30 novembro 2014

Escrito no vento...

"Nos olhos dos jovens vemos chamas, mas é nos olhos dos velhos onde vemos a luz".
.
Vitor Hugo
Escritor Francês
1802 - 1885

29 novembro 2014

Fotografias de Setúbal...

Um lago na foz do Sado...
.
A Arrábida, o Outão e a fábrica do cimento...
.

28 novembro 2014

Escrito na pedra...

In. “Público”
23.10.2014
.
Os exemplos dos tempos passados costumam ser as regras e documentos para os presentes e futuros.
.
António Vieira
1608 – 1697
Padre e escritor português

27 novembro 2014

Os "aristocráticos" de esquerda...

Reproduzo um excerto do Editorial do jornal "i"
da autoria do seu director Luís Rosa
publicado ontem, dia 26 de Novembro
.
Luís Rosa

"... Manda a prudência política que se afaste de Sócrates. Não deixa contudo de ser uma oportunidade de eliminar o socratismo como tendência e impedir qualquer condicionamento futuro do ex-lider socialista. Não ter socráticos na direcção nacional do PS, como o "i" noticiou ontem, é um primeiro passo nesse sentido. O que António José Seguro não conseguiu passou a ser um objectivo de António Costa.
A atitude do lider socialista contraria, contudo, a visão que a maioria dos comentadores de esquerda tem transmitido do processo Sócrates. Miguel Sousa Tavares e Clara Ferreira Alves, dois bons representantes da esquerda aristocrática que considera que uns cidadãos são mais iguais do que outros, têm dado um espectáculo deprimente ao porem a justiça no banco dos réus, seja pela forma como José Sócrates foi detido, seja pela medida de coação excessiva aplicada pelo juiz Carlos Alexandre. Os factos oficiais que se conhecem do processo, nomeadamente os crimes de corrupção, fraude fiscal e branqueamento de capitais, são olimpicamente ignorados, como se não existíssem e Sócrates não tivesse de prestar contas à justiça. MST e CFA recusam-se a julgar Sócrates por não conhecerem os factos, mas condenam sem apelo nem agravo a justiça por fazer o seu trabalho e não conseguem perceber que os cidadãos querem uma justiça cega que não ligue ao poder político, económico ou social dos cidadãos. A aristocracia costuma ser assim: insensível ao sentir da comunidade!
.
Também assisti ao show do Miguel ST e da Clara FA... 
Senti-me "agoniado"!

26 novembro 2014

São quadras, meu bem... são quadras!...

.
Entreguei-te o coração,
E que tratos tu lhe deste!
É talvez por estar estragado
Que ainda não mo devolveste...

25 novembro 2014

Escrito na pedra...

.
"A hipótese de José Sócrates aderir ao Partido Livre é, neste momento, algo remota."
.
Fernando Delgado
in. Fb - 23 11 2014

24 novembro 2014

Humor antigo...

in. "Cara Alegre", nº157
de 15 de Julho de 1957
.
A Maria João: "No 'prego' dele faz favor não ponha mostarda."

23 novembro 2014

Gostei desta...

Isabel Stilwell dixit...
.
"Mais mulheres em lugares de topo? Casem-nas com homens que ameaçam partir os cornos a quem diz mal delas. Com a ministra da Finanças resultou!"
.
in "Coluna de Opiniões"
no Jornal "i" 
22.Nov.2014

22 novembro 2014

Subvenção vitalícia...

...por Vasco Pulido Valente
hoje, 22.11.2014,  no "Público"
no seu espaço de "Opinião"
.
Vasco Pulido Valente
.
De manhã nunca havia nada que fazer - nem de resto à tarde ou à noite. Os senhores deputados estavam nas comissões, onde também não se discutia ou decidia coisa nenhuma. Mas normalmente o dia começava com o almoço, num restaurante qualquer, de preferência perto, porque nessa altura, os da Assembleia da República (um para gente pobre, outro para gente rica) eram os dois tão maus, que só a esquerda e os pais de família os suportavam.
Quando se voltava, era costume, para quem sabia ler, passar por um quiosque ao lado da porta do chamado hemiciclo e comprar um grosso molho de jornais para passar o tempo. Lá dentro, havia sempre uma fila de advogados nervosos que queriam assinar depressa, o "livro de presenças", que garantia à Pátria a sua assiduidade, para depois se escapulirem para o seu autêntico trabalho.
Durante a sessão falavam algumas criaturas, por ordem da direcção do grupo parlamentar. Ninguém percebia do que tratava, porque ninguém estava informado nem da política do partido, nem dos propósitos dos notáveis que nos pastoreavam. As tropas, quando acabavam os jornais, iam passear para o corredor ou visitar amigos das bancadas da oposição, o que envolvia invariavelmente grandes festejos. Entretanto chegavam as cinco horas e no nosso lugar já se tinham acumulado alguns papéis sem justificação do seu fim ou indicação da sua origem. Um funcionário do partido vinha dizer aos representantes do povo como deviam votar ou não votar. A páginas tantas, veio mesmo um com um novo processo. Trazia uns papelinhos de cor que agrafava aos documentos que deviam fazer a felicidade da Pátria: encarnado significa não, verde sim e amarelo esperar.. Assim se poupavam explicações ao rebanho.
Na secretaria, os senhores deputados cumpriam zelosamente as formalidades de um funcionário público, que no fundo eram. Só na justificação das faltas se lhes reconhecia um privilégio: podiam indicar sem pormenores que a sua ausência, longa que fosse, se devia a "trabalho político". Muitos defensores da Pátria usavam alegremente essa desculpa. Excepto às sextas feiras  (ou às quintas, não me lembro bem), quando se despachava a votação  da semana a toque de caixa, para libertar os deputados da província que suspiravam de amor pela sua família. Um esforço destes, devemos reconhecer, merece a gratidão do país. Admito que não aguentei aquele deprimente sítio mais de três meses.Mas quem ficou merece com certeza uma enorme medalha e uma subvenção vitalícia.
.
Sempre aquilino. Sempre certeiro...  

E agora, Zezinho?...

...ainda queres voltar à política?!!...
.
Esta acção só peca por tardia... Nada que não se esperasse.
.
Sócrates é um dos quatro suspeitos em investigação sobre fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção. É a primeira vez que um ex-primeiro-ministro é detido. Detenção ocorreu à chegada ao aeroporto de Lisboa.
.
O ex-Primeiro
.
O ex-primeiro-ministro José Sócrates foi detido na noite desta sexta-feira no âmbito de um processo em que se investigam crimes de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção, confirma uma nota da Procuradoria-Geral da República (PGR).

José Sócrates foi detido no aeroporto da Portela, em Lisboa, pelas 23h10, quando regressava de Paris. Foi fotografado a sair do Departamento Central de Investigação e Acção Penal às 01h19, faltando saber se terá passado a noite num estabelecimento prisional ou em casa. Deverá ser presente neste sábado ao juiz de instrução Carlos Alexandre.


"No âmbito de um inquérito, dirigido pelo Ministério Público e que corre termos no Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), onde se investigam suspeitas dos crimes de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção, na sequência de diligências, desencadeadas nos últimos dias, foram efectuadas quatro detenções. Entre os detidos encontra-se José Sócrates", diz o comunicado da PGR.
.
Parabéns à Procuradora!... 
Parabéns à Justiça em Portugal!...
.
Com esta notícia quantos outros "artistas" teriam entrado hoje em "paranóia"??

O primeiro homem...

... é o título deste poema de
Sophia de Mello Breyner Andresen.
Sophia de Mello Breyner

O primeiro homem

Era como uma árvore da terra nascida
Confundindo com o ardor da terra a sua vida,
E no vasto cantar das marés cheias
Continuava o bater das suas veias.
 
Criados à medida dos elementos 
A alma e os sentimentos
Em si não eram tormentos
Mas graves, grandes, vagos,
Lagos
Reflectindo o mundo,
E o eco sem fundo
Da ascensão da terra nos espaços
Eram os impulsos do seu peito
Florindo num ritmo perfeito
Nos gestos dos seus braços.


Sophia de Mello Breyner Andresen
Obra Poética I
Caminho

21 novembro 2014

Ingrid Bergman dixit...

.
 "Sucesso é teres o que queres, felicidade é quereres o que tens".
.
in "Observador"
19.Nov.2014

20 novembro 2014

Histórias e memórias...

...é o título do livro que
S a r a    M o n t e i r o
apresentou no passado dia
     15 de Novembro
na Biblioteca Municipal
.
.
Sara Monteiro nasceu em Lisboa, é professora aposentada do ensino secundário e Licenciada em Filologia Germânica pala Faculdade de Letras de Lisboa. Exerceu a sua actividade profissional durante 36 anos em Setúbal nas Escolas Preparatória de Bocage e Secundária Sebastião da Gama. Actualmente é professora de Inglês, em regime de voluntariado na Universidade Sénior de Setúbal.

A escrita e a pintura são actividades que pratica com prazer nos tempos livres.
.
Fez o Curso Secundário em Castelo Branco, no Liceu de Nun'Álvares, que terminou em Junho de 1959 integrada numa geração que incluiu os seus colegas e amigos  Daniel Proença de Carvalho e Eduardo Marçal Grilo.
.
A Sara Marques (Monteiro) no Livro de Curso de 1958/59
dos Finalistas do Liceu de Nun'Álvares
.
No passado sábado, e em simultâneo, foi inaugurada também, na mesma Sala da Biblioteca Municipal, uma Exposição de Pintura que teve a presença da Presidente da Autarquia, Dr.ª Maria das Dores Meira, que presidiu à Cerimónia que ali decorreu com grande êxito. 
Foi recebida pela autora no átrio da Biblioteca.
.
Maria das Dores Meira e Sara Monteiro
no átrio da Biblioteca
.
Um "defeito" que continua a persistir em Setúbal é a falta de coordenação que existe na marcação dos eventos culturais, já de si bastante raros. Desta vez, numa só tarde, a Sr.ª Presidente teve de estar presente em três "acontecimentos", quase marcados à mesma hora... Não é possível estabelecer um código de pontualidade nestas circunstâncias... Mesmo assim, a Dr.ª Meira  não teve pejo em pedir desculpa à autora e a todos os presentes, pelo tempo que os fez esperar...
.
Seguiu-se a inauguração da Exposição.
.
A autora e o "seu" quadro preferido.
.
A mesa da presidência,
.
A Presidente  Maria das Dores Meira, ladeada pela pela Sara Monteiro e pela Maria Lin (a minha pianista preferida...),  proferiu algumas palavras simpáticas no início da sessão.
.
Amiga de há muito tempo, a Drª Maria Lin de Sousa fez o elogio da pessoa e da artista Sara Monteiro.
Lembro-me da Maria Lin "nos idos de 70".
Era então aluna do Liceu e da Academia  de Música e Belas Artes Luísa Todi... uma pianista admirável  que agora me recordou um pormenor muito bonito passado no dia 9 de Janeiro de 1972 (numa homenagem a Luísa Todi) mas... que eu já tinha esquecido totalmente. 
Há na verdade pequenas "coisas" a que não ligamos nada... mas que marcam a vida 
dos jovens com quem lidamos no dia a dia.
.
Assistência era "maior" do que a sala. E reagiu muito bem 
a tudo quanto se disse... Não se poupou nos aplausos
O Quaresma Rosa e a esposa, a Maria Alice Ferreira, o Alberto Alves e a Antonieta Gil, aqui presentes, são a prova disso.
.
E, no final, houve flores...
oferecidas pelas netas Cloe e Zoe
.
que, aqui, deixam a avó depois de cumprida a missão...
.
.
Também elas mereceram palmas
de todos os presentes.
Um pormenor da assistência no final
deste encontro com a Cultura.

19 novembro 2014

Escrito no vento...

"Quando vires um gigante examina antes a posição do sol, não vá ser a sombra de um anão."
.
Von Hardenberg.

18 novembro 2014

Anthímio de Azevedo...

... faleceu ontem, vítima de doença prolongada. Tinha 88 anos.
.
 Anthímio José de Azevedo

Surgiu pela primeira vez na televisão nos anos 1960 quando a meteorologia passou a fazer parte da programação da RTP. Tornou-se uma "vedeta do tempo". Mas Anthímio de Azevedo estava apenas a fazer o que lhe competia e não percebia o quanto estava a mudar a forma como as pessoas olhavam para o seu trabalho: "Não sei porquê, sou considerado uma das vedetas da meteorologia. Cheguei a saber que me chamavam 'o explicadinho' da meteorologia, porque explicava as coisas. Há uns anos fui passar férias ao Algarve, entrei num hotel e um dos funcionários disse-me: 'Muito gosto em vê-lo pessoalmente. Aprendi muita coisa de geografia consigo.' Já tinha sido chamado por um amigo engenheiro que me dizia o mesmo. Não me apercebia de que dava tantas explicações. Sinto-me marcado por uma diferença de tipo de apresentação, mas não tive a mínima noção de que estava a fazê-lo, fazia-o naturalmente. (cfr. "Correio da Manhã")
.
Conheci o Anthímio de Azevedo em 1975, quando ambos fazíamos parte de um grupo de Associações de Pais que acabavam de se formar por todo o país. As Associações de Pais nasceram em Portugal à sombra da liberdade de associação, em 1974. A situação de instabilidade das escolas, as sucessivas greves de professores e alunos, forçaram à intervenção dos Pais, que só então acordaram para a necessidade de participar na vida da Escola e se tornaram mediadores, pacificadores e também exigentes, quanto à resolução de problemas.
As APs nasceram por todo o país. Cedo verificaram que era preciso conjugar esforços: forma-se a Inter-Pais (74/75) e pouco depois, em Abril de 1976, realiza-se o I Encontro Nacional de Aps.
Um ano depois, em 1 de Fevereiro de 1977 meia centena de Associações de Pais forma o SNAP - Secretariado Nacional da Associações de Pais cujo objectivo era "congregar a nível nacional a actuação das Associações de Pais no exercício do direito e dever que a pais e encarregados de educação assiste de participarem na educação integral dos seus filhos e educandos".
.
Das reuniões semanais no edifício da 5 de Outubro e do contacto com o grupo de trabalho então formado, resultou um conhecimento amigo com Anthímio de Azevedo e com outros Pais e Encarregados de Educação com quem então trabalhei.
.
Hoje sinto a falta de um amigo.
.
Que descanse em paz.

Faleceu o Francisco Neto...

... que foi meu aluno em 1959/61
          no 4º e no 5º anos, 
    no Liceu Nacional de Setúbal 
.
 Francisco José Ferreira Neto

Faleceu no Hospital de Cascais em 14 de Novembro, o CR CMG EMA Francisco José Ferreira Neto, em consequência  do agravamento do seu estado geral e especialmente dos diabetes de que vinha padecendo nos últimos anos. Paralelamente à sua vida militar  e como eng.de armamento reconhecido internacionalmente, foi atleta olímpico e destacado apoiante do tiro desportivo.
.
Francisco José Ferreira Neto
quando aluno do Liceu de Setúbal, em 1960,

numa turma inesquecível.
.
Requiescat in pace

Setubalense - 1967 - Dezembro

.
02 Dezembro
Falecimento
Dr. José Mendes Leonardo
Faleceu ontem, na sua residência na rua Gen. Daniel de Sousa, o Sr. Dr. José Tomás Mendes Leonardo, de 37 anos, natural de Ponte de Sôr, Secretário do Governo civil de Setúbal.
O extinto que era pessoa muito estimada na nossa cidade, deslocou-se há dois anos à América onde foi submetido a um rigoroso tratamento da doença reumática que o atormentava.
.
02 Dezembro
Falecimento
Morreu hoje, em Lisboa, a Sr.ª D. Emília de Sousa Garcia, de 56 anos, casada com o Sr. Joaquim Garcia, sócio da Agência Marítima Novais, Ldª
.
02 Dezembro
Cap. António de Oliveira Mata
Com 84 anos, morreu em Lisboa, na 4ªfeira, este antigo Comandante Distrital da PSP de Setúbal, cargo que exerceu desde 15 de Agosto de 1942 a 12 de Setembro de 1953.
.
02 Dezembro
O tradicional encontro amigável de futebol decorreu ontem, dia 1 de Dezembro.
Escola, 1 – Liceu, 0
Magnífica forma de Desporto e Camaradagem.
Nos vencedores imperou a força.
Nos vencidos, a habilidade.
Quem vencerá no dia 8?
Alinharam:
Pela Escola – Vitor Cruz, Manuel Nunes, Telmo, Caleira (Daniel) e Reizinho; Estelino, (A. Nunes) e Costa; Eusébio, Rocha, Valente e Jacinto (cap.) . Jacinto marcou o golo aos 15 minutos.
Pelo Liceu – José Martins (cap.); Bento, Severino. Cachão e Luis Martins; Sobral e Damas; João Carlos, Delfim (Canudo), Duarte e Santana.
Dirigiu o encontro o Sr. Eduardo Correia, árbitro internacional.
Foram juízes de linha os Srs. Inácio Baião e Júlio Firmo (Setúbal)
Assistiram ao encontro os Srs. Drs. Manuel José de Goes, Presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Estêvão Moreira, Reitor do Liceu e Rogério Peres Claro, Director da EICS.
.
04 Dezembro
Foi inaugurado ontem, o quadro evocativo do patrono da cidade S.Francisco Xavier
.
06 Dezembro
Nova Vereação da Câmara Municipal de Setúbal para o quadriénio de 1968/71.
Efectivos:
Afonso Henriques Rocha
Manuel Pacheco Calanane Wengorovius
Dr. José Caldeira Areias
Carlos José Pinto
Fernando Batalha Lopes Pedrosa
José Maria da Silva Belo
Suplentes:
José Luis Ahrens Novais
Dr. Luís Serra Pinto
Dr. Jorge Paul
Dr. João José Mendes de Matos
Dr.ª Irene Perienes e
José Eduardo Martins
.
06 Dezembro
Novo Conselho Municipal
Para o Quadriénio de 1968/71
António Gomes Gautier
João da Conceição Costa
João Patrocínio, pelas Juntas de Freguesia
Cap. de Fragata Eugénio da Silva Gameiro, pelas Casas dos Pescadores
Dr. João Maria Silva Duarte, pelas Ordens.
Eng. Agr. Artur Manuel Parreira da Gama, pelas Misericórdias
Jacob Perianes Palma
António de Almeida Alves
Ermelinda Evans da Rosa Limpo, pelos Grémios
Manuel Martins do Nascimento Lino
António Aires Ferreira, pelos Sindicatos e
Eng. António Porto Soares Franco, pelas Casas do Povo.
.
06 Dezembro
Colóquio sobre desporto
O C.E.H., do Clube de Campismo de Setúbal promoveu na 5ªfeira um Colóquio sobre Desporto integrado no “Ciclo da Juventude”. Participaram os Srs. João Lúcio, Dr.Augusto Martins, Lourenço da Conceição e profª Adelaide Mendes dos Anjos.
.
06 Dezembro
A Escola leva vantagem.
Mas o Liceu tem uma palavra a dizer…
É já no dia 8, sexta-feira, que se realiza, às 11h, no Estádio do Bonfim, a segunda e decisiva jornada de futebol.
.
09 Dezembro
Foi promovido a capitão-tenente o Sr. António Carlos Fuzeta da Ponte.
.
09 Dezembro
Houve Carnaval, Música e Futebol no Festival ontem organizado a favor da iluminação do Estádio do Bonfim.
.
13 Dezembro
Casamento
No passado dia 8, realizou-se na Igreja de S. Francisco, em Évora, o casamento da Sr.ª D. Maria Isabel de Sousa Torres Vaz Freire… com o Sr. Francisco de Paula Moniz Borba.
.
13 Dezembro
Pedido de Casamento
… foi pedida em casamento para o seu filho Sr. Dr. Luís António França Vasconcelos Dias, a Sr.ª D. Maria da Conceição Oliveira Cunha.
.
16 Dezembro
O coronel Pereira de Santana é o novo Presidente da Associação de Futebol de Setúbal.
.
18 Dezembro
Foi aprovado o regime de comercialização do azeite.
Libertação de preços em todos os tipos.
Passam a ser obrigatórias as embalagens dos azeites e óleos comestíveis.
.
27 Dezembro
Posse dos membros eleitos para a Junta Distrital de Setúbal.
A nova Junta tem a seguinte constituição:
Presidente: Dr. Eduardo da Costa Albarran
Vice-Presidente: Dr. José Maria Cardoso Ferreira
Vogal: Dr. Augusto Amado Aguilar
Vogal: Dr. Carlos José da Cruz e França
Dr. Luís da Cruz e Silva
.
30 Dezembro
Na página “Os jovens de Setúbal”
Aqui ficam para a história do reatamento das belas jornadas desportivas Liceu - Escola, os nomes dos rapazes que constituíram as duas formações. (com fotos)
Liceu:
José Martins, Bento, Severino, Cachão e Luis Martins; Sobral, Damas; João Carlos, Delfim, Duarte e Santana.
Suplentes: Esteves, Daniel, Canudo e Alves.
Escola:
Vitor Cruz; Manuel Nunes, Telmo, Caleira e Reizinho (?); Estelino e Costa; Eusébio, Rocha, Valente e Jacinto.
Suplentes; Joaquim, Daniel e A.Nunes.


17 novembro 2014

Parabéns!... 17 de Novembro

A Maria Regina faz anos hoje.
Beijinhos e um belo dia de anos...
.
Maria Regina Bidarra Santos Silva

16 novembro 2014

Humor antigo...

in. "Cara Alegre", nº 157
de 15 de Julho de 1957
.
A Maria João: "Se se enganar eu empresto-lhe a minha borracha!..."

15 novembro 2014

São quadras, meu bem... são quadras!...

.
Se ontem à tua porta
Mais triste o vento passou
Olha: levava um suspiro...
Bem sabes quem to mandou...

14 novembro 2014

Escrito na pedra...

In. “Público”
16.10.2014
.
“Nunca sabemos o valor da água até o poço secar.”
.
Thomas Fuller
1908 – 1661
Historiador inglês

13 novembro 2014

Parabéns!... 13 de Novembro de 1934

O Luís faz anos hoje...
... e desta vez é um número redondo.
São 80 anos cheios de boas amizades e memórias.
.
Luís Joaquim Carrega Marçal Grilo

12 novembro 2014

São quadras, meu bem... são quadras!...

.
Eu tenho um colar de pérolas
Enfiado para te dar:
As pérolas são os meus beijos,
O fio é o meu pesar.

11 novembro 2014

A Isabelinha Piteira morreu esta manhã...

... terminou hoje o seu martírio.
     01.08.1944  -  11.11.2014
.
Isabel Maria Piteira Ferreira Pena Salgado Soares
.
Fui professor da Isabel Piteira em 1959/60, quando ela tinha apenas 15 anos. Ficámos Amigos uma vida inteira. 
.
Para o Com.Salgado Soares, para a Sofia e para a Rosarinho, vai um abraço muito sentido.   ... Para a Isabelinha Piteira deixo-lhe aqui um monte de lágrimas que eu não consegui reprimir.
.
Descansa em Paz, Isabel.

Humor antigo...

in. "Cara Alegre"157
de 15 de Julho de 1957
.
A Maria João: "Não!... Não precisa de gasolina. Ele anda só com água...

10 novembro 2014

Recordações...

...em 10 de Agosto de 1974
.
A Gi e o João Miguel na Fortaleza do Outão

09 novembro 2014

Escrito na pedra...

In. “Público”
20.10.2014
.
“O coração ingrato assemelha-se ao deserto que sorve com avidez a água do céu e não produz coisa alguma.”
.
Muslah-Al.Din Saadi
1184 – 1291

Escritor persa

08 novembro 2014

07 novembro 2014

Eles foram meus alunos...

Foto obtida em 26 de Maio de 1988,
numa das últimas aulas do ano lectivo
.
Ana Isabel Severino
aluna nº 3, da turma E, do 2º Ano Complementar

06 novembro 2014

A Praça dos Leões...

... a minha Faculdade de Ciências
.
e a rua das Carmelitas, no Porto.
Quantos anos terá esta foto?

05 novembro 2014

Humor antigo...

in. "Cara Alegre", nº 157
de 15 de Julho de 1957
.

04 novembro 2014

Escrito no vento...

"Não corre atrás de quem você ama… A vida te trás quem você merece!..."
.
autor desconhecido

03 novembro 2014

Parabéns!... 3 de Novembro.

A Susana faz anos hoje.
Beijinhos, um belo dia para ti 
e uma boa Carreira, a partir de hoje...
.
Susana Barros Carreira

02 novembro 2014

O Dr.Costa...

...se é capaz, devia pensar!.
.
"Zero" é o título ao artigo de Opinião
de Vasco Pulido Valente,
no Público de Sábado
em 1 de Novembro de 2014
.
Vasco Pulido Valente
.
Embora saudável, a remoção de António José Seguro não basta 
para tornar o grupinho de amigos num partido político.  

Se a discussão do Orçamento na Assembleia da República não serviu para muito, serviu pelo menos para mostrar o estado a que chegaram os partidos da República. Não se ouviu um argumento sério, uma crítica nova. De um lado ao outro, foram repetidas as diatribes do costume, com umas graçolas de mau gosto pelo meio. Isto não teria importância de maior, se Portugal não precisasse daqui a um ano (ou mais cedo ainda) de um governo que verdadeiramente desse ao indigenato um módico de ordem e de razoabilidade. Mas ordem e razoabilidade são coisas que não existem num parlamento dedicado ao berro, à insinuação e ao insulto;  e que ainda hoje se ocupa, como se fosse uma questão central, dos méritos relativos de Manuela Ferreira leite e do falecido Sócrates.
O dr. Passos Coelho, enquanto promete fantasias, parece ocasionalmente decidido ao martírio. Apresentou um orçamento diferente (que pode ser anulado com três riscos por quem lhe suceder), atrapalhou as contas por causa de uma polémica com Paulo Portas, resolveu ameaçar com mais cortes para o funcionalismo em 2016. A única razão imaginável para este masoquismo é a de que se tenciona imolar à sr.Merkel, como o perfeito exemplo da fidelidade. A sra.Merkel agradece, mas suspeito que não está especialmente interessada. Por cá ficarão os restos do que foi o PSD, com duas dúzias de autarquias e a história destes quatro anos: quem vai votar nele, depois da inexcedível Paula Teixeira da Cruz, de Nuno Crato e do caos que Passos Coelho conseguiu estabelecer no seu próprio Conselho de Ministros?
Fica o PS. Ou não fica? Embora saudável a remoção de António José Seguro não basta para tornar um grupinho de amigos num partido político. Mesmo num PS entusiasmado e miraculosamente unido, a raiva e as facções não desapareceram sob capa de suaves discordâncias ideológicas.Quem observa de fora aquele formigueiro percebe o objectivo essencial do camarada Costa. Votos de moderados, de radicais, das pequenas seitas da extrema-esquerda e até do PSD. Em princípio, a ideia não choca. Sucede que há três grandes dificuldades no caminho. Primeira: Como, depois de Sócrates, persuadir os portugueses a entregar a direcção da economia aos "socialistas"? Segunda, como pôr de acordo um eleitorado que viveu 20 anos de se guerrear? E terceira: como convencer a sra. Merkel, que este mês já liquidou as fanfarronadas da Itália e da França, a fazer a vontade ao Dr.Costa?
O dr.Costa, se é capaz, devia pensar.

01 novembro 2014

Fotografias de Castelo Branco...

...em Agosto de 2008
.
O Largo de São João com o seu Cruzeiro, 
um belo exemplar da arte quinhentista.