31 agosto 2009

Poema de Pedro Homem de Melo

Bendito
poema de
Pedro Homem de Melo
Pedro Homem de Melo
.
O Sol liquefaz-se, é rio;
A sua luz, água ao vento;
Sobre o mar turvo, cinzento,
Tem qualquer coisa de frio.
.
Chamam-lhe Deus os pagãos.
Depois, o Sol, quando passa,
Solta os cabelos, com graça,
Deixa-nos oiro nas mãos…
.
In. “Caravela ao Mar
1934

30 agosto 2009

Um "exemplo" para a Juventude...

No “Público” de hoje
30.08.2009
.
Carolina Patrocínio é a mandatária do PS para a juventude.

Carolina Patrocínio

"Portugal foi objectivamente dos primeiros países a sair da recessão técnica e isto assinala o início da retoma económica", declarou a mandatária, lendo um papel, no parque municipal de Santa Cruz, que ficou apenas a metade da sua capacidade.

O PÚBLICO tentou colocar algumas questões a Carolina Patrocínio, mas a mandatária limitou-se a dizer que quer "vencer" e que, por agora, não tem outras ambições políticas.
.
O PÚBLICO sabe que esta apresentadora de televisão foi aconselhada a não dar entrevistas, depois de declarações a uma televisão em que dizia que é a sua empregada que lhe tira os caroços das cerejas e que prefere fazer batota a perder.
.
Oh! Jovens do meu País… ponham aqui os olhos!
Este é um “exemplo” a seguir...
.
A D. Carolina deve ter tido um bom “mestre”…

A "brecha" da Arrábida...

Há poucos dias, creio que foi no dia 10 de Agosto, ao ler o Setubalense, passou sob os meus olhos um artigo assinado por João Francisco Envia, que me chamou a atenção.
.
Por discordar da utilização do material escolhido para executar o cruzeiro do Largo de Jesus, o autor fala de uma rocha “vulgarmente” conhecida por “mármore da Arrábida" e que se encontra em alguns locais restritos dos arredores da Setúbal como a Arrábida, o Viso e a Reboreda.
.
Tal como noutras regiões do país davam o nome de mármore a qualquer “pedra” susceptível de polimento, fosse ela o mais duro dos granitos ou o mais suave das “carbonatos de cálcio recristalizados”, também aqui acharam que aquelas rochas características deveriam ser chamadas de mármores.
Mas são de facto muito diferentes!
.
A rocha em questão, utilizada quer no Cruzeiro do Largo de Jesus quer no próprio Convento é uma “Brecha”, ou seja, um Conglomerado de detritos angulosos, uma Rocha Sedimentar de origem Detrítica com elementos angulosos (não erodidos, não arredondados…) de dimensão superiores a 10 mm até 50mm, todos eles aglutinados por um cimento que pode ser de várias origens: argiloso, calcário ou ferruginoso, quase sempre estes três tipos em simultâneo. (1)
.
Pelo contrário, o Mármore é uma rocha Metamórfica que resultou da acção de grandes pressões endógenas ou de temperaturas muito elevada que se desenvolvem em zonas profundas da crosta da terra e originam uma “recristalização” de terrenos sedimentares calcários de origem química.
.
Os “mármores”, ditos da Arrábida ou do Viso, nada têm a ver com os verdadeiros mármores… Apenas os construtores, alguns "construtores”, assim os passaram a denominar só pelo facto de poderem ser susceptíveis de polimento e darem uns revestimentos bonitos, uns cinzeiros lindos ou uns tampos de mesa “muito catitas”…Devo acrescentar que algumas das vivendas existentes na Reboreda (junto ao Hotel ali existente) e no Viso, estão assentes em brecha argilo-ferruginosa de que alguns exemplares existiam (existem, com certeza...) ainda há poucos anos no Laboratório de Ciências Naturais do nosso Liceu.
.
Algumas destas rochas são mais escuras, outras mais claras, porquanto essa coloração que a rocha tem, vista a média distância, resulta tão só da cor dos detritos macroscópicos de que são feitas, muito heterogéneos, (e eventualmente do “cimento” utilizado), terem esta ou aquela cor… Não poderemos afirmar que os da Arrábida são de uma cor e os do Viso de uma outra, só pelo facto de estarem em locais afastados…Nos finais da era Secundária (períodos Jurássico e Cretácico), quando “toda esta zona onde vivemos” era o fundo de um oceano… não havia sectores “para despejar os detritos” consoante a sua origem… crómica ou outra…
.
(1) A cimentação natural das rochas sedimentares detríticas grosseiros de elementos soltos, como o cascalho, os calhaus rolados e os calhaus estriados, transforma-as em rochas lapidificadas – os Conglomerados que tomam a designação de “pudins” quando constituídos por detritos arredondados e “brechas” quando constituídos por detritos angulosos.
Cfr. “Lições de Geologia”, de Natércia Guimarães e Augusto Medina – Porto Editora.
.
Os detritos arredondados dos “pudins” revelam uma erosão intensa antes da lapidificação pressupondo, por exemplo, uma localização prévia em zonas de rebentação das ondas, nas orlas marítimas, ou em leitos de rios de caudal elevado e tumultuoso… durante muitos e muitos milhares de anos…
Os detritos angulosos das “brechas", pelo contrário, podem revelar um processo de lapidificação bem mais rápido do que o anterior… impedindo assim um “arredondamento”, uma erosão mais intensa dos seus componentes…
.
De qualquer modo não podemos comparar a “rapidez” destes processos geológicos “apenas” com a passagem de “algumas centenas de anos”...como refere João Francisco Envia a propósito do “filão da pedra do Viso até à Serra de S.Filipe, que foi engolido possivelmente pelas movimentações terrestres de há algumas centenas de anos…”
A unidade de tempo em Geologia é o milhão de anos… As formações geológicas da Arrábida remontam à era Secundária!... cujo Sistema geológica levou 150 milhões de anos a formar-se e se iniciou há cerca de 200 milhões…
Depois disso, os terrenos então formados emergiram na sequência de forças endógenas
integradas nos "enrugamentos alpinos" que "constituem, sem dúvida, o acontecimento geológico capital da Era Cenozóica", também designada por Era Terciária.
.
Foi nessa altura que os fundos marinhos, existentes nesta zona da Península Ibérica, enrugaram e deram origem à Serra da Arrábida tal como a conhecemos neste momento.
.
A pedreira, há muito inactiva, da "Brecha da Arrábida" situa-se no extremo inferior esquerdo, a sul da bifurcação da estrada que, vinda dos Casais da Serra, conduz ao Vale do Solitário e ao Portinho.
.
Um grupo de professores da região de Lisboa e de Setúbal, na área das Ciências Naturais, que se preparavam para ser os pioneiros do ensino do recém criado 12ºAno, realizaram uma visita de estudo à Serra da Arrábida e a Sesimbra.
Ei-los aqui, descendo para a pedreira das "brechas da Arrábida", cerca de 100m metros mais abaixo... (foto obtida em 22 11 1980)
.
A pedreira existente na Serra da Arrábida (38º 27' 28. 69" N - 09º 00' 37. 36"W) fotografado em 22 de Novembro de 1980.
Nessa altura, a pedreira estava interdita há muito tempo e não havia exploração activa...
No entanto, a "brecha da Arrábida" continuava a aparecer à venda sob os mais diversos aspectos!
.
Um fragmento de "brecha da Arrábida" muito bonito,
já devidamente trabalhado e polido.
.
Os detritos calcários de tom amarelado medem, na sua maior dimensão,
respectivamente, 4, 6 e 5 centímetros
.
Do local onde se situa esta pedreira, e olhando para o lado poente, vislumbra-se uma imagem "assombrosa"... Convinha que alguém decifrasse o enigma que por ali se observa...
Na verdade, a Serra do Risco parece ter sido uma onda alterosa que parou no ar e se transformou em rocha!
A quem olha de nascente para poente nota que falta ali alguma coisa... nota que a Serra do Risco não tem a vertente sul.
O que teria sido feito da "aba" sul daquela zona da Serra da Arrábida?

A Serra do Risco na sua vertente norte. Logo a seguir um desnível enorme para o oceano. Parece uma onda parada... (foto de Gonçalo Elias)

29 agosto 2009

Parabéns!... 29 de Agosto

A Teresinha Loução faz anos hoje!
Mil parabéns... e um abraço amigo.


Maria Teresa Jorge Loução

28 agosto 2009

Escrito na pedra...

No "Público"
de hoje
28.08.2009
.
"Verifica se o que prometes é justo e possível, pois promessa é dívida."
.
Confúcio
filósofo chinês
551-479 a.C.

As "Bonecas" de Kiraz...

Humor antigo
com o traço de
Kiraz

- Vim festejar um duplo aniversário: cinco anos de casada... três meses de fidelidade!

27 agosto 2009

Sardinhada em Azeitão

Na casa do Zé Belo
Em 04 07 1981

Na 1ªfila: NN bancário, Arq.José Luís Nascimento, NN, Ricardo Mota, Dr.Rocha Santos e Humberto Machado.
Na 2ªfila: Orlando Anselmo Valadas, Horácio Pereira, Dr.Orlando de Almeida, Sérgio Pintado, Dr.António Maurício, José Luis Proença e Marques Pereira.
Na 3ªfila: NN, Dr.Antero Torres, José Maria Belo, Rogério Rolão, Eduardo Machado Pinto, Luís Filipe Fernandes, Vitor Hugo Delgado e jjmatos.

26 agosto 2009

“Uma Carta ao Director”

Excertos de uma "Carta ao Director", publicada hoje no "Público".
.
Nada que um Professor não saiba... mas convem que outros leitores, menos preocupados, possam ter um maior conhecimento.
.
"É com um sentimento irrefreável de náusea que os professores assistem ao despudor com que o ME anuncia, devidamente espaldado no aval do primeiro-ministro, o milagre da diminuição das faltas e das retenções escolares, nos ensinos básico e secundário.
(…)
…os professores sabem perfeitamente como surgiu o “milagre” anunciado. Desde o início do seu consulado, este ME elegeu como sua prioridade a diminuição do “insucesso escolar”. E só existem duas maneiras de o fazer: ou melhorando o modo como se ensina e como se aprende, ou, então, através de uma combinação espertalhona da diminuição do grau de exigência na avaliação, acrescida da criação de obstáculos burocráticos despropositados que desencorajem os professores de classificar, com rigor, os seus alunos.
(…)
O discurso hipócrita que atribui ao “trabalho acrescido dos professores” e ao sucesso dos diferentes “planos de recuperaçãopode fazer sorrir quem diariamente lida com estas coisas da educação.
(…)
A verdade, que todos os professores conhecem perfeitamente, é que a única coisa que tem realmente mudado é a criação de obstáculos burocráticos e psicológicos a que a avaliação dos alunos traduza, de modo sério, o trabalho que produzem e os conhecimentos que adquirem.
Montou-se uma gigantesca farsa fraudulenta que, assente numa linguagem labiríntica e retorcida, ilude facilmente todos aqueles que se encontram fora do sistema.
(…)
O que a Europa civilizada tem que nós não temos é um número alargado de famílias que ainda não engoliu o discurso laxista e permissivo da moda , e sabe que educar uma criança não passa por satisfazer todos os seus caprichos e arranjar bodes expiatórios para todos os seus erros. Passa, isso sim, por ensiná-los a distinguir entre o bem e o mal, a encorajá-los a fazer o que está certo e desencorajá-los de práticas e atitudes incorrectas e anti-sociais. O resto são balelas."
.
José Aleixo Caldas
In, “Público”
26.08.2009

As minhas fotos preferidas...

Liceu de Setúbal
05.06.1997

Áurea

25 agosto 2009

A olhar o Universo...

Galileu Galilei

"Há 400 anos, Galileu apresentou ao Senado de Veneza um objecto fabuloso. Meses depois, o mundo começava a receber os frutos das observações com o telescópio. Hoje, o mundo continua a ter razões para estar grato ao astrónomo que fez estragos na mentalidade da época."
.
in. "Público"
25.08.2009
.
Poema para Galileo
de António Gedeão
António Gedeão
.
Estou olhando o teu retrato, meu velho pisano,
aquele teu retrato que toda a gente conhece,
em que a tua bela cabeça desabrocha e floresce
sobre um modesto cabeção de pano.
Aquele retrato da Galeria dos Ofícios da tua velha Florença.
(Não, não, Galileo! Eu não disse Santo Ofício.
Disse Galeria dos Ofícios.)
Aquele retrato da Galeria dos Ofícios da requintada Florença.
Lembras-te? A Ponte Vecchio, a Loggia, a Piazza della Signoria…
Eu sei… eu sei…
As margens doces do Arno às horas pardas da melancolia.
Ai que saudade, Galileo Galilei!
.
Olha. Sabes? Lá em Florença
está guardado um dedo da tua mão direita num relicário.
Palavra de honra que está!
As voltas que o mundo dá!
Se calhar até há gente que pensa
que entraste no calendário.
.
Eu queria agradecer-te, Galileo,
a inteligência das coisas que me deste.
Eu,
e quantos milhões de homens como eu
a quem tu esclareceste,
ia jurar- que disparate, Galileo!
- e jurava a pés juntos e apostava a cabeça
sem a menor hesitação-
que os corpos caem tanto mais depressa
quanto mais pesados são.
.
Pois não é evidente, Galileo?
Quem acredita que um penedo caia
com a mesma rapidez que um botão de camisa ou que um seixo da praia?
Esta era a inteligência que Deus nos deu.
.
Estava agora a lembrar-me, Galileo,
daquela cena em que tu estavas sentado num escabelo
e tinhas à tua frente
um friso de homens doutos, hirtos, de toga e de capelo
a olharem-te severamente.
Estavam todos a ralhar contigo,
que parecia impossível que um homem da tua idade
e da tua condição,
se tivesse tornado num perigo
para a Humanidade
e para a Civilização.
Tu, embaraçado e comprometido, em silêncio mordiscavas os lábios,
e percorrias, cheio de piedade,
os rostos impenetráveis daquela fila de sábios.
.
Teus olhos habituados à observação dos satélites e das estrelas,
desceram lá das suas alturas
e poisaram, como aves aturdidas- parece-me que estou a vê-las -,
nas faces grávidas daquelas reverendíssimas criaturas.
E tu foste dizendo a tudo que sim, que sim senhor, que era tudo tal qual
conforme suas eminências desejavam,
e dirias que o Sol era quadrado e a Lua pentagonal
e que os astros bailavam e entoavam
à meia-noite louvores à harmonia universal.
E juraste que nunca mais repetirias
nem a ti mesmo, na própria intimidade do teu pensamento, livre e calma,
aquelas abomináveis heresias
que ensinavas e descrevias
para eterna perdição da tua alma.
Ai Galileo!
Mal sabem os teus doutos juízes, grandes senhores deste pequeno mundo
que assim mesmo, empertigados nos seus cadeirões de braços,
andavam a correr e a rolar pelos espaços
à razão de trinta quilómetros por segundo.
Tu é que sabias, Galileo Galilei.
.
Por isso eram teus olhos misericordiosos,
por isso era teu coração cheio de piedade,
piedade pelos homens que não precisam de sofrer, homens ditosos
a quem Deus dispensou de buscar a verdade.
Por isso estoicamente, mansamente,
resististe a todas as torturas,
a todas as angústias, a todos os contratempos,
enquanto eles, do alto incessível das suas alturas,
foram caindo,
caindo,
caindo,
caindo,
caindo sempre,
e sempre,
ininterruptamente,
na razão directa do quadrado dos tempos.

As "Bonecas" de Kiraz...

Humor antigo
com o traço de
Kiraz

- Sabes uma coisa, queridinho?... Tenho vícios extraordinários:
Como duas vezes por dia...

24 agosto 2009

Rijks Museum Amesterdão

Retrato de Dama
Jan Mostaert
1475-1555


Retrato de Dama
.
O estilo conservador de Jan Mostaert, que em confronto com o retrato de Pompeo Occo pintado por Dirk Jacobsz nos parece antiquado, não significa falta de sensibilidade artística, nem que o autor fosse incapaz de executar uma pintura requintada e atraente. As formas impassíveis e modestas e a descrição minuciosa da pessoa e da paisagem conferem a este retrato uma beleza calma e monumental. Jan Mosaert dizia ter sido pintor na Corte de Margarida de Áustria, governadora dos Países Baixos, e muito embora tal actividade não tivesse sido nunca comprovada, as características da sua pintura, tais como se revelam nesta e noutras obras, parecem qualificá-lo como pintor de corte por excelência.
.
Cfr. Marco Valsecchi
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973


23 agosto 2009

A Maria Austrália morreu...

Faleceu esta manhã em Lisboa.
A notícia era esperada há algum tempo,
mas dói sempre quando acontece...

Maria Austrália da Conceição Neves Versos
.
Desaparece uma boa Amiga.
Que descanse em Paz.
.
Um abraço sentido para o Rui e para os filhos Rodrigo, Inês e Isabel.
.
A Maria Austrália frequentou, durante cinco anos, o Liceu Nacional de Setúbal a partir do ano lectivo de 1944/45 e aqui fez o 1º e o 2ºCiclos do Ensino Liceal.

Escrito na pedra...

No "Público"
de 23.08.2009.
.
"Somos todos mortais até ao primeiro beijo e ao segundo copo de vinho."
.
Eduardo Galeano
escritor uruguaio
1940 -

Eles foram meus alunos...

12ºAno - 1980/81
Foto obtida em
01 07 1981

Ana Luisa Alves e Elisa Antunes

22 agosto 2009

As minhas turmas... 10ºAno D

10ºAno - Turma C
em 1983/84
.
Fui professor desta turma

em Biologia


Ana Cristina S. Reis
Ana Isabel Duarte Narciso
António Luís da Costa Santana
Armando Assembleia
Carlos Fernando Alves
Edite das Dores Mateus
Eurico Tavares Cardoso
Fernando Carlos Azevedo Pereira
Fernando Jorge Ribeiro de Jesus

Helder Francisco Cantoneiro
João Carlos Casimiro
João Manuel Pepe dos Santos
João Paulo Guerreiro da Silva
Joel Carlos Neto Santos Formiga
Júlia Cristina Costeira
Luís Carlos Pereira
Maria da Graça Barreiras
Maria João Nunes Ferreira

Maria José Braga
Margarida Maria Costa Marreiros
Mónica Alexandra Cabral Elias
Paulo Jorge M. Paulino
Paulo Manuel Lino Bórgia
Pedro Alexandre Conde de Jesus
Rosa Pereira
Rui Manuel Varela Palhas

Também frequentou esta turma a aluna:
Ana Paula Liliu Diogo

21 agosto 2009

Um dia...

...vou construir um castelo...
.
Fernando Pessoa
desenho de Almada Negreiros
.
Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,
mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá a falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios,
incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas
E se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar
um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um 'não'.
É ter segurança para receber uma crítica,
mesmo que injusta.
Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo...
.
atribuido a
Fernando Pessoa

20 agosto 2009

São quadras, meu bem... são quadras!...

A Lua esconde a face
Por de trás de um Sol dolente...
Ela tem medo que eu passe

Um só passo à tua frente!

19 agosto 2009

As "garotas" de Bosch Penalva

A revista Can Can nº25
publicava na sus capa em
26 de Maio de 1960
esta "boneca fogueteira"...

Desenho de Bosch Penalva

. Ao lado dela, um "homem ridículo" observa-a com uma lupa especial...

- Não há dúvida! Ela festeja o 1ºAniversário do "Can Can" com entusiasmo!
O pior é se lhe rebenta nas mãos...
.

É um desenho de Don Flowers que completa a primeira página deste exemplar.
.

- Querido! Onde vais com o taco a esta hora da noite?! Não estarás enganado?!...

18 agosto 2009

Escrito no vento...

"As pessoas entram em nossa vida por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem."
.
Autor desconhecido

Tudo é foi.

Poema de
António Gedeão

António Gedeão

Tudo é foi

Fecho os olhos por instantes
Abro os olhos novamente.
Neste abrir e fechar de olhos
já todo o mundo é diferente.

Já outro ar me rodeia:
outros lábios o respiram;
outros aléns se tingiram
de outro Sol que os incendeia.

Outras árvores se floriram;
outro vento as despenteia;
outras ondas invadiram
outros recantos de areia.

Momento, tempo esgotado,
fluidez sem transparência.
Presença, espectro de ausência,
cadáver desenterrado.

Combustão perene e fria.
Corpo que a arder arrefece.
Incandescência sombria.
Tudo é foi. Nada acontece.

In. “Movimento perpétuo
1956

17 agosto 2009

As "Bonecas" de Kiraz...

Humor antigo
com o traço de
Kiraz

- A "comê-las" dessa maneira com os olhos... precisas de mandar vir mais champanhe!

16 agosto 2009

Escrito na pedra...

No "Público"
16.08.2009
.
"Eu sou um apreciador de mulheres, admiro-as. Mas, como todos os homens, não as entendo."
.
Frank Sinatra
Cantor e actor norte-americano
1915-1998

Mais de 20 milhões sem concurso!...

Parque Escolar já pagou mais de 20 milhões sem concurso...

Vários projectos foram entregues aos mesmos ateliers e a empresa pública usa dois regimes legais diferentes para contratar os projectistas.
A empresa pública criada, em 2007, para desenvolver as obras de transformação das escolas secundárias portuguesas já gastou mais de 20 milhões de euros em projectos de arquitectura que foram adjudicados por convite directo, sem consulta a terceiros nem publicitação dos contratados.

(…) A modernização destas 205 escolas de modo a que respondam às exigências actuais do ensino, nomeadamente à utilização de novas tecnologias e às novas normas de climatização e de ruído, representará um investimento de 2,5 mil milhões de euros. É quase o triplo do que foi gasto na construção da Ponte Vasco da Gama, por exemplo, e até 2015 deverão ser ainda intervencionadas outras 127.
(…)
Mas neste regime de excepção estão estipuladas "obrigações de transparência" que a Parque Escolar não está a seguir.
(…)
Pior: será mesmo um "escândalo público", de acordo com um texto de José Romano na revista Arquitectura 21, de que é director. Para ele, "a encomenda discricionária, sem qualquer pudor, de várias escolas a um mesmo arquitecto", tratando-se "de recursos públicos, é uma vergonha, é imoral."

Clara Viana

in."Público"
16.08.2009

O optimismo...

No "Público" de hoje
in "Opinião"
de Vasco Pulido Valente


Vasco Pulido Valente
.
José Sócrates acha que é um "optimista" e que o PS é um partido a borbulhar de "ideias" para um futuro resplandecente.
.
Também Mário Soares (que para meu desgosto se tornou no principal propagandista de Sócrates.), desde que viu Obama numa núvem como Nossa Senhora, anuncia contra a evidência e a lógica, uma "nova era", se não para Portugal e para o mundo inteiro, pelo menos para a felicíssima América.

"Numa época normal, estes devaneios, embora patéticos, seriam inócuos. Numa época de crise são ofensivos".
(Excerto do artigo de VPV, intitulado "O optimismo", publicado em 16 de Agosto 2009, no "Público".)

Escrito no vento...

"Você não poderá resolver os problemas que tem hoje pensando da mesma maneira que você pensava quando os provocou."
.
Albert Einstein

São quadras, meu bem... são quadras!...

Por detrás de um Sol brilhante
Esconde-se um resto de céu...
Gostava tanto que um dia
O resto fosse só meu...

15 agosto 2009

Rijks Museum Amesterdão

A Dança do Ovo
Pieter Aertsz
1509-1575



A Dança do Ovo
.
Como na obra de Abraham Boemaert, a influência do maneirismo é claramente visível na arte de Pieter Aertsz. A Dança do Ovo é de importância fundamental na história da pintura dos Países Baixos do século XVI, visto que constitui uma representação de factos da vida quotidiana numa época em que grande parte dos pintores colhiam os seus temas na Bíblia ou na mitologia da Antiguidade. Pieter Aertsz poderia ser definido como o correspondente nórdico do flamengo Pieter Brueghel: não obstante a diversidade de estilo, os dois pintores manifestam uma certa afinidade na escolha dos temas.
Neste quadro podemos admirar uma cena muito alegre, no interior de uma casa rústica. Um jovem camponês dança sem socos, enquanto os outros observam a sua exibição ou se divertem por conta própria, como o rapaz, em primeiro plano que ergue o canjirão cantando com toda a força. A atitude desta última figura testemunha melhor que todo o resto as tendências maneiristas da pintura de Pieter Aertsz: aqueles movimentos estudados e quase coreográficos não se adequam ao ambiente; encontramo-nos perante atitudes mais próprias de uma jovem divindade numa cena mitológica do que de um camponês em festa.
As cores do quadro são vivas e a precisão descritiva é prova do particular talento do autor da matéria. As numerosas cenas de cozinha por ele pintadas confirmam as suas preferências pelas naturezas-mortas. Mesmo na sua obra mais notável encontramos esplêndidos fragmentos de natureza-morta.
.
Cfr. Marco Valsecchi
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

14 agosto 2009

Parabéns!... 14 de Agosto

A Fátima Barros faz anos hoje.
Parabéns!... e um monte de prendas.

Maria de Fátima Paula Barros

Uma "madeira" muito valiosa...

Deve ter resultado do "cruzamento experimental" de um jovem rebento de ébano com uma "boa lasca" de Carbono puro...
.
A notícia é do "Público" de ontem.
.
Armada portuguesa desmente terminantemente que alguma vez o Arctic Sea tenha passado por águas sob jurisdição nacional.
.
Uma série de navios russos, incluindo dois submarinos nucleares, juntaram-se ontem a toda uma vasta operação internacional de busca do cargueiro de bandeira maltesa Arctic Sea, que misteriosamente desapareceu há duas semanas ao largo da costa de Brest, na Bretanha francesa.
.

O navio saíra do porto finlandês de Jakobstad, no golfo de Bótnia, com um carregamento de madeira para o porto argelino de Bejaia,
.
A tripulação era constituída por 15 tripulantes russos da cidade de Arcangel, onde a sede da companhia armadora está actualmente ocupada por agentes do Serviço Federal de Segurança (FSB, herdeiro da antiga KGB), que nada dizem sobre o que é que ali estão a fazer.
.

"Segundo ordens do Presidente, Dmitri Medvedev, todos os navios russos que se encontram no Atlântico foram enviados para a busca", anunciou o comandante da Armada, almirante Vladimir Visotski, citado pela agência noticiosa Itar-Tass.
(…) a Autoridade Marítima de Malta disse ter recebido informações de que o cargueiro foi invadido dia 24 de Maio, na zona da ilha sueca de Gotland, por cerca de uma dezena de homens armados e uniformizados, que se apresentaram como polícias.
Estar-se-ia, portanto, perante uma nova forma de pirataria, em plenas águas europeias.
.

Depois da passagem pelo Canal da Mancha, a aparelhagem electrónica que dá a localização dos navios teria sido desligada. Por isso, não se podem confirmar as especulações de que o Arctic Sea poderia ter passado ao largo de Portugal.
.
O cargueiro "não está, nem nunca esteve, em águas sob jurisdição portuguesa", garantiu ontem ao PÚBLICO um porta-voz do Estado-Maior da Armada, desmentindo noticiário de agências que horas antes surgira na imprensa espanhola

13.08.2009,
Jorge Heitor

.
Todos os navios russos que se encontram no Atlântico foram enviados para a busca?!...
Dois submarinos nucleares russos na operação de busca?!...
Carregamento de madeira para o norte de África?!...
Vá lá, amigos... vão brincar prá Disneylândia!...

As minhas fotos preferidas...

Liceu de Setúbal
02.06.1987


Elisabete

13 agosto 2009

As minhas turmas... 10ºAno C

10ºAno - Turma C
em 1983/84

Fui professor desta turma
em Biologia

Ana Cristina Reis Pita
Ana Fátima Gonçalves
Ana Helena Abreu Ribeiro
António Martins Rosa
Catarina Isabel Bica
Cristina Paula Ferreira Silva
Eduardo Manuel Brito Roque
Elsa Maria Sousa Martins Melo
Filomena Jorge Marchão



Francisco Ladislau Campos
Francisco José Neves Sá
Hélia do Carmo de Jesus
João Pedro Marques de Faria
Leonor Agostinho Tavares
Maria do Carmo Pires Amaro
Maria Isaura Fonseca
Maria José Carvalho
Maria Luz Penedos

Oriana Melo
Paula Alexandra Soares Lopes
Paula Alexandra Ferreira
Paula Cristina Silva Araújo
Paula Cristina Ferreira
Paulo Jorge Batista
Sandra Isabel Ramos Dias
Sofia Alexandra Almeida Lopes
Sónia Dias Ferreira Cunha Leite



Teresa Paula Martins
.
Também foram alunas desta turma:
Maria do Carmo Rosa
Maria Helena Martins Francisco

12 agosto 2009

São quadras, meu bem... são quadras!...

A Lua oculta a face
Por detrás de um Sol sem chama.
Também te escondes de mim...
Não gostas de quem te ama!...

11 agosto 2009

As "garotas" de Vilhena...

Humor antigo
com o traço
de Vilhena

Quatro anos e três meses mais tarde, o Homem faria mais uma "conquista"...
Em 21 de Julho de 1969, fez há pouco 40 anos, o Homem conquistava a Lua!!...
.
Nota:
Esta é a capa da publicação humorística
"O mundo ri", de Abril de 1965
José Vilhena "prenunciava" aqui
o "grande passo da Humanidade"
e o "pequeno passo" de Armstrong.
À sua maneira...

09 agosto 2009

As "Bonecas" de Kiraz...

Humor antigo
com o traço de
Kiraz
- Vê se estás quietinho, senão obrigas-me a estragar o verniz das
minhas unhas quando te der um par de bofetadas!...

08 agosto 2009

Raul Solnado

O actor Raul Solnado faleceu esta manhã, aos 79 anos, de doença cardio-vascular grave.
.
Raul Augusto Almeida Solnado, nasceu a 19 de Outubro de 1929, foi humorista, apresentador de televisão e actor.

.
Até à sua morte foi director da Casa do Artista, sociedade de apoio aos artistas situada em Carnide, Lisboa, que fundou juntamente com Armando Cortez, entre outros.

.
Raul Solnado

Solnado começou a trabalhar em 1947 no teatro amador, na Sociedade Guilherme Cossul. Em 1952, estreou-se profissionalmente num show no Maxime e a partir daí não mais parou: opereta, revista, teatro clássico, cinema, televisão.
O grande salto deu-se na década de 60: o monólogo "A Guerra de 1908", estreado em Outubro de 1961, cedo passou a ser a guerra do Solnado.
Oito anos mais tarde, em 1969, com Carlos Cruz e Fialho Gouveia apresentou na RTP um programa inovador que se tornou um marco na programação televisiva: o "Zip-Zip". Na década de 60 criou de raiz e dirigiu o teatro Villaret.
A televisão trouxe-lhe muitos admiradores, como afirmou à imprensa, recordando outros êxitos de sua autoria, designadamente, "A visita da Cornélia" e "E o resto são cantigas" ou "Querido avô".

O Ministro da Finanças...

«Diário Insular»,
Angra do Heroísmo,
7.8.2009
.
Carta Aberta
by Joaquim Oliveira Baptista

Senhor Ministro das Finanças
Assunto: Liquidação n°2006 352238903 de IMI, ano 2006 Reclamação Graciosa nº 274720070400059.5

.
Completam-se amanhã 665 dias sobre a data em que a minha mulher, Maria Luísa Castro Parreira Oliveira Baptista, interpôs recurso hierárquico relativo à liquidação supra referida.
O assunto não é de somenos importância, na medida em que se trata de um acto de rapina generalizado perpetrado pelo Governo, via Ministério das Finanças, e que, de uma maneira ou de outra, atingiu ou atingirá, no futuro próximo, os mais de 100.000 contribuintes titulares de propriedade rústica, por mais exígua que esta seja!
No caso vertente, pelo facto de ter requerido (em 2005) o fraccionamento de um pequeno prédio rústico em 3 unidades, minha mulher constatou, estupefacta, que a colecta do referido prédio em 2006 (IMI 2006) sofreu um aumento de 3.659% (três mil seiscentos e cinquenta e nove por cento) relativamente ao IMI 2005!!
Tudo isto acontece, sr. Ministro, apenas e tão só porque a proprietária resolveu fraccionar o prédio em 3 unidades.
No historial da tributação da propriedade rústica, não haverá memória de um tão brutal aumento!!
Passados que estão 665 dias sobre a data do recurso, mantém-se o mutismo ministerial.
Indignados? - Estamos e muito!!
Surpreendidos? - Nem tanto.
- As nossas reservas quanto à sua perfomance no desempenho da função governativa, ficaram amplamente confirmadas quando, em 2007, milhões de portugueses e não só, souberam da decisão de um júri internacional e composto por personalidades altamente qualificadas: José Teixeira dos Santos acabava de ser eleito o PIOR entre os 27 Ministros das Finanças dos países que integram a União Europeia.
Dito de outro modo: V. Exa., na qualidade de Ministro das Finanças de Portugal, foi (e continua a ser) o mais RASTEIRO das Eminências Pardas com assento em Bruxelas, nos últimos 4 anos! Assim sendo, porque haveríamos nós de nos surpreender com mais este seu dislate?!
Não terminarei, sr. Ministro, sem lhe assinalar duas garantias:
A primeira é a de que não desistiremos de ser ressarcidos desta inqualificável prepotência (3.659% de aumento anual no IMI/06)
A segunda diz respeito ao próximo dia 27 de Setembro: Juntaremos os nossos votos aos dos milhões de portugueses que estão determinados a varrer da Governação deste País o "Engenheiro de Opereta” e o seu desastrado elenco ministerial.
Não se tratará de uma questão partidária.
- É um imperativo nacional.
.
Alguém quer acrescentar comentários?
Penso que não será preciso...
.
Lá estaremos em 27 de Setembro!...

Setubalense - 1958 - Outubro

01-10-1958
Notícias Pessoais
Seguiu hoje para a Bélgica, o nosso director adjunto.
Mercê de honroso convite do sr.Antoine Velge, ilustre Presidente do Conselho de Administração da SAPEC, partiu esta tarde, de avião, para a Bélgica,o sr. Guilherme Faria.
.

01-10-1958
Notícias Pessoais
Passa hoje o aniversário natalício do Sr. Capitão Ernesto Carrilho do Rosário.
.

01-10-1958
Militar
O Sr. Coronel Cerqueira Rocha deixa o comando do RI 11, por ter ido frequentar o curso de Altos Estudos Militares. Assumiu o comando o Sr .Tenente Coronel Joaquim Peraltinha.
.

04-10-1958
Notícias Pessoais
Não resistiu à grave colhida e faleceu ontem, com 39 anos, vítima de uma embolia, o conhecido forcado setubalense Manuel do Nascimento.
.

06-10-1958
Casamento
No dia 17 de Setembro realizou-se na Igreja de Santos o Velho, em Lisboa, o enlace matrimonial do Sr. Henrique José Sequeira Cabeçadas, distinto engenheiro chefe da sub-estação de Setúbal da Companhia Nacional de Electricidade... com a Sr.ª D. Maria Helena Gonçalves Valente.
.

06-10-1958
Notícias Pessoais
O Revº Padre José Estrangeiro despediu-se ontem dos seus paroquianos, com os quais esteve durante três anos.
.

08-10-1958
Movimento paroquial
A freguesia de S.Julião vai ter um novo prior, o Revº Padre Fernando da Silva Martins.
Nasceu nas Sarzedas, no distrito de Castelo Branco, a 1 de Fevereiro de 1924. Ordenou-se sacerdote em 6 de Junho de 1947 (deve ser 6 de Julho...), na Sé de Lisboa, tendo sido nomeado, logo após, director espiritual do Seminário de Santarém e, ultimamente, paroquiava a freguesia de Vaqueiros no mesmo distrito...
A sua posse realiza-se no próximo domingo, dando entrada solene na Igreja de S.Julião, pelas 11h 30m. Também por motivos da sua nomeação para Tomar, o Revº Padre David Paixão, prior da freguesia de Nª Srª da Anunciada, irá ser substituído neste cargo pelo Revº Padre António Baltazar Faria. Este sacerdote que nasceu em S.Domingos de Camões - Torres Vedras – no dia 4 de Outubro de 1922, foi ordenado na mesma data do seu colega e novo pároco de S.Julião e já pastoreou as freguesias do Seixal, Arrentela e Paio Pires. A posse realiza-se no domingo, 19 do corrente.

.
11-10-1958
Notícias Pessoais
O sr. Eng. António Rodrigues Adragão vai ser nomeado o novo Sub Delegado da Mocidade Portuguesa.
.

11-10-1958
Morreu o Bispo de Roma
Sua Santidade o Papa Pio XII, cardeal Eugénio Paccelli, morre em Roma.
.

20-10-1958
Liceu
A abertura solene das aulas no Liceu Nacional de Setúbal r
ealizou-se no dia 15 de Outubro.
Assumiu a presidência da sessão, efectuada na pretérita 4ªfeira, no ginásio do Liceu, o sr. Major Magalhães Mexia, presidente do município setubalense, que tinha a seu lado o sr. Capitão Jacinto Frade e a srª.D.Ausenda Caetano Pereira, professora e Sub-Delegada da MPF.
O sr. Dr. Mendonça e Costa agradeceu a presença das entidades e teceu várias considerações sobre o acto que estava a decorrer. Seguidamente fez a apresentação do conferente, sr. Dr. José Belchior Júnior que proferiu uma brilhante oração versando especialmente o problema educacional.
Procedeu-se, depois, à distribuição de prémios, pela seguinte ordem:
Luís Filipe Lemos Ferreira - Prémio Bocage (500,00) aluno mais classificado no 2º ciclo - 15 valores
Maria Fernanda Guerreiro Basso - Prémio Sociedade dos Amigos do Liceu (300,00) aluna mais classificada no 1º ciclo - 16 valores
Maria Conceição Oliveira e Cunha - Prémio Sociedade dos Amigos do Liceu (300,00) aluna mais classificada em História no 7º ano - 20 valores
Outros prémios:
Luís Filipe Lemos Ferreira - Prémio Rotary
Maria Conceição Oliveira e Cunha - Prémio Sapec

Maria Sofia Camarada Domingues - Prémio Grémio do Comércio
José Manuel Cardoso Ferreira - Prémio Grémio do Comércio
Maria Fernanda Guerreiro Basso - Prémio Grémio do Comércio
Eduardo Meneses Patrício Correia - Prémio Grémio do Comércio
.

20-10-1958
Casamento
Em Lisboa, na paroquial Igreja de Arroios, realizou-se, na 3ª feira, o casamento do Sr.Vitor Fernando Sequeira Cabeçadas... com a SrªD. Maria Teresa Correia Gonçalves Manique.
.

22-10-1958
Notícias Pessoais
A homenagem ao capitão Ernesto Carrilho do Rosário constituiu expressivo reconhecimento da sua múltipla e eficiente actividade social. Elogiaram o homenageado os srs. Mário Ascenção Ledo, Cor. Belarmino de Vasconcelos, comandante do Regimento de Artilharia, Dr. Mendonça e Costa, Dr.João Cavalheiro, Cap. Sirgado Maia... e Domingos Roque.
.

25-10-1958
Notícias Pessoais
Cap. Ernesto Carrilho do Rosário
Por ter sido extinta a Bataria Aérea de Mormugão ficou sem efeito a nomeação do sr. Capitão Ernesto Carrilho do Rosário que, conforme noticiamos, deveria partir brevemente para a Índia, como expedicionário. Deste modo, foi mandado regressar à bataria do Outão, da qual continua a ser o respectivo comandante.
.

27-10-1958
Notícias Pessoais
Agradecimento
Tendo concluído com aproveitamento os exames do 7ºano f) e de aptidão à Faculdade de Ciências quer tornar público o seu reconhecimento ao Director e Corpo Docente do Externato Frei Agostinho da Cruz e, em especial, ao sr. Dr. Raúl de Carvalho, mestre dedicado e conselheiro Amigo pelos ensinamentos proveitosos e sã camaradagem no decurso de seis anos de estudo.
Custódia do Nascimento Santos Romão
.

29-10-1958
Igreja
Foi eleito Papa, o Cardeal Angello Roncalli que adoptou o nome pontifício de João XXIII.
.

29-10-1958
Casamento
Na Igreja de S.João de Deus, em Lisboa, consorciaram-se a srª Drª Maria Teresa Tavares Rebelo... com o Sr.Dr. Eduardo Batalho do Soveral Rodrigues.
.

31-10-1958
Notícias Pessoais
Vice-Cônsul da Dinamarca
O sr.José Leão Estrela foi nomeado Vice-Cônsul da Dinamarca, por portaria inserta no Diário do Governo.

07 agosto 2009

Igreja Matriz de Estreito

Igreja de São João Baptista
No Estreito - Concelho de Oleiros


Muito bonita a Igreja Matriz do Estreito
Foto tirada em 15 de Maio de 2004
.
No interior, na parede oposta à entrada, duas imagens:
Uma figura simples em contraste com a parede de fundo,
.
um Cristo crucificado
.
e a imagem do Santo Padroeiro numa escultura
moderna e magnífica
.
um S.João Baptista estilizado
.
Ah!... Também aqui se encontra o Senhor Padre de Estreito
que interrompeu a cerimónia que ali decorria
para me "mostrar o cartão amarelo"... e me dizer
que eu não podia fazer fotografias enquanto ele ali estivesse "a trabalhar"!
(os termos não foram bem estes...)
"Conversámos um pouco", depois da cerimónia ter terminado...
As duas fotos do interior da Igreja foram tiradas em 7.Ago.2004
(faz hoje cinco anos.)

06 agosto 2009

O Hugo deixou de sofrer...

Deixou-nos ontem, cerca das 20 horas.
.
"Uma noticia triste.
Faleceu o nosso amigo Hugo Silva.

Já estava a sofrer bastante...
Paz á sua alma."
(lia-se na mensagem que recebi)


O Hugo Silva

Só hoje tive conhecimento desta triste notícia... que se aguardava há uns tempos.
Estive pela última vez com o Hugo em Fevereiro, na quinta do Dâmaso (Santiago do Cacém), em 21 de Fevereiro, mas falei com ele há algumas semanas atrás, numa conversa telefónica na qual demonstrou a esperança que tinha em superar a doença terrível que sobre ele se abateu...
A Esperança é a última a morrer...
Requiescat in pace!...

.
O Liceu Nacional de Setúbal, onde entrou no ano-lectivo de 1952/53, perde mais um dos seus antigos estudantes.
As reuniões dos Antigos Alunos, que todos os anos organizava no primeiro sábado de Maio, vão sentir muito a sua falta...
.

Provavelmente o corpo estará hoje na capela do Socorro.

As minhas fotos preferidas...

Évora
08 02 2000

Figura popular

05 agosto 2009

Então como é?!...

Governo abre excepção para promoções dos dirigentes do Estado
.
Os dirigentes da função pública podem progredir na carreira sem avaliação, ao contrário do que está previsto para os restantes funcionários.
O Governo confirmou esta semana que as progressões na carreira dos dirigentes do Estado não estão dependentes da avaliação feita ao seu desempenho, ao contrário do que acontece com a generalidade dos funcionários públicos.
O esclarecimento surge no site da Direcção-Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP), onde se lê que a subida na escala salarial dos dirigentes "não depende da avaliação de desempenho correspondente". Assim, por cada três anos seguidos em comissão de serviço, o dirigente terá direito a subir na escala remuneratória

.
Denise Fernandes
in Diário Económico
05/08/09 00:10
.

...Com medo de avaliações negativas?!...
ou as razões são outras?