Carnach foi também o pintor da burguesia: burgomestre da sua cidade natal, amigo de Lutero, fez parte do ambiente intelectual do seu país e aí encontrou alguns dos seus melhores modelos. Este retrato datado de 1529, que se julga representar o Dr. SChwyeing ou Johannes Shöner, é de qualquer modo o retrato de um homem dotado de uma forte personalidade. O estilo tem toda a aspereza e rigidez que caracterizam por vezes a arte alemã. Os contornos são sintéticos e incisivos; o traço dúctil e fino molda-se às mais requintadas intenções do artista. A cor sóbria e ao mesmo tempo intensa é rica de tonalidades. A harmonia das cores é tipicamente alemã e simultaneamente muito pessoal, diversíssima da de Dürer e Altdorfer, que foram compatriotas e contemporâneos do artista.
.
Cfr. Roger A. D’Hulst
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

11 setembro 2010

Os gatos do Flórido...

... ou melhor, os gatos que "assaltam" todos os dias, o jardim do José Flórido, na Soltróia
.
.
.

.

.
.

.

.
.
Fotos obtidas em 04 09 2010
Vamos abrir um "concurso de legendas"?
Então, fico à espera...