31 maio 2011

D.Manuel Martins...

... o antigo Bispo de Setúbal falou para a Antena1

D.Manuel Martins

«Vejo esta crise com muita apreensão, com muito desgosto, com alguma vergonha. Estou convicto que esta crise era evitável se à frente do país estivessem pessoas competentes, isentas, pessoas que não se considerassem responsáveis por clubes, mas que se considerassem responsáveis por todo um povo, cuja sorte depende muito deles. E fico muito irritado quando, por parte desses senhores, que nós escolhemos e a quem pagamos generosamente, vejo justificar que esta crise impensável por que estamos a passar, é resultante de uma crise mundial. Há pontas de verdade nesta justificação. Esta crise, embora agravada por situações internacionais, é uma crise que já podia ter sido debelada por nós há muito tempo, se nós não andássemos a estragar o dinheiro que precisávamos para o pão de cada dia.

(...) Estas situações, da maneira como estão a ser agravadas e, sobretudo, da maneira como estão a ser mal resolvidas, podem ser focos muito perigosos de um incêndio que em qualquer momento pode surgir e conduzir a uma confrontação e a uma desobediência civil generalizadas.

(...) Mete-me uma raiva especial quando vejo o governo a justificar as suas políticas e as suas preocupações de manter e conservar e valorizar o estado social do país. Pois se há alguém que esteja a destruir o estado social do país, é o governo, com o que se passa a nível da saúde, a nível da educação, a nível da vida das famílias, dos impostos, dos remédios, mas que tem só atingido as pessoas menos capazes, enfim as pessoas que andam no chão, as pessoas que estão cada vez com mais dificuldades em viverem o dia-a-dia, precisamente por causa destas medidas do governo.»
D. Manuel Martins, antigo Bispo de Setúbal.

30 maio 2011

Eles foram meus alunos...

Numa Reunião de Antigos Alunos
do Liceu Nacional de Setúbal,
realizada no dia 26 de Maio de 1984.

Conversando com o antigo professor de Moral, Padre Fernando da Silva Martins, a Vitória Nascimento e o Francisco Neto (de pé) têm por "testemunha" a Helena Horta, da Palhota (Pinhal Novo), em primeiro plano.

29 maio 2011

Onde pára a"Referência"?!...

Para tristeza de todos nós, o "Público" continua em queda livre no que respeita a ser um "jornal de referência"...


José Queirós

O Provedor do leitor, José Queirós, dedica hoje a sua "página dos Domingos", aos lamentos que muitos leitores fizeram chegar até ele, sobre uma notícia sem escrúpulos que um jornalista da casa escreveu esta semana... sobre Catroga.
Sob o título " Quando a notícia desautoriza o título", a que acrescentou, como destacado, "O caso da "empresa ligada a Catroga" como exemplo de atropelo à isenção jornalística", diz José Queirós, no início do seu texto:
.

"Na passada quarta-feira foi publicada neste jornal uma notícia exclusiva, intitulada, a toda a largura de uma página, "Ministério do Ambiente enviou à PGR denúncia contra empresa ligada a Catroga".
.
O interesse público do que nela é relatado não suscita dúvidas...

(...) No entanto, a publicação desta notícia suscitou críticas - que considero inteiramente justificadas - de vários leitores. Em causa está sobretudo o título escolhido, que envolve directamente o ex-ministro do PSD Eduardo Catroga no que o antetítulo define como um caso de "suspeitas de subfacturação". E o problema agrava-se com o título da chamada de capa ("Queixa contra empresa de Catroga na PGR"), que só pode ser considerado enganador e abusivo face ao que se relata na notícia.
.
Uma denúncia anónima, apontando ilegalidades à gestão da empresa Sisav, detentora de uma licença para a exploração de um centro de tratamento de resíduos perigosos
A Sisav tinha nessa altura dois accionistas principais: o grupo Egeo, em posição maioritária, e a empresa Sapec, presidida por Eduardo Catroga (que nunca integrou a administração da Sisav). Documentos internos consultados pelo PÚBLICO dão notícia de um conflito entre as duas partes, em Outubro passado, com a Sapec a acusar a Egeo das irregularidades agora denunciadas e a exigir uma auditoria às contas. O conflito terá sido resolvido com a recente venda da participação accionista da Sapec à Egeo, um acordo que terá incluído a não realização da auditoria. A presidir à administração da Sisav está, desde Dezembro, Júlio Castro Caldas (outro ex-ministro, mas do PS), que nega as acusações de subfacturação

(...) Mas os mesmos factos não autorizam de modo algum os títulos escolhidos, que não podem deixar de ser lidos como envolvendo Catroga (e só ele, no plano individual) nas suspeitas sobre actos ilegais que ele próprio, afinal, terá condenado.
(...)

" Por isso, explica o jornalista em causa, "pareceu-me justificado, admito que mal, o destaque dado ao nome" do ex-ministro, "porque se trata de um gestor que, enquanto político, tem agora altas responsabilidades no futuro dos portugueses ".
E o Provedor do Leitor do Público continua:
É com isto que não posso estar de acordo. O que estaria sempre errado face aos elementos de informação disponíveis - destacar o nome de Catroga como alvo de uma denúncia de práticas que ele próprio terá criticado - torna-se francamente inaceitável
.
Este é um caso em que títulos desajustados, que muitos leitores terão motivo para considerar tendenciosos, mancham uma notícia e põem em causa a reputação de independência e isenção de um jornal.
.

Agora também eu poderia fazer aqui uma pergunta que eu acho pertinente.
Por que razão os "artigos de fundo" e os "editoriais" deixaram de ser assinados pelo seu autor, após a saída de José Manuel Fernandes?!... Medo de assumir? Falta de responsabilidade?! Ou outra qualquer razão que me passa ao lado?!...

Cor.Carvalho Fernandes

Faleceu ontem à tarde o Sr.Coronel Carvalho Fernandes .
Tinha 88 anos (02 09 1922 - 28 05 2011)

Cor.José Alves de Carvalho Fernandes

Mais um bom Amigo que partiu...

Um abraço sentido de condolências para a Família, que deixo entregue à Helena Maria.
.

O corpo estará presente, a partir das 14h30m de hoje, na Igreja de S.Paulo, em Vanicelos.

Beira Baixa - Junho - 1963

02/ Junho
Pró Arte
Concerto de Vasco Barbosa
No Salão da Biblioteca do Liceu Nacional de Castelo Branco, realizou-se no passado dia 26 do passado mês, o 55º Concerto da Delegação da Pró Arte, na nossa cidade.
Com uma assistência mais numerosa do que a habitual, mas a que faltou o elemento oficial, fez-se ouvir pela quinta vez nesta cidade, depois de lhe ter sido prestada carinhosa homenagem, o grande violinista Vasco Barbosa, há pouco tempo regressado do estrangeiro, acompanhado ao piano por sua irmã, a pianista Grazi Barbosa.
No concerto, da alto nível, foram executados com bastante maestria e virtuosismo, peças musicais de Mendelson, Glazunov, Suk, Luis Gomes e Sarasate.
Em extra, e como brinde final, deu-nos ainda o laureado violinista, a “Dança da Vida Breve” e a “Dança do Amor Bruxo” do compositor espanhol Manuel de Falla, segundo transcrição de Fritz Kreisler e Komansky.
.
02/ Junho
Acampamento da Mocidade Portuguesa Feminina, na Quinta da Feiteira.
O Centro nº1 (Liceu), da MPF, realizou sob a direcção da sua Directora, Sr.ª D.Maria Helena Arez, um acampamento na Quinta da Feiteira, de que é proprietário o Sr. Dr. João Caetano Abrunhosa e no qual participaram quinze filiadas.
As filiadas que jantaram e pernoitaram no acampamento, realizaram na noite da chegada a “Chama da Mocidade”, à qual assistiram a Subdelegada Regional, Sr.ª Dr.ª Cacilda Namorado de Carvalho, professora do Liceu de Castelo Branco e outras individualidades.
As filiadas deslocaram-se no dia seguinte a Escalos de Cima, a fim de assistirem à missa, após o que regressaram ao acampamento onde almoçaram, tendo o mesmo sido visitado, entre outras individualidades, pelos Srs. Delegado Distrital da MP, Dr. José Catana Diogo, Dr. António Queiroz, Director da Escola Técnica, Dr. Francisco Palmeiro, Director do Instituto de Santo António, Dr. Monteiro Romão e outros dirigentes da Mocidade Portuguesa.
.
09/ Junho
A humanidade ficou de luto
O papa João XXIII morreu.
Transcreve-se o “telegrama enviado pelo Sr. Bispo D. Agostinho de Moura, ao Cardeal Carmelengo”.
.
09/ Junho
Museu
O Sr. Dr. Fernando de Almeida, foi nomeado Director do Museu Regional Tavares Proença Júnior.
.
09/ Junho
Dr. Manuel Alfredo Morais Martins
Esteve, no passado domingo, na nossa cidade, de visita à sua família, o nosso muito estimado amigo e assinante, Sr. Dr. Manuel Alfredo Morais Martins, Secretário-Geral do Governo de Angola.
.
16/ Junho
“Em visita oficial, chega hoje a Castelo Branco, o Chefe de Estado”
.
16/ Junho
“Pelourinho” – Perguntas indiscretas
Mais um verão, mais um inverno, mais uma primavera, mais um outono e o Campo da Pátria naquele estado de abandono.
Não há por aí ninguém de direito que olhe por aquela vergonha?
.
16/ Junho
Manuel Augusto da Cunha Tavares
Já se encontra restabelecido de uma intervenção cirúrgica a que foi submetido na Casa da Saúde de S: João de Deus, pelos Srs. Drs. Sousa Lé e António Carriço, o nosso muito estimado amigo e assinante Sr. Manuel Augusto da Cunha Tavares.
.
23/ Junho
A João XXIII sucede Paulo VI, na pessoa do Cardeal Montini, Arcebispo de Milão.
.
23/ Junho
Durante a IV Reunião dos Delegados de Saúde do Continente, realizado em Castelo Branco, foram debatidos importantes problemas de Saúde Pública.
O Sr. Dr. José Lopes Dias apresentou um brilhante estudo sobre “Bócio endémico”.
.
23/ Junho
Grandioso êxito da Orquestra Típica Albicastrense, no Pavilhão dos Desportos da cidade do Porto.
Uma agradável exibição da Orquestra Típica Albicastrense – um dos grupos mais representativos do folclore e da etnografia das nossas províncias. A sua apresentação constituiu um êxito” (Primeiro de Janeiro).
.
30/ Junho
Com a presença do Ministro da Saúde e Assistência foram encerrados os trabalhos da IV Reunião de Delegados de Saúde do Continente e inauguradas as instalações da Escola de Enfermagem de Castelo Branco.
.
30/ Junho
“Pelourinho” – Perguntas indiscretas.
1. Não haverá possibilidade de se proceder a duas regas semanais,
pelo menos, das ruas da cidade, durante a época calmosa que se
está atravessando?
.
30/ Junho
Um disco gravado, da Orquestra Típica Albicastrense.
Deslocaram-se anteontem a Castelo Branco, com o fim de proceder à gravação de um disco de música folclórica, executado pela Orquestra Típica Albicastrense e seu coro misto, os serviços técnicos da Casa Figueiredo, do Porto.
A gravação realizou-se na Biblioteca do Liceu Nacional de Castelo Branco, por amável cedência do seu Reitor, Sr. Dr. José Catanas Diogo.
.
30/ Junho
Dr. Simplício Barreto Magro
Perfez ontem um ano que tomou posse do cargo de Governador Civil do nosso Distrito, o Sr. Dr. Simplício Barreto Magro a quem apresentamos os nossos respeitosos cumprimentos.

28 maio 2011

Aos meus amigos que adoram cães...

"A razão de os cães terem tantos amigos é que movem as suas caudas mais do que as suas línguas!..."
.
Autor desconhecido

As "bonecas" de Jean Bellus...

Humor antigo
com o traço de
Jean Bellus


- Logo que os pequenos casem, já os podemos deixar sair à noite, sozinhos!

27 maio 2011

Uma voz desassombrada...


Na sua coluna de opinião às sextas-feiras, no "Público", Luis Campos e Cunha, que chegou a ser ministro de Sócrates mas, logo no início, "lhe deu com os pés", fornece-nos uma curiosa alternativa à votação no "ainda chefe do governo"...

Luís Campos e Cunha

Diz ele, em certa altura: "Para que não fique a ideia de que defendo o voto branco ou nulo em substituição de uma escolha partidária, faço notar que esta eleição é um verdadeiro referendo a Sócrates, que nos levou à bancarrota e à mendicidade internacional.
Como Carlos Fiolhais defendeu, a democracia também serve para afastar os que não servem: e Sócrates não serviu nem vai servir.
"Se a escolha em Portugal fosse, por hipótese, entre o actual primeiro-ministro e o Rato Mickey, eu não hesitaria em votar no boneco da Disney." Defendo o voto branco ou nulo como alternativa ética e política à abstenção.

Romagens de Saudade...

11ª Romagem
08 06 2011


Maria Emília, Maria Regina e Teresinha Tarouca.
Um “regresso” ao Lar da Praça Velha.

Escrito no vento...

"As lágrimas acontecem...
Suporta, queixa-te, mas continua.
As únicas pessoas que estão connosco a vida inteira somos nós mesmos.
Mostra estares vivo enquanto estiveres vivo."
.
Autor desconhecido

26 maio 2011

Não esqueçam!...

A 18ªRomagem
vai acontecer em
Castelo Branco
nos dias 17, 18 e 19 de Junho/2011
.
Já falta menos de um mês!...

Padre Albano...

Lembro-me bastante bem do Padre Albano, não só pelo cargo que por aquela altura (1942/43) desempenhava, ligado à Acção Católica uma vez que foi seu assistente diocesano, mas principalmente por ter conhecimento de que o padre Albano Vaz Pinto era irmão da D. Luisa Vaz, minha professora no Jardim Escola João de Deus. em Castelo Branco.

Padre Albano da Costa Vaz Pinto


Por essa altura, nós morávamos na rua das Constituintes (hoje, rua dos Peleteiros) mesmo em frente do "velho e degradado palacete" onde tinha a sua sede toda a Acção Católica. Ara ali que brincávamos e passavamos os nossos tempos desempenhando já "tarefas úteis", enquadrados por "rapazes mais velhos que já trabalhavam" e todos nós "enquadrados por um superior hierárquico", regra geral uma figura ligada à Igreja.
Mais frequentado pelos rapazes da JOC, aquele edifício albergava também os "Escuteiros de Castelo Branco" e tanto uns como outros dedicavam uma boa parte do seu tempo livre às actividades daquelas instituições. Lembro-me muito bem do Adrião, do Alberto Morcela, do Riscado, do João Nogueira e de outros mais... que marcaram bem aquela época na nossa cidade e serão recordados pelo enorme civismo com que desempenharam as diversas funções que foram chamados a desempenhar, durante as suas vidas. Se bem me recordo, o Padre Albano esteve ligado a estas instituições nos seus primeiros anos de sacerdote. Por aquela altura não teria ainda 30 anos.
.
O Cónego Albano da Costa Vaz Pinto foi um estudioso nato. Obteve quatro licenciaturas e fez um doutoramento.
Foi Fundador e proprietário do Jornal Reconquista - 13 de Maio de 1945

.
Albano da Costa Vaz Pinto nasceu a 21 de Novembro de 1913, em Póvoa de Rio de Moinhos tendo vindo a cursar Ciências Económicas e Sociais na École Pratique des Hautes–Études, na Sorbona, Paris. Terminou os seus estudos em 1935 e foi professor em Alcains e em Castelo Branco.

Foi pároco de S. João de Abrantes, professor do Seminário e do ensino técnico e liceal, em Castelo Branco, assistente diocesano da Acção Católica e assistente provincial da Mocidade Portuguesa.

Como Sacerdote, ao longo de 40 anos, foi um homem dedicado e com capacidade empreendedora, tenaz e empenhado nas obras que levou a cabo. Em 1948 foi transferido para Castelo de Vide, vila onde prestou relevantes serviços apostólico – comunitários, dos quais devemos destacar: a construção e fundação do Externato de Nossa Senhora da Penha, do qual foi o primeiro director, a fundação do jornal “Notícias da Minha Terra”, inúmeras obras de assistência social, tais como a construção de casas para pobres (relevando-se o Bairro de São Paulo) ou a assistência a pessoas idosas, o forte empenho na preservação do património artístico e religioso de Castelo de Vide, a promoção e realização do Congresso Nacional do Sagrado Coração de Jesus e a criação do Centro Diocesano Pastoral em Castelo de Vide

Albano Vaz Pinto deixou igualmente vasta obra publicada, da qual podemos destacar, “Reparação e Amor”, 1944; “Meditações da Acção Católica” (tradução e adaptação), 1º Vol em 1948, 2º Vol em 1958 e “Sonhar para Viver”, e ainda colaboração em Reconquista, semanário de Castelo Branco, do qual foi fundador e primeiro director, na "Lúmen", e no "Distrito de Portalegre".

Este sacerdote pedagogo e jornalista, faleceu a 25 de Fevereiro de 1976, após alguns anos de doença e de um episódio infeliz, um ano antes da sua morte, paradoxalmente num momento em que Castelo de Vide vivia a Semana Santa, tendo a agitação popular falado mais alto que o respeito devido à Instituição e ao homem que a servia e representava.

Da obra realizada, releva-se a construção do Colégio hoje Escola Garcia d’Orta, instituição responsável pela formação e instrução de diversas gerações de homens e mulheres castelo-videnses e da região.

.
Sei agora que o Padre Albano foi mais uma vítima da "bandalheira" do post 4/74.
O "povão é quem mais ordena..."
Para que conste!...

25 maio 2011

...Lurdes Rodrigues e as Novas Oportunidades.

Na coluna de Santana Castilho, na edição do Público de hoje,
há uma resposta "para a ex-ministra que deu cabo do Ensino".
Hoje, Maria de Lurdes Rodrigues "leva a sua conta"...
.
"Há centros de formação sérios e que funcionam bem. Mas não são, infelizmente, a regra." destaca-se em sub-título.
.
Diz, em dada altura, Santana Castilho que "...é simples demagogia, pois, o que escreve a ex-ministra da Educação, quando afirma que se chamou "ignorantes aos adultos que frequentam o programa".

Santana Castilho

Quando se fala de diplomar a ignorância, refere-se, por exemplo, a atribuição de um certificado de ensino secundário a alguém que, ao redigir uma das famosas dissertações autobiográficas da ordem, se expressa como ilustrado neste naco de prosa, transcrito de um documento que serviu para certificar:

"... Como já disse anteriormente tenho um filho e uma filha, em que ele è mais velho cinco anos ... Ando sempre a fazer-lhe ver as coizas. até já lhe tenho dito se tiver a inflicidade de falecer nôvo paça a ser ele o homem da casa e tomar conta da mãe e mana, mas para ele é difícil de compreender as coisasezes mas tantas vezes lhe faço ver as coizas que acabo por compreender as situações e acaba por me dar razão e por vezes até me pede desculpa e que para a procima já não comete os mesmos erros. Ele tem o espaço dele com a mãe em que não me intrumeto, desde mimos e converças porque graças a Deus nem eu nem ele temos siumes um do outro com a mãe..."
.
Quando o designado "júri" certificou este candidato, a prosa transcrita estava certamente corrigida por um professor escravizado, com filhos para alimentar e renda de casa para pagar, contratado à jorna por um CNO (Centro de Novas Oportunidades), que só é financiado pela famigerada ANQ (Agência Nacional para a Qualificação) se "cumprir os objectivos", isto é, se emitir x certificados de nível básico e y de nível secundário. O problema é que a um candidato que se expressa assim seja outorgado um certificado de ensino secundário. O problema entende-se vendo as dezenas de milhões de euros gastos em publicitar este logro e retrocedendo na lógica socialista: se não se certificam os candidatos, os centros não têm clientes; se os centros não têm clientes, nem cumprem os objectivos, não recebem dinheiro; se não recebem dinheiro não pagam aos professores contratados à jorna; e se estes não alinham no logro, a sua subsistência complica-se e a dos filhos também. É a vida a evidenciar a lógica da gestão por objectivos, sem ética. Mas não é destas oportunidades que os cidadãos e o país carecem. Maria de Lurdes Rodrigues e seguidores chamam elitistas aos que não confundem a qualificação séria com a certificação da fraude pedagógica.
.
Será preciso dizer mais?!...

Romagens de Saudade...

11ª Romagem
em 08 06 1991

Nas escadinhas da Câmara Municipal após a Recepção no Salão Nobre
Em primeiro plano, a Irene Rodrigues, o casal Carlos Vieira (Vivó Benfica!...), o Domingos Morão, o Armando Henriques da Conceição, o Agostinho Belo e o Miguel Athayde Queiroz
Um pouco mais atrás, à esquerda, outro Belo, o Tó Zé Pires Antunes e o Raimundo.

Aos meus amigos que adoram cães...

"A minha meta na vida é ser uma pessoa tão boa como o meu cão acredita que eu seja..."
.
Autor desconhecido

24 maio 2011

Escrito na pedra...

No "Público"
em 23.05.2011
.
"O país não precisa de quem diga o que está errado; precisa de quem saiba o que está certo."
.
Agustina Bessa Luís
1922 -
Escritora portuguesa

Parabéns!... 24 de Maio

A Gabriela faz anos hoje!...
Mil parabéns e um dia cheio de prendas.

DrªMaria Gabriela Peladinho Costa

E a flor ilude...

Um poema de
Pedro Homem de Melo
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxPedro Homem de Melo


Anoitecer
.
Um dia, pus o pé na juventude.
O ramo estava em flor. E a flor ilude…
.
Embriagou-me a luz, a cor e o aroma,
Como se tudo fosse uma redoma.
.
Olhei de frente para o meu espelho
E vi um cravo! O cravo era vermelho…
.
Depois, fiquei-me a olhar, a olhar, a olhar…
Ai! Sem dar fé de que subia o mar!
.
E veio a idade – imóvel movimento –
- Nuvem calada que me trouxe o vento…
.
in. “Eu hei-de voltar um dia
1966

Romagens de Saudade...

10ª Romagem
em 02 06 1988

O saudoso Armindo Taborda, a Luisa Justa e o mano Olímpio
após as inscrições no Posto de Turismo
e antes da Serenata na Praça Velha.

23 maio 2011

A "conversa" do Sócrates...

Sócrates tem os filhos em colégios privados, Pedro Passos Coelho tem as filhas em escolas públicas.

O "ainda" primeiro ministro

O mundo está às avessas?! Só para quem anda distraído...

José Sócrates acusa Pedro Passos Coelho de não querer escolas públicas boas. Com essa acusação, Sócrates, o dissimulado, quis fazer-se passar como o paladino da escola pública. Só que os factos desmentem Sócrates.
José Sócrates tem os dois filhos, Eduardo e José Miguel,
em colégios privados de elite: Colégio Moderno e Colégio Alemão.
Pedro Passos Coelho, ao invés, tem as duas filhas, Joana e Catarina, em escolas públicas.
É tempo de os professores ( e não apenas...) verem a realidade para além das aparências, das mentiras e das ilusões plantadas pela cegueira ideológica.
E José Sócrates não é o único dirigente socialista com os filhos em escolas privadas. Difícil é encontrar um que não os tenha em colégios privados acessíveis apenas à elite.
Que haja professores ( e muitas outras pessoas...) que ainda acreditam nas patranhas de José Sócrates sobre a sua pretensa defesa da escola pública mostra apenas o poder dissimulador da cegueira ideológica.

(Circula na Net)

Setubalense - 1962 - Setembro

12 de Setembro
Vitória FC
O Chefe do Estado, Sr.Almirante Américo Tomás, foi eleito por aclamação Presidente honorário do Vitória FC.
.
17 de Setembro
Vitória FC
Manteve-se a tradição
Não foi a equipa da "casa" que venceu o joga da inauguração.
Vitória 0 - Académica 1
Vitória - Mourinho, Polido, Galaz (João Rezende), e Emídio Graça; Alfredo e Jaime Graça; Quim, Moura, Pepe, Teixeira e Mateus.
Académica - Américo, Curado, Leonel; Almeida, Wilson e Torres; Crispim, Jorge, Lourenço, Gaio e Rocha.
O Festival da inauguração do Estádio rendeu cerca de 200 contos.
.
22 de Setembro
Cultura
Abre hoje a Exposição de Pintura da Tertúlia Cultura, Ciência e Saber, no Clube de Campismo de Setúbal, constando de 55 quadros assinados pelos jovens artistas Helder do Nascimento Gouveia e José Filipe Martins.
.
22 de Setembro
Vitória FC
O Vitória empatou em França com o Saint Etienne (1-1), anteontem.
.
24 de Setembro
Vitória FC
Taça dos Vencedores das Taças
Num jogo em que um dos adversários apenas teve a defesa em dia normal, o resultado está certo.
Vitória, 0 - Saint Etienne, 3

Romagens de Saudade...

11ª Romagem
em 08.Jun.1991

Luís Marçal Grilo, Júlio Geirinhas e Armindo Taborda
antes da "Sessão de Boas Vindas aos Romeiros",
que decorreu na
Escadaria do Liceu Velho.

22 maio 2011

O democrata Sócrates...

Na sua coluna "Opinião"
Vasco Pulido Valente

escreveu esta manhã.

Vasco Pulido Valente

"Mas, pelo menos no meio da balbúrdia tradicional, houve uma oportunidade de observar Sócrates sem máscara e sem pose… Não se pode dizer que o espectáculo tenha sido edificante ou tranquilizador.

Sócrates trouxe a cartilha completa da sua extraordinária campanha: a crise de 2008, o terrível crime do PEC IV, o horrendo perigo que hoje corre o "Estado social", o radicalismo do PSD e a impreparação de Passos Coelho. Enfim, a história do costume. O que seria só patético, se esta miserável cartilha não viesse misturada com uma sistemática tentativa de intimidação do público e do adversário, com truques de feira para impressionar a populaça
.
(…) Sócrates não hesita perante os mais baixos processos polémicos, que provavelmente supõe uma prova do seu admirável talento. As regras da lógica e do jogo limpo não o convencem.

Não me admirei. Ainda na véspera (ou antevéspera) vira uma cena quase tão instrutiva como o próprio debate.
Numa conferência qualquer, um espectador, Peter Villax, de resto um indivíduo bem-educado e calmo, resolveu declarar directamente ao primeiro-ministro que nem sempre "os seus actos (do primeiro-ministro) reflectiam as suas palavras".
.
Sócrates, de cabeça perdida, respondeu a Villax que não lhe "reconhecia nenhuma autoridade moral" para o criticar. E proibiu mais perguntas.
É este o homem em que muita gente se prepara para votar.

Votará. Mas não vota num democrata.

Sócrates promete "elevação"...

Referindo-se aos seus adversários políticos sempre como "eles", Sócrates evocou a revisão constitucional proposta pelo PSD, a educação e o Serviço Nacional de Saúde para "colocar em causa os pilares do Estado Social", em nome de "programa liberal que tem um preconceito ideológico contra o Estado."

"É um aventureirismo que tem de ser denunciado", sublinhou.
.
Antes das críticas, o primeiro-ministro demissionário prometeu fazer uma campanha eleitoral "com o mesmo espírito de sempre: com nobreza e com elevação".
.
Contudo, o eurodeputado Capoulas dos Santos acabara de atacar o PSD com estes mimos: "Trauliteiro, intolerante e demagógico".
.
Bem prega Frei Tomás... Nem sempre os seus actos reflectem as suas palavras... como lhe disse, há uns dias atrás e cheio de razão como se vê, o cidadão Peter Villax!

Já começou a aparecer…

Margarida Gomes e Nuno Simas assinam, no “Público” um artigo a que deram o título:

“Santana Lopes “um bocadinho mais optimista” pede uma “votação expressiva” para Pedro Passos Coelho”

Pedro Santana Lopes

O mito da invencibilidadede Sócrates acabou, disse o ex-lider do PSD.”
.
Porque será que Pedro SL só começou a “aparecer” agora, após a vitória convincente de Passos Coelho sobre Sócrates no debate televisivo da última sexta-feira?! Por onde tem andado o Pedro Santana Lopes?!!!...
Será que está “ansioso” por ver uma luz ao fundo túnel imenso que tem estado a atravessar?...
Esperamos que haja “contençãode sua parte e, mais ainda, que haja “contenção” por parte do futuro primeiro ministro… Amigos "de circunstância"… só à distância!

... e bem controlados!

Um "homem cheio de força"...

...e cheio de "confiança" nos eleitores do Alentejo
.
Hoje, dia 22 de Maio, no “Público” num artigo assinado pelas jornalistas Maria José Oliveira e Rita Siza.

O "ainda" primeiro ministro (demissionário...)

"Sócrates pede confiança aos alentejanos perante uma plateia mobilizada em Lisboa."
.
Autocarros oriundos de Lisboa trouxeram os participantes do comício que marcou o arranque da campanha socialista, ontem, em Évora.
.
Vim aqui pedir o apoio e a confiança dos alentejanos” disse Sócrates. “o governo PS nunca virou a cara ao Alentejo” lembrou. Porém, na Praça do Giraldo, onde decorreu o comício, alentejanos eram poucos
Nas bancadas e também na plateia abundavam cidadãos de origem africana e asiática, a maior parte deles trazidos pelo PS em camionetas desde Lisboa. Pelo menos seis autocarros partiram da capital, alguns com militantes da secção mais antiga do PS, na Avenida Almirante Reis e outros com “indianos do Martim Moniz” explicou ao Público Ana Maria, socialista com as cotas em dia há 22 anos…
.
Então, Sócrates?!!... É assim que tu “brilhas” ???!!!...

Romagens de Saudade...

10ªRomagem
Foto obtida em 3 de Junho de 1988
no Parque dos Loureiros

O Bispo Emérito de Angra, D.Aurélio Granada Escudeiro,
o Padre Aurélio professor de Moral do Liceu nos anos 50,
ladeado pelos antigos alunos jjmatos e Maria Amélia Rascão.


A 18ªRomagem tem lugar em Castelo Branco nos dias 17, 18 e 19 de Junho/2011

Não te esqueças!

Aos meus amigos que adoram cães...

"Se o teu cão está gordo, tu não estás fazendo exercício suficiente".
.
Autor desconhecido

21 maio 2011

Romagens de Saudade... Vanda Rui Olímpio

10ª Romagem
02 Junho 1988

A Vanda, o Rui Versos e o Olímpio
na primeira noite da Romagem, após a "inscrição"

As "bonecas" de Jean Bellus...

Humor antigo
com o traço de
Jean Bellus

- Se tivéssemos uma bola era muito mais interessante...

20 maio 2011

Romagens de Saudade...

17ª Romagem
Castelo Branco
23 Maio 2008

A Maria Onémia e o Mendes Jorge com o Antunes Valente e a Nini Licciardello na Escadaria da Câmara Municipal, após a foto Clássica dos Romeiros.
Desta vez não vamos ter a presença do "casal setubalense" que deverá estar em Itália, por essa altura.

Eles foram meus alunos...

... Foto obtida em 13 de Abril de 1985, numa visita de estudo a Sintra.


Inês Ricardo e Marta Shirley
alunas do 10ºAno, no Palácio da Pena.

Romagens de Saudade...

10ª Romagem
03 Junho 1988

A Luisa Justa e a Vanda

19 maio 2011

Durão Barroso?!!!...

Em 19 05 2011
09h:45m
CNN dá Barroso como candidato à liderança do FMI
.
A cadeia de televisão norte-americana sugere Durão Barroso para a presidência do FMI após a demissão de Dominique Strauss-Khan


Durão Barroso

.
O presidente da Comissão Europeia, o português Durão Barroso, é um dos nomes apontados pela CNN como provável sucessor de Strauss-Khan no cargo de director-geral do FMI, avança a TSF.
A rádio explica que, esta manhã, no noticiário da CNN, o correspondente em Bruxelas da televisão norte-americana citava o nome de Durão Barroso, entre outros como prováveis para a sucessão de Strauss-Kahn.
Dominique Strauss-Kahn demitiu-se ontem do cargo de director-geral do FMI, depois de ter sido acusado de tentativa de violação.
O FMI revelou hoje em comunicado que "Dominique Strauss-Kahn informou hoje [ontem] o conselho executivo da instituição financeira com sede em Washington sobre a sua intenção de se demitir como director-geral com efeitos imediatos".
Na carta enviada ao FMI, Strauss-Kahn diz que é com "profunda tristeza" que apresenta a sua demissão.
E justifica: "Quero proteger esta instituição, que servi com honra e dedicação, e sobretudo - principalmente - quero dedicar todas as minhas forças, todo o meu tempo e toda a minha energia para provar a minha inocência".

Aos meus amigos que adoram cães...

"Se os cães não vão para o céu, quando morrer quero ir para onde eles vão..."
.
Um "garoto" anónimo

Romagens de Saudade...

11ª Romagem
08.06.1991
Picnic na Capinha


Maria Irene dos Reis Bravo (Mota Campos) e Luis Marçal Grilo.

18 maio 2011

Circula na net...

4ªfeira - 18 Mai 2011 - 15:49
E se o Strauss-Khan tivesse tentado violar uma empregada de hotel portuguesa?

Strauss-Kahn, o Senhor FMI


"A empregada dificilmente faria queixa, com medo de represálias, designadamente de ser despedida.
Se a empregada fosse destemida, estivesse farta do emprego e fizesse queixa na polícia, o mais provável é que o polícia lhe dissesse para ter juízo e não se meter com trutas e ela desistia da queixa.
Se o polícia fosse chanfrado e/ou completamente inexperiente e desse seguimento à queixa, o mais provável é que Strauss Khan já estivesse a meio caminho de Paris quando a polícia chegasse ao aeroporto para o interpelar.
Se, por um bambúrrio de sorte, a polícia o conseguisse prender antes de ele sair do país, o mais provável seria ele ser ouvido por um magistrado que lhe fixava termo de identidade e residência, sendo que ele, na primeira oportunidade, punha-se a milhas porque tem mais que fazer do que aturar juízes atacados por excessos de zelo.
Se, por alguma razão inexplicável, o velho Khan ficasse em prisão preventiva:
1. No dia seguinte o Público traria um artigo do Dr. Mário Soares verberando a sede de protagonismo de alguns senhores magistrados que não hesitam perante nada para dar nas vistas.
2. Marinho Pinto desdobrar-se-ia perante diversas estações de televisão clamando que os juízes declararam guerra aos políticos e agora já prendem quem nos dá o pãozinho com manteiga, in casu, qualquer coisa como 78 mil milhões de euros que o maluco do juiz está a pôr em perigo; é pior do que nos tempos da PIDE.
3. O ministro da justiça diria que não compreende como é que um homem acima de qualquer suspeita é preso por um juiz português apenas com base num depoimento de uma pessoa, mas que irá pedir ao Conselho Superior da Magistratura para instaurar um inquérito no sentido de se apurarem responsabilidades, designadamente disciplinares.
4. Os chefes dos grupos parlamentares do PS e PSD dariam conferências de imprensa em que a nota dominante seria a de que é muito complicado viver num país em que os senhores juízes pensam que são governo e parlamento, não sabendo fazer a distinção que se impõe na óptica da separação dos poderes (o CDS, o BE e o PCP não diriam nada, alegando que há que respeitar o segredo de justiça, mas nas entrelinhas e em "off" deixariam escapar que é incrível o estado de completa roda livre a que a magistratura chegou).
5. As várias Tvs fariam alguns inquéritos de rua em que alguns populares apareceriam dizendo que a “estúpida da preta” (não esquecer que a empregada vítima de tentativa de violação é negra) está mas é a ver se saca "algum" ao Strauss Khan, que toda a gente sabe que é milionário.
6. A presidência do conselho de ministros faria sair uma nota oficiosa indicando que mais uma vez se prova que se a oposição não tivesse irresponsavelmente inviabilizado o PEC IV, a reorganização judiciária já estaria em marcha, impossibilitando os protagonismos dos senhores juízes demasiado cheios de si próprios.
Azar dos azares: Strauss Khan não tentou violar nenhuma negra em Lisboa – fê-lo em Nova Iorque.
Por isso ficou em prisão preventiva, tendo a juiz recusado a sua oferta de prestação de caução no valor de 1 milhão de dólares.
Moral da história: em países em que a justiça é mesmo a sério, convém não pisar o risco; nos outros, é o que se quiser, à fartazana."

Luisa Roberto Vaz......

"Mais tarde ou mais cedo toda a verdade é reposta no seu devido lugar… "
.
Em 13 de Agosto de 2008, publiquei aqui uma fotografia tirada no Jardim Escola João de Deus, em Castelo Branco em 1941, onde todos os alunos “posam para a posteridade”, devidamente enquadrados pelas três professoras daquela instituição.


Os alunos do Jardim Escola João de Deus em Castelo Branco - Ano de 1941


A dois passos de mim, a minha professora da Aritmética, ocupa a primeira posição na fila de trás.
Sempre a conheci com o nome de D.Maria Luisa Vaz Pinto!... Desde 1939 aquele nome viveu comigo, na minha memória.

Há uns dias, recebi uma simpática mensagem da sua filha, D.Isabel Vaz Santos, pedindo-me que rectificasse o nome da Mãe, no “post” que publiquei naquela data.
Por favor rectifique o nome da minha MÃE, professora no Jardim-Escola João de Deus, que consta no seu blogue (Maria Luísa Vaz Pinto); o verdadeiro nome é Luísa Roberto Vaz (solteira) e (dos Santos - após o casamento). Confusão originada pelo nome do irmão: padre Albano da Costa Vaz Pinto (Pinto - após o sacerdócio). Muito obrigada também por me ter proporcionado fotos da minha Mãe ainda solteira e essas eu não conhecia. Maria Isabel”

Antes de responder à D.Maria Isabel alterei o erro cometido… mas confesso a minha “frustração” ao saber, ao fim de 70 anos, que andei uma vida inteira a falar da D.Maria Luisa Vaz Pinto sem fazer a mínima ideia de que não era este o seu verdadeiro nome
Mas este erro, e a respectiva rectificação, tiveram também um aspecto que para mim foi muito positivo.

Na resposta que enviei à filha de minha primeira professora “a sério”, entendi que devia juntar, em anexo, uma foto muito antiga de um casamento que eu, a pés juntos, jurava ser o da D.Luisa Roberto Vaz, o real nome da “D.Maria Luisa” e Mãe da D.Isabel…
.
"Não me lembro de ter publicado esta outra foto que lhe envio em anexo. Penso que se trata do casamento de sua Mãe, a D. Luisa Vaz dos Santos."

A foto do casamento, uma "relíquia" para mim...


Mais uma frustração… Tratava-se sim, do casamento da tia, Amélia Vaz (Torrão), irmã da minha professora Luisa Vaz.
Ao enviar esta foto, do casamento, escrevi, em certa altura:
Penso no entanto que se trata do casamento da D. Luisa Vaz dos Santos, sua Mãe.
Também penso ter sido a minha Mãe, Maria Mendes de Matos, que era modista em Castelo Branco (na foto um pouco atrás do noivo e usando um chapéu escuro) quem fez o vestido de noiva que a D. Luisa usava neste memorável dia.
Julgo também que teria sido o meu Pai quem fez esta foto, uma vez que o não vejo ali presente.
Eu estou na primeira fila, à esquerda, e o meu irmão Olímpio, aparece muito aprumadinho, no outro extremo da primeira fila.
Não sei se conhece esta fotografia cuja data gostaria de ver rectificada, o que desde já lhe agradeço.
Fico imensamente satisfeito por ter surgido esta oportunidade de poder enviar-lhe esta relíquia que tenho guardado desde há muito, como de família se tratasse.
.
A resposta da D.Isabel não se fez esperar e vinha recheada de algumas fotos antigas e de algumas novidades, cheias de interesse para quem tem apreço por aquilo que está relacionado com tudo o se passa em Castelo Branco

A minha professora, D.Luisa Vaz, na Póvoa de Rio de Moinhos, preparada para a sua deslocação diária a Castelo Branco

A D.Luisa e a Mãe, junto do Fiat 500 que conduzia diariamente da Póvoa de Rio de Moínhos até ao Jardim Escola João de Deus, em Castelo Branco (foto obtida em 10.09.1942)

.A D. Luisa Vaz foi a segunda senhora do distrito de Castelo Branco a ter carta de condução e um carro que lhe permitia com maior facilidade a sua deslocação diária para o Jardim Escola.


.As fotos que se seguem têem um especial sabor...


A irmã D.Amélia com o marido e já com duas filhas
E aqui passo a citar a Maria Isabel, falando sobre a tia Amélia que vimos atrás, a "noiva do casamento" que eu confundia com o casamento da D.Maria Luisa Vaz:

"Esta foto mostra o casal de noivos, agora já com as duas filhas - 07/05/1948 - de saída para Angola.
O tio João, licenciado em Ciências Ultramarinas e anos mais tarde, doutorado, foi governador 24 anos (no Uíge e em Duque de Bragança)
A filha mais nova que está ao colo da mãe é a Teresa Lago, investigadora e directora do Centro de Astrofísica do Porto.
Ocupou o cargo de presidente do Conselho de Administração da Capital Europeia de Cultura 2001.
Como o mundo é pequeno... Quem nos diria que a DrªTeresa Lago tem origem aqui no nosso concelho, na freguesia da Póvoa de Rio de Moínhos??!!...


Maria Teresa Vaz Torrão Lago ( Lisboa, 18 de Janeiro de 1947) é astrónoma portuguesa fundadora e primeira directora do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (até Fevereiro de 2006).
Viveu em Angola, de 1948 a 1965.
Tirou o bacharelato em Matemática e licenciou-se em Engenharia Geográfica na Universidade do Porto, para seguir astronomia na mesma universidade.
Mais tarde partiu para Brighton, onde fez um curso no Observatório de Greenwich
. Viveu e estudou ali, tirou o mestrado e o doutoramento, regressando a Portugal em 1979.
Mais tarde foi convidada para dirigir os destinos da Porto 2001, onde para além de realizar a obra física, aprendeu muito sobre relações humanas, sobre qualidades das pessoas e do próprio Porto
.


Foi uma das 22 personalidades europeias na área das cidades escolhidas para membros fundadores do conselho científico do Conselho Europeu de Investigação (European Research Council).
É professora catedrática do Departamento de Matemática Aplicada da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

Numa foto mais recente, a Profª Doutora Teresa Lago

Nota: Quando em 1998, eu e DrªFilomena Rodrigues criamos no LIceu de Setúbal, o Núcleo de Astronomia, tivemos oportunidade de conhecer algo da obra e da actividade da DrªTeresa Lago. Alguns dos nossos alunos, colaboradores desse Núcleo, continuaram os seus estudo no Porto, onde provavelmente também teriam sido seus alunos.

17 maio 2011

O segredo...

"O segredo para se viver mais e melhor é muito simples. É só comer a metade, andar o dobro e rir o triplo."
.
Sabedoria chinesa.

16 maio 2011

Escrito no vento...

"Qualquer um pode contar as sementes em uma maçã, mas só Deus pode contar o número de maçãs em uma semente."
.
Robert H.Schuller

15 maio 2011

Humor antigo...

...com o traço de
Interlandi

- E o que é que você acha de um replay só para nós dois?

14 maio 2011

Vasco Pulido Valente...

Na sua coluna de “Opinião” saída hoje no Público, com o título “Cinco ou seis Sócrates” Vasco Pulido Valente escreve em certa altura:

Vasco Pulido Valente


“Nasceu assim o quinto Sócrates que nós conhecemos: a vítima da incompreensão humana e de um destino injusto. As desgraças não acabavam: Manuela Moura Guedes e uma imprensa má ou mercenária iam fabricando histórias de enfurecer um santo: a história do "eng.", a história do "Freeport" e mais de que não vale a pena falar. A seguir, o eleitorado, com suma ingratidão, não lhe tornou a dar a maioria absoluta. E, para cúmulo, os "mercados" fizeram de surpresa desabar sobre o seu Portugalinho querido uma crise financeira, que ele, nem a dormir, imaginava. Mas, pior do que isso, foi a traição do PEC IV, que ele nunca na vida desculpará a ninguém. Agora, o sexto Sócrates que nós conhecemos é um mártir, com a corda ao pescoço, que defende a pátria contra o perigo estrangeiro, o Estado social contra a ganância dos liberais e a moralidade do povo contra "brejeirices" sobre o pêlo púbico. Quem olhar bem, consegue ver um halo sobre a sua inspirada cabeça."

Este "sujeito" é um "cómico"!!...

O secretário-geral do PS, José Sócrates, disse hoje em Felgueiras que foi "a ganância e vertigem pelo poder" que fizeram o PSD "acrescentar à crise económica uma crise política"...(Sic Notícias - 16h 52m)

O "ainda" primeiro-ministro (demissionário)...

Com que então a ganância pelo poder é do PSD?!!!

Uma queda histórica...

Hoje, no "Público", num artigo a que deu o título:
"Austeridade empurra salários e consumo para queda histórica."
Ana Faria acrescentou o sub-título:"
"Previsões de Bruxelas mostram que o programa da UE e do FMI vai atingir em força os portugueses. Economia nacional será a única em recessão em 2012"

.
Admirados?!... Nem por isso...
.
Um pouco adiante, a jornalista escreveu:"O quadro decepcionante traçado por Bruxelas começou ontem a materializar-se, depois de o Instituto Nacional de Estatística (INE) confirmar que Portugal entrou já em recessão no primeiro trimestre. E uma recessão mais profunda do que se previa."
.
E ainda há quem queira mais do mesmo!!
Os "adeptos" do PS devem andar com o QI muito por baixo... ou, então, estão convencidos que "isto" é uma espécie de Campeonato Nacional de Futebol onde cada um diz que "é do Benfica desde pequenino"!!... "O que importa é estar com o Benfica nem que o seu clube esteja a jogar mesmo muitíssimo mal...!!!"
.
Não posso sequer imaginar que a grande maioria dos "adeptos" do PS estejam de acordo com as "directrizes" do seu "Luis Filipe Vieira"...
... ou será que há assim tantos "boys" a "defenderem" os tachos" com que o seu "boss" os amarrou?!!!... Que é feito da palavra "Dignidade"?!... Que é feito do civismo desta "rapaziada"?!...
Não vêem outra coisa para além da venda que de si mesmos fizeram?!

Romagens de Saudade...

A Romagem do 50ºAniversário do Edifício do Liceu em 03 05 1996 mmmmmmmmmmmmmm A Judite Dória Cortesão com o Pai, o antigo professor Dr.Ivo de Costesão

13 maio 2011

Romagens de Saudade...

10ª Romagem
Castelo Branco
em 3 Jun. 1988

José Pereira Monteiro, Alexandre Pais do Amaral e José Tavares
no pátio do Liceu Velho (hoje Museu Tavares Proença Jr)

12 maio 2011

Romagens de Saudade...

10ª Romagem
em 3 de Junho de 1988

Missa na Sé Concatedral presidida por
D.Aurélio Granada Escudeiro
Bispo Emérito de Angra do Heroismo
e antigo professor de Moral do Liceu de Nun'Álvares

11 maio 2011

O poder do silêncio......


Na sua Crónica de hoje, no "Público", Santana Castilho "vasculhou", com oportunidade, um pouco da memória da Inglaterra na época que antecedeu a 2ªGuerra Mundial.

Num artigo a que deu o título "Quem faliu não foi ele, fui eu - O poder do silêncio", podemos ler, em certa altura:

"O chefe da equipa do FMI foi claro quando referiu, publicamente, que a situação a que chegámos, isto é, não termos reservas para satisfazer compromissos se não vierem em nosso socorro já em Maio, obrigaria a que o pedido de resgate tivesse sido apresentado há muito tempo.


Santana Castilho

Mais adiante, Santana Castilho dá-nos conta de um facto histórico, passado na Inglaterra. Chamberlain, membro do Partido Conservador, foi o primeiro-ministro do Reino Unido, de 1937 a 1940.


Quando Chamberlain compreendeu que não era o primeiro-ministro adequado a liderar o Reino Unido em guerra, escolheu, ele próprio, como era tradição no partido conservador inglês, o seu sucessor. Designou lorde Halifax. Mas Chamberlain queria um Governo forte e sabia, por isso, que era indispensável que Churchill fizesse parte do elenco. Convocou-o e disse-lhe:


- "Halifax é o melhor, mas temos necessidade de si. Aceita ser o número dois?"

Churchill, por patriotismo e por dever, por essa autêntica grandeza que é a abnegação face a um interesse superior, disse que sim.

Horas depois, um homem que tinha talento, lorde Beaverbrook, magnata da imprensa inglesa, pediu a Churchill para o receber com urgência e disse-lhe:

- "Não é possível! Aceitou que seja Halifax o primeiro-ministro?"

Churchill respondeu que se tratava de um negócio de Estado e que não o iria discutir com ele. Beaverbrook insistiu. Churchill respondeu que não tinha outra saída. E Beaverbrook voltou à carga:

- "É um crime contra a Nação! Só você poderá mobilizar a Grã-Bretanha."

No fundo, Churchill concordava com Beaverbrook. Mas objectou que tinha dado a sua palavra e que não voltaria atrás.

Então, Beaverbrook disse:

- "Peço-lhe, ao menos, uma coisa. Quando for convocado por Chamberlain, com Halifax, e Chamberlain lhe perguntar se confirma a sua aceitação, fique em silêncio durante três minutos. Três minutos completos. Cento e oitenta segundos, antes de dizer sim. Em nome da Inglaterra, peço-lhe!"

Churchill achou isto impertinente e não viu como isto poderia mudar a situação. Mas, como tinha amizade e estima por Beaverbrook, prometeu-lhe que o faria. No dia seguinte, Churchill e Halifax encontraram-se no gabinete de Chamberlain, na Downing Street.

Chamberlain pediu a Churchill:

- "Pode confirmar, se faz favor, a lorde Halifax, que aceita fazer parte do seu Governo?"

E Churchill ficou calado. Passou um minuto, e Churchill continuava em silêncio. Minuto e meio depois, Churchill permanecia em silêncio. Ainda não tinham transcorrido os três minutos, lorde Halifax não aguentou, exclamou e saiu:

- "Creio que é Winston Churchill que deve ser o primeiro-ministro!"

O mínimo que se poderá dizer é que estes três minutos tiveram um papel da máxima importância na história da Segunda Guerra Mundial.

"Eis o poder do silêncio!"