30 junho 2014

Esta fotografia já tem...

...70 anos!!...
Foi tirada no ano lectivo de 1943/44
á turma A, do 2ºAno do Liceu,
onde pudemos identificar muitos dos alunos.
.
Aqui deixamos uma recordação onde podemos rever o António Augusto Macedo, o António Alberto Claro, o António Augusto Cruz, o António Luis Abreu, a Isabel Chagas, a Fernanda do Val, o Orlando de Brito e o Rui Paninho Ramos...
Também o Alfredo Rendas aqui está presente, com os seus 11 anos e que acaba agora de partir ao encontro de tantos dos seus companheiros com quem há tanto tempo não estava...

29 junho 2014

Mais um amigo se ausenta...

Foi ontem, ao fim da tarde que o Alfredo Rendas nos deixou.
Faria 83 anos no próximo mês de Julho.
.
Alfredo Paulo Urbano Rendas
.
Que descanse em paz.
.
Um abraço sentido para a Ju e para os filhos.

28 junho 2014

São quadras, meu bem... são quadras!...

.
Repugna que tanta gente,
Um tanto ou quanto velhaca,
Conforme a forma vigente
É como vira a casaca.
.
João Calceteiro
in. "Asas de gaivota"

27 junho 2014

Actas da Câmara Municipal de Setúbal...

.
Sessão de 08 de Abril de 1970
realizou-se a reunião ordinária semanal, sob a presidência do Excelentíssimo Doutor Manuel José Constantino de Goes, estando presentes os vereadores Senhores Doutor José Caldeira Areias, Manuel Pacheco Calanane Wengorovius, Afonso Henriques Rocha, José Maria da Silva Belo e Fernando Batalha Pedrosa
Não compareceu o vereador Senhor Carlos José Pinto e cuja falta foi julgada justificada.
Assistiu à reunião o Chefe da Secretaria António Maria de Rhodes Sérgio Callapez.
.
Átrio da Câmara Municipal de Setúbal
.
Avenida de Goa – terrenos
A Câmara, por proposta do Senhor Presidente, aprovada por unanimidade, rectificou a deliberação tomada em reunião de vinte e seis de Janeiro de mil novecentos e sessenta e seis, relativa à compra, para incorporação na Avenida de Goa desta cidade, de um prédio urbano com o número sessenta e dois, de polícia, da mesma avenida e de um lote de terreno contíguo ao mesmo, com quinhentos e cinquenta metros quadrados, actualmente pertencentes à Dona Carminda Madeira Carmona, Dona Alice Gaivéu Madeira e Dona Lucília Madeira Azeda, pela importância de quarenta e quatro mil escudos.

26 junho 2014

Escrito no vento...

"Quanto mais pequeno é o coração mais ódio guarda."
.
Vitor Hugo

25 junho 2014

Descobrir a nossa infância...

...num poema que António Salvado
intitulou "O que se chama a noite".
. 
António Salvado
.
O que se chama a noite...
.
O que se chama a noite é tão somente
uma ignorada face, a lucidez desfeita
em que sentimos a visível sombra...
Não basta ao nosso corpo conhecer o dia,
à nossa alma não basta conhecer a senda.
Começa nela a esperança no devir,
o intervalo, o espaço transitório,
onde as lembranças pressentidas ficam:
débeis ensaios de caminho e névoa,
perscrutação possível dessa mancha
que nos tolhe os passos. Começa a vida
uma ignorada face que negamos...
Passá-la é descobrir a nossa infância
nas horas que o relógio não marcou.
.
António Salvado
in "Antologia" - Março/1985 

24 junho 2014

Gostei desta...

...que corre nas redes sociais.
É em Santa Clara a Velha,
concelho de Odemira,
(no Alentejo profundo...)
.
O povo é quem mais ordena!...

23 junho 2014

Parabéns!... 23 de Junho

O meu irmão Olímpio faz anos hoje
Deixo-lhe aqui um abraço grande e
o desejo de um dia bem passado
Eng.Olímpio Mendes de Matos

22 junho 2014

Setubalense - 1967 - Julho

.
01 Julho
Foi hoje a enterrar o jornalista Leitão de Barros.
.
01 Julho
Entraram em funcionamento as cabines telefónicas, na via pública.
.
01 Julho
O Dr. José Marques da Costa, da Escola Industrial e Comercial de Setúbal, vai exercer as funções de Director da Escola Técnica do Dão, em Canas de Senhorim.
.
03 Julho
Falecimento
Armando do Soveral Rodrigues
Faleceu em Lisboa, com 65 anos, o Sr. Armando Martins do Soveral Rodrigues, natural de Santiago do Cacém, casado com a Sr.ª D. Rita Nina do Soveral Rodrigues. Era irmão Dr. José Martins do Soveral Rodrigues, Pedro Soveral Rodrigues e das Sr.ª D.Maria Leonilde, D. Marieta e D.Aida do Soveral Rodrigues.
.
05 Julho
Assumiu hoje as funções de Comandante Distrital da Polícia de Segurança Pública, o capitão de Infantaria, Sr. Valdemar Diniz Clemente.
.
08 Julho
Por portaria publicada no dia 4, no Diário do Governo, foi reconduzido no cargo de Presidente da Câmara Municipal de Setúbal, o Sr. Dr. Manuel José Constantino de Goes.
 .
08 Julho
Tribunal Judicial da Comarca de Setúbal
Anúncio
Num processo sumário movido por Joaquim Henrique de Jesus, descarregador de peixe, residente na Av. Duarte Pacheco, contra Alain Bertrand Roberte Oulman, casado, gerente comercial, ausente em parte incerta da Inglaterra, este réu é citado para contestar o pedido do autor que consiste na indemnização de 17.540$00 provenientes de danos morais e materiais sofridos num acidente de viação ocorrido em 16 de Agosto de 1965, na Estrada Nacional nº10.
2 de Maio de 1967
O escrivão – Joaquim Diogo Araújo Fráguas
O Juiz – Fernando Heitor Barros de Sequeiros
.
10 Julho
Setúbal recebe triunfalmente a briosa equipa que ganhou a Taça de Portugal.
Vitória, 3 – Académica, 2
.
10 Julho
Faleceu ontem Afonso Henrique O’Neill
O funeral realizou-se hoje, pelas 11 horas, da Capela do Socorro para o Cemitério da Cidade.
.
15 Julho
Os funcionários municipais cumprimentaram o Sr. Presidente, na passagem do 4ºano, na presidência da Câmara.
.
17 Julho
Comodoro Paulino Pereira
Foi nomeado director da Escola Naval do Alfeite.
.
17 Julho
D. Maria Garcia Peres Grill
Faleceu em Lisboa, com 85 anos. Era solteira e natural de Setúbal. Era irmã da Sr.ª D. Ema, e D. Berta Garcia Peres Grill e do Sr. Carlos Garcia Grill.
.
22 Julho
O “Ribalta” tem um palco.
Carlos Ferreira, o honesto e sabedor dirigente do grupo de teatro amador Ribalta, viu coroado de êxito o seu esforço na abertura do Teatrinho de Bolso, na sede do Ateneu.
.
22 Julho  
Enviado a tribunal por difamação.
Contra Carlos Alberto Bonaparte, queixou-se Maria Luisa da Silva, residente na 1ª Azinhaga do Mal Talhado, pelo facto daquele difamar uma filha da queixosa, de nome Angelina de Jesus da Silva Catraio.
.
22 Julho
Francisco Jorge segundo classificado no Festival de Luanda.
.
24 Julho
Na Praia da Figueirinha, o “matador” Amadeu dos Anjos salvou ontem um banhista.
.
26 Julho
“O Jardim Constantino”, um artigo de fundo de Cabral Adão, a respeito da construção de um parque de estacionamento na Avenida Todi, em frente do Cinema Luisa Todi, pelo presidente da Câmara.
A história torna este artigo risível.
.
26 Julho
Foi nomeado Vice-Reitor do Liceu de Setúbal, o Sr. Dr. Fernando Ferreira Monteiro, professor efectivo do 3ºgrupo. Tomará posse em 28 de Julho.
.
29 Julho
Tomou posse do cargo de Delegado do Procurador da República, o Sr. Dr. Fernando da Costa Soares.
.
31 Julho
Casamento
Na Igreja de Santa Maria da Graça, realizou-se no sábado (29 Jul), o casamento da Sr.ª D. Maria Margarida Amaro do Rosário, estudante da Faculdade de Letras da Universidade e Lisboa… com o Tenente da Marinha Sr. Fernando Carlos Fuzeta da Ponte.
.
31 Julho
Casamento
Em Fátima, no passado dia 29 de Julho, efectuou-se o enlace matrimonial do Sr. João Correia de Oliveira Piedade… com a Sr.ª D. Maria Margarida Pedroso Cristina Gonçalves.

21 junho 2014

São quadras, meu bem... são quadras!...

São para o espaço lançadas
Fortunas tão fabulosas,
Que por cá bem empregadas
Fariam um mar de rosas.
.
João Calceteiro
in. "Asas de gaivota"

20 junho 2014

Como raio podem suceder?!!...

... num artigo de Opinião intitulado:
"Uma história portuguesa, com certeza"
com que Vasco Pulido Valente
nos brinda hoje, no "Público".

Vasco Pulido Valente
.
Depois de semanas de impiedosa propaganda, os portugueses ficaram a saber que Portugal era, pelo menos, quase “favorito” e que a lesão de Ronaldo era a única preocupação séria. Dia sim, dia não, aparecia um jogador a gabar a unidade e o entusiasmo do grupo ou o próprio Paulo Bento a discursar à pátria, numa língua macarrónica mas tranquilizante: havia lá pelo Brasil uma grande equipa, muito “motivada”. E, como lembrava sempre o grupo de comentaristas que, de repente, nasceu do chão, tínhamos, além disso, o “melhor jogador do mundo”, de que as meninas gostavam e que se por acaso não estava a 110 por cento, estava com certeza a 100 por cento. Nestas circunstâncias propícias, só se pedia ao país que enchesse o peito de ar e apoiasse a selecção.
O patriotismo espúrio, que costuma borbotar sempre que é gratuito e demonstrativo, fez bolha e as pessoas declaravam na rua a sua esperança e a sua certeza de uma enorme alegria. Veio o Portugal-Alemanha e Portugal perdeu por 4 a 0, um resultado vexatório e único. E então a nuvem de peritos da televisão e da imprensa começou a contar a verdadeira história, que pouco antes cuidadosamente escondera. O cidadão comum foi então informado de que a nossa pobre equipa não passava de uma equipa de segunda categoria, substituível com vantagem pelos suplentes da Alemanha. Que faltavam Deco e Costinha e este e aquele, e os jogadores que Paulo Bento por teimosia ou malícia deixara de fora. Os treinos com a assistência de milhares de apoiantes também se criticaram com gravidade e raiva. Pior ainda: para espanto geral, acabou por se saber que a selecção portuguesa era a segunda mais velha do campeonato e que precisava de ser urgentemente renovada.
Substituindo uma dúzia de palavras, qualquer indivíduo com mais de seis neurónios pode ver que a aventura da selecção portuguesa duplica em miniatura a aventura do défice e da dívida. Primeiro, o silêncio, até cairmos sem remédio no fundo do poço. A seguir, o espanto fingido ou a corajosa afirmação de irresponsabilidade. E, no fim, acusações sobre acusações, para disfarçar o facto de que toda a gente colaborara no desastre. Nós, como Ronaldo, somos manifestamente os “melhores do mundo”. Só que, de quando em quando, nos cai a Alemanha na cabeça ou uma dívida inexplicável, que levará a pagar 30 e tal anos.
Como raio estas coisas nos podem suceder?
.
in "Publico"
20 06 2014

Humor antigo...

...in "Mundo ri", nº 140
de Agosto de 1965
.
- O Roberto tinha intenções mais sérias do que tu... Até me ofereceu um livro de cozinha!...

19 junho 2014

Pensa e medita...

...nesta "estórinha" que eu li
há dias no Facebook.
.
"- Pegue nesse copo.
    Peguei.
 - Agora solta esse copo no chão.
   O que houve com o copo?
 - Ele se quebrou.
 - Agora pede desculpa e vê se ele fica inteiro novamente..." 

18 junho 2014

São quadras, meu bem... são quadras!...

.
De muita gente, repara,
Por vezes tenho receio
Que sendo linda de cara
Pode o coração ser feio.
.
João Calceteiro
in. "Asas de gaivota"

17 junho 2014

Escrito na pedra...

No "Público"
em 16 de Junho de 2014
.
"O homem sensato é aquele que se surpreende com tudo".
.
André Gide
1869 - 1951
novelista e crítico francês.

16 junho 2014

Escrito no vento...

"Comecei uma dieta, cortei a bebida e alguns pratos e, em catorze dias, perdi duas semanas."
.
Joe E. Lewis

15 junho 2014

A "Copa" do... Vasco PV

É um artigo de Opinião, no "Público" de hoje, a que
Vasco Pulido Valente
deu o título "A "Copa" do Brasil".
.
Vasco Pulido Valente
.

O poder político sempre se pretendeu eternizar com grandes construções. Hitler, que se julgava arquitecto, era um maníaco também nesse capítulo. Queria reconstruir as cidades do III Reich, especialmente Berlim, Munique e Linz, onde esperava acabar a vida. Mussolini, em nome da força e majestade do Império de Augusto, destruiu uma considerável parte da Roma medieval.
Por cá, o dr. Salazar foi mais modesto, talvez por causa da sua cultura camponesa, talvez por falta de dinheiro. Mas, já em democracia, Cavaco retomou a tradição, com o Centro Cultural de Belém (ainda inacabado) e com a Expo 98, que em nome da “modernização” de Portugal levaram mais tarde à loucura do Euro 2004 e à baixa excitação patriótica de um certo público popular, conduzido pela televisão e pelos jornais.
Nunca percebi por que razão se pensa que esta espécie de espectáculos contribuem para o estatuto e o prestígio de um país. São normalmente exercícios de propaganda interna e de caça ao voto. Para o Euro 2004, Portugal construiu de raiz ou renovou radicalmente uma dezena de estádios, quando cinco ou seis bastavam. Porquê? Porque se o Estado e a administração local pagavam um estádio ao F.C. do Porto tinham de pagar outro ao Boavista: e, se o Porto ficava com dois, Braga exigia o dela; e Guimarães não podia ser maltratada nesta matéria essencial; nem Coimbra, nem Aveiro, nem sequer Leiria. Para não falar em Lisboa e no Algarve. Hoje, ninguém usa muitas dessas fantasias em cimento armado, que se tornaram um encargo inútil para as câmaras do sítio.
Isto vem naturalmente a propósito do campeonato e dos protestos do Brasil. O Brasil arranjou maneira de fazer doze estádios, ainda em construção ou de qualidade duvidosa, e gastar milhões com a segurança da rua e dos turistas. Ficará o mundo com mais respeito e admiração pelos responsáveis de uma extravagância sem explicação e sem desculpa? Não me parece. A Interpol até fala em “jogos combinados”, coisa nunca vista, e ao lado do futebol os combates quase diários do exército (repito, do exército) e dos manifestantes “anti-Copa” mostram bem a sociedade caótica e corrupta em que as festividades decorrem. Vale a pena por um espectáculo efémero provocar as cenas de violência que as televisões passam e revelar o verdadeiro atraso de um país que não se consegue governar?
.
Vasco PV
15 06 2014

Eugénio de Andrade escreveu...

...este poema a que chamou:
"Fim de Outono em Manhattan".
. 
Eugénio de Andrade
.

"Começo este poema em Manhattan
mas é das oliveiras de Virgílio
e da Póvoa da Atalaia que vou falar.
É à sombra das suas folhas
que os meus dias
cantam ainda ao sol.
A sua canção vem do mar,
mas é com as cigarras e o trigo
maduro que aprendem a morrer.
O ar debaixo dos seus ramos dança,
alheio à luz suja de Manhattan.
.
Eugénio de Andrade
in. "Ofício de paciência"1994

14 junho 2014

Humor antigo...

in. "Mundo ri", nº 136
em Janeiro de 1965
.  
- Ao que nós chegámos, meu Deus! Então pelo facto de um homem
me assobiar eu tenho que parar e falar com ele? 

13 junho 2014

São quadras, meu bem... são quadras!...

.
Oh! Meu rico Santo António
Meu santinho milagreiro
Faz com que este Governo
Não me roube mais dinheiro...
.
(mais uma vez vão os meus agradecimentos
para a Margarida Carriço...)

12 junho 2014

Escrito no vento...

"Faz a tua ausência para que alguém sinta a tua falta. Mas não a prolongues demais para que esse alguém não sinta que pode viver sem ti."
.
Flora Cavalcanti

11 junho 2014

Actas da Câmara Municipal de Setúbal...

.
Sessão de 25 de Março de 1970
realizou-se a reunião ordinária semanal, sob a presidência do Excelentíssimo Doutor Manuel José Constantino de Goes, estando presentes os vereadores Senhores Doutor José Caldeira Areias, Manuel Pacheco Calanane Wengorovius, Afonso Henriques Rocha, José Maria da Silva Belo e Fernando Batalha Pedrosa.
Não compareceu o vereador Senhor Carlos José Pinto cuja falta foi julgada justificada.
Assistiu à reunião o Chefe da Secretaria António Maria de Rhodes Sérgio Callapez.
.
Átrio da Câmara Municipal de Setúbal
.
Consulta ao plano de Urbanização da Cidade
Um.) Foi presente um requerimento registado sob o número novecentos e setenta e três/setenta, através do qual António Mathias  Lopes Júnior solicita que lhe sejam fornecidos os condicionamentos previstos no Plano de Urbanização da Cidade, referente ao número de pisos para o seu prédio sito na Travessa de São Caetano, nesta cidade.
A Câmara deliberou informar, de harmonia com o parecer do arquitecto urbanista, que poderá construir até ao máximo de quatro pisos para a rua João Eloy, com prolongamento para a Travessa de São Caetano, até doze metros.
.
Dois.) Foi recebido o ofício (…) da Comissão Organizadora do Encontro de Professores de Ciências Naturais, solicitando a atenção da Câmara para a realização do encontro que os Professores de Ciências Naturais do Ensino Secundário de França pretendem efectuar no nosso país, na semana de dois a nove de Agosto e do qual constam excursões e visitas a localidades deste concelho.
A Câmara deliberou informar que aguarda a concretização de qualquer pedido de apoio que lhe possa ser solicitado ao qual dispensará a sua melhor atenção.

10 junho 2014

Recordações...

... um Natal em Castelo Branco,
24 de Dezembro de 1979
.
Gi

09 junho 2014

As capas do "Mundo ri"...

O "Mundo ri", nº 136
de Janeiro de 1965
.
- É com grande alegria e profunda emoção
que eu coloco esta primeira pedra... 

07 junho 2014

Humor antigo...

in. "Mundo ri", nº 136
de Janeiro de 1965
.
- Está bem! Está bem... Prometo-te calar o bico.

06 junho 2014

Vamos amar o dia a dia...

Num poema que
António Salvado
intitulou de:
"Pequena loa para a estrela"
.
António Salvado
.
Vamos criar palavras. Convocar
as flores a alegria. Derruir
a tristeza a secura. Permitir
o sangue de amizade, no conforto
dos olhos e das mãos que devagar
se apertam e comungam, se renovam.
.
Vamos juntar o nome das pessoas
das coisas do silêncio do bulício
fazer correr nas veias o princípio
das sílabas amor e confiança.
.
Vamos amar o dia a dia ao porto
levar das ânsias  o ardor em esperança
E beber na manhã as gotas límpidas
das carícias do tempo sem temor.
.
António Salvado  

05 junho 2014

Escrito no vento...

"A única coisa que impede Deus de produzir um segundo dilúvio é que o primeiro foi inútil."
.
Peter de Vries

04 junho 2014

São quadras, meu bem... são quadras!...

.
Muita gente que se tem
Como sendo das cimeiras,
Usa quando lhe convém
Um pau com duas bandeiras.
.
João Calceteiro
in. "Asas de gaivota"