31 julho 2012

As pessoas sensíveis...

... Um poema de Sophia de Mello Breyner

Sophia de Mello Breyner Andressen
.
As pessoas sensíveis não são capazes
De matar galinhas
Porém são capazes
De comer galinhas

O dinheiro cheira a pobre e cheira
À roupa do seu corpo
Aquela roupa
Que depois da chuva secou sobre o corpo
Porque não tinham outra
O dinheiro cheira a pobre e cheira
A roupa
Que depois do suor não foi lavada
Porque não tinham outra

"Ganharás o pão com o suor do teu rosto"
Assim nos foi imposto
E não:
"Com o suor dos outros ganharás o pão."
Ó vendilhões do templo
Ó constructores
Das grandes estátuas balofas e pesadas
Ó cheios de devoção e de proveito
Perdoai-lhes Senhor

Porque eles sabem o que fazem.

29 julho 2012

Um desafio...

... para as pessoas idosas de Oleiros.
Esta fotografia teria sido tirada por volta de 1930! Alguém se lembra desta gente??!!...
Só identifiquei três pessoas. Pudera!... O meu avô e a minha avó estão ali e ocupam o centro da fotografia. A minha Mãe é a primeira figura à esquerda, no plano mais próximo. O meu Pai estaria ali perto... Foi ele quem fez o "retrato".
Quem são os outros, Augusto?

Um mural bem bonito...

...da autoria de

Augusto de Matos

28 julho 2012

Escrito no vento...

"Os que, para agir, esperam sempre que tudo seja perfeito, jamais realizarão alguma coisa."
.
Monsenhor Ancel

27 julho 2012

As "bonecas" de Carrillo...

Humor antigo
com o traço de
C a r r i l l o


-- A minha querida amiga Pipica escreveu-me este bilhete, dizendo que o noivo é um doidivanas, pois passa a vida com outras...
Como se eu não soubesse!... Ele todos os dias sai comigo...

26 julho 2012

António Salvado...

Através dos Correios, recebi hoje um exemplar da mais recente obra do poeta António Salvado, um bom Amigo que não esquece os bons Amigos da Juventude. Vem, como sempre, acompanhado por uma simpática dedicatória.

A capa do livro de poemas a que deu o nome de
"O Dia - a Noite - o Dia"






VI


Pares de namorados ........pela tarde
Juntos no esquecimento
se beijam.... joviais....profundamente
e em cio langue........abraçados.

Têm, incautos, por eles
as ilusões da doçura
e com furor se encostam..... com fereza
e nada os preocupa.



Obrigado, António. Escolhi um dos poemas... quase ao acaso. Qualquer outro que fosse aqui ficava bem.

Um melhoramento em Oleiros...

Nova esplanada na vila
.
O Café Boaventura, com 58 anos de história, acaba de abrir uma nova esplanada em Oleiros.


...na rua Padre António de Andrade

O novo espaço surge como o concretizar de um sonho antigo do seu proprietário e tem vistas para o jardim público da vila. O Café Boaventura é um dos mais antigos do concelho de Oleiros, pelo que a abertura da esplanada constitui uma aposta na modernidade.
.
in. “Reconquista”
em 26 de Julho de 2012

.
Gostei do que vi...
Parabéns para o Zé Boaventura!

Galleria degli Uffizi

Retrato de Lucrécia Panciatichi
Agnolo Bronzino
1503 - 1572
Retrato de Lucrécia Panciatichi
.
Profundamente diferentes são já os retratos de Bronzino, cuja fama se fez à custa da sua actividade como retratista de corte. Pertencente à segunda geração dos maneiristas florentinos, parte de Pontormo, mas diminui a sua tensão através de uma grande nitidez do desenho, uma gélida simplificação formal de gosto quase geométrico, uma cor de harmonia com a qualidade das coisas, mas fixada numa estática lucidez. Surgem assim imagens desmaterializadas, quase magicamente sugeridas pelos fundos cinzentos na claridade de uma luz irreal.
Alguns curiosos têm querido estabelecer um paralelo entre a retratística de Bronzino e a de Permigiano, na relação linha-cor e na alta e subtil poesia dos dois pintores.
.
Cfr. Roberto Salvini
In “Grandes Museus do Mundo"

Ed,Verbo – Setembro/1973

25 julho 2012

As panaceias...

...não resolvem problemas. Adiam a sua resolução!

Drª Isaura Martinho

A propósito de uma proposta do ministro Mota Soares.

O ministro da Solidariedade Pedro Mota Soares anunciou recentemente, com pompa e circunstância, a dispensa gratuita de medicamentos fora do circuito comercial a utentes idosos carenciados. Sendo uma medida bem intencionada não deixa, no entanto, de ser criticável. Apesar de toda a boa vontade do senhor ministro, esta não passa duma medida de caridade que além de não resolver problemas ainda cria alguns.

Em primeiro lugar esta medida caritativa depende sempre do stock remanescente existente nos laboratórios da indústria farmacêutica, que podem ou não existir. Logo o acesso à medicação necessária por parte do idoso carenciado é questionável.

Se o objectivo era melhorar o acesso ao medicamento a melhor maneira de o fazer seria rever o sistema de comparticipações de medicamentos do SNS. A comparticipação deve ser feita pela remuneração dos utentes e não por indicação terapêutica. Não é compreensível que um diabético com um rendimento acima da média veja um medicamento inovador ser comparticipado em 90% no regime normal de comparticipação e um doente com Alzheimer com uma pensão abaixo do ordenado mínimo veja o seu medicamento genérico ser comparticipado em 52% no regime de comparticipação máxima.

Os portugueses não precisam de caridade, precisam de equidade!

A medida é também discriminativa, uma vez que ignora milhões de portugueses que adquirem com muita dificuldade os seus medicamentos ou simplesmentedeixaram de os adquirir.

A revisão do sistema de comparticipações é a maneira mais justa e solidária de garantir que todos os portugueses têm acesso à sua medicação. Apesar dos idosos passarem por dificuldades, a minha experiência como farmacêutica num bairro carenciado de Lisboa diz-me que quem passa por maiores dificuldades para adquirir os medicamentos não são os reformados, mas sim as pessoas de meia-idade desempregadas e com filhos para alimentar. Esses são os primeiros a abandonar a sua medicação para garantir que não falta comida aos filhos.

Outra questão que esta medida levanta é sobre o uso racional do medicamento. Ora como uma das medidas pré-eleitorais do anterior primeiro-ministro José Sócrates provou, a dispensa de medicamentos a custo zero leva a que os utentes adquiram medicamentos que não precisam ou que não vão utilizar no futuro. Aquando da imposição dessa medida populista por Sócrates, houve uma corrida às farmácias de idosos para adquirir medicamentos para si, para familiares, para vizinhos, etc. Muitos destes medicamentos regressaram inteiros às farmácias para reciclagem por variados motivos, como por exemplo o falecimento do idoso, a substituição da terapêutica pelo médico de família, etc.

A nova medida do ministro Mota Soares cria em mim uma sensação de déjà vu. Esta medida levanta-me também algumas preocupações em termos da facilidade que estabelece para o aparecimento de vários tipos de fraude. Se até hoje, as fraudes com medicamentos que foram descobertas se deveram ao controlo da dispensa de medicamentos e da sua comparticipação, a inexistência duma comparticipação impede a maneira mais fácil de travar o processo fraudulento. Além de que durante todo este processo não há salvaguarda de que por métodos não legais estes medicamentos a custo zero não acabem a ser vendidos numa farmácia e ainda seja cobrada a comparticipação do Estado.

A dispensa de medicamentos fora dos circuitos hospitalar ou farmacêutico é também uma questão polémica. Primeiro porque é necessário um espaço adequado à dispensa desses medicamentos, além de técnicos especializados para o fazer como a lei exige. A segurança da dispensa do medicamento só pode ser salvaguardada por farmacêuticos em locais preparados para o seu acondicionamento. Ora neste caso, tratando-se de medicamentos quase em fim de vida, torna-se ainda mais grave que este problema não seja acautelado. Para isso seria necessária a criação de novas estruturas de dispensa e a contratação de mais recursos humanos. Numa altura em que se fecham diariamente espaços de saúde por todo o país, é questionável a opção de se despender dinheiro na criação de espaços que já existem por todo o país (farmácias hospitalares ou comunitárias) e da duplicação de recursos humanos.

Outra questão que fica por esclarecer é o custo desta medida. Quem paga os 400 milhões de euros de custo do projecto no primeiro ano? O Estado ainda vai desembolsar dinheiro ou é uma forma que a indústria tem de tornear as medidas impostas pela troika? É que dizer que doam 400 milhões de euros de produtos que não poderiam comercializar como forma de mostrar que também estão a fazer esforços como todos os portugueses é a maior manobra de marketing de sempre no nosso país. Se a indústria e o Infarmed garantem a qualidade dos medicamentos em questão, a melhor maneira de ajudar os portugueses seria doar esses medicamentos aos hospitais, onde seriam distribuídos por profissionais competentes, por forma a diminuir o aumento galopante dos gastos destes em medicamentos. Isso aliviaria os orçamentos hospitalares, levaria a uma redução de despesa do Ministério da Saúde para este ano e permitiria assim aliviar as dificuldades orçamentais do Governo. E isso seria mostrar solidariedade para com todos os portugueses e não apenas uma medida cosmética que causará mais dano do que outra coisa.

Isaura Martinho
Farmacêutica


Fotografias de Oleiros...

Telhados da Vila

Foto obtida em em 28 de Junho de 2006

24 julho 2012

Uma bela fotografia...

Foi ontem à tarde, no rio Tejo... Um espectáculo inesquecível...
Partida dos veleiros que se encontravam em Lisboa, com a Sagres em grande plano.

O navio escola Sagres e uma linda "guarda de honra"
(obrigado pela foto, Comandante Justo Tavares)

Sally K.Ride...

...faleceu ontem nos Estados Unidos

Sally K. Ride . 1951 - 2012

Primeira mulher americana no espaço, Sally Ride, morreu após uma corajosa batalha com o câncer de pâncreas. Ela tinha 61 anos.
.
Com a sua morte a Nasa fica mais pobre...

Escrito no vento...

"Nunca melhora o seu estado quem muda só de lugar mas não de vida e hábitos."
.
Francisco Quevedo

Augusto de Matos...

...uma figura em destaque na área cultural de Oleiros.

Augusto de Matos em 15 de Novembro de 2009
na Sala de Exposições do Posto de Turismo




A Sala de Exposições onde vai ter lugar a sua Exposição anunciada
"O Pão Nosso de Cada Dia"




Na mesma sala onde vão ser apreciados os seus quadros
Augusto de Matos surge acompanhado pela EngªInês Martins,
pelo EngºOlímpio Matos e por jjmatos, num outro evento em Nov./2009

23 julho 2012

Fotografias de Setúbal

O Rio Sado e a zona industrial da Mitrena

em Agosto de 2004

21 julho 2012

As "garotas" de Bosch Penalva...

A revista Can Can nº42
publicou na sua capa
em 2 de Março de 1961
esta “menina assustada”…

Desenho de Bosch Penalva
Alinhar ao centro
Ao seu lado, o "palerma de serviço" dizia:

"--Será ela tão antiquada que ainda durma de camisa?!"


E para completar esta 1ªPágina, um desenho de Don Flowers:


--Do outro lado da porta, está o tal indivíduo a quem queria partir a cara por minha causa. Diz que é vendedor de aspiradores...


20 julho 2012

José Hermano Saraiva...

O historiador José Hermano Saraiva faleceu esta manhã, em Palmela. Tinha 93 anos.

Prof. José Hermano Saraiva


No 10 de junho deste ano, o historiador foi condecorado pelo Presidente da República com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique, distinção que foi recebida pelo filho.
Em 2010, a Academia Portuguesa da História (APH) distinguiu José Hermano Saraiva como “grande divulgador” da História de Portugal e elegeu-o académico de mérito.
O historiador nasceu em Leiria, em a 3 de outubro de 1919, fez as licenciaturas em Ciências Histórico-Filosóficas (1941) e em Ciências Jurídicas (1942), consagrando-se desde então ao ensino e à advocacia.
Exerceu as funções de professor liceal, de Reitor no Liceu D. João de Castro, de deputado à Assembleia Nacional, de procurador à Câmara Corporativa, de professor do Instituto de ciências sociais, políticas e ultramarinas da Universidade Técnica de Lisboa, ministro da Educação Nacional e embaixador de Portugal no Brasil.
A colaboração com a RTP começou na década de 1970 com o programa “O tempo e a alma”. Foi ainda autor e apresentador de “Histórias que o tempo apagou”, “Horizontes da Memória” e “A Alma e a Gente”.
Um dos seus livros mais conhecidos é a “História concisa de Portugal”, com um total de cerca de 180 mil exemplares vendidos. Editado pela primeira vez em 1978, este título foi já traduzido em espanhol, italiano, alemão, búlgaro e chinês.
José Hermano Saraiva dirigiu também uma outra História de Portugal em seis volumes, editada em 1981 pelas edições Alfa.
José Hermano Saraiva é também membro das academias das Ciências de Lisboa, de Marinha e do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, tendo sido distinguido com a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública, a Grã-Cruz da Ordem do Mérito do Trabalho, a Comenda da Ordem de N. S. da Conceição de Vila Viçosa, e a Grã-Cruz da Ordem de Rio Branco (Brasil).
.Que repouse em Paz.

Exposição de pintura...

Augusto de Matos expõe no Turismo

Augusto de Matos
.
O Posto de Turismo de Oleiros vai inaugurar no dia 3 de Agosto uma exposição de pintura de Augusto de Matos que nos apresenta uma série de 28 aguarelas que têm por fundo a cultura do milho desde a sementeira até à produção da broa, na nossa região serrana.
A exposição vai estar aberta durante todo o período das festas de Oleiros, encerrando apenas no dia 31.



Posto de Turismo de Oleiros


Desejamos o maior êxito ao Augusto de Matos e à sua exposição.

Eu vi jogar o Tomé...

... em 1949, no Sporting da Covilhã.

Nas deambulações que por vezes faço pela Net, fui descobrir um site que tenta recolher excertos da história vivida pelo Sporting da Covilhã. Tem a designação:( http://www.historiascc.com/), e foi actualizado em 13 Junho 2012...

Chamou-me a atenção por se tratar do Sporting da Covilhã, eterno rival do "meu" Sport Benfica e Castelo Branco e porque, naquela altura, após ter terminado a 2ªGuerra Mundial, um grande industrial de lanifícios da Covilhã -- Ernesto Cruz -- tomou as rédeas do Clube e fez dele um "grande clube português". Ernesto Cruz era o pai do Júlio Casaleiro (Torres da Cruz) que foi meu colega no Liceu de Castelo Branco, do 3º até ao 7ºano, em 1952/53. Foi a época de oiro do grande jogador francês de origem húngara, András (André) Simonyi que tinha ao pé de si, de um lado e do outro, dois sensacionais "fazedores" de jogadas, o espanhol Martin e o argentino Porcel (António José)... Com a bola colocada a um metro dos seus pés, Simonyi não perdoava!!...

Pois foi nesta aquipa que também jogou um homem muito ligado a Setúbal... o pai do Fernando Tomé.

Podemos ler naquele documento, uma entrevista que os organizadores do site lhe fizeram e que aqui deixo com a vénia devida aos "pais" daquele site.

O nosso site continua a entrevistar alguns dos grandes nomes que passaram pelo emblema serrano, tendo agora solicitado a colaboração de João Tomé, que entre 1948 e 1955 envergou a camisola covilhanense em 138 jogos na 1ª Divisão Nacional, nos quais rubricou 41 golos, actuando preferencialmente a interior.


Tomé com o filho Fernando...

1 - Ingressou no SC Covilhã na época 1948/1949, como é que aparece o interesse do clube no João Tomé?
Eu estava a jogar no Académico do Porto e o Sporting Clube da Covilhã interessou-se na minha contratação, pois estava a fazer uma época muito positiva. Conseguimos chegar a acordo e fui a transferência mais cara nessa época.
2 - Quais os principais momentos que passou no SC Covilhã?
Todos foram bons momentos, pois foi o clube que mais me marcou. Estive no Sporting Clube da Covilhã durante sete bons e felizes anos.
3 - Quais as diferenças do futebol dos anos 40/50 para o actual?
O futebol é diferente, porque hoje em dia é mais complexo, visto que os jogadores têm uma técnica e uma tática diferentes, por isso, são futebolistas diferentes. Claro que como em tudo, houve progressos, mas no meu tempo os sentimentos eram outros, sentíamos mais a “camisola”, o clube… bem, eram outros tempos.

Tomé (João)

4 - Quais os jogadores mais marcantes com quem jogou no SCC?
Todos os jogadores foram importantes, mas posso realçar os nomes de Simonyi, Fernando Cabrita, Diamantino, Martin, Roqui e os irmãos Cavém.
5 - Janos Szabo foi seu treinador durante os sete anos que representou o SCC. Como era Szabo como treinador?
O Janos Szabo foi um grande treinador. Foi um orgulho ser treinado por ele. Era uma pessoa muito reta e um excelente ser humano.

Era assim quando o conheci e o vi jogar no Sporting da Covilhã.

6 - Ainda sente curiosidade pelos resultados do SC Covilhã?
Ainda hoje tenho curiosidade em acompanhar o atual Sporting Clube da Covilhã. Vejo todos os fins-de-semana os resultados, a classificação, e sempre que são transmitidos jogos assisto na televisão.
7 - Que gostaria de referir que não foi mencionado anteriormente?
Gostaria que o Sporting Clube da Covilhã voltasse à 1ª Liga, pois, merecem como clube histórico do futebol português. Aproveito para deixar as minhas saudações a todos os covilhanenses, desportistas e um bem-haja a todos.

19 julho 2012

Quem será o Ali Babá …

... e onde estarão estes "potes"?!...

Ali Babá
Quem serão os seus 40 “companheiros”?!...


A notícia é de hoje e saíu na página de Economia do "Público"

Com o título "Caixa BI e Perella cobraram 15 milhões para apoiar o Estado a vender a REN e EDP", a jornalista Cristina Ferreira assina o artigo, do qual repescámos alguns excertos.

A Caixa BI, empresa que integra o grupo Caixa Geral de Depósitos (CGD), e a Perella Weinberg Partners cobraram ao Estado cerca de 15 milhões de euros de comissões pelos serviços prestados no quadro das privatizações da EDP (21%) e da REN (40%).
No caso da EDP – Energias de Portugal, o capital do Estado foi vendido à chinesa Three Gorges por cerca de 2,7 mil milhões de euros.
Na REN, entraram a também chinesa State Grid (25%) e a Oman Oil (15%) que pagaram, no total, 600 milhões.
O Ministério Público está a investigar a “ intervenção e conduta” de “alguns dos assessores financeiros do Estado” nas duas operações
(…)
A Caixa BI e a Perella foram os advisers do Estado nas duas operações e terão facturado cerca de 15 milhões de euros em comissões, verba a dividir pelas duas instituições.
Contactada para confirmar a informação, a CGD não esteve disponível.
.
Pois, pois!!!...
Já nada nos admira...

Escrito no vento...

"Nenhuma pessoa merece as tuas lágrimas e, se houver quem as mereça, ela não te fará chorar..."
.
Gabriel Garcia Márquez

18 julho 2012

Ontem à noite...

...lembrei-me do Júlio Dantas.
Depois de uma conversa que andava em atraso, de um desfilar de memórias e de um recordar de "coisas antigas", recordei também o Cardeal de Montemorency e de uma conversa que teve com o Cardeal Gonzaga... Breve mas linda...

Júlio Dantas
.

De Montemorency

Sou um velho, também… Um velhinho com o ar
De quem viveu feliz e envelhece a cantar…

Gonzaga

Em tendo a nossa idade
Verá que o relembrar coisas da mocidade
É o prazer maior que podem ter os velhos…

De Montemorency


Eu sei, eu também sei… Recordar é viver
Transformar num sorriso o que nos fez sofrer
Ressurgir dentro d’alma uma idade passada
Como em capela de oiro, há cem anos fechada
Onde não vai ninguém, mas onde há festa ainda…
Se eu não hei-de saber como a saudade é linda!
Se eu não hei-de saber!...
.
Júlio Dantas
In “A Ceia dos Cardeais”
1902
.

Apesar de um conhecido "cabotino", então muito na moda, o ter denegrido de modo pouco aceitável, eu continuo a gostar de Júlio Dantas.

17 julho 2012

Lá como cá...

... nuestros hermanos también se lamentan.


Recuerdas en qué momento los maestros,
los profesores, los polícias, los conductores de
ambulância, las enfermeras, comadronas y auxiliares,
los médicos, los trabajadores y educadores sociales, los
bomberos, los investigadores, los carteros, los
bibliotecários y los funcionários em general,
hundieron el mercado de valores, expoliaron
los bancos, se endosaran miles de milliones en primas y
no pagaron impuesto alguno?
.
No lo recuerdas?
Yo tampoco
.

através de
Carol Díaz Tapia
in Fb

As "bonecas" de Carrillo...

Humor antigo
com o traço de
C a r r i l l o

- Creio que ela não aprecia a tua companhia...
Sempre ouvi dizer que, onde há três, um está a mais!

Setubalense - 1964 - Dezembro

2 de Dezembro
Liceu Nacional de Setúbal
Os alunos premiados do Liceu Nacional de Setúbal
.
Diplomas de Distinção
1º Ciclo - Margarida Sanchez Salvador - 16 valores
2º Ciclo - não há
3º Ciclo - Francisco José Beja da Silva Sardo - 19 valores
José Manuel Cardoso Ferreira - 18 valores
Aristides Alegre Vieira Gonçalves - 17 valores
António Henrique Rodrigues Maximiano - 16 valores
Maria Cândida Raposo Guerreiro - 16 valores
Maria Madalena Xavier Silva Jacques - 16 valores
Maria Margarida Brito Simões Bolala - 16 valores
.
Diplomas de Honra
1º Ciclo
Helena Manuel da Silva Lino - 15 valores
Jorge Caria Tavares - 15 valores
José Pedro Fernandes da Costa Bastos - 15 valores
Maria Leonor de Brito Simões Bolala - 15 valores
Maria das Mercês Araújo Teixeira - 15 valores
Miguel Angelo Braguês Rodrigues Bastos - 15 valores
Maria Jerónima Pereira Bexiga - 15 valores
Ana Paula Pires Granadeiro - 14 valores
António Angelo Caeiro de Paula Santos - 14 valores
Armando Valério Sim Sim Laurêncio - 14 valores
Carlos José Ramos de Sousa Moniz - 14 valores
Domingos Ismael Almeida Cruz - 14 valores
Fernando Eurico Sales Lopes - 14 valores
Isabel Margarida Pedroso Macieira - 14 valores
Jesuino Manuel Cavaco João - 14 valores
Joaquim José Pereira de Sousa Tomé - 14 valores
Joaquim Manuel Valente Rocha Cortes - 14 valores
José Custódio Caleira Canto - 14 valores
Luis Miguel Cruz de Sousa Felix - 14 valores
Manuel António Fontes Chaves Magalhães - 14 valores
Manuel Pedro Guerra Alves da Silva - 14 valores
Maria Adelaide Pedrosa Silva Duarte - 14 valores
Maria Adélia Coelho Belchior Dias - 14 valores
Maria da Conceição Carvalho Araújo Carqueijeiro - 14 valores
Maria João Valente Quitério Alves - 14 valores
Maria Manuela Rodrigues Paulinha - 14 valores
.
2º Ciclo
com 15 valores (dispensados de exame):
Jorge Manuel Evans Carvalho de Sousa
Maria Isabel Oliveira Frescata
Paulo José Cruz de Sousa Felix
com 14 valores (dispensados de exame):
António Manuel Nobre Louçã
Carlos Gonçalves Rito
Joaquim Manuel Fonseca Matias
José Carlos Pedroso Gonçalves Macieira
Maria Helena Coelho Costa Correia
Maria Olívia Guerreiro Diogo
Diana Maria da Silva Felizardo
Luis Filipe Ferreira Fernandes
Maria Emília Barros de Almeida
Maria Isabel Elói da Silva Coelho
Maria Teresa Farréu de Sousa Rama
.
.
3º Ciclo
com 15 valores
João Manuel Nunes dos Santos Teixeira
José Augusto Agoga Bica Carneirinho
Maria Margarida Cardoso Santos Vitor
com 14 valores
Angelina Moreira Almeida Carvalho
Maria Amália Valero Bornay
Maria Dália Santinho Camacho
Maria Luisa da Purificação Simões
Maria Manuela Rosa de Oliveira e Silva
Mariana Simplício Mendes Coelho
Natalina da Cruz Cardoso
.
2 de Dezembro
Sociedade Histórica
Uma notável conferência sobre a "Mulher na Revolução de 1640" proferida pela Sr.ª Dr.ª D.Maria Manuela Lapa de Passos David Gomes e levada a efeito no Salão Nobre dos Paços do Concelho pela Delegação de Setúbal da Sociedade Histórica da Independência de Portugal.
.
5 de Dezembro
Óbito
Faleceu anteontem o escritor José Osório de Oliveira, filho da escritora Ana de Castro Osório e do poeta Paulino de Oliveira. Tinha 64 anos.
.
5 de Dezembro
Sécil
A Caixa de Previdência do Pessoal da Sécil prestou homenagem ao Dr. Pereira Machado, na última 4ªfeira, por ter completado 25 anos ao serviço daquela instituição.
.
5 de Dezembro
Notícias pessoais
João da Conceição Costa é o novo vogal da Junta de Freguesia de S.Julião, onde substitui o Sr. António Henriques de Oliveira que foi exonerado por motivos de saúde.
.
7 de Dezembro
Notícias pessoais
Para ser submetido a uma operação, encontra-se internado na Liga dos Amigos dos Hospitais Civis de Lisboa, o Sr. Nicolau Pereira da Claudina.
.
10 de Dezembro
Casamento
Realizou-se no passado sábado o casamento do Sr. Tenente da Força Aérea António José Branco Afonso com a Sr.ª D.Maria Manuela Monteiro Cabral Adão.
.
16 de Dezembro
Alunos premiados do Liceu de Setúbal
Paulo José Cruz de Sousa Felix
- Prémio Bocage Aprov. com 15 valores. no 2ºCiclo
Margarida Sanchez Salvador - Prémio Sociedade dos Amigos do Liceu - Aprov. com 16 valores, no 1ºCiclo
José Manuel Cardoso Ferreira - Prémio Sociedade dos Amigos do Liceu - Aprov. com 18 valores, no 7ºAno de Filosofia
Isabel de Oliveira Frescata - Prémio Rotary Club de Setúbal - Aprov. com 17 valores no 2ºCiclo, em História
Maria Luisa da Purificação Simões - Prémio Sapec Aprov. com 17 valores, no 7ºAno, de Físico Químicas,
Francisco José Beja da Silva Sardo - Prémio Associação dos Proprietários, aprov. com 19 valores no 3ºCiclo
Maria Madalena Xavier Silva Jacques - Prémio Associação dos Proprietários, aprov. com 16 valores no 3ºCiclo
Maria Margarida Brito Simões Bolala - Prémio Maria Teresa Mendonça, aprov. com 15 valores no 7ºCiclo de C.Naturais
José Manuel Cardoso Ferreira - Prémio José Pedro Mendonça, aprov. com 17 valores no 7ºCiclo de C.Naturais
Francisco José Beja da Silva Sardo - Prémio Sociedade Central de Cervejas, aprov. com 19 valores no exame de Literatura.
.
16 de Dezembro
Licenças para uso de acendedores e isqueiros
Durante este mês deve proceder-se à renovação de licenças… que também são devidas pela simples detenção, quando prontos a funcionar…
.
16 de Dezembro
Aviso da Câmara Municipal de Setúbal
Por virtude da quadra do Natal, leva-se ao conhecimento da população que, a partir do próximo dia 19 e até ao dia 5 de Janeiro de 1965, ficam vedadas ao trânsito de veículos, os seguintes arruamentos:
Rua Serpa Pinto
Largo Francisco Soveral
Rua Álvaro Castelões
Rua da Misericórdia e rua Antão Girão.
O Presidente da Câmara Municipal
Manuel José Constantino de Goes
.
19 de Dezembro
Visitou Setúbal o jornalista brasileiro Paulo Tecla, a convite do seu amigo Sr. Edmundo Gargalo.
.
24 de Dezembro
Óbito
Morreu na 3ªfeira (22 Dez 64) o Sr. José Martins Ferreira, de 67 anos, natural de Oleiros, pai do Sr. José Martins Ferreira Júnior (colaborador do Setubalense).
.
24 de Dezembro
Poema “Desespero no Natal”, de Rogério Severino
1º Prémio do Concurso de Poesia da Escola Industrial e Comercial de Setúbal.
.
28 de Dezembro
Futebol
O Estádio da Luz tremeu quando compreendeu que a sua equipa não tinha o valor preciso para evitar o intenso domínio dos vitorianos.
S.L.Benfica, 3 – Vitória F.C. 2
.
28 de Dezembro
Acidente
Quatro estudantes feridos num desastre de automóvel
No sábado à noite, na Estrada da Rasca, próximo do Bairro da Sécil, onde residem, foram vítimas de um desastre com o automóvel em que seguiam, os estudantes Graciano Rodrigues dos Santos, Armando Manuel Ribeiro Lopes, de 18 anos, e sua irmã Maria Margarida Ribeiro Lopes, de 16 anos e Lídia Manuela Saraiva de Carvalho, de 19 anos.
Os três últimos sofreram traumatismos cranianos e foram transportados ao Hospital de S.Bernardo, muito feridos e contusos.

16 julho 2012

Galleria degli Uffizi

Retrato de Senhora
Jacopo da Pontormo
1494-1557

Retrato de Senhora


Pontormo, o maior maneirista florentino, tem o seu ponto de partida em Andrea del Sarto, mas já neste retrato de mulher com um cesto de fusos, enquanto a cor densa e a largueza da forma recordam Andrea, o vigoroso desenho introduz uma nova tensão:
E já, como em muitos retratos mais tardios, os olhos olham ser ver , fixando o vazio. Daqui nasce uma misteriosa inquietação que quebra com os limites da visão clássica do Renascimento, e uma nova ansiedade anima a obra dos artistas que costume agrupar sob a designação de “maneirismo”.


Cfr. Roberto Salvini
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/197

15 julho 2012

As "garotas" de Carrillo...

Humor antigo
com o traço de
C a r r i l l o

- … e não esqueça. Quando o júri sair para deliberar, ponha a cara da Kim Novak na última cena do “Picnic” e faça aquilo que a Marilyn Monroe costuma fazer às saias… e também pode chorar como a Yvonne Sanson nos pastelões argentinos…

14 julho 2012

Escrito no vento...

"A guerra, assim como é madrasta dos cobardes, é mãe dos corajosos."
.
Miguel de Cervantes

13 julho 2012

Actas da Câmara Municipal

Acta da reunião ordinária da Câmara Municipal de Setúbal realizada em três de Novembro de mil novecentos e cinquenta e nove.
Ao terceiro dia do mês de Novembro de mil novecentos e cinquenta e nove., nesta cidade de Setúbal, nos Paços do Concelho e Sala das Reuniões, pelas dezoito horas, aproximadamente, reuniu a Câmara Municipal de Setúbal sob a presidência do Excelentíssimo Senhor Manuel Filipe Magalhães Mexia, major de infantaria, Presidente da Câmara, estando presentes os vereadores Senhores Afonso Henriques Rocha, Joaquim Rodrigues Simões e Doutor José Caldeira Areias.
Não compareceram os Vereadores Senhores Doutor Joaquim Arco, Engenheiro António Barroso e Engenheiro Agrónomo Raul Veríssimo de Mira.

Secretariou o Chefe da Secretaria que esta acta subscreve.
O átrio da Câmara Municipal

Alvarás nos termos da portaria número seis mil e sessenta e cinco.
A Câmara deliberou autorizar o processamento dos seguintes alvarás sanitários:
Alínea a) - …de “Bufete” – a favor do Clube de Campismo de Setúbal, para exploração do estabelecimento instalado na sua respectiva sede, situada na rua do Diário “O Setubalense”, número nove, segundo.

Outros assuntos
Trabalhos de limpeza do edifício do Mercado do Livramento
Foram presentes duas propostas apresentadas por Inácio da Conceição Baião, para realização de trabalhos complementares do trabalho já realizado no edifício do Mercado do Livramento, uma delas no valor de mil e trezentos escudos, respeitante à execução do trabalho de limpeza de vidros exteriores do edifício, e a outra, da quantia de três mil e trezentos escudos, refere-se àquele trabalho acrescido da pintura das ferragens exteriores.

12 julho 2012

O "Renascentista" Miguel Relvas

No Público de hoje, um excelente artigo do
jurista Pedro Lomba.
Tem por título: "Um renascentista"


Pedro Lomba


Depois de ler o parecer com que a Universidade Lusófona certificou a experiência profissional de Miguel Relvas, posso afirmar que estou mais descansado. O parecer que a Lusófona dedicou ao candidato Miguel Relvas concedeu-lhe equivalência a 32 das 36 cadeiras do curso de Ciência Política..
Mas quem leia o parecer fica a pensar que há escassíssimas áreas das ciências humanas que Miguel Relvas actualmente não domina. O parecer não é por isso um parecer. Digamos, benignamente, que é o laudo científico de Miguel Relvas, que afinal sabe praticamente de tudo: política, história, sociologia, comunicação social, administração pública, gestão de empresas, marketing político e até “manejo linguístico”. Relvas é um renascentista da política do século XXI. Nós não sabíamos, mas é a pura verdade.
Fiquei por isso mais sossegado. Fiquem vocês também. Temos um ministro que, fruto da sua experiência profissional resumida no exercício de cargos públicos, funções políticas e funções em “domínios empresariais” aprendeu “ competências” e passou por “aprendizagens” de grande “diversidade”.
Compreende perfeitamente desde muito jovem os “quadros institucionais” e a “articulação institucional de organizações político-partidárias no Portugal democrático”.
Este homem, o candidato, já em 2006 percebera plenamente a “ligação entre o fenómeno da politização da sociedade e a vida quotidiana”. Prova disso é que Relvas, o candidato, adquiriu “competências transversais de compreensão do papel de diferentes classes sociais e elites na modelação na sociedade onde essas organizações actuam e se desenvolvem”.
Não tenhamos dúvidas sobre as suas aptidões…
(…)
…podemos acrescentar que Relvas, como também exerceu funções públicas após a guerra do Vietname, é um profundo conhecedor da história dessa guerra e, como foi secretário de Estado das autarquias após a reforma de Mousinho da Silveira,
já está certificado em história da administração local..
(…)
Tão longe vai o saber de Relvas que, “para além das competências básicas ao nível da compreensão das organizações” e de “Percepcionar o entrecruzamento, hoje inevitável, entre a esfera empresarial e a esfera político-partidária”, -- lembra, e muito bem, a Lusófona -- , também dispõe de saberes e conhecimentos em “negociação, técnicas de apresentação, estudos de mercado e análise de dados económicos e sociais.”
Aqui chegados, a dúvida maior é imaginar aquilo que Relvas não sabe. Porque, de facto, segundo o parecer da Lusófona, este ministro não parece ter pontos fracos. Bem, não sabemos se o seu inglês técnico é igual ao de Sócrates e é verdade que sempre precisou de fazer quatro cadeiras, por escrúpulo sem dúvida excessivo da Lusófona.
A Lusófona deu o seu parecer. Agora o nosso:

Senhor ministro: sabemos que nestas alturas há sempre free riders da responsabilização política, gente que o quer ver longe porque o senhor os ameaça. Mas peço-lhe: daqui para a frente ninguém irá dar um segundo de crédito ao que o senhor tem para dizer.
Demita-se!
.

Quem se demitiu já, foi o Reitor da Lusófona, prof. Fernando Santos Neves...


NB - A Universidade Lusófona garante que já estava prevista a saída de Fernando Santos Neves do cargo de reitor da Lusófona do Porto, escreve a edição online da TSF. O responsável pela atribuição das equivalências na licenciatura do ministro Miguel Relvas sobe na hierarquia e passa a dirigir o Conselho Superior Académico do grupo Lusófona.

Pois!...

Escrito no vento...

"A aproximação é sempre mais bela que a chegada."
.
Henri Alain-Fournier

11 julho 2012

Fotografias de Oleiros...

No Jardim da Deveza...
Memorial do Padre António de Andrade
o primeiro europeu a chegar ao Tibete, em 1624

“…foi muito zeloso de propagar a nossa santa fé… e descobriu o Tibete com grande trabalho e perigo de sua vida”

10 julho 2012

Recordações...

Em 25 de Abril de 1982

A Gi num dia de anos.

09 julho 2012

Uma resposta inteligente...

A frase do dia, no Parlamento:
Na votação da nova tentativa da "esquerda" , de proibir as corridas de touros em Portugal, Margarida Netto" deu-lhes forte, apenas" com uma frase:

A deputada Margarida Netto
.
"A última corrida de toiros transmitida pela RTP teve mais espectadores do que votantes teve o Bloco de Esquerda nas últimas legislativas".
.
Bravo!!... Merece dar "duas voltas ao redondel"...

Circula na net...

... com muita oportunidade!!... E com muito humor...

O Sr. "Dr." Miguel Relvas

Uma "Carta aberta ao reitor da Universidade Lusófona".

Exmo. Reitor.
Foi com grande satisfação que soube que a Universidade Lusófona conferiu uma licenciatura em Ciência Política ao Dr. Miguel Relvas em apenas 14 meses, reconhecendo dessa forma a sua elevada estatura intelectual. Sempre sonhei com o alargamento das Novas Oportunidades ao Ensino Superior e fiquei muito feliz por terem dado o devido valor à cadeira de Direito que o senhor ministro fez há 27 anos com nota 10. Depois, naturalmente, o processo foi "encurtado por equivalências reconhecidas" (palavras do Dr. Relvas), após análise do
seu magnífico currículo profissional.

É dentro desse mesmo espírito que venho agora solicitar igual tratamento para a minha pessoa. Embora seja licenciado pela Universidade Nova com uns simpáticos 17 valores, a verdade é que o curso levou--me quatro anos a concluir e o Jornalismo anda pela hora da morte. Nesse sentido, e após análise da oferta disponível no site da universidade, venho por este meio requerer a atribuição do grau de licenciado em: Animação Digital (tenho visto muitos desenhos animados com os meus filhos), Ciência das Religiões (às vezes vou à missa), Ciências Aeronáuticas (já viajei muito de avião), Ciências da Nutrição (como imensa fruta), Direito (fui duas vezes processado), Economia (sustento uma família numerosa), Fotografia (tiro sempre nas férias) e Turismo (visitei 15 países). Já agora,
se a Universidade Lusófona vier a ministrar Medicina, não se esqueça de mim. A minha mulher é médica, e tendo em conta que eu durmo com ela há mais de dez anos, estou certo de que em seis meses posso perfeitamente ser doutor.

Respeitosamente,
João Miguel Tavares

Fotografias de Setúbal...

Foto obtida
em 24/07/1970
O Forte de Albarquel e a praínha adjacente

08 julho 2012

O Senhor Doutor...

“A licenciatura, o laxismo da Lusófona e a falta de escrúpulo do ministro.”

Miguel Relvas


A ala dos “doutores da mula ruça” (Jerónimo dixit) da História Contemporânea já tinha um primeiro-ministro e passou a ter um ministro de Estado.
Miguel Relvas não precisou de estudar muito para fazer um curso relâmpago. Bastou-lhe a cumplicidade de uma universidade e estômago para se proclamar licenciado sem ter de queimar as pestanas com os livros.
O futuro dirá se a Lusófona vai pagar caro esta permissividade. E atestará se queremos um país no qual as virtudes da ética republicana são dispensáveis a quem nos governa. Porque o relativismo moral é um pântano que nenhum canudo consegue resolver.
.
in “Caras da semana
No “Público”,
Hoje, 2012 07 08


De que é que este Senhor Doutor ainda está à espera??!!...


Não sei se tem filhos... mas se os tiver não deve ter tido tempo para pensar neles...

Setubalense - 1964 - Novembro

2 de Novembro
Novo edifício na Avenida dos Combatentes
A Câmara Municipal apreciou o projecto para a construção de um edifício para fins comerciais e habitação, pretendido pela firma A.Marques dos Santos,Ldª
.
4 de Novembro
O Arq.Sommer Ribeiro, dos Serviços da Fundação Calouste Gulbenkian, visitou há dias a casa onde nasceu o poeta Manuel Maria Barbosa du Bocage a fim de recolher elementos para o estudo da reintegração daquela casa, na sua feição da época.
.
7 de Novembro
Óbito
Morre em Setúbal o Sr. João Duque Santana, de 59 anos, empregado do Banco de Portugal, natural de Évora, que era pai da Sr.ª D.Maria Helena Neto Duque de Santana Carvalho Fernandes.
.
9 de Novembro
Economia
O capitalista e comerciante de Lisboa Sr. Matias Celorico Palma adquiriu, em leilão, efectuado pela Caixa Geral de Depósitos, e pela quantia de 5001 contos, a fábrica e instalações anexas, na Quinta do Anjo, que pertenceram à firma Carlos da Costa Frescata e Filhos.
.
9 de Novembro
Câmara Municipal de Setúbal
A CM deliberou criar nos Serviços de Viação e Obras um lugar que tem a denominação de "Encarregado Geral" e o vencimento mensal de 2.500 escudos.
.
9 de Novembro
Política
Carlos Manafaia vai ser nomeado Presidente da Câmara de Sines.
.
16 de Novembro
Notícias pessoais
Acaba de concluir a sua licenciatura na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, o Sr. Dr. Eduardo António Machado da Silva.
.
18 de Novembro
Notícias pessoais
O Eng. Mecânico Hélio Paulino Pereira vai exercer o cargo de Director do Instituto de Conservas de Peixe, onde já era director adjunto,
.
18 de Novembro
Notícias pessoais
Terminou o seu curso na Faculdade de Medicina na Universidade de Lisboa, o Sr.Dr.Valter Manuel de Pádua Marcelino.
.
23 de Novembro
Política
Carlos Manafaia toma posse amanhã do cargo de Presidente da Câmara de Sines.
.
23 de Novembro
Vitória FC
Mourinho recebeu a medalha de "Exemplar comportamento" atribuída pela Associação de Futebol de Setúbal.
.
28 de Novembro
Liceu Nacional de Setúbal
Na abertura do ano lectivo no Liceu Nacional de Setúbal foram distribuídos dois "Prémios Nacionais".
O Chefe do Distrito presidiu na 5ªfeira à festa oficial da abertura do ano lectivo no Liceu Nacional de Setúbal. À cerimónia que se realizou no ginásio daquele estabelecimento de ensino, que se encontrava cheio de alunos e suas famílias, estiveram presentes as entidades oficiais da cidade, nomeadamente os Srs. Dr.Manuel José Constantino de Goes, Presidente da Câmara Municipal, Coronel David Gomes Calado, comandante militar, Martins Afonso, inspector superior do Ensino Liceal, Dr.Rogério Peres Claro, Delegado Distrital da Mocidade Portuguesa, DrªAusenda de Carvalho Caetano, sub-Delegada da Mocidade Portuguesa Feminina, Joaquim Cordeiro de Castro, director do Distrito Escolar, Coronel Augusto de Carvalho, Director do Colégio Frei Agostinho da Cruz, etc.
Antes da abertura da sessão, o Orfeão do Liceu sob a regência do Professor Américo Vieira, executou vários números do seu reportório, sendo muito aplaudido.
Abriu a sessão o Sr. Dr. Estevão Moreira, reitor do Liceu que, saudando o Sr. Governador Civil e entidades presentes, todos os convidados e famílias dos alunos, iniciou uma série de considerações, entre as quais a que obrigara ao desdobramento do Liceu, devido ao crescente número de matrículas e à exiguidade das instalações do edifício onde o Liceu funciona.
Referiu-se depois às comemorações do 2ºCentenário do Poeta Manuel Maria Barbosa du Bocage que decorrerão no próximo ano, afirmando que toda a actividade cultural do corrente ano lectivo se ocupará da grande figura setubalense.
A terminar, incitou os alunos a trabalharem com o objectivo de construírem um Portugal ainda maior.
Seguiu-se a distribuição dos prémios aos alunos mais classificados, dos quais obtiveram prémios nacionais Francisco da Silva Sardo e José Manuel Cardoso Ferreira, com as classificações de, respectivamente, 19 e 18 valores.
.
28 de Novembro
Convite
A Sociedade Musical e Recreativa União Setubalense convida a população da cidade a assistir à cerimónia do lançamento da 1ªpedra para construir a sua nova sede, na Praça da República, amanhã pelas 10h e 45 minutos.
.
30 de Novembro
Edifício para sede da Caixa de Previdência
Estão a ser feitos estudos para a elaboração do projecto do edifício para sede da Caixa de Previdência do Distrito de Setúbal, a construir nos terrenos da Praça da República.
.
30 de Novembro
Notícias pessoais
Chegou a esta cidade, no gozo de alguns dias de licença, o Sr.Major Ernesto do Rosário que presta serviço no Ultramar.

07 julho 2012

As "bonecas" de Nadal...

Humor antigo
com o traço de
N a d a l


-- Não sabe quanto deploro, Mariazinha, que a minha mulher passe todo o dia a repreendê-la...

06 julho 2012

Retrato...

Um poema de Eugénio de Andrade

Eugénio de Andrade (Estudo de Dourdil - 1941)


in "Aproximações a Eugénio de Andrade"
Edições Asa - Novembro de 2000

05 julho 2012

Escrito no vento...

"Não é aos saltos que se sobe uma montanha, mas a passos lentos."
.
São Gregório Magno

04 julho 2012

As "bonecas" da Nadal...

Humor antigo
com o traço de
N a d a l


--Não, minha senhora, não me basta que tenha uma máquina de lavar a roupa, uma enceradeira e um aspirador. Os tempos modificam-se... Quero também um "robot".

03 julho 2012

Mais um "crânio"...

...saído da Universidade Lusófona
Miguel Relvas fez licenciatura num ano, por causa do “currículo profissional
03.07.2012 - 13:55
No "Público" on line
por Andreia Sanches

Miguel Relvas



"O ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares Miguel Relvas fez em apenas um ano uma licenciatura que tem um plano de estudos de 36 cadeiras, distribuídas por três anos. Relvas requereu a admissão à Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Lisboa) em Setembro de 2006. E concluiu a licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais em Outubro de 2007."


É um génio... Qualquer dia está a estudar Filosofia na Sorbonne...
Ministro fez uma cadeira em Direito e nenhuma nos outros dois cursos em que se inscreveu antes de ingressar na Lusófona.
Foi "explicado" pelo adjunto António Valle que..."tal se deve ao facto de a Lusófona ter analisado o “currículo profissional” do actual governante, bem como o facto de ele ter frequentado “os cursos de Direito e de História”, o que permitiu que o curso fosse feito em menos tempo. Valle não esclareceu quantos créditos foram atribuídos nem quantas cadeiras Miguel Relvas fez na Lusófona
A única cadeira que o actual ministro tinha concluído antes de 2006 era uma de Direito, feita em 1985. Apesar de ter estado inscrito em mais dois cursos – História e Relações Internacionais. Quando pediu para ser admitido na Lusófona já tinha sido eleito deputado em várias legislaturas e ocupado o cargo de Secretário de Estado da Administração Local do XV Governo Constitucional.

Peço desculpa aos meus leitores por não terminar esta transcrição... Tive de ir vomitar!!...

Escrito no vento...

"Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais desejamos é tirar essa pessoa dos nossos sonhos e abraçá-la."
.
Clarice Lispector

02 julho 2012

Parabéns!...2 de Julho

A Madalena faz anos hoje...
Um beijinho.
Madalena Constantino

01 julho 2012

Esta tarde, Dulce Félix

...conquistou, há minutos, uma medalha de ouro em Helsinquia!
Foi na prova dos 10.000m.
Bravo!... Parabéns para ela e para Portugal!...

Dulce Félix

Escrito no vento...

"Não se pode saltar sobre um abismo com dois pulos pequenos."
.
David Lloyd George