31 dezembro 2009

Uma “estória”…

...onde "entra" Albert Einstein.

Albert Einstein
.
Duas crianças estavam a patinar num lago congelado, na Alemanha. Era uma tarde nublada e fria e as crianças brincavam despreocupadas.
De repente o gelo quebrou e uma delas caiu, ficando presa na fenda que se formou.
A outra, vendo o seu amiguinho preso e a congelar-se, tirou um dos patins e começou a golpear o gelo com todas as suas forças, conseguindo, por fim, quebrá-lo e libertar o amigo.
Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido, perguntaram ao menino:
- Como é que conseguiste fazer isso? É impossível que tenhas quebrado o gelo, sendo tão pequeno e com as mãos tão frágeis!
.
Nesse instante, o génio Albert Einstein que passava pelo local, comentou:
- Eu sei como é que ele conseguiu.
Todos perguntaram:
- Pode dizer-nos como?
- É simples – respondeu Einstein – Não havia ninguém ao seu redor, para lhe dizer que ele não seria capaz.
.
Deus fez-nos perfeitos e não escolhe os capacitados... capacita os escolhidos!”

Fazer ou não fazer alguma coisa, só depende da nossa vontade e perseverança.”
....Albert Einstein

Conclusão:
Preocupe-se mais com a sua consciência do que com a sua reputação. Porque a sua consciência é o que você é e a sua reputação é o que os outros pensam de você.
E o que os outros pensam… é problema deles.

Outros tempos...

...em Oleiros.
.
Esta fotografia foi obtida pelo então jovem fotografo José Pedro Barata.
Julgo não errar muito se disser que estávamos na primeira metade dos anos 50.
Foi no dia em que se realizou o 1ºCortejo de Oferendas da Misericórdia.
.

Da esquerda para a direita reconhecemos o Presidente da Câmara, Sr. Alfredo da Silva Fernandes, o médico municipal Dr. Ilharco de Moura, o Governador Civil do Distrito, Dr.José de Carvalho e o Provedor da Misericórdia, Sr. José Maria Martins.
Entre o Médico e o Governador creio aparecer a figura do conceituado comerciante Sr. Manuel Rodrigues, da Seladinha, pai do Alírio.

Não consegui saber a data exacta deste acontecimento em Oleiros. Apenas poderei dizer que teria sido antes de Julho de 1962, a data em que o Dr. José de Carvalho cedeu o título de Governador ao Dr. Simplício Barreto Magro.

30 dezembro 2009

O Acordo...

No Editorial do Público
(hoje, 30 de Dezembro):

O país está baralhado sobre o Acordo Ortográfico e com razão. Não sabe que já está em vigor, quando e como vai ser aplicado e desconhece o seu conteúdo.
Nós (no Público) sobretudo não compreendemos para que serve e. incapazes de entender a necessidade e as vantagens de uma norma global para o português, decidimos não o adoptar.
Vamos continuar a escrever a nossa língua como a escrevemos hoje.”
Já somos dois…

.
E, mais adiante: “… os seus defensores (do Acordo…) argumentam que estamos a falar de um acordo instrumental e estratégico para o futuro. Se todos estes argumentos são utópicos, há um que se destaca como particularmente incompreensível: o de que o português, sem o acordo, terá não duas ortografias oficiais mas oito e que tal “não pode acontecer numa língua que pretende ser universal”. Ora, o inglês – essa, sim, uma língua universal por excelência e do nosso tempo – é a língua oficial de mais de 50 países e não consta que haja um acordo planetário com regras a aplicar por essa enorme variedade de culturas, tons, pronúncias e grafias…”

.
Num outro artigo, no mesmo jornal e subscrito pela jornalista Alexandra Prado Coelho,


Alexandra Prado Coelho
numa homenagem póstuma ao Pai,
Eduardo Prado Coelho
.
podemos ler ainda sobre o memo assunto:
“Os críticos defendem que ainda se vai a tempo de travar a aplicação do Acordo Ortográfico e os defensores respondem que ele já está em vigor. A nova ministra da Cultura, Gabriela Canavilhas, parece partilhar as convicções do antecessor, José António Pinto Ribeiro, e diz que quanto mais depressa o aplicarmos, melhor será para afirmar a língua portuguesa no mundo. A ministra da Educação, Isabel Alçada, pede tempo para a introdução das novas regras nas escolas. Em que ficamos?


Vasco da Graça Moura,
visto por Carlos Botelho

"O processo ainda pode ser parado", diz o escritor Vasco Graça Moura, um dos mais activos críticos. "Não pode avançar sem haver ratificação por todos os países. Se o objectivo é a unidade da grafia, basta que um não avance para que não faça sentido." Tal como o Governo recuou no caso da localização do novo aeroporto, também deve recuar no Acordo Ortográfico, defende. "Quem não está a aceitar isto são umas baratas tontas na CPLP [Comunidade dos Países de Língua Portuguesa] que têm que arranjar um pretexto para terem alguma actividade."
"Não há nenhuma possibilidade de recuo, o acordo está em vigor", contrapõe José Mário Costa...
.
Vai assim o Acordo! Um perfeito desacordo...

As minhas turmas no Liceu 2ºC 1986/87

2ºAno - Turma C (curso complementar)
em 1986/87
.
Fui professor desta turma
em Biologia

Amélia Figueira Vaz
Anabela Miranda Murçela
Ana Paula Ferreira
António Luís da Costa Santana
Célia Maria Simões Pelixo

Deolinda Figueiredo
Esmeralda Pereira
Fernanda Maria Varela
João Paulo das Neves Elias


José António Cardoso
José Manuel Jordão Castilho

José Miguel Brás Pinto
Maria Elisabete C. Santos
Maria de Fátima S. Correia
Octávio da Claudina Piedade
Stela Maria Martins Costa
Maria Helena M. de Sousa
Luis A.R. Oliveira

.
As fotografias que os alunos apresentavam em fotocópias
"prejudicam" um pouco estas imagens...

Escrito no vento...

"Grande parte da vitalidade de uma amizade reside no respeito pelas diferenças e não apenas em desfrutar as semelhanças."
.
James Fredericks

29 dezembro 2009

Beira Baixa - 1960 - Junho

05 de Junho
Viagem de núpcias
Em viagem de núpcias, partiram de avião do aeroporto de Lisboa, no passado dia 20 de Maio, o Sr.Júlio Neves Grilo e sua esposa, a Sr.ª D.Maria Benedita Gonçalves Gorjão Maia. Esta viagem, que foi sugerida e organizada pela Agência de Viagens Vicente da nossa cidade, abrangerá diversos países da América e da Europa.
Na gravura vêem-se os felizes noivos no momento da partida, e aos quais desejamos uma óptima viagem.
(Encima esta noticia, uma foto dos noivos subindo para o avião. O noivo leva na mão uma maleta que tem escrito um “Panam” muito bem visível).
.
12 de Junho
Espectáculos no Cine Teatro Avenida
Hoje – O céu não está à venda, com Annie Rosar e Kurt Meisel.
3ªfeira – Fidalgos e plebeus, com Vittório de Sica.
Sábado – Capitão Paulo Jones, com Robert Stack e Marisa Pavan
Domingo – Uma certa mulher, com Sophia Loren e Anthony Quinn
.
19 de Junho
Santiago fala-nos do Jogo de Barcelos.
Uma caricatura de Félix Frederico Santiago, treinador - jogador do SBCB, com o traço de José Correia Tavares, ilustra esta entrevista que eu suponho ter sido conduzida pelo próprio J. Correia Tavares.
“— Diga-nos agora, Santiago, como foram recebidos pelas gentes de Barcelos?
--
Muitíssimo bem. Tudo decorreu como nas melhores recepções. Acontece até que a Direcção do Gil Vicente, pelas mãos dos seus jogadores nos ofereceu um curioso “galo” de porcelana, oferta regional para cada um de nós e um “galo” maior para o nosso Clube.
[Conheci pessoalmente o Félix Santiago. Era um Senhor! … Se bem recordo foi um dos jogadores que os argentinos do San Lorenzo de Almagro deixaram em Portugal, uns anos antes, juntamente com o internacional Mário Imbeloni, extraordinário jogador que jogou depois no Sporting de Braga. Em dois jogos disputados em Portugal, em 1947, esta equipa bateu a Selecção Nacional por 10-4 e o Futebol Clube do Porto por 9-4].
.
19 de Junho
Octávio Barata triunfou em Salamanca.
Nos dias 11 e 12 do corrente mês disputou-se em Salamanca, linda cidade universitária de Espanha, o anual Torneio Internacional de Tiro aos Pratos, em Fosso Olímpica.
No referido Torneio participaram atiradores de grande cartel tanto espanhóis como ainda americanos, franceses e portugueses.
.
19 de Junho
Faleceu no passado dia 16, o Sr. Dr. Joaquim Diogo Correia, figura muito estimada em todo o nosso Distrito, pelas suas qualidades de inteligência e carácter. Oficial do Exército na situação de reforma, foi o Dr.Diogo Correia combatente na Grande Guerra
Casado com a Sr.ª D. Ilda Correia Pardal, era pai do Regente Agrícola Sr. Rui Diogo Correia Pardal(…) e da Sr.ª D. Judite Correia Pardal.
.
26 de Junho
Homenagem ao Sr. Dr. António Tavares Carriço,
promovida pelos jogadores do Sport Benfica e Castelo Branco
.
Testemunhando a sua gratidão para com o médico do seu clube, os jogadores do clube desportivo de Castelo Branco homenagearam o Sr. Dr. António Carriço, no decorrer de um jantar servido no Hotel de Turismo de Castelo Branco.
O simpático gesto dos atletas albicastrenses impressionou vivamente o distinto médico albicastrense que desinteressadamente continuará a prestar os seus serviços ao Benfica e Castelo Branco.
.
Engº Maurício Vieira de Brito
Neste número de “Beira Baixa”, em grande parte dedicado à progressiva freguesia de Soalheira, não podíamos deixar de pôr em destaque, alguém que, não sendo soalheirense por nascimento, é-o totalmente pelo coração: o Sr. Eng.º Maurício Vieira de Brito, a quem podemos chamar o “soalheirense nº1”.
Não há nada na freguesia, não há necessidade na povoação, terra de origem de sua mulher, a Sr.ª D.Rita Rolão Preto Santos Marques, que não encontre no Sr. Eng.ª Maurício Vieira de Brito o primeiro impulsionador e o mais dedicado apoio.
.
26 de Junho
José Correia Tavares
Uma página inteira dedicada aos Santos Populares, com Quadras Populares, Desenhos e Caricaturas da autoria do poeta Correia Tavares.
Algumas das quadras tinham sido vencedoras de Jogos Florais, em anos anteriores, nos mais variados jornais de vários terras e concelhos.
.
“A tua saia travada
Quando vou dançar contigo,
Fica sempre “destravada”
Com as coisas que eu te digo…”
(“Beira Baixa” – 1ºPrémio / 1957)
.
“À minha porta nasceu
Um raminho de alecrim
Só tu, meu botão de rosa
Andas tão longe de mim…”
(“Torres Novas” – 1ºPrémio / 1958)
.
”Meias verdes e azuis
Amarelas e encarnadas
Quem vos levantasse as saias
E vos desse três nalgadas…”
(Quadra do Mês – Mundo Ri / 1959)
.
26 de Junho
Conferência de Urbano Tavares Rodrigues
no Salão da Biblioteca Municipal
.
No Salão da Biblioteca Municipal de Castelo Branco e promovida por aquele departamento municipal, pronunciou no passado dia 22 uma brilhante conferência sobre o romance francês contemporâneo, o escritor e jornalista Urbano Tavares Rodrigues.
Entre a numerosa e escolhida assistência que enchia por completo a Salão da Biblioteca Municipal destacava-se o Sr. Presidente do Município, Vereadores e professores do ensino Liceal e Técnico. Presentes também, numerosos estudantes bem como muitas senhoras.
.
26 de Junho
Parque da Cidade
Hoje – Agente Secreto, com Lino Ventura e Charles Vanel
3ªfeira – Terra de ninguém, com Jack Mahoney e Shewn Smith
5ªfeira – Segredos da noite, com Marina Vlady e Robert Hossein
Sábado – Grande parada musical, com Germaine Damar e Walter Giller

28 dezembro 2009

Escrito no vento...

"Os jovens pensam que os velhos são bobos: os velhos sabem que os jovens o são."
.
Anónimo
Séc.XXI

As "Bonecas" de Kiraz

Humor antigo
com o traço de
Kiraz
- A tua partida deixou um grande vácuo no meu coração
e... na minha garrafeira!...

27 dezembro 2009

Uma luz que ninguém vê...

(…)
"O que se avizinha, ao contrário do que sugere o primeiro-ministro, é a continuação desse cenário, que palavras comoconfiança”, “energia” e “determinação”, tão ao gosto da retórica governamental, apenas tornam mais amargo.
Apelar ao empenho de todos para enfrentar dias difíceis é uma obrigação, mas baixar-lhes os braços com a promessa de uma luz que ninguém vê a não ser quem nela fala, é uma ilusão perigosa.
Que pagaremos caro."

.
in. "Público"
Editorial (excerto)
27 12 2009
.
Já leu este "Editorial", sr. engenheiro?!...
Olhe que vale a pena...

Galleria degli Uffizi

O Regresso de Judite
Sandro Botticelli

1445-1510

O regresso de Judite

Da mesma época de Retrato de Desconhecido, é também o Regresso de Judite do campo de Holofernes. A melodia da linha é aqui tão modulada que a atitude de parar e virar-se para trás parece prolongar-se indefinidamente para além do tempo, e o acto, em vez de ser apresentado no seu desenrolar, apresenta-se como que reflectido no espelho mágico da memória.
.
Cfr. Roberto Salvini
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

26 dezembro 2009

Ele não se enxerga...

"Sócrates já vê "sinais claros" de recuperação...
...Portugal está num "caminho de recuperação"!

O Primeiro Ministro
.
"Optimismo e economia. Outra vez. José Sócrates adoptou, como é hábito nas suas mensagens de Natal desde 2005, um discurso pela positiva. Apesar da "maior crise" económica mundial dos últimos 80 anos, que continua, o primeiro-ministro acredita que há hoje "sinais claros" de recuperação. Volta a defender o investimento público para criar emprego e tem esperança que 2010 já seja de "crescimento da economia e do emprego".
"A crise económica mundial persiste, é certo, mas há agora sinais claros de que estamos a retomar lentamente um caminho de recuperação. Temos, porém, ainda muito trabalho pela frente. Precisamos de investimento público que crie emprego", afirmou Sócrates na mensagem de Natal, ontem transmitida pela televisão.
O ano de 2009 foi marcado, em Portugal e no Mundo, pela crise. "Um ano de grande exigência para todos, famílias, trabalhadores e empresas", reconheceu, e em que, "com a intervenção do Estado, no momento certo", foi possível "estabilizar" o sistema financeiro, "apoiar as famílias, apoiar as empresas, estimular a economia".

.
in. "Público"
26 12 2009
.

Parece que estamos num "país do faz de conta"...

Parabéns!... 26 de Dezembro Zezinha

A Zezinha faz anos hoje...
Parabens... e um bjnho muito grande!....


Maria José Folgado Pereira

25 dezembro 2009

Dia de Natal

Poema de
António Gedeão
.

António Gedeão


Hoje é dia de era bom.
É dia de passar a mão pelo rosto das crianças,
de falar e de ouvir com mavioso tom,
de abraçar toda a gente e de oferecer lembranças.

É dia de pensar nos outros— coitadinhos— nos que padecem,
de lhes darmos coragem para poderem continuar a aceitar a sua miséria,
de perdoar aos nossos inimigos, mesmo aos que não merecem,
de meditar sobre a nossa existência, tão efémera e tão séria.

Comove tanta fraternidade universal.
É só abrir o rádio e logo um coro de anjos,
como se de anjos fosse,
numa toada doce,
de violas e banjos,
Entoa gravemente um hino ao Criador.
E mal se extinguem os clamores plangentes,
a voz do locutor
anuncia o melhor dos detergentes.

De novo a melopeia inunda a Terra e o Céu
e as vozes crescem num fervor patético.
(Vossa Excelência verificou a hora exacta em que o Menino Jesus nasceu?
Não seja estúpido! Compre imediatamente um relógio de pulso antimagnético.)

Torna-se difícil caminhar nas preciosas ruas.
Toda a gente se acotovela, se multiplica em gestos, esfuziante.
Todos participam nas alegrias dos outros como se fossem suas
e fazem adeuses enluvados aos bons amigos que passam mais distante.

Nas lojas, na luxúria das montras e dos escaparates,
com subtis requintes de bom gosto e de engenhosa dinâmica,
cintilam, sob o intenso fluxo de milhares de quilovates,
as belas coisas inúteis de plástico, de metal, de vidro e de cerâmica.

Os olhos acorrem, num alvoroço liquefeito,
ao chamamento voluptuoso dos brilhos e das cores.
É como se tudo aquilo nos dissesse directamente respeito,
como se o Céu olhasse para nós e nos cobrisse de bênçãos e favores.

A Oratória de Bach embruxa a atmosfera do arruamento.
Adivinha-se uma roupagem diáfana a desembrulhar-se no ar.
E a gente, mesmo sem querer, entra no estabelecimento
e compra— louvado seja o Senhor!— o que nunca tinha pensado comprar.

Mas a maior felicidade é a da gente pequena.
Naquela véspera santa
a sua comoção é tanta, tanta, tanta,
que nem dorme serena.

Cada menino
abre um olhinho
na noite incerta
para ver se a aurora
já está desperta.
De manhãzinha,
salta da cama,
corre à cozinha
mesmo em pijama.

Ah!!!!!!!!!!

Na branda macieza
da matutina luz
aguarda-o a surpresa
do Menino Jesus.

Jesus
o doce Jesus,
o mesmo que nasceu na manjedoura,
veio pôr no sapatinho
do Pedrinho
uma metralhadora.

Que alegria
reinou naquela casa em todo o santo dia!
O Pedrinho, estrategicamente escondido atrás das portas,
fuzilava tudo com devastadoras rajadas
e obrigava as criadas
a caírem no chão como se fossem mortas:
Tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá.

Já está!
E fazia-as erguer para de novo matá-las.
E até mesmo a mamã e o sisudo papá
fingiam
que caíam
crivados de balas.

Dia de Confraternização Universal,
Dia de Amor, de Paz, de Felicidade,
de Sonhos e Venturas.
É dia de Natal.
Paz na Terra aos Homens de Boa Vontade.
Glória a Deus nas Alturas.

É dia de Natal...

A Natividade
Giovanni Battista Pittoni
1687-1768


A Natividade

"Uma variante desta Natividade encontra-se na Academia dei Concordi, em Rovigo. Aqui, porém, o ambiente rústico e portanto mais realista do estábulo é substituido pela grande nuvem por trás da qual campeia a figura de Deus Pai e por isso o efeito desta obra é mais grandiloquente. Estamos em plena época barroca e o efeito luminoso ou colorístico é, em Pittoni, de particular vivacidade, clara e ardente, que predomina no realismo da manjedoura e na figura adormecida do cansado José. Neste momento, o gosto pela pintura veneziana ultrapassa fronteiras e espande-se pela Europa, influenciando grandemente a pintura rococó francesa e a austríaca. O quadro entrou na Galeria em 1958."
.
Cfr. Marco Valsecchi
In “Grandes Museus do Mundo"
Ed.Verbo – Setembro/1973

24 dezembro 2009

As Bonecas de Don Flowers...

Humor antigo
com o traço de
Don Flowers


- Tens de escolher em definitivo, Biquinhas... Ou eu ou a televisão!
.... - A televisão.

Fotos de Castelo Branco...

Pavilhão do Quartel do Regimento de Cavalaria 8
após a recuperação feita pela Câmara de Castelo Branco.

No rés do chão deste edifício funcionam os Serviços de Informática
abertos a todos os utentes que queiram aceder à Internet
(foto obtida em 27 de Outubro de 2009)

23 dezembro 2009

As minhas fotos preferidas...

Mulher na lota
Esposende

Foto obtida em 09 Set 1975

22 dezembro 2009

São quadras, meu bem... são quadras!...

Meninas... Amai um coxo!...
Que um coxo também se ama.
Só a gracinha que ele tem
De ir aos pulinhos p'rá cama!...

.
Anónimo
Séc XX

Meu Senhor…

“...ajuda-me sempre a ver a outra face da medalha, não me deixes culpar de traição a outrem por não pensar como eu.
.
Mahatma Gandhi
1869 - 1948

21 dezembro 2009

Desesperados...

Hoje, dia 21 de Dezembro,
no "Correio da Manhã"

António Ribeiro Ferreira

"Pior do que isto parece impossível, mas é bom que os indígenas estejam preparados para situações ainda mais desgraçadas nos próximos tempos.
O partido do senhor presidente relativo do Conselho anda de cabeça perdida, desesperado e sem qualquer tino nos neurónios.
A ressaca das eleições de 27 de Setembro está agora bem visível e tem tendência para se agravar desgraçadamente até ao dia em que os indígenas o ponham na rua. Vai ser difícil, mas nestes tempos natalícios é legítimo ter alguma esperança num desfecho feliz para tamanha desgraça. O alvo da fúria socialista é, como o foi no Verão, o Presidente da República.
O partido do senhor presidente relativo do Conselho não suporta que Cavaco Silva diga aos indígenas o que toda a gente pensa. Isto é, que as suas grandes preocupações são o desemprego galopante, o endividamento externo, a dívida pública e a falta de competitividade e produtividade, factores que impedem um crescimento económico saudável, única forma de criar emprego e aumentar o nível de vida dos indígenas que desgraçadamente vivem neste sítio cada vez mais pobre, deprimido, manhoso e obviamente cada vez mais mal frequentado. É óbvio que perante as desgraças sociais que abalam o sítio, a última preocupação de qualquer pessoa com um mínimo de sanidade seja a história dos casamentos entre homossexuais.
É evidente que numa situação em que aumenta a pobreza e há cada vez mais pessoas à beira do desespero, a última das preocupações deva ser a conversa fiada da regionalização. Pois bem. Indiferentes a tudo e a todos, na tentativa vã de esconderem o estado em que deixaram o sítio, os socialistas liderados pelo senhor presidente relativo do Conselho atiram-se ao Presidente da República de forma desvairada para ver se o calam e desviam as atenções dos indígenas. Mas estão muito bem enganados.
A realidade, fria e dura, está aí à vista de toda a gente
. Nem mesmo os mais ferozes optimistas já o conseguem ser. Restam os vendidos por uns pratos de lentilhas. Mas destes não rezará qualquer história. Foram miseráveis ontem, são-no hoje e assim continuarão. É por isso que este poder socialista, desesperado por ter perdido a maioria absoluta e pela desgraça que provoca todos os dias em milhões de indígenas, se atiça contra Cavaco Silva, o único referencial de seriedade. É por isso que neste Natal triste, desgraçado e quase sem esperança é legítimo pedir ao Menino Jesus que nos livre deste Mal."

.
António Ribeiro Ferreira,
Jornalista

Beira Baixa - 1960 - Maio

01 de Maio
Espectáculos no Cine Teatro Avenida
Hoje – As grandes famílias, com Jean Gabin e Pierre Brasseur
3ªfeira – Os guerrilheiros, com John Ireland r Dorothy Malone
5ªfeira – O corcunda, com Jean Marais e Sabina Selman
Sábado – O amorzinho da minha vida, com Pedro Infante e Sarita Montiel
Domingo – Deus sabe quanto amei, com Franck Sinatra e Dean Martin
.
08 de Maio
Causou a maior consternação o falecimento da
Sr.ª D. Bárbara Tavares Proença Vaz Preto
.
Causou a maior consternação em toda a província da Beira Baixa, o falecimento ocorrido no passado dia 4, na sua propriedade da Feiteira, da Sr.ª D. Bárbara Tavares Proença Vaz Preto, possuidora de elevados dotes de bondade e em quem os pobres encontravam sempre um amparo em todas as vicissitudes da vida. De um espírito caritativo verdadeiramente admirável, aliado a uma modéstia sem limites, nunca nenhum necessitado se aproximou da Sr.ª D. Bárbara Vaz Preto que não tivesse sentido o calor de uma palavra amiga e de um amparo imediato. Por isso os pobres consideravam-na como a amiga sempre pronta, por isso os pobres não a esqueceram na morte, acompanhando-a com as suas orações e as suas lágrimas à última morada.
De um enorme espírito religioso, todas as obras da Religião e da Igreja podiam contar com a sua ajuda. Assim, entre outras, auxiliou com avultadíssimas quantias a reconstrução da Igreja da Sé e dos Redentoristas em Castelo Branco, tendo mandado construir, a expensas suas, uma Capela dedicada ao culto de Santa Bárbara, que doou ao povo da Lousa. (…)
.
08 de Maio
Pedido de casamento
Pelo Sr. Dr. Sebastião António Morão Correia, actual Reitor do Liceu de Portalegre e sua Esposa Dr.ªD. Maria Florinda Pires Morão Correia, foi pedida em casamento para seu filho, Sr.Sebastião José Pires Morão, oficial de infantaria, a gentil Sr.ª Dr.ª D.Maria Luisa Teixeira Cardoso Justa, distinta professora da Escola Comercial e Industrial desta cidade, filha do nosso prezado amigo Sr. Manuel Cardoso Justa e de sua Esposa Sr.ª D. Amélia Duarte Teixeira Cardoso Justa.
Em seguida ao pedido o noivo partiu para a Índia em serviço militar, pelo que a data do casamento só será afixada após o seu regresso.
Aos noivos e seus Pais, que gozam da maior estima nesta cidade, apresentamos os nossos cumprimentos,
.
08 de Maio
Espectáculos no Cine Teatro Avenida
Hoje – Deus sabe quanto amei, com Franck Sinatra e Dean Martin
3ªfeira – Christina, Marianne Koch e Claus Holm
5ªfeira – A rua do pecado, com Françoise Arnould e Massimo Girotti
Sábado – O cantor de St.Louiz, com Nat King Kole e Eartha Kitt
Domingo – Intriga internacional, com Gary Grant e Eve Marie Saint
.
15 de Maio
Com a Morte do Sr. Dr. Alexandre Proença de Almeida Garrett perde

o Distrito de Castelo Branco um dos seus mais destacados valores.
.
Com a sua morte, ocorrida no dia 8, perde a província da Beira Baixa um dos seus maiores valores e a cidade de Castelo Branco um dos seus mais dedicados amigos, sempre pronto a comparticipar em todas as iniciativas que engrandecessem a terra que há muito adoptara como sua, pois não era natural de Castelo Branco, tendo nascido em Coimbra, na freguesia de S. Cristóvão, em 2 de Outubro de 1877. Mas Castelo Branco também já há muito o adoptara como um dos seus filhos já estimados, pois sabia através de inúmeras provas que, no peito do Sr.Dr. Alexandra de Almeida Garrett, latejava o sonho ardente do engrandecimento da sua cidade.
Toda a longa existência do Dr. Alexandre de Almeida Garrett é um perfeito exemplo de coerência política, de integridade de carácter e de espírito cristão. (…)
.
15 de Maio
Espectáculos no Cine Teatro Avenida
Hoje – Intriga internacional, com Gary Grant e Eve Marie Saint
3ªfeira – A última violência, com Yvonne SAnson e Lorella di Luca
5ªfeira – Amor e vigarice, com Martine Carol e Vitorio de Sica
Sábado – Os 3 fora da lei, com Neville Brand e Alan Hale

.
15 de Maio
Sessões de música gravada´
.
No Liceu Nun’Álvares da nossa cidade, realizaram-se nos passados dias 3 e 10, respectivamente, mais duas sessões de música gravada as quais tiveram a assistência do Sr. Reitor, Dr. José Catanas Diogo, de alguns professores e de numerosos alunos do 3ºciclo.
Na primeira sessão foram ouvidas as músicas “Aquática” de Hendel e o “Concerto para dois violinos e orquestra”, de Vivaldi.
O Sr. Prof. Nunes Chamusca fez o comentário às obras ouvidas e aos respectivos autores, tecendo no final considerações oportunas sobre a beleza das suas composições. Na 2ªsessão, realizada no dia 10, ouviram-se “Uma sonata para piano” e a “Sinfonia nº4”, de Beethoven. O mesmo comentarista destacou a importância de Beethoven não apenas como clássico mas também como anunciador do Romantismo.

.
22 de Maio
Casamento
Mo passado dia 7, realizou-se em Lisboa, na Igreja da Lapa, o casamento do Sr.Manuel António Barbosa Marçal Grilo, filho do nosso muito estimado amigo e assinante Sr. Possidónio José Marçal Grillo e da Sr.ªD. Maria Rosália Barbosa Marçal Grillo, com a Sr.ª D.Maria Judite de Sá Machado Monteiro, filha do Sr. Manuel José Monteiro e da Sr.ª D.Lucinda de Sá Machado Monteiro, tendo sido padrinhos tanto do noivo como da noiva seus Pais.
Após o acto religioso realizou-se um copo de água a que assistiram numerosos convidados, no Restaurante Montes Claros.
,
22 de Maio
Câmara Municipal
Na reunião da Câmara Municipal do Concelho de Castelo Branco, realizada no dia 18 do corrente, sob a Presidência do Senhor Capitão Manuel Domingues Carreto e com a presença dos Senhores Vice-Presidente, Dr.Francisco José Palmeiro, e vereadores Dr.António Correia, Dr.José Vasco Mendes de Matos, António Ribeiro Russinho, Artur Domingos Ribeiro, Major José António da Conceição e José de Paiva Morão, foram tratados entre outros, os seguintes assuntos:
Mercado de Castelo Branco:
- Tomar conhecimento de que, por portaria de 16 de Abril findo, foi reforçada com 1.067.000§00 a comparticipação concedida, pelo Fundo de Desemprego, para execução de “Construção do Novo Mercado de Castelo Branco”.
.
29 de Maio
No passado dia 21, deu à luz uma robusta criança do sexo masculino, a Sr.ª D. Magda Senna Bello Marçal Grilo, esposa do Sr.José Augusto Barbosa Marçal Grilo.
São avós do recém-nascido o nosso muito querido amigo e administrador do “Beira Baixa”, Sr. Luís Gonzaga da Cunha Pignatelli Senna Bello e a Sr.ª D.Maria Amélia Guedes Emílio Senna Bello; e o nosso muito estimado amigo e assinante Sr. Possidónio José Marçal Grilo e a Sr.ª D. Maria Rosália Barbosa Marçal Grilo.
Às ilustres famílias apresenta “Beira Baixa” as maiores felicitações, com os desejos de eternas felicidades para o recém-nascido.

Meu Senhor…

Se me dás fortuna, não me tires a razão.
. Se me dás êxito, não me tires a humildade.
. Se me dás humildade, não me tires a dignidade
.”
.
Mahatma Gandhi

1869 - 1948

20 dezembro 2009

Escrito no vento...

"A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém."
.
in. "algures na net"
17.12.2009

Eles foram meus alunos...

Foto obtida em 21 02 2009
numa reunião da Antigos Alunos do Liceu de Setúbal
em Santiago do Cacém.
.
Foram meus alunos em 1961/62
Todos no 7ºano...Todas na mesma turma B.

O Carlos Cardoso Alves, o José António Correia Barbosa e
o António Herlander Chumbinho.

19 dezembro 2009

As minhas fotos preferidas...

Gina Carvalhão
Castelo Branco
05 Maio 1979

Maria Virgínia Carvalhão

18 dezembro 2009

Jennifer Jones...

A actriz Jennifer Jones morreu ontem em Malibu.
Tinha 90 anos.
Mais um ídolo da nossa juventude que desaparece...

Jennifer Jones
.
Interpretou uma série de bons filmes entre os quais podemos destacar "Adeus às Armas" e "Duelo ao Sol". Em 1974, dançou com Fred Astaire no filme "A Torre do Inferno".
.
Em 1944, Jennifer Jones ganhou um Óscar com a sua interpretação no filme "A canção de Bernardette" onde desempenhou o papel da camponesa Bernadette Soubirous que tem visões da Virgem Maria, em Lourdes, o tão célebre local de peregrinação católica, em França.
.

Jennifer Jones no papel de "Bernardette"

Outros tempos...

Em Oleiros, a rua do Hospital...

No topo da rua, destaca-se o bonito edifício do
Hospital Barata Relvas.
... e destaca-se também o "magnífico piso” da rua do Hospital.
Foto obtida em Março de 1930

No local onde existiu o Hospital Barata Relvas
vê-se o Centro de Saúde em construção.

A "via de acesso" está "um pouco" melhor...
Foto obtida em 28 de Junho de 2006

.
Esta artéria da vila de Oleiros tem actualmente o nome de "Rua Dr.Barata Relvas".
Seria bonito se ao Centro de Saúde fosse dado o mesmo nome...

Escrito na pedra...

No "Público"
17.12.2009
.
"Há ilusões que se parecem com a luz do dia; quando acabam, tudo desaparece com elas."
.
Marguerite Duras
Escritora francesa
1914-1996

17 dezembro 2009

As "garotas" de Vilhena...

Humor antigo
com o traço
de Vilhena

- Saia daí que me estoira os fusíveis do "robot"!...

16 dezembro 2009

Meu Senhor…

“…Ajuda-me a dizer a verdade diante dos fortes e a não dizer mentiras para ganhar o aplauso dos débeis.
.
Mahatma Gandhi

1869 - 1948

Galleria degli Uffizi

Anunciação
Leonardo da Vinci
1452-1519

.

Anunciação

Obra de juventude, executada por volta de 1470-1475 na oficina de Verrocchio, anterior mesmo á colaboração de Leonardo no Baptismo. A composição, baseada na coordenação dos volumes num espaço definido pela perspectiva linear, é tradicional. Mas em volta dos sólidos volumes já vibra o “esfumado”, conferindo às figuras um sentido de agitação profunda, e para além do parapeito, por entre os perfis das árvores que cortam o frio céu da manhã, esfumam-se na atmosfera transparente os campos, as montanhas, a praia com o porto.
Desde as primeiras obras que Leonardo da Vinci tende a transferir para o plano de uma sensível linguagem pictórica aquela irrequieta procura de movimento que um Pallaiolo ou um Verrocchio tentavam exprimir através dos meios de uma linguagem predominantemente formal. Ele resolve de facto o movimento no palpitar do “esfumado”, isto é, numa ténue vibração molecular de luz e sombra. Aqui ainda o vibrar da luz e da sombra acompanha quase em surdina o cândido ritmo formal das imagens, mas isto basta para diluir a sua psicologia e para as mergulhar numa atmosfera poética de inquieta ansiedade. Figuras humanas e elementos da natureza são por outro lado irmanados, sob a acção subtil do “esfumado”, numa contemplação ansiosa de captar os segredos da natureza. Este desejo de penetrar os desejos do universo – que será o motivo inspirador da incansável actividade de investigação científica de Leonardo – se liga também a observação agudíssima das coisas maiores (rochas, montanhas, águas) tal como das mais pequenas (ervas, flores) da natureza. É um interesse pela natureza muito diferente do professado pelos Flamengos e que naquela altura começava a penetrar também na pintura florentina: não é provocado por uma recente curiosidade, mas antes pelo sério desejo de compreender a estrutura e o funcionamento das criações da natureza. São disso exemplo as asas do anjo, não já inertes e decorativas como de costume, mas antes apresentadas na evidência da sua função (é conhecido o interesse de Leonardo pelo voo dos pássaros), e as ervas e as flores do prado, desenhada por uma delineada clareza que faz sentir a sua vida e o seu crescimento. Pense-se no que se transformarão, alguns anos mais tarde, aquelas flores, numa tradução deliciosamente ornamental, no prado da Primavera de Botticelli.
.
Cfr. Roberto Salvini
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

15 dezembro 2009

Fotos de Castelo Branco...

Painel de azulejo no átrio de entrada
do Quartel do Regimento de Cavalaria 8

Tratamento dos cavalos, na parada do Quartel
do Regimento de Cavalaria 8
Foto tirada em 27 de Outubro de 2009

Beira Baixa - 1960 - Abril

03 de Abril
Um Posto Modelar dos Serviços Médico-Sociais
vai ser construído em Castelo Branco.
A convite do Sr.Dr. António Carriço, Médico-Delegado dos Serviços Médico-Sociais – Federação de Previdência, em Castelo Branco, realizou-se no passado dia 31 na Delegação em Castelo Branco dos referidos serviços, um encontro com os representantes da Imprensa Diária, ao qual assistiram os srs. Dr.José Feio, Delegado dos Serviços Médico Sociais na Zona Centro, e Amável Leitão, Inspector Administrativo dos mesmos serviços, e que teve como fim comunicar à Imprensa a próxima construção de um Posto Clínico dos Serviços Médico Sociais e que será erguido no Bairro da Horta d’Alva.
Para o projecto do referido posto médico, que é da autoria dos srs. Arquitecto Terra da Mota e EngºMarques Maia, será aberto concurso no início do próximo mês e devendo ser inaugurado ainda este ano.
.
10 de Abril
De luto
D. Miquelina de Paiva Morão
No passado dia 8, faleceu em Castelo Branco a Sr.ª D. Miquelina de Paiva Morão, de 75 anos, viúva do Sr. José Morão; mãe do Sr. José de Paiva Morão, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Castelo Branco, Vereador da Câmara Municipal e Delegado do Automóvel Clube de Portugal na nossa cidade, casado com a Sr.ª D. Gina Namorado Carvalho de Paiva Morão e avô da Sr.ª D. Maria Josefina Carvalho Paiva Morão Neto de Almeida, do Sr. Tenente José Eduardo Carvalho de Paiva Morão, da Sr.ª D. Maria de Lourdes Carvalho Paiva Morão Ribeiro, da Sr.ª D. Maria de Fátima Carvalho Paiva Morão, António José Carvalho Paiva Morão e Jorge Manuel Carvalho Paiva Morão.
À família enlutada apresente “Beira Baixa” sentidas condolências,
.
10 de Abril
Capitão Manuel D. Carreto
Por motivo da passagem do primeiro aniversário da posse do Sr. Capitão Manuel Domingues Carreto, com Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, a Vereação ofereceu-lhe, no passado dia 6, um almoço no Hotel de Turismo da nossa cidade.
Desde as primeiras horas da manhã do referido dia, afluíram aos Paços do Concelho numerosas individualidades de todas as categorias sociais, bem como as Juntas de freguesia do concelho que lhe apresentaram cumprimentos.
.
10 de Abril
Posse da Directora da Secção
Feminina do Liceu de C.Branco
.
Pelo Sr. Dr. José Catanas Diogo, Reitor do Liceu, foi dada posse à Senhora Dr.ª D. Cacilda Rosa Namorado de Carvalho, do cargo de Directora da Secção Feminina, lugar para que foi nomeada por portaria recente, tendo assistido ao acto os professores do Liceu.
Lido o auto de posse, o Senhor Reitor dirigiu algumas palavras de apreço às qualidades e obras já realizadas pela Senhora Dr.ª D. Cacilda Namorado, professora efectiva com largo tempo de serviço. Frisou que era a primeira directora da secção feminina, a funcionar há alguns anos já, e formulou votos para qur fosse a primeira Reitora de um liceu feminino que se torna necessário na nossa cidade.
(…)
O alargamento do Liceu foi uma necessidade, mas o aumento considerável de frequência (1929/30, 405 alunos e 87 alunas e em 1959/60, 628 alunos e 631 alunas) justifica plenamente a construção de um liceu feminino.
A Sr.ª Dr.ª D. Cacilda Namorado de Carvalho agradeceu a distinção que lhe foi concedida pelo Sr. Reitor.
.
17 de Abril
Espectáculos no Cine Teatro Avenida
Hoje – Uma solteira em Paris, com Tony Curtis e Janet Leigh
3ªfeira – Eddie o sedutor, com Eddie Constantine e Maria Sebaldt
5ªfeira – Desfolhando a margarida, com Brigitte Bardot
Sábado – Os amantes do deserto, com Cármen Sevilla e Ricardo Montalban
Domingo – A rapariga daquela noite, com Robert Taylor e Cyd Charisse
.
24 de Abril
Conferência do Dr. António Robalo Cordeiro
na Misericórdia de Castelo Branco
.
Integrada na série de conferências promovidas pela Provedoria e pela Direcção Clínica do Hospital da Misericórdia, foi convidado a proferir uma lição, em 7 de Maio próximo, o Sr. Dr. António José de Amorim Robalo Cordeiro, 1ºassistente de Clínica Médica na Universidade de Coimbra.
Versará o tema “Crítica prática do valor actual do Laboratório em hepatologia”, despertando o maior interesse no meio médico hospitalar e regional, até porque o conferente é natural desta cidade, onde conta muitas simpatias.
Em Castelo Branco fez o curso dos liceus, com 18 valores nos 1º e 2º ciclos e 19 no terceiro. Fez o curso de Medicina em Coimbra; preparatórios com 17 valores e Licenciatura em Medicina e Cirurgia com 18; doutoramento na Faculdade de Medicina com 19 valores, apresentando uma Tese sobre “Alectasia pulmonar” e duas proposições, sendo arguentes os Profs. Arsénio Cordeiro (Lisboa), Cerqueira Gomes (Porto), Luís Raposo e Vaz Serra (Coimbra).
Antes do Doutoramento, trabalhou especialmente com o Prof.João Porto (como Médico Interno dos Hospitais da Universidade e, então, organizando o Laboratório de Hemodinâmica) e com o prof.Vaz Serra (como 2º Assistente de Patologia Médica); e depois do Doutoramento, foi contratado como 1ºAssistente de Patologia Médica (Prof. Vaz Serra).
.
24 de Abril
Pedido de casamento
Para o Sr.Dr.Vicente José Sanches Vaz Pardal foi pedida em casamento, na passada segunda feira, por seus pais Sr.Dr. Ulisses Vaz Pardal, nosso muito estimado amigo, e Snrª D. Maria Amália Pestana Sanches Vaz Pardal, a Sr.ª D. Maria do Rosário Pestana Casquilho Ribeiro, gentilíssima filha do Sr. Dr.Joaquim Rovisco Ribeiro e de sua Esposa Sr.ª D. Maria Luisa Pestana Casquilho Ribeiro, de Alpalhão.
Embora não esteja ainda marcada a data, o casamento realizar-se-á ainda no ano corrente.
.
24 de Abril
Espectáculos no Cine Teatro Avenida
Hoje - A rapariga daquela noite, com Robert Taylor e Cyd Charisse
3ªfeira – Porque vens tão tarde, com Michel Morgan e Henry Vidal
5ªfeira – Amazonas, com Don Taylor e Giana Segale
Sábado – Abril em Portugal, com Zully Moreno e Alberto Closas

As minhas fotos preferidas...

Lua cheia em S.Bernardo
Setúbal
04 Abr 1980

A Lua cheia brinca às escondidas...

14 dezembro 2009

Parabéns!... 14 de Dezembro

O Rui Versos faz anos hoje...
Parabéns e um abraço grande.

Rui Versos

13 dezembro 2009

Eles foram meus alunos...

Foto obtida em 27.06.1991
no Laboratório de C.Naturais
do Liceu de Setúbal
.
Foram ambas minhas alunas em 1990/91
no 2ºano (turma C) complementar.

.
Paula Alexandra Santiago e Lubélia Napier
(um pouco antes do jantar de fim de ano que a turma promoveu)

12 dezembro 2009

A Serra da Gardunha...

...a pedido da minha colega Nazaré Oliveira.

Vertente sul da Serra da Gardunha vista das margens
da Barragem de Santa Águeda (Marateca)
.
Sei que não é esta a perspectiva da Gardunha de que a Nazaré sente saudades mas, da aba norte da serra, vista do Fundão, não guardo nenhuma foto. Sinto muito...
.
Nota:
A barragem de Santa Águeda (também conhecida por barragem da Marateca) está localizada no rio Ocreza, um afluente do rio Tejo, e entrou em funcionamento em 1990. O plano de água da albufeira de Santa Águeda ocupa uma área com cerca de 634 ha, possui uma capacidade total de 37200 (x1000 m3) e uma capacidade útil de 34200 (x1000 m3) e o seu uso principal é o abastecimento público. A bacia hidrográfica da albufeira de Santa Águeda abrange globalmente as freguesias de Lardosa, Soalheira, Louriçal do Campo e Póvoa de Rio de Moinhos e, parcialmente, as freguesias de Ninho do Açor, Sobral do Campo e São Vicente da Beira.
.
Outra nota:
Quando foi anunciada a construção desta Barragem, o tri-semanário Setubalense, "em letras garrafais" anunciava, na 1ªPagina, "que se ia construir a Barragem da Marateca"... como se esta obra dissesse respeito "à ribeira da Marateca"... ali ao pé de Águas de Moura!...
Ainda hoje a "igorância" impera... basta fazer uma consulta na Wikkipédia e ver a "confusão" que por ali reina...
.
Prometo à Nazaré Oliveira uma perspectiva da Serra da Gardunha vista do lado da Covilhã. Num futuro tão próximo quanto desejo, teremos aqui uma foto da vertente norte da Serra de Alpedrinha... Que me desculpem as gentes da Cova da Beira mas foi assim que me habituei a chamar à Serra da Gardunha... Não é por mal!
.
Prepara-te Rui Versos... Um dia destes passo pela Capinha e vais ter de ser meu cicerone, até Alcongosta! Está prometido?...
.
Em devido tempo...(12.12.2009 - 9h26m)
O Rui Versos foi rápido na resposta...
"Meu caro João,
Eu não acredito no anúncio que fizeste hoje no teu blog.
E´ mesmo verdade?
Cá te espero, com todo o prazer, a fazer-me companhia.
Um grande abraço um Santo Natal e que o próximo ano
nos traga coisas melhores que este.
Rui
.
Obrigado Rui... Não esperava de ti outra coisa.

11 dezembro 2009

Seres decentes...

"Quando cumpria o seu segundo mandato, Ramalho Eanes
viu ser-lhe apresentada pelo Governo uma lei especialmente
congeminada contra si.
"
.

O artigo que aqui fica é da autoria do
jornalista Fernando Dacosta.
Para ler e meditar...
.
Fernando Dacosta

"O texto impedia que o vencimento do Chefe do Estado fosse «acumulado com quaisquer pensões de reforma ou de sobrevivência» públicas que viesse a receber.
Sem hesitar, o visado promulgou-o, impedindo-se de auferir a aposentação de militar para a qual descontara durante toda a carreira.
O desconforto de tamanha injustiça levou-o, mais tarde, a entregar o caso aos tribunais que, há pouco, se pronunciaram a seu favor.
Como consequência, foram-lhe disponibilizadas as importâncias não pagas durante catorze anos, com retroactivos, num total de um milhão e trezentos mil euros.
Sem de novo hesitar, o beneficiado decidiu, porém, prescindir do benefício, que o não era pois tratava-se do cumprimento de direitos escamoteados - e não aceitou o dinheiro.
António Ramalho Eanes

Num país dobrado à pedincha, ao suborno, à corrupção, ao embuste, à traficância, à ganância, Ramalho Eanes ergueu-se e, altivo, desferiu uma esplendorosa bofetada de luva branca no videirismo, no arranjismo que o imergem, nos imergem por todos os lados.
As pessoas de bem logo o olharam empolgadas: o seu gesto era-lhes uma luz de conforto, de ânimo em altura de extrema pungência cívica, de dolorosíssimo abandono social.
(…)
O silêncio caído sobre o gesto de Eanes (deveria, pelo seu simbolismo, ter aberto telejornais e primeiras páginas de periódicos) explica-se pela nossa recalcada má
consciência que não suporta, de tão hipócrita, o espelho de semelhantes comportamentos.
A política tem de ser feita respeitando uma moral, a moral da responsabilidade e, se possível, a moral da convicção”, dirá. Torna-se indispensávelpreservar alguns dos valores de outrora, das utopias de outrora”.
Quem o conhece não se surpreende com a sua decisão, pois as questões da honra, da integridade, foram-lhe sempre inamovíveis. Por elas, solitário e inteiro, se empenha, se joga, se acrescenta - acrescentando os outros.
Senti a marginalização e tentei viver fora dela.”, confidenciará, “Reagi como tímido, liderando”.
O acto do antigo Presidente («cujo carácter e probidade sobrelevam a calamidade moral que por aí se tornou comum», como escreveu numa das suas notáveis crónicas Baptista-Bastos) ganha repercussões salvíficas da nossa corrompida, pervertida ética.
Com a sua atitude, Eanes (que recusara já o bastão de Marechal) preservou um nível de dignidade decisivo para continuarmos a respeitar-nos, a acreditar-nos - condição imprescindível ao futuro dos que persistem em ser decentes.
.
Crónica
Fernando
Dacosta

Escrito no vento...

"Duas coisas indicam fraqueza: o calar-se quando é preciso falar e o falar quando é preciso calar-se."
.
in. "algures na net"
07.12.2009

09 dezembro 2009

Assim vai o "Público"...

Ícaro está de novo entre nós e "voltou a voar" no Cazaquistão!
Oxalá não parta uma asa... se o Sol aquecer muito...

.
Hoje, dia 9 de Dezembro, na pág.8 do P2.
.
Vou repetir para não pensarem que leram mal...
"Mais do que um desporto ou uma actividade de recreio, a 'bercutchi' é o símbolo de um país que procura consolidar a sua identidade olhando para um passado nómada tantas vezes romanceado. Parece que os rapazes voltaram a voar nas estepes geladas do Cazaquistão."
.

Não basta ser "tradutor"... tem de se conhecer alguma coisa sobre aquilo que se traduz... "Rapace" não se traduz por "rapaz"... "Rapace" significa "ave de rapina".

Joana Demony

A propósito da prof. Eduarda Gameiro ...
.......recebi há dois dias uma mensagem que eu acho deliciosa! ...
.

Maria Eduarda Chagas da Silva Gameiro

Não conheço a Joana Demony... nem ela me conhece a mim... Mas, apesar disso, sei que ficámos Amigos, por sermos amigos comuns de uma pessoa de quem, ao longo dos anos, ambos nos habituámos a gostar - a minha antiga aluna e sua recente professora, a Drª Eduarda Gameiro.

Creio que a Joana Demony vive (ou viveu...) na "Europa"... depois de ter frequentado a Escola Secundária Virgílio Ferreira, "escola onde, em 1994-95 e 1995-96, fiz 10º e 11º anos, agrupamento de Artes". Foi lá que fui descobrir esta fotografia que aqui vos deixo.

Joana Demony
O chapéu era uma cartola de um bisavô…

Eis o texto do e-mail:

"Caro João Matos

Não se espante, pois não me conhece. Eu explico por que razão lhe escrevo e como obtive o seu contacto.
Fui aluna da Eduarda Gameiro (para mim professora, para si, pelo que li, aluna) na escola europeia de Bruxelas.

Tal como ela, resolvi fazer uma pesquisa na internet com o nome dela, porque há alguns anos que eu e o meu marido (o David, que também foi aluno dela) andamos à procura do seu contacto. Felizmente a pesquisa deu como resultado o seu blog, em particular o post de 3 de Julho de 2009, em que fala dela! Fiquei muito feliz por verificar que é de facto a nossa professora - as fotografias não enganam! Assim, desde já lhe agradeço por ter criado esse blog e por o manter acessível ao público, pois permitiu-nos este inesperado caminho para tentar chegar à "professora Gameiro" (como era conhecida na escola).Por outro lado, fico profundamente triste por ter conhecimento da doença da professora. Mas sei que é uma mulher lutadora e que estará certamente rodeada por muito carinho.

Decidi fazer esta pesquisa na internet porque se aproxima o 30º aniversário do meu marido e gostaria de lhe fazer uma surpresa, convidando a prof. Gameiro para a festa. Acabo de descobrir que vive na Alemanha, mas pode ser que tencione viajar a Portugal pelo Natal. De qualquer forma, o simples estabelecer de contacto já é um enorme presente. O David sempre gostou muito da professora, e ainda hoje fala nela com admiração e saudade. Quando somos jovens, pouco sabemos sobre o que é demonstrar emoções. Era o caso dele, e tenho a certeza que na altura gostaria de ter dito à professora o quanto gostava dela e o quanto ela o marcou.

Serve este e-mail para lhe pedir o grande favor de me facilitar o contacto da Eduarda Gameiro. É claro que, respeitando a sua privacidade, poderá pedir-lhe autorização para o fornecer! Ou simplesmente dar-lhe o meu e-mail e deixar o contacto ao seu critério.

Pode dizer-lhe que sou a Joana (na altura o apelido era Rodrigues), que estive na turma da Mariana Costa. E que o meu marido é o David Campos, de quem certamente ela se recorda.

O meu contacto é este: xxxxxxxxxxx@yyyy.zzz.

É muito engraçado que este seu blog tenha servido para um professor encontrar uma aluna que se tornou professora e que mais tarde foi encontrada por outra aluna!
Muito obrigada!

Cumprimentos e felicidades.
Joana

Nota 1 - "O chapéu era uma cartola de um bisavô e foi de facto uma brincadeira, mas o resultado ficou cómico, e como penso que o humor é para ser usado e abusado, utilizo-a nesses "sites": Hi5, Facebook..."

Resolvi enviar o contacto da Eduarda à sua aluna Joana sem a ter "avisado"... "sem lhe ter pedido autorização" para ceder o seu e-mail. Sabia de antemão que ela iria permitir... E, por experiência própria, eu acho que a Eduarda Gameiro vai ficar muito mais encantada com a surpresa que a sua aluna Joana Demony lhe vai proporcionar.

Que possam estar presentes, ambas, na festa do 30º aniversário do David é o que lhes posso desejar neste momento. Sinto que pratiquei uma "boa acção"...

Nota 2 – Recebi esta manhã um novo e-mail da Joana
.
"Olá, cá estou!
Luz verde, luz verde! Pode publicar no seu blogue! A professora Eduarda respondeu, que maravilha! E está em Portugal, pelo que poderemos surpreender o David como eu tinha planeado!
Muito obrigada por ter sido o elo de ligação. É uma
estória a guardar no coração e na memória.
Continue o seu
trabalho de ligação aos seus amigos, afinal é tudo o que há de mais importante na vida.
Um abraço,
Joana
"

A emoção pode até tomar conta das pessoas! Eu que o diga...

O Super-Juiz

A "Coluna" de Marília Nascimento,
no "Setubalense" continua cheia de interesse...
.
"Sabem quem é Baltazar Garzón?
Não é nenhum crak da bola, nem membro de banda rock ou estilista de moda.
É simplesmente um causídico espanhol, conhecido como o Super-Juiz, pelo seu destemor e integridade jurídica, que tem enfrentado e perseguido, com êxito, os terroristas da ETA e conseguiu pôr o ditador chileno Pinochet no banco dos réus, como responsável por milhares de execussões, apesar dele ter oitenta anos e estar doente.
Outras intervenções e denúncias sobre personagens de alto nível, como Henry Kissinger, político americano aliado a regimes militares de repressão na América Latina; a repressão do general Franco, durante a guerra civil espanhola, com execuções em massa que Garzón relembrou como um crime contra a humanidade, fazem deste juiz um dos juristas mais admirados e respeitados e também mais odiados pela máfia do crime.
Porque razão trago este assunto à minha crónica? Porque, há dias, ouvi o ilustre advogado Bastonário da Ordem, dizer, publicamente, que a Justiça portuguesa está capturada pelo poder político, isto é, os juízes portugueses não têm autonomia própria no desempenho das suas funções, não podem ser honestos e imparciais porque o poder político, baseado na Constituição retrógrada, lhes colocou “algemas” nas decisões e sentenças.
Não digo mais nada, somente dou os parabéns à Justiça espanhola, por ter no seu staff jurídico um homem como Garzón. Aqui em Portugal, por enquanto, continua-se a ilibar criminosos, burlões e corruptos de alto gabarito."

.
Marília Nascimento

in. "Setubalense"
09.12.2009

Parabéns!... 09 de Dezembro

A Maria Irene faz anos hoje!...
Parabéns e um abraço amigo...

Maria Irene Crespo Folgado Pereira

08 dezembro 2009

Florbela Espanca

A poetisa vai ser hoje homenageada
em Vila Viçosa, (8 de Dezembro)
.
Florbela Espanca
(por Artur Bual)
.
Florbela Espanca nasceu em 08.12.1894
e faleceu em Matosinhos em 08.12.1930.
.
Deixo aqui, como lembrança, este soneto que é muito lindo apesar da amargura que encerra.
.
Fumo
.
Longe de ti são ermos os caminhos,
Longe de ti não há luar nem rosas,
Longe de ti há noites silenciosas,
Há dias sem calor, beirais sem ninhos!
.
Meus olhos são dois velhos pobrezinhos
Perdidos pelas noites invernosas...
Abertos, sonham mãos cariciosas,
Tuas mãos doces, plenas de carinhos!
.
Os dias são Outonos: choram... choram...
Há crisântemos roxos que descoram...
Há murmúrios dolentes de segredos...
.
Invoco o nosso sonho! Estendo os braços!
E ele é, ó meu Amor, pelos espaços,
Fumo leve que foge entre os meus dedos!...
.
Florbela Espanca