28 fevereiro 2010

Fotografias de Setúbal...

O Sanatório Marítimo do Outão
No século XX, já depois de ter sido convertida em residência de férias da família real, a fortaleza foi oferecida pela Rainha D. Amélia para que aqui se instalasse um sanatório, o primeiro do género do país

O Sanatório do Outão
em 29 04 2005

27 fevereiro 2010

Fotografias de Castelo Branco

Caíu neve em Castelo Branco

Foto obtida em 25 de Dezembro de 1970
Um dia de Natal lindo,,,

26 fevereiro 2010

Rijksmuseum

O Menino Doente
Gabriel Metsu
1629 – 1667

O Menino Doente

A característica principal deste quadro, que confere um sentido novo e extraordinário ao tema muito comum da mãe com um filho, reside na observação directa do aspecto de uma criança doente, que suscita uma relação pessoal entre o espectador e o quadro. Obra notável pelos perfeitíssimos contrastes de cores e por uma composição impassível e quase geométrica.

Cfr. Marco Valsecchi
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

25 fevereiro 2010

Cândida Camejo

Só hoje tive conhecimento de ter falecido no dia 17 de Fevereiro, em Castelo Branco a D.Cândida Camejo.
Era natural da Póvoa de Rio de Moinhos mas vivia há imensos anos na nossa cidade.
Tinha 93 anos.

A D.Cândida Camejo e a minha Mãe no dia 22 de Fevereiro 1999
Uma com 82 e a outra com 97 acabados de fazer nesse dia...
.
A D.Cândida foi Amiga, durante muitos anos, da minha Mãe e fazia parte de um belo grupo de Senhoras que, até há poucos anos, se reunia com frequência para comemorar os seus aniversários. Não sei quantas restam... mas todas as que já partiram deixaram muitas saudades.

A D.Cândida entre a minha Mãe e a D.Aurora Moura Pinheiro (avó da Paula Moura Pinheiro), vendo-se, em segundo plano, a D.Amélia Eugénia Duque Vieira(à esquerda) e a D.Julieta Romãozinho, mãe do Chico Romãozinho (à direita). Costumavam dizer, com muita graça, que se reuniam ali "800 anos de História de Portugal"...

A D.Cândida Maria Camejo voltou agora a encontrar algumas destas suas Amigas...

As "garotas" de Peñarroya

Humor antigo
com o traço de
Peñarroya


- Ela está muito triste. Sente-se muito velha...
Calcula tu... que recebeu uma declaração de um arqueólogo...

24 fevereiro 2010

Beira Baixa - 1960 - Outubro

02 de Outubro
Baptizado
Na Igreja da Graça, em Lisboa, foi baptizada a menina Maria Leonor Xavier Lobo Moutinho, filha do distinto advogado da capital, Sr. Dr. José Moutinho e de sua Esposa, a Sr.ª D. Maria Leonor Xavier Lobo Moutinho a quem endereçamos os nossos calorosos parabéns extensivos também aos Avós, D. Maria do Patrocínio Torres Preto Xavier Lobo e Dr. João Matilde Xavier Lobo, antigo Reitor do Liceu de Pedro Nunes, de Lisboa.
Ao Sr. Dr. João Matilde, assinante dedicado do nosso Jornal, desde a 1ªhora, um grande abraço com os protestos da nossa muita consideração e estima.
.
02 de Outubro
O Sr. Dr. António Ribeiro Queiroz tomou posse do cargo de
Director da Escola Comercial e Industrial de Castelo Branco
.
O Sr. Dr. António Ribeiro Queiroz que, conforme oportunamente anunciámos, foi recentemente nomeado directos da Escola Industrial e Comercial da nossa cidade, tomou posse no passado dia 20 do referido cargo, perante o Sr. Dr. Carlos Proença, director geral do Ensino Técnico e Profissional.
A cerimónia teve lugar no Ministério da Educação Nacional, tendo o directos do Ensino Técnico e Profissional dirigido palavras de saudação ao empossado, salientando que estava certo do bom êxito da sua nova missão, dadas as suas altas qualidades de pedagogo.
A agradecer, o Sr. Dr. António Ribeiro de Queiroz disse do seu propósito de bem cumprir a missão que lhe fora confiada, envidado (sic) todos os esforços, para a valorização da Escola Comercial e Industrial de Castelo Branco.
Ao Sr. Dr. António Ribeiro de Queiroz endereçamos mais uma vez as nossas saudações, com votos dos maiores êxitos,

.
09 de Outubro
Uma terrível tragédia enlutou a Família Vaz Preto
Causou a mais viva impressão em toda a nossa Província a terrível tragédia que enlutou a Família Vaz Preto, ocorrida no passado dia 3, na freguesia da Lousa, em que perdeu a vida vítima de brutal agressão de um criminoso demente, o nosso querido amigo Sr.Manuel Barba de Vaz Preto Giraldes e em que ficaram feridas sua esposa Sr.ª D. Maria Alda Pinheiro Dias Coutinho Vaz Preto e sua cunhada Sr.ª D. Maria Amélia Pinheiro Dias Coutinho.
No próprio dia da tragédia, o Sr. Manuel Vaz Preto estivera em Castelo Branco afim de tratar do internamento no Hospital Sobral Cid, em Coimbra, do… (etc… etc…)
.
16 de Outubro
Casamento
Por Sua Reverência, o Senhor Dr. Honorato Monteiro, Secretário Particular de Sua Eminência o Senhor Cardeal Patriarca, foi celebrado na Basílica da Estrela, em Lisboa, pelas 14 horas, do dia 8, o Sagrado matrimónio da Sr.ª D. Júlia Cardoso Fernandes, com o nosso muito estimado assinante, Sr. Dr. Rui dos Santos Penha, após o acto religioso foi servido no Hotel Ritz, um riquíssimo copo de água ao qual assistiram aproximadamente 300 convidados, entre os quais se viam algumas pessoas da melhor Sociedade da Capital.
Os noivos saíram no dia 10, em viagem de núpcias para Itália e outras nações da Europa, regressando a Lisboa, após sua viagem de 30 dias, onde o noivo recomeçará a sua actividade profissional.
.
16 de Outubro
Manolo & Castilho
Uma nova agência oficial da Philips em Castelo Branco
Na rua de S. Sebastião da nossa cidade, abriu recentemente ao público uma nova agência da Philips de que são proprietários os nossos estimados amigos José Castilho e Manuel Fernandez Cartero.
Estabelecimento acolhedor e de linhas modernas, possuindo o mais variado material eléctrico e prestando uma assistência técnica garantida pela reconhecida competência do Sr. Manuel Fernandez Cartero, veio esta nova casa comercial enriquecer indiscutivelmente o comércio da cidade, pelo que desejamos aos seus proprietários as maiores prosperidades.
.
23 de Outubro
Cine Teatro Avenida
Hoje – Gata em telhado de zinco quente, com Elisabeth Taylor e Paul Newman
3ªfeira – O rei da pradaria, com George Montgomery
5ªfeira – Metropolitano no espaço, com Van Johnson e Hildegard Neff
Sábado – Aqui só cabem os bravos, com Robert Mitchum
.
30 de Outubro
Uma conferência sobre a vida de Sebastião da Gama.
A convite da Direcção da Biblioteca Municipal de Castelo Branco, realiza no próximo dia 17 de Novembro, no salão da referida Biblioteca, uma conferência sobre a vida e a Poesia de Sebastião da Gama, a ilustre escritora Sr.ª Maria de Lurdes Belchior, professora Catedrática da Faculdade de Letras de Lisboa.

23 fevereiro 2010

Fotografias de Setúbal...

Junto da foz do Sado...

Fim de tarde no Outão
em 01 07 2009

22 fevereiro 2010

O diabo que os carregue...

No "Correio da Manhã"
hoje, 22 02 2010
.
Num Artigo de Opinião a que deu o título de
"Gentinha menor", Ribeiro da Fonseca escreveu:
.
António Ribeiro Ferreira
jornalista
.
"Em contraste com este triste e degradante comportamento do senhor presidente relativo do Conselho, o chefe, deste sítio pobre, deprimido, manhoso, corrupto e, obviamente, cada vez mais mal frequentado, destacaram-se o senhor Presidente da República e o senhor Presidente do Governo Regional da Madeira. Nesta enorme tragédia da Madeira, Cavaco Silva e João Jardim foram os únicos que mostraram ter sentido de Estado e respeito pelos indígenas. Os outros, chefe incluído, são o que são. Gentinha menor, que não consegue fugir à tentação do poder e da ambição. O Diabo que os carregue."
(excerto final do artigo)

Os anos de minha Mãe...

Nasceu em 22 de Fevereiro de 1902
Faria anos hoje...
.
Às Mães
.
Sacrário de amizades,
Do amor cofre adorável,
Num álbum reverdescem as saudades
Do tempo que passou irrevogável!

Tudo nele é precioso, até um nome,
Se esse nome é de alguém,
Mas o álbum melhor, mais amorável,
O que afectos somente em si contem,
É aquele que o tempo não consome

- Um coração de mãe!
.
Poema de José Simões Dias

1844 - 1899

Escrito na pedra...

No "Público"
em 28 12 2009

A mulher é um efeito deslumbrante da natureza.”
.
Arthur Schopenhauer
Filósofo alemão
1788 - 1860

21 fevereiro 2010

Uma Carta Aberta a José Sócrates...

Hoje, no “Espaço Público” do meu jornal, um “militante do PS" envia um recado ao primeiro-ministro José Sócrates.
Escolheu, ele ou a redacção do jornal "Público", um destaque que encabeça o texto que hoje ali surge: “Faço votos de que não sejas varrido da mesma forma que os socialistas italianos, fugidos à justiça.”
.
Armando Ramalho
.
Transcrevo apenas alguns excertos deste artigo que é muito elucidativo se tivermos em conta que é da autoria de um homem que se diz “militante do PS há 35 anos
.
“Qualquer militante com alguns anos de partido recordará, no mínimo, que os dois últimos secretários-gerais, por razões diversas, abandonaram o partido e o país. É uma triste sina, de facto, só resta saber o que te levará daqui para fora, a lei ou a tua consciência. Faço votos de que não sejas varrido da mesma forma que os socialistas italianos, fugidos à justiça.
(…)
Os órgãos de comunicação, com honrosas excepções, como é clássico, têm a sua própria “agenda”, em regra “cheiram” o sangue ou de onde lhe vem a conveniente sobrevivência. As ditaduras eram igualmente eficazes em tais domínios, aí já estamos em paridade política…
(…)
A verdadeira democracia inclui a verdadeira liberdade de criticar os políticos burocratas e as políticas de privilégios, sem intimidação ou outros constrangimentos. Como podes ver, até se repete o texto e o contexto, só há algo que não sabes nem podes iludir o povo, não fabricas dinheiro e esse facto tão banal vai virar todos contra ti, o povo é cruel, sem música não há festa, e a tua festa acabou.
(…)
Tecnicamente é possível uma saída de cena digna e constitucional, artº195, alínea )b: a aceitação pelo Presidente da República, do pedido de demissão apresentado pelo primeiro-ministro. Constituição da República Portuguesa. Para o bem do país e daqueles que dignamente e convictamente ainda acreditam na tua boa fé.
.
Armando Ramos
Militante do PS há 35 anos.
.
Toma e... embrulha!
Já são os próprios militantes socialistas a dizer "coisas assim"...

Dá que pensar...

Hoje, dia 21 de Fevereiro
no Correio da Manhã.
.

.
Com destaque, na última página da edição de hoje
podemos ler o seguinte título:

"Família de Ronaldo está bem."

Num dia em que toda a imprensa relata a tragédia imensa que sucedeu na Madeira, pondo-a em destaque como "a maior catástrofe natural da região nos últimos cem anos", com "pelo menos 32 mortos 68 feridos e centenas de dasalojados", e que afectou principalmente gente anónima, gente pobre, gente comum, o Correio da Manhã dá este destaque na última página!
.
Que significado terá isto?...

As minhas turmas... 12ºAno - 1ºE 1988/89

12ºAno - 1ºA
em 1988/89
.
Fui professor desta turma
em Biologia

Ana Bela Conceição Neto Mota
Ana Isabel Serrano Dias
Ana Maria da Cruz Raposo
Ana Paula Batista Amaro
Ana Paula Moutinho Machado Vasconcelos Nunes
Anabela Silva Ramalho
Carla Sofia Madeira Gomes Pimentel
Manuel Marta Gaspar
Helena Fernanda Pacheco Ribeiro


Helena Paula Mercier de Miranda Morgado Ramos
João Luís Jorge Alpendre
José Manuel Oliveira Martins
Lisbete Marisa Neto Cordeiro
Maria Eduarda Abrunhosa Silva Caridade
Maria Inês Lince Malta Vacas
Madalena Severino
Maria Teresa Martins da Silva
Nuno Miguel Santos de Mendonça Castiço Pedroso


Paula Cristina Gonçalves Basílio Ricardo Paulo Dias
Rita Fernandes dos Anjos
Rui Manuel Fonseca Seixas
Sandra Isabel Farinhas Testa Felicidade
Sandra Margarida Caldas Amaral
Sílvia Cristina Cruz Pires

Benvinda Gaspar Gonçalves Bento
Maria João de Oliveira Borrego
.

As fotografias que os alunos apresentavam em fotocópias "prejudicam" muito estas imagens...

20 fevereiro 2010

Fotografias de Castelo Branco

A Sé "empacotada"...

Foto obtida em 14 de Maio de 2004

19 fevereiro 2010

Escrito no vento...

"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem ser inteligentes até as ouvirmos..."
.
Anónimo
Sec. XXI

18 fevereiro 2010

As Bonecas de Don Flowers

Humor antigo
com o traço de
Don Flowers

- Chefe, é a sua mulher a recomendar que que não se esqueça
de usar o cinzeiro...

17 fevereiro 2010

Setubalense - 1959 - Agosto

01-08-1959
2º Concurso de Elegância Automóvel
O Júri é constituído por:
Dr. Augusto Evangelista Martins
Fernando Batalha Lopes Pedrosa
Manuel Martins Caro Marquilhas
.
03-08-1959
Funcionalismo municipal
O Sr. Alfredo Tavares Santana foi admitido definitivamente, no concurso para provimento do lugar de desenhador de 1ªclasse da CMS.
.
05-08-1959
Está encerrado o Café Esperança
Desde ontem encontra-se encerrado o café Esperança por não estar ainda regularizada a transferência do alvará para o nome do actual proprietário, sr. Augusto Carlos Salgado.
.
10-08-1959
Notícias Pessoais
Partiu para Freyburg (Alemanha) a fim de frequentar na Universidade daquela cidade, um curso de Alemão, a Sr.ª Dr.ª D. Maria do Carmo Trindade Pires
.
14-08-1959
Incêndio
Um pavoroso incêndio destruiu, ontem, em Lisboa, a histórica Igreja de S. Domingos.
.
17-08-1959
Notícias Pessoais
Para seu filho Júlio d'Almeida Sérgio, foi pedida em casamento a srª.D.Maria do Carmo Alves Fidalgo.
.
24-08-1959
Cidade
Continua a arder a Serra de S. Luís

29-08-1959
Falecimento – Tem Cor. Jorge Costa
Às primeiras horas da manhã de hoje faleceu o Sr. Ten. Cor. Jorge Costa que na passada 5ª feira tinha sido submetido a uma intervenção cirúrgica no Hospital Militar da Estrela, a qual decorreu normalmente, nada fazendo prever o seu desaparecimento. Tinha 74 anos.
.
29-08-1959
Agradecimento
Muito sensibilizado e na impossibilidade de agradecer pessoalmente a todas as pessoas que se interessaram pelo seu estado de saúde, durante o acidente de que foi vítima, vem por este meio exteriorizar o seu reconhecimento Antero Torres

16 fevereiro 2010

Bússola de um presente permanente...

Na Última página do Público, gostei de ler a
prosa que Pedro Lomba escreveu na sua coluna
"Assuntos temporários".
Há muito tempo que descobri a "bússola" a que
ele se refere, no primeiro parágrafo que aqui
deixo transcrito. Com a devida vénia...

Pedro Lomba
"Diz-se que um clássico da literatura consegue ser mais moderno que o jornal da véspera. Ao mesmo tempo, nada é tão instrutivo como reler jornais velhos e arquivados. Um jornal de há 10 ou 20 anos funciona como bússola de um presente permanente. Em Portugal, sobretudo. Nós raramente aprendemos alguma coisa com o tempo. E, quando nos damos conta, estamos a ruminar por que é que devíamos ter pensado mais cedo naquilo que nos escapou."

Maria Teixeira

1961/62 - 3ºAno - Turma D - nº30
Maria Martins Alves Teixeira
.
Recebi há uns dias um e-mail vindo de Londres que me enterneceu imenso. Na transcrição que faço, mantenho a grafia original para mostrar como uns largos anos de ausência podem alterar um pouco a maneira de escrever na língua original.
.
Rezava assim o e-mail:
.
"Dear Dr Matos
Espero que nao se importe que o contacte assim, mas por chance encontrei agora as suas paginas na Internet relativas ao Liceu Nacional de Setubal e passei uns momentos imersada na informacao que encontrei la.
Eu fui aluna do Liceu de 1958 ate 1966 e se nao me engano muito a minha passagem pelo Liceu coincide tambem com os anos que la esteve.
O meu nome na altura era Maria Martins Alves Teixeira.
.

A Maria Martins Alves Teixeira em 1962

Em 1966 eu andava no setimo ano mas nao acabei pois casei com um citizao ingles em Julho do mesmo ano e vim para a Londres em Agosto do mesmo ano. Aqui fiz a minha vida.
A visita ao seu website esta noite foi uma agradavel viagem ao passado.
A big thank you!
Maria Speechley"
(06 02 2010 21h 34m)

.Respondi à minha aluna "inglesa" ainda no mesmo dia:

"Olá, Maria Speechley
Olá, “miúda”…
Não sabes a alegria que tive ao receber notícias tuas ao fim de tantos anos.
Já se passaram uns aninhos… e como o tempo passa depressa!
Tenho a tua imagem quando foste minha aluna em 1961/62, numa turma do 3ºAno, com uns 13 ou 14 anos – a turma D, onde tinhas o nº30.
Claro que estamos agora “um pouco” diferentes… e mais velhos…
Como já devias ter visto, tenho publicado ao longo destes últimos anos, as turmas que tive aqui no Liceu de Setúbal. Em 24 de Janeiro de 2008 publiquei a turma em que foste minha aluna. Ali poderás encontrar algumas das tuas colegas cujas fotografias as mostram com aspecto que tinham na altura… tal como a tua ali podemos ver.
Espero que continues a “bisbilhotar” o meu blog e te divirtas ao mesmo tempo que recordas o passado já algo distante…
Um abraço amigo do
antigo professor
jjmatos"
(06 02 2010 23h 47m)

No dia seguinte, a Maria A.T.Speechley comunicava de novo...

"Ola outra vez!
Fiquei tambem satisfeitissima pela sua resposta. Acho sempre tao bom encontrar pessoas do passado que fizeram impacto na minha vida!
Olha o que eu fui descobrir... Tanta coisa interessante para se ler e ver! La descobri o que eu parecia no meu terceiro ano ... Ate parece impossivel que hajam ja quase 50 anos... O corpo concorda com a idade mas a cabeca diz-me que nao envelheci... Hoje sou assim:
A Maria Martins Alves Teixeira Speechley actual

Pois e os anos passaram rapidamente e estando tao distanciada de Portugal, lingua e cultura as memorias ficaram perdidas pelos anos. E dificil agora para mim expressar-me bem em Portugues mas o que quero dizer e que ter achado o seu Blog foi uma descoberta preciosa para mim. Ate o meu marido esta um tanto ou quanto entusiasmado com o meu entusiasmo; os meus filhos (tenho dois o William - 42 e a Ruby - 40) e os netos (outros dois o Charlie 17 e o Edward 6) querem ver.
Hoje estive tambem a falar com uma das minhas irmas que vive em Dubai. Ela tambem se lembra de si mas nao se lembra se foi professor dela. Entao chamava-se Dina Maria Martins Teixeira. Ela diz que o que assinala a passagem dela pelo Liceu de Setubal foi as notas que obteve em Ingles depois de ter vivido um ano comigo aqui: 19-19-20! Tambem me disse para lembrar que nos estamos em contacto com a Irene Rito que era tambem professora de Ingles no Liceu nessa altura. Ela casou com um Polaco e vivem na Alemanha.
.

A DrªMaria Irene Rito, em 20 de Março de 1969 (2ª à esquerda)

Outra possivel antiga aluna sua e a Maria Isabel Costa Pereira da Silva. A Isabel tambem casou com um Ingles depois de acabar a universidade e por coincidencia mora aqui perto de mim - continuamos a ser amigas desde o Liceu.

Bem e melhor ficar por aqui por esta noite. Eu tenho a tendencia para falar muito (deve ser a veia Algarvia) e acabo por aborrecer as pessoas...

Love and Laughter
Maria
(07 02 2010 22h 10m)

É claro que a Maria Teixeira não aborrece ninguém... e muito menos um antigo professor que se deliciou com este contacto ao fim de... 48 anos!!!...
Oh! Maria Speechley, achas que se passou assim tanto tempo?!...
A mim parece-me que foi na... semana passada! Lá estou também a exagerar...
Beijinhos e escreve sempre que queiras.

15 fevereiro 2010

Jeu de Paume...

Retrato de Madame Charpentier
Pierre-August Renoir
1841 – 1919


Retrato de Madame Charpentier
.
Mulher do editor parisiense Georges Charpentier (que publicou, entre outros, Victor Hugo, Dumas Pai, Mosset e Balzac), Margarida Lemonnier reunia nos seus salões a “inteligência” francesa da época. Bonita, inteligente, distinta e culta, ninguém desempenharia melhor do que ela o papel de anfitreã daquela admirável sociedade da “Belle Époque”. Com um rosto de traços finos, olhos profundos e boca pequena e firma era a imagem mesma da mulher segura de si e consciente da sua importância social.
Em 1919, uma parte das salas do Louvre foi aberta e, numa delas, colocado o Retrato de Madame Charpentier, que público e crítica foram unânimes em considerar como uma das obras-primas do artista. De tal modo que Renoir, já inválido, pediu que o levassem lá para rever o seu quadro.
.
Cfr. Carlo Munari
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

14 fevereiro 2010

As minhas turmas... 12ºAno - 1ºA - 1986/87

12ºAno - 1ºA
em 1986/87
.
Fui professor desta turma
em Biologia


Ana Cristina Correia
Ana Fátima Gonçalves
Ana Filipa Pedrosa Ferreira de Sousa
Ana Helena Abreu Ribeiro
Cristina Maria B. Pombo
Gonçalo Proença
Isabel Alexandra Vitória
Isabel Alexandra Conde
José Manuel M. Silva


Maria Adelaide Lima Serra
Maria Alexandra Botelho de Brito
Maria Célia Martins Paulino
Maria Elisabete Santos

Maria Elisabete Monteiro
Maria de Fátima Pereira
Maria de Fátima Dias Campos Lopes
Mário João M. Louraço
Maria João Labareda Lopes


Maria Margarida Marques da Costa
Maria Teresa P.C. Chacatas
Nuno António Caramelo Reis Silva
Nuno Manuel Mantas
Paula A.C. Ferreira
Paulo Jorge Flores
Rita Alexandra Soudo Madeira
Sandra Isabel S.C. Silva
Sofia Piteira Pena Soares



Sofia Vitória P.Sotto-Mayor Loureiro
Susana Maria Gomes
Teresa A.C. Castanhola
Susana Isabel Lopes
Teresinha Isabel da Ponte
Teresa Gabriela R. Almeida
Lena

13 fevereiro 2010

VPV continua impagável…

No artigo de “Opinião” que publica hoje, 13 de Fevereiro, na sua Coluna da última página do Público, podemos ler estas frases “delirantes”, mas "cheias de verdade", que caracterizam a sua prosa…

Vasco Pulido Valente
.
"Referindo-se aos três candidatos à Presidência do PSD, ele pergunta:
Por que razão qualquer deles se imagina destinado a pastorear a Pátria é um puro enigma.”
… e sentencia:
Estas três nulidades, por mais "rupturas" que prometam, não correm o risco de perturbar o estado comatoso do PSD. São um sintoma, não são uma saída.
.
Não acham graça?!... Eu achei…

Escrito na pedra...

Eduquemos as crianças e não será necessário castigar os homens.
.
Pitágoras

filósofo e matemático grego
571 a.C. - 497 a.C.

12 fevereiro 2010

O caso do "Sol"...

No “Público” de hoje, dia 12 de Fevereiro.

Argumentando que os tribunais "decidiram que a actuação do Sol viola as leis deste Estado de Direito", Rui Pedro Soares (Administrador Executivo da Portugal Telecom) justificou a providência cautelar com a necessidade de "defender a honra e o bom nome", a sua "vida pessoal e familiar" e o "segredo profissional" a que está obrigado como administrador da PT.”
.

Jónatas Machado
Professor da Faculdade de Direito de Coimbra
.
Jónatas Machado, professor universitário na Faculdade de Direito de Coimbra, especializado em Direitos Fundamentais, considera esta decisão uma "forma de censura prévia, que goza de uma fortíssima presunção de inconstitucionalidade".
.
"Em nenhum país democrático o segredo profissional ou o bom nome do primeiro-ministro ou de outra pessoa qualquer se podem sobrepor aos pilares fundamentais do Estado de Direito, como a liberdade de expressão e o direito à informação", sublinha o docente.
O especialista não tem medo de dizer que o semanário Sol pode publicar as escutas que a providência cautelar proíbe. "A decisão é violadora dos direitos fundamentais, logo o jornal pode aplicar directamente a Constituição", sustenta Jónatas Machado.
Quanto ao segredo de justiça, o constitucionalista defende que ele serve em primeira linha para garantir a eficácia da investigação e em segunda a presunção de inocência e o bom nome.
"Ora como o processo já foi arquivado a eficácia da investigação já não está em causa. E quando se fala numa estratégia de controlo dos meios de comunicação social, o que se sobrepõe é o interesse público", argumenta.
E completa: "Só tem direito ao bom nome e à boa reputação quem tem de facto um bom nome e uma boa reputação".
.
Excertos de um artigo assinado por
Mariana Oliveira e Leonete Botelho

Faz hoje seis anos...

12.Fev.2004
Hoje foi o dia do Embaixador Gamito.
A Escola quis fazer-lhe uma pequena homenagem no dia em que ele veio oferecer à Biblioteca do Liceu (Escola) um exemplar do livro que acabara de editar - "Nesciedades" - um título a lembrar o nome do Palácio onde iniciou a sua carreira, no Ministério dos Negócios Estrageiros.

"Nesciedades" 1ºVol
por José de Noronha Gamito

Organizou-se uma pequena exposição de fotografia na Sala da Biblioteca, onde figurava em local destacado uma foto do professor Dr. António Gamito, antigo Reitor do Liceu e pai do homenageado de hoje,
.

O arranjo da Sala da Biblioteca onde decorreu a pequena homenagem ficou a cargo da colega Maria João Ramalhete e foi também esta nossa colega que se encarregou das compras para a mesa dos aperitivos. Na mesa respectiva apareceram também algumas garrafas de Moscatel… do Douro!!
Na loja onde se deslocou para comprar estes materiais havia dois tipos de Moscatel, um de Azeitão e outro do Douro. Telefonou para a Escola para se decidir sobre a escolha alternativa e foi "aconselhada” comprar moscatel do Douro porque era mais barato!!...
Oh! Céus… Oh! Terra… Oh! Eternidade… Convida-se um Homem de Setúbal, um Homem da Arrábida e o que a Escola tem para lhe oferecer como bebida é um Moscatel… do Douro!


O Senhor Embaixador Noronha Gamito profere algumas palavras
.

O embaixador José de Noronha Gamito e a Presidente
da Assembleia da Escola, Dr.ªRosa Duarte

A festa foi bonita. O Embaixador é uma simpatia tal como me havia informado a nossa particular Amiga Dr.ªMaria Odete, do Ministério dos Negócios Estrangeiros. Tive a oportunidade de ver ali, na Biblioteca do Liceu, o Sr. Eng. Beija. pai da minha antiga aluna Ana Maria Gamito (a madrinha do tão falado estandarte do Liceu misteriosa e ”revolucionariamente” desaparecido) e da irmã Manelinha, casada com o Rui Malhador, este também meu antigo aluno aqui no Liceu; falei ainda com o marido da Dr.ª Josefina Gamito, um homem simpático e distinto que conheceu o António Macedo na tropa em Vendas Novas e o Antero Torres, nas "lutas" dos concursos da Columbofilia e que foi aqui director do BPA quando o Banco funcionava na Praça de Bocage.

No final, o Moscatel... do Porto!

Na Escola, a homenagem foi anunciada através de um Convite colocado numa das paredes do Bar… da Sala dos Professores. Mais um papel que ninguém leu… que não atraiu ninguém! O Resultado ficou à vista: Estava a Senhora Presidente Executiva, a Senhora Presidente da Assembleia de Escola, a Dr.ª Maria João que tinha sido incumbida de tratar da Sala e a Dr.ª Raquel Soares que era a Directora da Biblioteca. Além de mim e do Sr. Lima. Também presente a família... E foi em família esta homenagem. Não houve qualquer preocupação em falar pessoalmente com este ou aquele professor mais ou menos interessados nestas coisas da Cultura… Os livros que o Embaixador veio oferecer não são sobre o Liceu nem são sequer sobre a cidade. São sobre a sua vida de embaixador por esse mundo fora. Mas seria natural que uns quantos elementos desta Escola pudessem ser chamados pessoalmente e estar ali presentes
Foi bonita a festa… Mas podia ter sido ainda mais bonita…
Ficam as fotografias…

Uns dias mais tarde recebi a oferta dos dois livros que o Embaixador José Noronha Gamito havia oferecido à nossa Escola, e onde ele de maneira muito simpática escreveu com o seu próprio punho uma dedicatória. Tinha a data de 20 de Fevereiro de 2004

A dedicatória do Senhor Embaixador Gamito

Creio que o Senhor Embaixador continua a repartir o seu tempo entre a Avenida dos Estados Unidos e a sua casa da Arrábida. E penso também que ele continua em grande forma...

11 fevereiro 2010

As "garotas" da Lassalvy...

Humor antigo
com o traço
de Lassalvy


- Ó filha! Olha a alça!...

09 fevereiro 2010

08 fevereiro 2010

Escrito na pedra...

Ainda que a tua casa tenha mil quartos, nem de dois metros quadrados precisas para passar a noite”.
.
Provérbio chinês

O Novo Mercado de Castelo Branco...

A notícia foi publicada
em 28 de Abril de 1957,
no semanário "Beira Baixa"
.
Vai a nossa cidade ser finalmente dotada de um magnífico e moderno edifício, destinado a mercado coberto. O projecto respectivo, que com a mais viva satisfação, damos hoje a conhecer aos albicastrenses, apresenta linhas elegantes e magestosas e é da autoria dos Srs. Engenheiro Marques Maia e Arquitecto Jocobetti Rosa.
.

Eng. Alexandre Marques Maia
Antigo aluno do Liceu de Castelo Branco

A construção total da obra está orçada em 4.700 contos, o que representa um certo peso para o erário municipal, nem sempre bafejado pelas facilidades de comparticipações e permanentemente pulverizado dos mais variados encargos.

A nova praça, que obedece a todos os requisitos de higiene e da tecnica moderna, tem a sua composição distribuída por três pisos, sendo o primeiro reservado à vida interna da exploração do mercado e os restantes destinados ao abastecimento do público.

Está de parabéns o Município por mais este contributo a favor da cidade, que mercê da atenção e do carinho que lhe têm dedicado as entidades competentes e da colaboração compreensiva da iniciativa particular, se tem aformoseado e valorizado dia a dia, tornando-se uma das mais atraentes e belas capitais de distrito do país.

07 fevereiro 2010

João Pedro Bénard da Costa

João Pedro Bénard da Costa faria hoje 75 anos
pois nasceu em 7 de Fevereiro de 1935.
Era uns dias mais novo do que eu…

.
Frequentou a Faculdade de Direito mas licenciou-se em Histórico-Filosóficas na Faculdade de Letras de Lisboa, ainda na rua da Academia de Ciências.
Lembro-me bem dele em Lisboa, na Pastelaria Cister e na Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências, à Politécnica, onde “pousava” por vezes…
Foi um “cantador” da Arrábida que amava e que ensinou a amar.


João Bénard da Costa
.
É comovente ler o texto do seu neto Miguel que hoje o “Público” reproduz,
Exactamente no dia dos seus anos
Faleceu há menos de um ano, em 21 de Maio de 2009.
.
Porquê chorar quando não existe nada que eu possa fazer?
Porquê pensar no que poderia ter feito, quando já não existe maneira de voltar atrás no tempo?
Porquê ficar “parado” no tempo, quando posso sempre avançar e aprender com os erros que cometi?
Estas são apenas três das perguntas que faço sempre que penso em si, avô. O avô era a estrela cadente que nós, tal como os reis magos, seguimos durante anos a caminho da felicidade.
Isto são algumas palavras que ficaram “presas” e que estou, agora, a deixar escapar do meu coração. Todos os dias me pergunto como é que será possível fazer com que o avô consiga orgulhar-se de mim. Tento arranjar maneiras de conquistar o seu orgulho e de sentir, dentro de mim, a sua aprovação.
Como é possível não pensar em si? A avó ainda há uns dias começou a chorar porque pensou que nos íamos esquecer de si Mas como é que isso seria possível, se o avô fez parte de nós? Como é que é possível esquecer algo que nos ajudou a crescer? Como é que é possível esquecer o que temos dentro do nosso coração? Não existe maneira de nos esquecermos disso!
(…) Foi o avô que nos ajudou a crescer contando as histórias e poemas ficaram e ficarão, para sempre, guardadas em nós para passarmos de geração em geração.
Estamos hoje no dia 7 de Fevereiro… dia em que poderíamos festejar, ao seu lado, mais um ano de glória, de luta, de conquistas, de felicidade e de muitas histórias e passeios na serra da Arrábida… Mas mesmo não estando connosco fisicamente, irá, para sempre, estar dentro de nós, dentro do nosso coração.
(…) Eu ainda sinto a sua protecção durante a noite, mas, quando acordo, vejo que estou sozinho no quarto. Quando caminho em direcção à escola sinto que me estão a seguir, mas, quando olho à minha volta, reparo que estou sozinho no meio da rua.
(…) E mais uma vez, avô, mesmo muito obrigado por todos os abraços, beijinhos, carinhos, afectos, palavras, explicações, sermões e lições que me deu ao longo de quase 19 anos. Obrigado por me ter indicado sempre o melhor caminho e por me ter ajudado sempre que eu tomava decisões que não devia. Obrigado por ter contribuído para a minha educação e por ter auxiliado todas as pessoas da família quando precisavam de ajuda. Obrigado por isto tudo e muito mais! E pode ter a certeza de que um dia eu e todos nós da família iremos dar continuidade ao seu “reinado”.
Concluo ainda dizendo que farei tudo para que se consiga orgulhar de mim tal como eu, durante toda a minha vida, me irei orgulhar de ter sido seu neto.
Foi tão bom…”
.
Miguel Bénard da Costa
Sintra

Parabéns!... 07 de Fevereiro

A Aida faz anos hoje.
Parabéns... e como presente
um "bouquet" Flórido!
.

Maria Aida Caetano da Silva

06 fevereiro 2010

Não se pode confiar...

Excertos de um "Comentário"
"Como se pode confiar neles?"
Por Manuel Carvalho
.

Manuel de Carvalho

(…)
O que ontem foi revelado em Portugal não pode, ser recebido com mais um encolher de ombros. Os indícios são de tal forma graves que, se confirmados, tornam a democracia portuguesa uma farsa e o estado de direito um devaneio lírico.
Cansado de tantas suspeitas, informações, denúncias ou críticas sobre a relação entre José Sócrates e a liberdade de imprensa, o país já fica imune... Mesmo quando, como agora acontece, essa acção é valorizada por magistrados e exposta em telefonemas de personagens do PS que constantemente invocam o seu nome.
Ou quando esses telefonemas não aludem a uma exasperação acidental num restaurante, mas a um plano premeditado, que envolve conspiração nos bastidores e imposição a empresas nas quais o Estado tem uma golden share.
Mas se a acção atribuída a José Sócrates nos leva para a imaginação de Hollywood, a reacção do poder judicial transporta-nos para uma ditadura africana
(…)
Pode ser que muitas escutas, a maior parte até, se limitem a comentários sobre o estado do tempo. Mas depois de se ler as que ontem foram divulgadas, é difícil não reconhecer razão aos magistrados de Aveiro. O que elas mostram é, no mínimo, uma série de "fortes indícios" sobre a existência de um plano que configura um atentado ao estado de direito. No seu fluxo, percebe-se que os protagonistas que invocavam o nome do primeiro-ministro na operação para calar a TVI sabiam do que falavam.
(…)
Se o que se diz do primeiro-ministro reforça apenas uma suspeita antiga, a facilidade com que Pinto Monteiro e Noronha Nascimento remeteram para o arquivo os indícios que lhes chegaram de Aveiro merece maior preocupação.
Com esta etapa, a intolerância de Sócrates para com a liberdade de imprensa não se revela - apenas se adensa; já os receios de que o princípio da separação de poderes está em Portugal ameaçado pelo desempenho dos principais magistrados do país ganham uma nova e substantiva força. Por muito que falem e se expliquem com alíneas e jurisprudência, será agora mais difícil fazer parte do país acreditar na sua independência face ao poder político. As suspeitas valem o que valem, mas, no caso, valem o suficiente para minar a credibilidade do estado de direito. A sua demissão seria um bálsamo para este país doente.
.
in "Público"
Manuel Carvalho
06 02 2010

Jeu de paume...

A Caça às Borboletas
Berthe Morisot
1841 – 1895

A Caça às Borboletas.

Os passatempos ingénuos das raparigas da boa burguesia - que lhe eram tão familiares - são alguns dos temas perdilectos de Berthe Morisot; um mundo sereno, uma feliz concepção de vida - que o destino iria destroçar, porém, depois da morte prematura do marido, em 1892. Nas suas obras, as imagens tornam-se então fantasmas dispersos na luz: experiência que só durará três anos, pois que morte também a atingirá a ela, apenas com cinquenta e quatro anos de idade.

.
Cfr. Carlo Munari

In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

05 fevereiro 2010

VPV dixit...

"Tarde ou cedo, vamos viver numa sociedade ao pé da qual a Ditadura passaria por um regime tolerante e aberto."
.
in "Público"
hoje, 05.02.2010
.
Haja alguém que o diga...
.

Vasco Pulido Valente

VPV conhece tão bem a situação actual como conheceu
a anterior que "terminou" em Abril de 1974...

Beira Baixa - 1960 – Setembro

.
04 de Setembro
Esponsais
Na Igreja da Sé, realiza-se hoje, pelas 9h 30m, a tradicional cerimónia e bênção antenupcial da Ex.ª Sr.ª D. Maria Regina Vieira de Almeida Álvares Pereira Vaz de Carvalho e do Sr. António de Carvalho Gonçalves Varão Romão. A noiva é filha da Sr.ª D. Maria Isolina Vieira de Almeida Vaz de Carvalho e do nosso muito estimado amigo e que durante alguns anos desempenhou o cargo de Chefe de Redacção deste semanário Sr. Albertino Álvares Pereira Vaz de Carvalho; e o noivo, da Sr.ª D. Maria da Conceição Lopes de Carvalho Varão Romão e do Sr. Dr. Domingos Martins Romão.
À cerimónia, em que os noivos prometem fidelidade no seu noivado, seguiu-se a Santa Missa celebrada pelo Reverendo Padre Sr. José Vaz de Carvalho, S.J.
O casamento realizar-se-á brevemente.
.
04 de Setembro
Parque da Cidade
Hoje – O marido desconhecido, com Deborah Kerr e Rossano Brasi
3ªfeira – A bela de Vera Cruz, com Adriana Welter e Ricardo Mantalban
5ªfeira – As canções unidas, com Amália Rodrigues e Yma Sumac
Sábado – Táxi, bicicleta e corridas, com Louis de Funés
.
04 de Setembro
Pedido de casamento
Para o Sr. Dr. Francisco António Morão de Paiva de Souza Chichorro, médico em Coimbra, foi pedida por seus pais Sr. Francisco António Galrão de Souza Chichorro, no passado dia 1 do corrente mês de Setembro, em Castelo Branco, a mão da Sr.ª D. Maria Manuela Moreira Conde, prendada filha do Sr. Dr. Frederico da Costa Conde e da Sr.ª D. Manuela Adelaide Moreira Rúbio Lopes da Costa Conde.
A festa decorreu com a maior simplicidade, em família, não tendo havido convites.
.
11 de Setembro
O novo Director da Escola Comercial e Industrial de Castelo Branco
Foi nomeado Director da Escola Comercial e Industrial da nossa cidade, o Sr. Dr. António Ribeiro de Queiroz que há já alguns anos leccionara no referido estabelecimento de ensino secundário.
Dadas as suas altas qualidades de inteligência e carácter, bem como uma longa experiência ao serviço do ensino, muito nos apraz registar a nomeação do Sr. Dr. Ribeiro Queiroz para o referido cargo, desejando-lhe “beira Baixa” as maiores prosperidades.
.
11 de Setembro
Alpedrinha
Festa de Homenagem ao Dr. Francisco Sá Pereira.
Realiza-se hoje em Alpedrinha, uma grandiosa festa de homenagem ao Sr. Dr. Francisco Sá Pereira, no Rinque de Patinagem José António, de que é proprietário, e que terá o seguinte programa:
Às 16h, provas de natação com os melhores elementos da Beira Baixa, seguidas de gincanas, corridas de sacos e outros atractivos.
Desafio de Hóquei em Patins entre a equipa do Hóquei Clube de Alpedrinha e do Hóquei Clube Albicastrense, para disputa da Taça Dr. Sã Pereira.
Às 21,30h, sessão de homenagem seguida de baile abrilhantado por um conhecido conjunto de orquestra.

04 fevereiro 2010

Paixão por Setúbal...

... era o que dizia Teresa Almeida quando
se candidatou à Câmara Municipal de Setúbal
há uns meses atrás!

Teresa Almeida - vereadora do PS

A notícia é publicada na edição de hoje do "Público".

A candidata do PS à Câmara de Setúbal nas últimas eleições autárquicas deixa de ser vereadora na autarquia sadina.
anteriormente Teresa Almeida abandonou o cargo de governadora civil para assumir funções na Câmara Municipal de Lisboa. Para a arquitecta, este "não é um abandono nem uma falta à promessa feita aos setubalenses. A proposta profissional falou mais alto. Estaria a abandonar os setubalenses e à promessa se me estivesse a candidatar a outro cargo . Não é isso que acontece" (?!!...), sustentou.
Já a presidente da autarquia, Maria das Dores Meira (CDU), não tem dúvidas de que Teresa Almeida volta a abandonar os setubalenses. "As paixões são mesmo assim: fortes, mas passageiras", ironizou, aludindo ao slogan de campanha de Teresa Almeida, que esteve durante cerca de duas décadas na Câmara de Setúbal com funções na área do urbanismo no último mandato de Mata Cáceres...

Pode ser que tenha chegado, agora, o momento de a Senhora Arquitecta mandar retirar a sua fotografia, com cerca de 20 metros de altura, que ainda se mantem pendurada na empena de um prédio, à beira da "via-rápida" da Várzea, ("agredindo" diariamente quem por ali passa...) desde as últimas eleições!!... que decorreram em 11 de Outubro de 2009... há já quatro longos meses!...

A Sé de Castelo Branco

A Sé Concatedral
de Castelo Branco

Desenho de J.Matos/Agosto 1990
(Não sei quem é este meu homónimo... mas juro que não sou eu!)

03 fevereiro 2010

O Ministério da Educação carece de uma desinfestação…

Santana Castilho
In “Público
2010 02 03



Santana Castilho
Professor do ensino superior
(…)
Num século fez-se muito. Mas não se fez o possível, muito menos o desejável. A República tem cuidado pouco de todos os cidadãos e permitido que alguns cuidem escandalosamente de si próprios e dos seus, em detrimento dos outros.
(…)
Ao arrepio destes valores, muitos representantes da República, impreparados e incultos, sem réstia de sentido de Estado, tomaram a escola e os professores, os tribunais e os juízes, os hospitais e os médicos como cobaias sociais, para aí experimentarem tecnocracias neoliberais e e fomentarem hediondas invejas sociais. A subida ao poder desta casta de atrevidos colocou o Estado em licença sabática primeiro, para o entregar depois à gula do negócio, da corrupção e do esbanjamento. É tempo de a República dizer basta.
(…)
O Ministério da Educação carece de uma desinfestação que varra a ortodoxia pedagógica e o centralismo burocrático que o dominam. A sua estrutura orgânica, no que importa intacta há trinta anos, deve orientar-se para a verdadeira autonomia das escolas e ser posta ao serviço do controlo da qualidade, da supervisão do sistema e da concepção das políticas educacionais da República. As direcções regionais são um bom exemplo de excrescências administrativas a extinguir.
(…)
Os jovens não podem continuar a ser sequestrados nas salas de aula de manhã à noite. A escola não pode tratar de tudo. É preciso fazer escolhas, definir prioridades para cada ciclo de estudos e ser exigente em todos. A “escola inclusiva” e a “escola a tempo inteiro”, tal como têm vindo a ser postas em prática, a “área de projecto”, o “estudo acompanhado”e outras epígrafes pedagógicas diletantes são, também, bons exemplos de tumores a extirpar..
(…)
Porque está errado pensar-se que a escola se realiza sem disciplina, sacrifício e trabalho. Porque está profundamente errado que os pais tenham deixado de ser os primeiros aliados dos professores na modelação dos filhos. A autoridade é uma referência indispensável ao crescimento saudável das crianças. A sua presença deve começar em casa e prosseguir na escola. A escola e os professores não podem pactuar com pais que querem que o pouco tempo que passam com os filhos seja um tempo de doces afectos, livre de conflitos e do trabalho que dá disciplinar. E aqui chegados, tropeçamos numa das maiores inutilidades do sistema: o estatuto do aluno, onde os regimes de faltas e disciplinar e as provas de recuperação são hinos à imbecilidade desprovida de sentido. É dever da República devolver aos professores a soberania suficiente para disciplinarem de forma célere e expedita. É dever da República conferir às faltas injustificadas à escola consequências sérias, pelas quais devem responder, de modo efectivo, pais e filhos. Roma não pagava aos traidores. A República não deve pagar a irresponsabilidade e os formalismos inúteis.

.
Excertos da coluna que Santana Castilho publica
no jornal "Público" e que saíu com o título:
"Urge refundar a escola da República"

Ainda no "Setubalense"...

Hoje, 03.02,2010
.
Numa Carta ao Director, assinada por Margarida Neutel
.
"Ao ler o artigo sobre os recentes assaltos a ourivesarias na baixa de Setúbal, numa das últimas edições do jornal Setubalense, e constatar a descoberta por parte da polícia, de 2 supostos criminosos apanhados em flagrante durante a iminência de mais um assalto, não posso deixar de reclamar com indignação o meu estatuto de cidadã comum, perante as autoridades deste país, que continuam a dar guarida e a encher as nossas cadeias de imigrantes criminosos que entraram no nosso país unicamente com o propósito de nos roubar e maltratar, sem contribuírem minimamente quer para a nossa imagem como País Seguro, quer para melhorar a sua condição de cidadãos imigrantes em busca de uma vida melhor, tanto para os que imigram como para os que os recebem de portas abertas.
Chega de albergar gente que não faz falta, nem ao país deles e muito menos ao nosso! Se isto se passasse num país civilizado bastava “portarem-se mal” uma vez que tinham imediatamente o destino traçado de volta ao país de origem. E enquanto não se fizer desta forma a selecção da permanência de imigrantes em Portugal, estaremos sempre nas bocas do mundo pelos piores motivos, minando cada vez mais um dos poucos atractivos deste nosso pequeno país que é “o Turismo”.
Será que não nos chega a quantidade de cadastrados portugueses existentes no nosso país? Ainda precisamos de receber mais vindos de fora?!.
Já lá vai o tempo que dava gozo ir passear à baixa de Setúbal! Hoje em dia, para quem sai do emprego ao final da tarde, é arrepiante cruzarmo-nos com jovens a deambular por todo o lado, uns drogados, outros perdidos de bêbedos, vindos desde os parques de estacionamento até às ruas típicas da baixa, em busca sabe-se lá do quê!?.
Eu propunha às Autoridades Regionais e Nacionais que se debruçassem de uma vez por todas, sobre a insegurança nas nossas cidades, vilas e aldeias, com o maior rigor, assertividade e urgência, fazendo em simultâneo a imprescindível “triagem destes cidadãos do Mundo, com vista a recuperarmos o nosso tão precioso estatuto de uma das mais belas cidades de Portugal.

.
Margarida Neutel

Secretária de Administração

Uma pergunta ao Governo...

...quem a faz é a jornalista
Marília Nascimento
.
Hoje, 03.Fev.2010,
no "Setubalense"
.
"Eu sei que a minha insignificante voz não chega às altas instâncias, mesmo assim faço a pergunta pois ainda não ouvi a oposição nos debates no Parlamento trazer o assunto à discussão.
Aprovado que foi o orçamento para 2010, avisados que estamos da necessidade de apertar o cinto para equilibrar o barco e calar a boca a Bruxelas, que está muito descontente com a nossa situação económica, eu pergunto: onde foi o governo buscar o dinheiro, um balúrdio de euros, que mandou para o Presidente de Angola, o Sr. José Eduardo dos Santos? Este senhor há anos que goza dos grandes recursos desta nação enquanto o povo vive mal e porcamente, e até a sua excelentíssima filha já tem aqui em Portugal interesses a nível da banca e não sei que mais. Que espécie de negócio é este com Angola?
O Sr. Portas, a Ferreira Leite, o Manuel Alegre e o Louçã não têm uma palavra a dizer pedindo ao Sr. Sócrates que nos venha explicar este generoso entendimento com o Presidente angolano, dono e senhor dos diamantes, do petróleo, e demais recursos materiais da grande nação africana que já foi nossa."

Florbela Espanca

Estive em Évora, no domingo...
e cruzei-me com ela no jardim.

Florbela Espanca
.
Os versos que te fiz
.
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que a minha boca tem pra te dizer !
São talhados em mármore de Paros
Cinzelados por mim pra te oferecer.
.
Têm dolência de veludos caros,
São como sedas pálidas a arder...
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer!
.
Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda...
Que a boca da mulher é sempre linda
Se dentro guarda um verso que não diz !
.
Amo-te tanto ! E nunca te beijei...
E nesse beijo, Amor, que eu te não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz!
.
in "Livro de Soror Saudade" - Jan.1923