31 outubro 2009

Eles foram meus alunos...

Foto obtida em 27. 10. 1994
numa reunião da Antigos Alunos
do Liceu de Setúbal

.
Foram ambos meus alunos em 1961/62
no 7ºano (turma B) e no 5º ano (turma C)

Rui Manuel GomesTorres Farinho e
Maria Isabel Nunes de Oliveira

30 outubro 2009

Galleria degli Uffizi

Retrato de Desconhecido
Sandro Botticelli
1445-1510

Retrato de Desconhecido

Este retrato de um jovem segurando a medalha de Cosme, o Velho – provavelmente, segundo uma recente conjectura, o auto-retrato do pintor -, é uma obra da juventude, pouco posterior a 1470, na qual o ascendente do áspero linearismo de Pollaiolo se encontra já superado através de uma musicalidade linear e melodiosa. Os sinuosos, vibrantes contornos do rosto, a tensão das linhas nos panejamentos e nas mãos muito expressivas recortando-se sobre o fundo da descolorida e sinuosa paisagem exprimem uma subtil vibração do espírito.
.
Cfr. Roberto Salvini
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

29 outubro 2009

Escrito no vento...

"[Jorge] Jesus e o terceiro anel continuam a viver em lua de mel(...)
Cerca de três décadas depois há pais a dizerem aos filhos:
'Era disto que eu te falava...' "
.
in"Frases de ontem".
"Público" P2

28 outubro 2009

As "Bonecas" de Kiraz...

Humor antigo
com o traço
de Kiraz

- Afinal a gente acaba sempre por se compreender...
A questão é tu calares-te!...

27 outubro 2009

Eles foram meus alunos...

Foto obtida em 27 10 1994
numa reunião de Antigos Alunos
do Liceu de Setúbal
.
Foram ambas minhas alunas em 1961/62
no 4ªano (turma C) e no 7ºano (turma C)
respectivamente.

Maria Idalécia Teodósio Neves e
Maria de Fátima (Kally) Gonçalves Graça

26 outubro 2009

O medronho e a castanha...

Tenho estado em falta com Oleiros... e não posso deixar de aproveitar uma mensagem, tão linda quanto ternurenta, que hoje recebi de uma prima, que eu terei de conhecer em breve, para me "salvar" da culpa que venho "acumulando" desde a última vez que me referi à minha segunda terra mais antiga...
Eu sei que a Inês vai desculpar a minha inconfidência ao transcrever o email que acaba de me enviar...
Olhem só!... E digam lá se não é uma beleza!...
.
"Exmo. Sr. João José Matos:
Chamo-me Inês Martins e trabalho na Câmara Municipal de Oleiros.
Descendo de Oleirenses e tenho muito orgulho nesta terra.
Ainda somos primos afastados, sou bisneta de Maria Augusta Paula que era casada com o Sr. João de Matos. A minha avó, a quem chamam "Mana Maria", inspirou-se no seu nome e um dos meus tios chama-se João José por sua causa. Ando há imenso tempo para lhe escrever. Tomei conhecimento do seu blog na altura do programa "Os Grandes Portugueses", quando fez uma referência ao padre António de Andrade. Desde aí, assiduamente visito o seu blog.
. (É uma delícia ler palavras como estas... que me deixam emocionado.)
Após este preambulo a Inês avança com uma informação de que eu já tinha tido algum conhecimento através da imprensa regional.
.
"Acontece que o Município de Oleiros está a organizar a III Semana do Medronho e da Castanha, de 7 a 15 de Novembro. Esta iniciativa compreende a Mostra Gastronómica do Medronho e da Castanha, nos dois fins-de-semana, em 7 restaurantes aderentes, entre outras actividades.
Durante estes dias, quem passar pelo
Posto de Turismo de Oleiros poderá adquirir alguns produtos locais (à base de castanha e medronho e não só), assim como visionar documentários e exposições, nomeadamente a exposição "Xistos e Barros, Formas e Figuras", de Elisabete Lyon de Castro.

.
.
Olhem só a cor linda destes medronhos...
Olhem só aqueles dois "Ouriços" lá atrás...
.
Duas notas para alguns eventuais "ignorantes" (soit disant...)
1. Os medronheiros são plantas silvestres que crescem "à balda..." e em "quantidades industriais" nos terrenos sombrios ocupados pelos pinhais, coisa que não falta na nossa terra.
2 ...E as castanhas crescem nos castanheiros (claro!...) dentro dos respectivos ouriços!
Ainda, para alguns eventuais "ignorantes" (soit disant...): Para se deliciarem com umas boas castanhas... convem retirá-las, previamente, do respectivo invólucro...o ouriço!
Depois de deixarmos para trás estas "graçolas" sem graça... convinha relembrar que, em Oleiros, mais própriamente entre o Ribeiro da Serra onde morava o meu padrinho João da Costa, pai do Celestino, e a Quinta da Serra, lá no alto, que foi propriedade do "velho" Artur Romão, pai das minhas primas Romões, existiu o maior e mais vasto souto de Portugal, no qual se produziam castanhas de sabor delicioso... Creio que hoje já não existe castanheiro algum nesses terrenos a que me refiro.

.
Voltemos ao email da Inês Martins:
.
"Tomei a liberdade de o contactar, dando-lhe nota desta iniciativa, imaginando que talvez pudesse haver algum interesse da sua parte, ou da parte de algum amigo seu, em aderir a esta III semana temática.
Nesse sentido, envio-lhe também em anexo o cartaz geral do evento, o cartaz da mostra gastronómica, um possível roteiro destinado à captação de grupos, imagens da mostra gastronómica do ano passado e um documento com dados informativos."


Fica aqui um chamariz para os gastrónomos.
Já viram que lindos petiscos?!...
Já viram a cor destes pratos feitos à base de castanha e de medronho?!Então se já viram, estão à espera de quê para decidirem participar?...
.

"Despeço-me com a mais elevada consideração,
Melhores cumprimentos,
Inês Martins"

.

Como a Inês diz atrás, há sempre um interesse da minha parte em saber que Oleiros não deixa de que se esqueçam que existe e com vontade de ser sempre melhor...

Faço votos para que eu possa assistir ainda à inauguração da Estalagem de Santa Margarida... o que me levaria mais vezes a Oleiros... e por mais tempo de cada vez.

Deixo por último o Programa da III Semana do Medronho e da Castanha:

Setúbal - 26 de Outubro

Ah! Já me esquecia... É uma nota só para a Inês: "Provavelmente, antes do Natal, terei de ir a Oleiros fazer um almoço há muito prometido (e sempre adiado...), com o meu primo Augusto de Matos, filho do primo João de Matos, do Cabeço, (não sei se ainda é assim que se chama aquele outeiro onde o Augusto ainda mora) a que se refere no mail como seu bisavô. Espero que aceite o convite... "

Os ciganos professores...

A opinião respeitável de Jorge Araújo Pereira
.
JAP, um "fedorento"

Ser professor, hoje, não é uma vocação; é uma perversão.
Antigamente, havia as escolas C+S; hoje, caminhamos para o modelo de escola S/M. Havia os professores sádicos, que espancavam alunos; agora o há os professores masoquistas, que são espancados por eles. Tomando sempre novas qualidades, este mundo.
Eu digo-vos que grupo de pessoas produzia excelentes professores: o povo cigano.
Já estão habituados ao nomadismo e têm fama de se desenvencilhar bem das escaramuças. Queria ver quantos papás fanfarrões dos subúrbios iam pedir explicações a estes professores.
.
Um cigano em cada escola, é a minha proposta.
Já em relação a estes professores que têm sido agredidos, tenho menos esperança.
Gente que ensina selvagens filhos de selvagens e, depois de ser agredida, não sabe guiar a polícia até à árvore em que os agressores vivem, claramente, não está preparada para o mundo.

Ricardo Araújo Pereira
in "Opinião", Boca do Inferno,
Revista Visão
.
Muitas vezes "a gente" até sabe guiar a polícia ao galho da árvore onde o agressor vive, mas... "é preciso zelar pelo "bom nome" da escola"...e não fazer muitas ondas... (esta é muito boa!... não é?!!... É de mestre!...)
.
PS - Consta que a ESB vai "importar" meia dúzia destes professores, havendo neste momento, apenas dúvidas se serão "gypsyes" importados directamente da Inglaterra ou "gitanos" menos dispendiosos por a viagem ser mais económica, apartir da vizinha Espanha... Vêm à experiência mas já se sabe que reivindicam a contratação como "professores titulares"... Não querem misturar-se com a "laranjinha do chão!...
.
Ah!... Já me esquecia... Os "ciganos" portugueses negaram-se a colaborar!...

Dizem que não há segurança na Escola e que qualquer "maltrapilho/a" pode entrar por ali dentro à vontade, dirigir-se a qualquer sala, em qualquer corredor, interromper um aula insultar e aviltar impunemente o professor (mesmo que seja cigano...), à frente de todos os seus alunos e ainda ter a lata, depois da façanha, de entrar na sala da Direcção e ser recebido com todas as honras por quem de direito, como se acabasse de ter tido a melhor e a mais normal das atitudes que um encarregado de educação deve tomar...
.
Assim... nem os Ciganos, meu caro Araújo Pereira!...

As "Bonecas" de Kiraz...

Humor antigo
com o traço
de Kiraz

- Não posso suportar estas pessoas que se nos dirigem na rua!...

25 outubro 2009

Memória recente...

1ºAniversário
25 Out 2008

Maria de Lurdes Macedo Mendes de Matos
RIP

24 outubro 2009

Peço a Deus de madrugada

Peço a Deus todos os dias
Que acordes leve amanhã
Todos os dias Lhe peço
Todos os dias Lhe ofereço
A oração que dizias
Não passar de coisa vã...

Peço a Deus todas as tardes
Que não te sintas cansada
Todas as tardes Lhe rogo
Todas as tardes um fogo
Aquela febre em que ardes
Põe tua face corada

Peço a Deus todas as noites
Que domine a tua dor
Todas as noites Lhe imploro
Todas as noites eu choro
A pensar que acabo um dia
Por perder o teu Amor

Peço a Deus de madrugada
Que no teu sonho me vejas
De madrugada Lhe digo
De madrugada eu contigo
Junto de mim acordada
...E saber que me desejas.

JCB

Calar Marcelo...

...num artigo de Eduardo Cintra Torres
na coluna "Olho Vivo", no Público de hoje.
.

Eduardo Cintra Torres

A brincar, a brincar, Marcelo Rebelo de Sousa disse a verdade(...): o seu programa de comentário da RTP 1 esteve interrompido durante dois meses no Verão contra a sua vontade; o programa passou a ter um horário instável, senão difícil saber a que horas passa; a RTP não anuncia a hora exacta do programa; a duração foi sendo reduzida até aos 12 minutos actuais. Em resumo, disse, a RTP transformou as Escolhas de Marcelo num programa "confidencial".
(...)
"Com dificuldade em calá-lo de vez (...) a RTP-Governo diminuiu ao máximo o impacto do comentador. Não podendo fazê-lo por qualquer motivo minimamente razoável, dado que o normal é a televisão querer o melhor para os seus próprios programas, esta forma de censura encapotada visa calar uma voz incómoda para o PS-Governo.
(...)
Eis o "diálogo" de que Sócrates gosta: falar sozinho.
A RTP é uma das principais ferramentas desta estratégia de aranha. A propaganda e o silenciamento das vozes independentes ajudaram Sócrates a ganhar as legislativas.
É pela mesma estratégia que Sócrates, o "dialogante", quer continuar no poder".

Eduardo Marçal Grilo


No "Público" de hoje, 24 de Outubro de 2009 podemos ler que:
.
"O ex-ministro da Educação Marçal Grilo afirmou ontem, num encontro em Coimbra, que o país "precisa imenso dos professores", mas é aos pais que cabe estabelecer limites na educação. "Os pais não dão aulas, mas dão o exemplo, são referência", disse.
.Prof. Eduardo Marçal Grilo

Meu caro Eduardo, como sabes há excepções para tudo...
Será que todos os pais são uma referência?!... Será que todos serão um exemplo?!...
Se soubesses o que se tem passado na minha "escola de sempre" nestes últimos dias... neste princípio do ano escolar... terias sido mais cuidadoso na tua "apreciação".
O que se passa, pelo menos na minha "escola de sempre", neste início do ano escolar, é apenas mais um caso em que a Direcção da Escola prefere "enterrar a cabeça na areia" até que a "tempestade passe ou seja esquecida"... deixando os Professores, "os tais de quem o país tanto precisa" completamente abandonados a si próprios com os seus problemas (que acabam por ser os problemas de todos os professores...) deixando de fora, por medo ou cobardia, a defesa do corpo docente perante a criminosa atitude de alguns (algumas!...) pais (mães...) irresponsáveis e inconscientes da sua atitude, por saberem previamente que não é a Direcção da Escola que lhes vai criar problemas... Por medo!!! E incapacidade de poder de decisão!!!...
.
Estamos à espera de uma atitude digna da Direcção da minha "Escola de sempre"...
.
Depois poderemos, ou não, abrir um "capítulo" sobre os "actos falhados" que têm ficado por explicar, na minha "Escola de sempre", desde há uns anos a esta parte...
Temos um dossier cheio de casos... Tentadores! Que os Antigos Alunos do Liceu de Setúbal gostariam de conhecer para poderem estabelecer comparações... com a gestão do Liceu no tempo deles... no tempo dos Reitores...
Vamos aguardar serenamente...

23 outubro 2009

Eduardo de Noronha

Foi a EngªTeresa Maria Gamito quem fez chegar até mim este convite que muito lhe agradeço.
.
"Caro JJMatos
No próximo dia 26 de Outubro comemora-se o 150º Aniversário do nascimento do escritor e jornalista Eduardo de Noronha (meu bisavô e pai da minha avó Josefina Laura).
O ano de comemorações, inicia-se nesse dia com a inauguração do projecto cultural dedicado ao 150.º Aniversário do Nascimento do Escritor e Jornalista Lisboeta Eduardo de Noronha (1859-1948), organização conjunta da Hemeroteca Municipal e da Biblioteca Municipal Central de Lisboa e que inclui, um ciclo de conferências, intitulado EDUARDO DE NORONHA, VIDA E OBRA (1859-1948) e duas mostras bibliográficas (Hemeroteca Municipal e Biblioteca Municipal Central), sobre a sua actividade jornalística e literária.
Como “velho conhecido” da família, tenho muito gosto em lhe enviar este convite para a conferência “Eduardo de Noronha: Presença no Jornalismo Português”, por António Valdemar, e inauguração da mostra bibliográfica.



José Eduardo Alves de Noronha, nasceu em Lisboa a 26 de Outubro de 1859.
Foi autor de mais de uma centena de obras, na maioria, romances históricos e biografias e algumas monografias, como (cronologicamente): O Distrito de Lourenço Marques e a África do Sul, a História das Touradas, José do Telhado e José do Telhado em África, A Ambição d'um Rei, No Brasil - Uma Epopeia Marítima, O Herói de Chaimite - Mousinho de Albuquerque, Da Madeira ao Alto Zambeze e Do Minho ao Algarve (escolhidos em concurso para prémio aos alunos das escolas primárias; foi o primeiro livro de Ferreira de Castro), O Último Marquês de Nisa, À Porta da Havanesa, O Conde de Farrobo e a sua Época, Estroinas e Estroinices, O Remexido, Pina Manique, O Rei Marinheiro (D. Luis I), Afonso de Albuquerque, História de Portugal para os Pequeninos, Mousinho de Albuquerque e Augusto de Castilho.
Na sua carreira de jornalista Eduardo de Noronha foi redactor do “Novidades”, convidado em 1895, por Emídio Navarro, colaborador do Jornal de Notícias, desde 1897, tendo-se responsabilizado, a partir de 1929, pelas colunas Cartas de Lisboa e Revista Internacional, colaborador do Diário de Notícias, desde 1903, como crítico de teatro, iniciando, em 1906, as funções de redactor que desempenhou até 1923, director literário de “Os Serões” em 1909 e 1910 e ainda colaborador do Século e de outras publicações.
Foi também um dos fundadores em 1925, da então denominada Sociedade de Escritores e Compositores Teatrais Portugueses, hoje Sociedade Portuguesa de Autores e exerceu as funções de professor na Escola Industrial Rodrigues Sampaio, desde 1898 e durante quase 40 anos.
Eduardo de Noronha faleceu em Lisboa, no dia 26 de Setembro de 1948.

.
Pai da DrªJosefina Laura Alves de Noronha, professora de Português e Francês no Liceu Nacional de Setúbal, nos Anos 40 do passado século, Eduardo Noronha foi sogro do antigo Reitor António Manuel Gamito.

Saramago...

Claro que é sempre melhor ler do que ouvir Vasco Pulido Valente.
São dele estes excertos que respiguei do seu espaço de "Opinião", na última página do “Público” que saíu esta manhã.
.

Vasco Pulido Valente

"(…) São ideias de trolha ou de tipógrafo semianalfabeto, zangado com os padres por razões de política e de inveja. Já não vêm a propósito. Claro que Saramago tem 80 e tal anos, coisa que não costuma acompanhar uma cabeça clara, e que, ainda por cima, não estudou o que devia estudar, muito provavelmente contra a vontade dele. Mas, se há desculpa para Saramago, não há desculpa para o país, que se resolveu escandalizar inutilmente com meia dúzia de patetices."

" Cartoon", de António Jorge Gonçalves - 23.10.2009

"Claro que Saramago ganhou o Prémio Nobel, como vários "camaradas" que não valiam nada, e vendeu milhões de livros, como muita gente acéfala e feliz que não sabia, ou sabe, distinguir a mão esquerda da mão direita. E claro que o saloiice portuguesa delirou com a façanha. Só que daí não se segue que seja obrigatório levar a criatura a sério. Não assiste a Saramago a mais remota autoridade para dar a sua opinião sobre a Bíblia ou sobre qualquer outro assunto, excepto sobre os produtos que ele fabrica, à maneira latino-americana, de acordo com o tradição epigonal indígena. Depois do que fez no PREC, Saramago está mesmo entre as pessoas que nenhum indivíduo inteligente em princípio ouve.
(…)
O que, finalmente, espanta neste ridículo episódio não é Saramago, de quem - suponho - não se esperava melhor. É a extraordinária importância que lhe deram criaturas com bom senso e a escolaridade obrigatória.

Eles foram meus alunos

Foto obtida em
21 05 1994

O Fernando Marcelino e a Zerlinda, foram meus alunos em 1961/62

22 outubro 2009

António Salvado ...

Foi já em 16 de Outubro que recebi, aqui em Setúbal, mais uma oferta autografada do meu Amigo António Salvado. E já vou estando em falta por não lhe ter agradecido ainda… Eu sei que me perdoa.
.
Um novo livro publicado, desta vez simultaneamente traduzido em castelhano e… japonês!
Oh! António… não me digas que te andas a dedicar agora à aprendizagem de mais uma língua viva?!...

António Salvado
.

A capa do novo livro, com uma gravura de Koutsei Takenaka.
... e uma dedicatória de Amigo para Amigo

.
A "Reconquista" de hoje dá o realce devido à nova obra de António Salvado:

Com texto do nosso antigo colega de liceu, o jornalista Fabião Batista, a Reconquista não deixou passar em claro o acontecimento que interessa a todos os albicastrenses que porventura se sentirão mais orgulhosos das gentes e da terra onde nasceram...
.
"O consagrado poeta albicastrense António Forte Salvado não cessa de surpreender com sua veia poética e talentosa inspiração.
Com efeito, na sequência da sua nomeação para Membro Honorário da Associação Cultural Takenaka-Basho, associação esta que congrega destacados poetas, pintores e amigos do Japão, António Salvado acaba de publicar uma obra literária, com o título ”Outono”. Aqui reúne um acervo de poemas da sua autoria, constituído por tercetos de versos soltos ou brancos, onde sobressai uma sensibilidade poética de lirismo e sentimentalidade.”
(…)
Todos os poemas estão escritos em português e, na mesma página, estão traduzidos para a língua castelhana por Alfredo Perez Alencart e, simultaneamente, vertidos para o ideográfico léxico, japonês, por Na Oshiro..

Páginas 16/17

.
Outono. Como restam
Ainda nesta árvore
As verdes ilusões?
.

Páginas 54/55
.

Chovendo na memória do que fui,
Como evitar que os ecos do passado
Nada mais sejam que cerrada lama?

Páginas 84/85

Cobre-lhe a alma o sangue
que transbordou do corpo
Uma e outro extirpados.


(…)
O volume encontra-se prefaciado por Alfredo Perez Alencart, que se refere a António Salvado dizendo que é um notável humanista e um dos mais destacados poetas portugueses, dos tempos contemporâneos, que observa, olha e vive o mundo, tal como o faziam as antigos poetas orientais!
Alheando-se do ruído ensurdecedor das grandes cidades, refugia-se em Castelo Branco e Monsanto, onde a cerimónia das horas é diferente, pois a velha brisa emociona as almas dos poetas, qual Parnaso lusitano, até cobrir de razão essa necessidade imperiosa do afastamento das grandes urbes, o que permite erguer altares às musas, com inspiradas palavras de humildade poética.

Parabéns, António!

Galeria de Uffizi

Bacante
Anniballe Carracci

1560-1609

Bacante

"…excluindo o caso de Barocci, o maneirismo encontra-se exangue e pouco mais sabe produzir que a retórica ornamental dos Zuccari e do Cavalier d’Arpino.
Assim, antes ainda do fim do século, será completamente derrotado pela “reforma” dos Caracci e, pouco depois, pela “revolução” de Caravaggio. Os bolonheses Ludovico, Agostino e Anniballi Caracci decidiram reagir contra aquele gosto decadentista, remontando à tradição dos grandes clássicos de Quinhentos.
A sua pintura, portanto – embora já se tenha desfeito o equívoco de um seu programa “ecléctico” -, parte de uma atitude reflectida e em parte intelectual. O que não exclui todavia, especialmente em Annibale (que também se inspira em Rafael, Miguel Ângelo, Correggio e, mais sensivelmente em Ticiano), uma inspiração sincera e alegre animado pelo saudosismo da grandiosidade passada. E eis que Annibale Carracci nos oferece aqui uma amostra de equilíbrio clássico, animado por um espírito de reevocação amável do feliz mundo pagão."
.
Cfr. Roberto Salvini
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

21 outubro 2009

Parabéns!... 21 de Outubro

A Luisa Abreu faz anos hoje...
Parabéns!... e uma bela prenda...

Maria Luisa Duarte Gomes Abreu

Setubalense - 1959 - Maio

02-05-1959
Câmara Municipal de Setúbal
Tomou posse a Iª Comissão Promotora da Feira de Santiago
Dr. Estêvão Ferreira Moreira (Presidente)
Arq. Fernando Alberto de Oliveira Casaca
José Luís Novais
José Cândido Arôcha
Francisco José de Sousa Souto
.
06-05-1959
Notícias Pessoais
O Dr. Marques da Costa foi eleito sócio correspondente do Instituto de Arqueologia.
.
06-05-1959
Notícias Pessoais
Na Assembleia Nacional, o deputado Rogério Peres Claro sugeriu a inclusão de Setúbal, no Plano Urbanístico de Lisboa.
.
09-05-1959
Saúde
O Hospital Regional de Setúbal foi hoje inaugurado pelo Sr. Presidente da República, Almirante Américo Tomás.
.
11-05-1959
Notícias Pessoais
Um subempreiteiro que afirma a sua competência profissional (com foto) Inácio C. Baião.
.
20-05-1959
Notícias Pessoais
Por ter ficado bem classificado no concurso de promoção, será promovido a primeiro-oficial, o Sr. José Tiago Leão, exactor da estação dos Correios de Setúbal.
.
23-05-1959
Clube Naval - Caça Submarina
Jorge Albuquerque, campeão nacional, deu início às actividades da Secção do Clube Naval.
.
25-05-1959
Notícias Pessoais
Pelo Sr.Dr.Vitor Manuel Simões Dias e sua esposa D. Florinda Belo Dias, cunhada e irmã do noivo, foi no pretérito sábado pedida em casamento para o Sr. José Maria Belo, filho do Sr. António Coelho Belo e da Sr.ª D. Maria José Belo, a Sr.ª D. Maria Augusta Bandeira Dias, filha do Sr. Henrique Carlos Rodrigues Dias já falecido, e da Sr.ª D. Maria dos Prazeres Bandeira Dias. O enlace matrimonial deverá realizar-se no fim do corrente ano.
.
25-05-1959
Desporto
O I Campeonato Interno de Caça Submarina do CAIMF é no dia 14 de Junho.
.
27-05-1959
Notícias Pessoais
O advogado Dr. Cavalheiro e três senhoras da sua família ficaram feridos num desastre de automóvel. Na 2ª feira à tarde, na estrada para Cacilhas, a poucos quilómetros desta cidade, despistou-se e caiu por uma ribanceira, o automóvel de Sr. Dr. João da Silva Cavalheiro, no qual seguiam a esposa Sr.ª D. Francisca Manso Cavalheiro, a sogra Sr.ª D. Ana Godinho Manso e a sua irmã D. Ilda Manso Cavalheiro.
.
30-05-1959
Notícias Pessoais
Pelo Sr. António Maurício da Costa Junior e sua esposa D. Regina Pinto Maurício da Costa foi pedida em casamento, para o seu filho Sr. Dr. António Maurício Pinto da Costa, professor no Liceu Nacional de Setúbal, a sr.ª D. Alzira Matos Silva, filha do Sr. António José da Silva e da Sr.ª D. Maria Preciosa Matos Silva.

20 outubro 2009

As minhas turmas... 10ºAno - Turma C 1985/86

10ºAno - Turma C
em 1985/86
.
Fui professor desta turma
em Biologia

Alberto Luís dos Santos Pereira
Alexandra Paula M. Neves
Anabela Carvalho Raiado
Anabela G. Ferreira da Silva
Anabela Maria T. Freitas
Anabela S. Rodrigues
Ana Carla Mendes Gonçalves
Ana Isabel da Silva Sadio
Ana Teresa Pereira

Ângela Maria M.A. Gomes
António Gomes Pereira
Carlos Neves Ribeiro
César António Tonicha Laia

Dimas Nunes Relvas Pardal
Elisabete Esteves Vaz
Fátima Carola
José Luís Martins Santos
Margarida B. Proença


Helena Duarte
Maria João P.A. Cunha
Maria Júlia R. Coelho
Maria de Lurdes M.C. Marquês
Maria Vitória M .Dias
Mário João P. Jesus
Nuno Duarte Marques
Orquídia de Fátima C.L. Gomes
Paula Cristina J. Moura


Paulo Sérgio Rebelo
Rogério Augusto M. Coelho
Vitor Manuel Pita Vagueiro

19 outubro 2009

Uma carta de Giovanni Licciardello...

... para a DrªMaria das Dores Meira
in,"Setubalense"
19.10.2009
.
Li esta manhã o início de uma carta que um Setubalense, interessado desde há muito pela sua Cidade, escreveu à recém eleita Presidente da Câmara. Uma "carta" que promete ser longa e, por isso, ter continuidade nos próximos números do jornal.
.
Gostei da maneira como se refere ao saudoso Presidente Dr.Manuel José Constantino de Goes que os comunistas de 74 "escolheram" como alvo a abater, concentrando nele, de facto um Homem justo, impoluto e incorruptível, toda a sanha necessária à "instalação" rápida da nova era... mesmo que para isso tivessem de recorrer às mais infames e vergonhosas mentiras!
.

Dr.Manuel José Constantino de Goes

Dado que foram os elementos mais activos do partido que a Senhora Presidente representa agora aqui na Cidade quem desempenhou o triste e miserável papel da calúnia e do descrédito que pesou sobre a vida do Dr.Goes, penso que seria muito bonito da sua parte se, ao fim de tantos anos, a Drª Maria das Dores Meira pudesse levar os seus "pares" a reconhecerem o erro cometido contra o último Presidente da Câmara, anterior à Revolução dos Cravos, pois nunca é tarde de mais para se reparar um erro como este...
.
Mas vejamos o excerto da Carta do Giovanni, a que me refiro atrás:
.
"Comecemos pelo princípio, ou, pelo menos, o meu princípio, aquele que corresponde ao meu horizonte temporal de percepção.
E o meu princípio começa antes do 25 de Abril, em que era presidente da Câmara, o Dr. Manuel Constantino de Goes.
Setubalense, homem de grande honestidade, seriedade, sobriedade, e dedicação no desempenho dos cargos que ocupou, quer como autarca, quer como dirigente do nosso Vitória, foi muito injusta, malévola e cobardemente caluniado no pós 25 de Abril, por um conjunto de gente sem escrúpulos, na altura do PREC.
Foi de tal maneira grave e dramática, a perseguição política e sobretudo pessoal que lhe foi movida aqui em Setúbal, que viver cá tornou-se-lhe impossível, tendo tido necessidade de exilar-se no Brasil.
Regressou a Portugal, tendo começado a exercer a sua actividade profissional na cidade do Porto, onde faleceu(1) em 1979, com apenas 49 anos de idade.
Manuel Constantino de Goes era um Setubalense ilustre, um autarca exemplar e um vitoriano dedicado.
Tendo sido o 25 de Abril extremamente importante e decisivo para a conquista da democracia em Portugal, aqui para os nossos lados, verificaram-se demasiadas convulsões sociais e laborais num curto espaço de tempo, que tiveram consequências muito negativas no tecido empresarial, e consequentemente, no desenvolvimento da nossa região.
Ainda hoje estamos a sofrer as consequências das asneiras que se fizeram, nessa altura."

(1) O Dr.Goes faleceu em Lisboa, no Hospital da Cuf.

As "nódoas" que ela deixa...

As palavras são de Mário Ramires, subdirector do Sol.
E já não são recentes... Surgiram no Blogue "Varanda do Chiado", em 18 de Setembro.
Com a devida vénia ao autor, transcrevo alguns excertos.
.
"...A prova de que tudo não passa de um excesso de zelo e descabido contra-senso é que, esgotado o milagroso gel e face à sua inexistência em algumas escolas que não deixaram de abrir, a própria ministra da Saúde veio descansar os professores, técnicos auxiliares, estudantes e pais com a garantia de que lavar as mãos com o tradicional sabão azul é, afinal, suficiente.
Tanta preocupação e tanto investimento com o raio do gel xpto e vai de lá bastavam umas barras de sabão macaco...
...E, já agora, umas garrafinhas de lixívia. É que as nódoas na Educação e nas escolas vão muito para além dos excessos com a gripe A.
E devia fazer parte das mais elementares regras de higiene mental acabar com elas.
Cabe lá na cabeça de alguém, por exemplo, que um professor tenha um conjunto de turmas de diferentes anos com um total de mais de duzentos alunos e, destes, quase uma vintena em regimes especiais – que implicam apoio pedagógico individualizado, adaptações curriculares ou avaliações diferenciadas – e que ainda tenha de dar aulas de substituição, receber pais, fazer relatórios individuais sobre os discentes e o mais a que está obrigado? Por junto, não dá para se dedicar a cada aluno nem um dia por ano.
Já para não falar das aulas em escolas em plenas obras e em tantas outras que delas tanto precisam e nunca mais as têm ou daquela em que o amianto foi retirado das paredes e deixado esquecido no pátio.
Em final de legislatura, é natural que a ministra Maria de Lurdes Rodrigues já vá lavando daí as suas mãos.

Maria de Lurdes Rodrigues

Mas as nódoas que deixa na Educação não saem com gel, nem com sabão macaco ou pedra-pomes... só com lixívia, que é receita antiga mas eficaz."

Romagens

Romagem de Saudade
Castelo Branco,
em 03 06 1988



Na primeira fila, destacado, o José Moura Nunes da Cruz tendo a trás de si a Vanda. A desaparecer, à nossa esquerda, a Célia Maltez; mais atrás identifico o Joaquim Rapoula, com óculos escuros (atrás do Nunes da Cruz). Também o "Tonho Musca" aqui se encontra, um pouco destacado à direita; na última fila vemos a Maria do Carmo Ribeiro, o Carlos Vieira, a Maria Alexandrina e o Rui Negrier Sal, um pouco encoberto ali à direita.

18 outubro 2009

São quadras, meu bem... são quadras!...

Mas se ela te não quer, se a não apanhas
Porque a persegues com os teus derriços?

- Porque é dentro dos ouriços
Que se encontram as castanhas...
.
(uma quadra que Augusto Gil dedicou a Francisco Teixeira
e a que deu o titulo "Caçadores da Rua do Ouro")
.
O que andariam eles a caçar na Rua do Ouro?!!...

17 outubro 2009

Rijks Museum Amesterdão

A Noiva Judia
Rembrandt
1606-1669


A Noiva Judia
.
Este quadro faz parte da obra dos últimos anos da vida de Rembrandt. Muitas suposições se têm medido acerca das personagens retratadas e do significado da representação. Todos são unânimes, porém, em reconhecer que tal identificação é de importância secundária frente às cores brilhantes e à terna expressão que Rembrandt soube imprimir aos rostos e aos gestos. Todavia, é aconselhável uma certa prudência: seria de facto útil podermos determinar se o século XVII conheceu uma aproximação romântica do amor, em que a sensualidade dá lugar à fusão das almas. Não parece impossível que Rembrandt tenha querido pintar Judá e Tamar, e precisamente no momento em que Judá põe o cordão ao pescoço de Tamar, cordão que seria o penhor do cabrito que ele lhe prometera.
.
Cfr. Marco Valsecchi
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

16 outubro 2009

Uma resposta a Maité...

Não sei quem és Frederico... mas mereces um grande abraço!!!...
Espero que não leves a mal se eu reproduzir na integra, a carta que escreveste a esta "figurona"...


Maité Proença
.
Devia estar com os copos... ela e todas as "amigas" sem nível que com ela se riram e lhe aceitaram as torpezas que vomitou numa mesa "quadrada", num qualquer estúdio de Tv Brasileira.
Uma "gaja" sem nível!... que eu espero não tenha a ideia de querer voltar um dia a Portugal... mesmo que só seja para pedir perdão à "memória" dos Avós!!!
.
"Cara Maitê,
Acabei de ver o teu vídeo a pedir desculpa aqui à malta de Portugal!! Tudo jóia miúda.. já vi que és uma garota "légál" e brincalhona, por isso, sei que não levas a mal se te tratar por tu...já somos amigos!! Sabes que há uns anos atrás, quando te vi pela primeira vez, soube logo que tu tinhas dois avôs portugueses!! Essa tua beleza tinha de vir de algum lado né? Neste momento sinto-me envergonhado de nós (Portugueses) termos ficado tão ofendidos com aquele documentario!! Afinal de contas, o pessoal brazuca é show de bola.. é sempre em festa!! Qual é o problema de um grupo de brasileiras brincarem e gozarem com "gajos" como o Camões e o Vasco da Gama, escarrar para um lago de um Mosteiro que é património mundial, deitar a baixo uma pessoa que não sabia resolver um problema no computador, que pelo que entendi, tu também não sabias resolver ... qual é o stress?? Na boa, tudo "légál", show de bola garota... Sabes o que me lembrei??? Até era giro a malta combinar, tu falares com esse teu amigo camera man e fazemos o seguinte: Eu levo daqui o Rui de Carvalho (um conceituado actor aqui de Portugal) aí ao Brasil e a malta faz um filme caseiro com este guião:
.
Filmamos o Rui a mijar para os pés do Cristo Redentor e a fazer um V de Vitória como que a afirmar : "estou-te a mijar para os pés e tu não podes fechar os braços para me impedir... estás a ver quem manda ó 7ª maravilha do mundo??"
.
2º Outra imagem era o Rui num restaurante a fazer o seguinte pedido: "Oh garçon, arranja-me aí uma dose de Presidente recheado com arroz de coentros (caso não tenhas entendido ele iria pedir Lulas recheadas)..."
.
3º Também era "légál", o Rui gozar um bocado com a vossa história, mas infelizmente, não vai dar porque não é fácil encontrá-la... Espera lá! Já sei... arranjamos um barco e o Rui veste-se de conquistador Português a desembarcar no posto 9 em Ipanema gritando o seguinte: "quem sois vós minhas popozudas de fio dental?? e vós seus boiólas de sunga?? Que estaides a fazer assim vestidos na terra que eu descobri??? ide-vos vestir e de seguida ide trabalhar para os campos a apanhar cana de açúcar que é para isso que vocês servem!! (esta é show, não é Maitê??)
.
4º Para acabar, o Rui faz um discurso à frente da estátua do Pélé a dizer: "sabem para que é que este "preto" era bom?? para limpar os escarros que os vigaristas dos brazucas mandam para os lagos dos nossos mosteiros lá em Portugal! "Vôcê curtiu a ideia Maitê??? Pensei que seria falta de respeito e de educação fazer uma coisa deste género de um país que não é o meu, mas afinal, é uma coisa normal como tu dizes... é brincadeira... isto há brincadeiras do carago (como se diz no norte cá da terra)! Ah é verdade... muito importante...Depois vendemos isto à rede Globo e eles transmitem isto em horário nobre... Aposto que o Brasil vai ficar inundado em lágrimas de tanto rir!! Afinal de contas como tu disseste, o povo brasileiro, é muito brincalhão! De certeza que vai aceitar que um "manézinho" vá aí à tua terra gozar com a tua pátria!! Um beijo pá... E aparece mais vezes cá em Portugal. Tenho uma brincadeira que adorava fazer contigo, mas não te conto agora... pronto está bem, eu conto... era esfregar 3 pasteis de nata (daqueles que tu comeste) na tua cara!! Deve ser mesmo o teu género de brincadeira... afinal de contas tu és tão bem humorada! É verdade, traz as tuas amigas do programa porque há pasteis para todas!!
Beijos pá
Frederico"
.
Nota: Usei o nome de Rui de Carvalho sem qualquer desrespeito à sua pessoa, antes pelo contrário, é um símbolo do nosso país daí ser a pessoa exacta para ironizar esta situação.
Outra chamada de atenção que quero fazer, será o facto de usar a expressão "preto" no ponto 4º. não terá qualquer intenção racial subjacente ...será uma forma de ironizar a desplicência com que Maitê trata de alguns temas. Longe de mim querer magoar qualquer tipo de raça...

Eles foram meus alunos...

Foto obtida em 07 05 1994
numa reunião de
Antigos Alunos do Liceu de Setúbal

A Isabel Piteira Pena e a Helena Horta foram minhas alunas em 1960/61
Lindas meninas!...

15 outubro 2009

Tentativa de branqueamento...

Um último adeus!...

Um "sorriso" para as crianças?!...
Deixa-me rir...
.
...mas foram as crianças que lhe deram a resposta!
.
"E o que é que gostas mais nesta escola nova?", quer saber Lurdes Rodrigues.
A resposta do rapaz surpreende a ministra:
"Da professora."
.
Toma e embrulha...
Por longos anos que vivas, nunca te esqueças da resposta que te deu este rapaz!
... ela sintetiza o "inverso" da tua triste luta contra os Professores!
.
Mas já não estás em idade de aprender seja o que fôr...
Deus te perdoe...

As "garotas" de Vilhena...

Humor antigo
com o traço
de Vilhena
- O fumo incomoda?...

14 outubro 2009

Ministério da Educação - Tiragem da tarde...

Hoje às 16:10 na TSF, a Sr.ª Dr.ª Maria de Lurdes Rodrigues acusou a “bicada” que lhe deu o Correio da Manhã…
.

Diz a notícia:
A ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, disse esta quarta-feira que, em quatro anos e meio, Portugal passou a ter «mais alunos, menos abandono, melhores resultados e melhores escolas».
.
Se não for ela a dizê-lo… quem o fará?!!
.
Ah! Já me esquecia…
"... a “ainda” Senhora Ministra recusou responder quando lhe perguntaram se fará parte do próximo Governo…

.
Alguns jornalistas são cá "uns safados"...

A avaliação da "menistra"...

No "Correio da Manhã" que saiu hoje, podemos ler este "Apontamento":
.

A "menistra" MLR...

"Os resultados do ranking mostram que a escola pública não está melhor depois do seu atribulado consulado. Um fracasso..."

...Completo! Acrescento eu... e há muito previsível!

Setubalense - 1959 - Mar./Abr

21-03-1959
Director do Distrito Escolar
O professor Sr.Joaquim Cordeiro de Castro é o novo Director do Distrito Escolar.
.
28-03-1959
Aniversário
Passa hoje o aniversário natalício da menina Maria Alice Rodrigues Ferreira.
.
28-03-1959
Exército
Foi promovido a Major o Sr. Jacinto António Frade Júnior.
Foi promovido a Capitão o Sr. João António Alves.
.
18-04-1959
Conferência pública no Liceu de Setúbal.
Nos dias 22 e 29 do corrente, às 15 horas prefixas, realizam-se no Salão de Festas do Liceu Nacional de Setúbal, duas lições públicas, dedicadas aos alunos dos cursos mais adiantados. A primeira, que versará sobre questões de aeronáutica e muito interessará à juventude, está a cargo do 1ºTenente da nossa Armada, Sr. Mário Eduardo de Melo Wilton Pereira que, propositadamente, se deslocará a Setúbal. A segunda, que focará os actuais problemas internacionais, sobretudo e principalmente, os da Nato, será proferida pelo distinto advogado Dr. João Cavalheiro, professor de Organização Política e Administrativa da Nação (OPAN). Porque de lições de interesse público se trata, a Reitoria sentir-se-ia muito honrada com a comparência de todos os que pelas coisas públicas se interessam.
.
25-04-1959
Notícias Pessoais

O Dr. Joaquim Preto Rebelo é juiz substituto do Tribunal de Trabalho.

13 outubro 2009

Medina Carreira 2...

Acabei de receber um mail em cujo início li o seguinte:
.
"Aquilo que muitas das vezes recusamos ver ou perdemos a coragem em combater com frontalidade, é porque teimamos em continuar ideologicamente correctos ou idiotamente complexados com o fantasma de Salazar (que já começa a ter as costas largas). Infelizmente, nem nos libertamos deste escalrracho que tem dominado a sociedade actual como algo que se proclama determinista ou como nódoa entranhada que teima em não desaparecer!"
ARRE que já doi de tanta estupidez!!!
.
Partes de um discurso lúcido feito por um homem atento.
O homem atento é Henrique Medina Carreira.

Medina Carreira
.
"A educação em Portugal é um crime de «lesa-juventude»: Com a fantasia do ensino dito «inclusivo», têm lá uma data de gente que não quer estudar, que não faz nada, não fará nada, nem deixa ninguém estudar. Para que é que serve estar lá gente que não quer estudar? Claro que o pessoal que não quer estudar está lá a atrapalhar a vida aqueles que querem estudar. Mas é inclusiva.... O que é inclusiva? É para formar tontos? Analfabetos?"
.
"Isto da avaliação dos professores não é começar por lado nenhum. Eu já disse à Ministra uma vez «A senhora tem uma agenda errada"» Porque sem pôr disciplina na escola, não lhe interessa os professores. Quer grandes professores? Eu também, agora, para quê? Chegam lá os meninos fazem o que lhes dá na cabeça, insultam, batem, partem a carteira e não acontece coisa nenhuma. Vale a pena ter lá o grande professor? Ele não está para aturar aquilo...
.
Portanto tem que haver uma agenda para a Educação.
Eu sou contra a autonomia das escolas. Isso é descentralizar a «bandalheira»."
.
"Há dias circulava na Internet uma noticía sobre um atleta olímpico que andou numa "nova oportunidade" uns meses, fez o 12ºano e agora vai seguir Medicina... Quer dizer, o homem andava aí distraído, disseram «meta-se nas novas oportunidades» e agora entra em Medicina... Bem, quando ele acabar o curso já eu não devo cá andar felizmente, mas quem vai apanhar esse atleta olímpico com este tipo de preparação...
Quer dizer, isto é tudo uma trafulhice..."
.
MEDINA CARREIRA

Medina Carreira...

A propósito de corrupção, é de Medina Carreira o texto que iremos ler em seguida.

Henrique Medina Carreira
.
"Eu por mim estou convencido que não se faz nada para pôr a Justiça a funcionar porque a classe política tem medo de ser apanhada na rede da Justiça. É uma desconfiança que eu tenho. E então, quanto mais complicado aquilo fôr..."
.
"Nós tivemos nos últimos 10-12 anos 4 Primeiros-Ministros:
-Um desapareceu;
-O outro arranjou um melhor emprego em Bruxelas, foi-se embora;
-O outro foi mandado embora pelo Presidente da República;
-E este coitado, anda a ver se consegue chegar ao fim".
.
"O João Cravinho tentou resolver o problema da corrupção em Portugal. Tentou. Foi "exilado" para Londres.
O Carrilho também falava um bocado, foi para Paris.
O Alegre depois não sei para onde ele irá...
.
Em Portugal quem fala contra a corrupção ou é mandado para um "exílio dourado", ou então é entupido e cercado."

Romagens

Romagem de Saudade
Castelo Branco,
em 03 06 1988

Mais um grupo de romeiros, na Romagem de 1988.
Conseguimos identificar no plano central, o saudoso João Pedro Pelejão Marques e o Borronha Gonçalves (irmão do Aquiles) que ali enquadram o meu irmão Olímpio.
Na fila a seguir, à esquerda, identificámos o João Pires Estrela e o Porfírio Lima, que está mesmo atrás do João Pedro.
Na fila da frente, e ambos “a meia face”… aparecem o Victor Ambrósio, à esquerda e o Dr. Elias Cravo(?), no lado oposto.

Quase na mesma linha...

... do anterior "post", aqui deixo o texto de um mail que acabo de receber há momentos. .
"Los docentes serán autoridad pública en la Comunidad de Madrid. Es una de las medidas que introducirá la futura Ley de Autoridad del Profesor que la presidenta madrileña, Esperanza Aguirre, va a anunciar mañana en la cámara regional, según fuentes de su Ejecutivo, y cuyo texto llevará al hemiciclo en las próximas semanas. La iniciativa de elevar el rango de los maestros ya la asumió el año pasado la Comunidad Valenciana y existe también, aunque sólo para los directores de los centros escolares, en Cataluña, desde hace unos meses. En el caso de Madrid persigue el objetivo de reforzar la figura del maestro. Al ser reconocidos como autoridad pública, los profesores -al igual que jueces, policías, médicos o los pilotos y marinos al mando de una nave- cuentan con una protección especial. La agresión a uno de ellos está tipificada por el Código Penal como atentado contra la autoridad en los artículos 550 a 553, que recogen penas de prisión de dos a cuatro años.(...)"
.
Para quem tem alguma rejeição à língua de Cervantes, eis a tradução de dois parágrafos:

.
"Ao serem reconhecidos como autoridade pública, os professores - tal como os juízes, polícias, médicos e pilotos e comandantes de navios - contam com uma protecção especial. A agressão a um professor está tipificada pelo Código Penal como atentado contra a autoridade".
"Além de serem autoridade pública, têm presunção da verdade, o que significa que a sua palavra tem mais valor do que a de outro cidadão".
.
Em Portugal nestes quatro anos foi o que sabemos. "Quão diferente é o "socialista" Sócrates do seu homólogo Zapatero..."

12 outubro 2009

Condenado por agredir professor...

O tio de um aluno que agrediu um professor numa Escola, em Braga, foi condenado a nove meses de prisão, que serão substituídos por 270 horas de trabalho a favor da comunidade, a serem cumpridas num estabelecimento de ensino.
Rui Humberto, de 32 anos, foi também condenado a 120 dias de multa, num total de 600 euros, por injúria agravada. Terá ainda de indemnizar o professor em três mil euros pelas “graves sequelas psíquicas” que este sofreu.
Este foi um dos casos que mais me sensibilizou e repugnou até hoje” disse o juiz após a leitura da sentença, concluindo ainda que a pena aplicada só não foi mais severa porque o arguido não tem registo de antecedentes criminais.
Na leitura da sentença, o juiz declarou que o arguido não mostrou qualquer arrependimento e classificou a agressão ao professor como “bárbara e gratuita”, agravada por ter sido pedida pelo sobrinho, de 11 anos, facto que, disse, “encerra um mau exemplo para o menor e revela uma personalidade mal formada”.

11 outubro 2009

As "calinadas" de um "jornal de referência"...

Tendo em conta o assunto versado no “post” anterior, vem muito a propósito o artigo do Provedor do Leitor, Joaquim Vieira, que na sua “Coluna de Domingo”, aponta o dedo à mesma ferida… Um artigo a que deu o título “Ei, anda alguém a ler isto?”.

Joaquim Vieira, o provedor.
.
O Provedor do meu jornal termina assim a sua crónica:
.
“E depois há coisas que se lê (?) [Bolas! Senhor Provedor… aqui a interrogação é minha!...] neste jornal e não se acredita:
.
“o caso social mais urgente da persecução de obras públicas” (trata-se não de perseguir as obras públicas mas da sua prossecução – entrada de artigo. 3 Set.,pág.4);
.
“levou a que um fogo provocado por uma avaria eléctrica se espalha-se por todo o aparelho” (P2, 2 Set., pág.2);
.
“A mãe, bailarina, prevera nos astros” (P2, 2 Set., pág.2);
.
as comemorações do centenário da República, que são comemorados no próximo ano” (11 Ago., pág. 6);
.
Embora o avô de Lobo Antunes lê-se pouco” (P2. 6 Jul., pág. 4);
.
“duvido que LFV aceita-se um debate” (P2, 20 Jun., pág.2)
.
Por último, o desabafo enviado ao provedor, há uma semana, pelo leitor José A. Ribeiro da Cunha:
“No dia em que escreve “em defesa da pátria”, encontro esta pérola na pág. 4 do Público: “Obrigada Irlanda”, afirmou Durão Barroso.”
.
NB - Já nos habituámos, quase todos os domingos, aos “queixumes” dos leitores do Público sobre as “calinadas” escritas pelos seus “jornalistas”
.
Na verdade, o jornal “Público”… já foi um jornal de referência…