30 novembro 2009

Beira Baixa - 1960 - Março

06 de Março
Centro Artístico Albicastrense
O Centro Artístico Albicastrense comemorou, no passado dia 23, o 52ºaniversário da sua fundação, pelo que se realizou, na sede da referida colectividade, uma sessão solene, seguida de baile, até de madrugada.
Presidiu à sessão o Sr. Dr. Alberto Trindade, Presidente da Junta Distrital de Castelo Branco, em representação do Sr. Governador Civil, ladeado à direita pelos Srs. Artur Domingos Ribeiro, em representação do Sr. Presidente da Câmara Municipal; Capitão Francisco da Silva Fragoso, Comandante Distrital da PSP e José Castanheira, presidente da Assembleia-Geral do Centro Artístico Albicastrense e, à esquerda, pelos Srs. Dr. Catana Diogo, Reitor do Liceu Nacional de Castelo Branco, Dr. João Pinto da Rocha, Director da Escola Comercial e Industrial e Dr. António Correia.
Usou da palavra o Sr. António dos Reis Gomes Prata, presidente da Direcção.
.
06 de Março
Dr. José Joaquim Crisóstomo
Faleceu subitamente no passado dia 25, pelas 19 horas, na sua casa de residência de Zebreira, o Sr. Dr. José Joaquim Crisóstomo, médico Municipal em exercício do 2º Partido do Concelho de Idanha-a-Nova, que contava 68 anos de idade.
Era um católico praticante e um exemplar chefe de família tendo durante a sua vida profissional granjeado inúmeras simpatias.
.
06 de Março
Tiro aos pombos
Retumbantes triunfos dos atiradores albicastrenses Octávio Barata e Joaquim Trigueiros de Aragão, no Grande Torneio da Covilhã.
.
Por iniciativa do Clube de Montanhismo da Covilhã disputou-se no passado dia 28, o Grande Torneio de Carnaval de 1960, no qual participou uma equipa albicastrense constituída pelos atiradores Joaquim Trigueiros de Aragão, Elíseo José de Sousa, Octávio Barata e Dr. Morgado Duarte.
O torneio decorreu com invulgar brilhantismo e, no decorrer das provas os atiradores albicastrenses em dia de grande “chance” obtiveram magníficas classificações.
Octávio Barata e Trigueiros de Aragão em toada certa e firme açambarcaram os primeiros lugares das provas disputadas num total de seis com três triunfos para cada.
Os resultados das provas disputadas foram os seguintes:
.
“Poule Atiradores da Guarda”
Octávio Barata, com 5/5
2º António Plácido, da Covilhã, com 4/5
.
“Poule Clube de Montanhismo”
Octávio Barata, com 8/8
.
“Poule Atiradores da Covilhã”
Joaquim Trigueiros de Aragão, com 9/9.
Octávio Barata, com 8/9
Dr. Morgado Duarte, com 7/9
.
“Poule Carnaval 1960”
Joaquim Trigueiros de Aragão, com 7/7.
2º Joaquim Pissarra, da Guarda, com 6/7.
3º António Paulos, da Covilhã, com 5/6.
.
“Poule de Honra”
Octávio Barata, com 10/10
Joaquim Trigueiros de Aragão, com 9/10
Elíseo José de Sousa, com 8/10
.
“Poule à Valenciana”
Joaquim Trigueiros de Aragão, com 5/5
.
Das taças em disputa a equipa albicastrense conquistou nove troféus.
.
06 de Março
Pedido de Casamento
Pelo Sr. Possidónio José Marçal Grilo e sua Esposa D.Maria Rosália Barbosa Marçal Grilo foi pedida em Encarnação (Mafra), para seu filho Sr. Manuel António Barbosa Marçal Grilo, funcionário do Bando Espírito Santo em Lisboa, a mão da Sr.ª D. Maria Judite Sá Machado Monteiro, filha do Sr. Manuel José Monteiro e da Sr.ª D. Lucinda Machado Monteiro.
O enlace deve realizar-se ainda esta ano.
.
13 de Março
Donativos em dinheiro
Ao Jardim Escola “João de Deus” foram oferecidos os seguintes donativos em dinheiro:
Pelos senhores
Manuel de Sousa, José Martins Rosa, José Marques Pereira, Dr. Luís Pinto Garcia, Joaquim de Carvalho, D. Guilhermina Camejo Proença, D. Maria da Piedade Lopes Ferreira, Manuel Fernandes Barrocal, João Soares Maganinho, Álvaro Alves de Castro, Dr.ª D. Maria Adelaide Bispo da Silva Caio, D. Maria de Lurdes Lopes Ferreira Romãozinho, Dr.ª D. Maria Augusta Frade Russo, Ricardo M
achado Gouveia Júnior, José Fradique de Sousa, António Rego Nogueira, D. Lourdes Ramos Flores Ferreira, Comandante da GN Republicana, João de Andrade, João Gil dos Santos, José Pires de Moura, Dr. Sebastião Morão Correia, Dr. Alexandre Morgado Duarte, D. Maria Guedes Boavida Rey, D. Maria Amélia Morais Martins, D. Maria da Conceição Dias Ferreira e António de Jesus, o donativo de 20$00.
Das Sras. D. Leonor Tavares de Sousa Cravo, D. Luz Pereira Chito e D. Manuela Ripado Tavares, o donativo de 25$00
Do Sr. José Dias Gardete Correia, o donativo de 27$00
Dos Srs. Joaquim Mendes, D. Alice Diogo Vicente e Manuel Luís Barata, o donativo de 30$00
Da Sr.ª D. Maria José F. Nunes Goulão Pinto, 40$00
Dos Srs. Abílio Neves Tavares, D. Adozinda Seabra Ferreira da Silva, Francisco de Sousa Lé, Dr. João Catanas Diogo, Drs. João e José Sena Esteves de Oliveira, D.Maria Fevereiro Guedes da Silva, D. Maria de Lencastre de Almeida Garrett, António Venâncio Leão, o donativo de 50$00.
Dos Srs. D. Manuela Bárbara Vaz Pretto, D. Maria Prata Abrunhosa, Manuel Giraldes Vaz Pretto, Dr. Adriano Godinho de Carvalho Guerreiro, D. Maria Burgos Montoya, o donativo de 100$00.
Da Sr.ª D. Maria do Céu Barreiros Mendes Guerra, 250§00
Da Junta de Freguesia, 300$00
Da Comissão Municipal de Assistência, 2.800$00,
Da Sr.ª D. Alice Moreira Gardete e por um anónimo, o donativo de 50$00.
.
Espectáculos no Cine Teatro Avenida
Hoje – Duas mulheres, dois destinos, com Kirk Douglas, Laureen Bacall e Doris Day
3ªfeira – O Homem impermeável, com Fernandel e Bernard Blier
5ªfeira – Em guarda contra a injustiça, com Van Johnson e Vera Milles
Sábado – Drogas que matam, com Peter Greaves e Mala Powers
Domingo – A Lei, com Gina Lollobrigida e Yves Montand.
.
20 de Março
Uma carta
… Snr. Director
Não estranhe V. o pedido que venho apresentar-lhe de escusa do cargo da Chefe da Redacção de “Beira Baixa”, que há mais de três anos vinha exercendo sabe Deus com que sacrifícios da minha saúde e tranquilidade pessoal. Que o diga o meu distinto médico assistente, Sr. Dr. João Romãozinho.
O fundamento do meu pedido de demissão está em razões que não convem referir publicamente, tão facilmente as adivinha qualquer, mesmo os que se atrevem a fazer juízos precipitados com desconhecimento de todos os elementos que os poderiam esclarecer, e ainda os que, por lealdade, deveriam tomar posições ou confessar as próprias culpas no momento oportuno.
Dizer nomes não merece a pena.
Desculpe, Sr. Director, a minha inabalável atitude, aliás imposta pelas circunstâncias, depois do meu primeiro artigo “A Câmara Municipal contra a Câmara Municipal”, cuja publicação foi rodeada de condições já suficientemente conhecidas do público.
Aceite V. simultaneamente os meus melhores cumprimentos e agradecimentos pelas provas de toda a confiança que se dignou dar-me.
Amº mtº attº e obgdo
Albertino Vaz Álvares de Carvalho
.
20 de Março
Dr. Vítor Pires Marques
Amanhã pelas 15 horas, O Governador Civil do nosso Distrito, Sr. Dr. José de Carvalho, conferirá posse do cargo de Vice-Presidente da Câmara Municipal do concelho da Covilhã, ao Sr. Dr. Vítor Castelo Branco Pires Marques. Conservador do Registo Predial daquele concelho.
.
20 de Março
Antigos Alunos do Liceu Nun’Álvares
Vai para um ano que um grupo de antigos alunos do nosso Liceu, residentes em Lisboa, se reuniram num jantar de confraternização naquela cidade.
Foi uma jornada de saudade que calou profundamente nos corações de quantos a ela se associaram e assim novo jantar se prepara para o próximo dia 2 de Abril.
A comissão organizadora desde já agradece a adesão de todos que, tendo frequentado, o nosso Liceu de 1920 a 1945, queiram compartilhar deste “Jantar de Saudade
Poderão fazer-se acompanhar dos respectivos cônjuges.
Tomam nota das inscrições os antigos alunos:
José David Refoios Camejo – telef. 63 20 21
Dr. António Monteiro Santiago – telef. 38 15 51
Dr. João Francisco de Andrade Proença Ribeiro – telef. 4 91 26
.
20 de Março
Espectáculos no Cine Teatro Avenida
Hoje – A Lei, com Gina Lollobrigida e Marcelo Mastroianno
3ªfeira – Da ambição ao crime, com Barbara Stanwick
5ªfeira – Arco do Triunfo, com Ingrid Bergmann e Charles Boyer
Sábado – A febre do ouro, com Davis Wayne
Domingo – Um rei e 4 Rainhas, com Clark Gable e Eleanor Parker
.
27 de Março
O concerto de Piano por
Nina Marques Pereira
constituiu um êxito invulgar.
.
Com o Salão da Biblioteca do Liceu Nun’Álvares completamente cheio, notando-se entre a assistência um numeroso público juvenil, que procura estar sempre presente em todas as manifestações artísticas da nossa cidade, realizou-se no passado dia 23 o anunciado concerto de piano por Nina Marques Pereira, um dos mais destacados valores musicais portugueses e que em concertos realizados não apenas em Portugal mas também nas capitais francesa e inglesa conseguiu êxitos invulgares(…)
Discípula do grande mestre Alfred Corlot e detentora do Prémio Oficial do Conservatório bem como dos prémios Beethoven e Viana da Mota, é Nina Marques Pereira uma pianista de invulgar virtuosidade, que consegue transmitir ao público, mesmo o menos culto na arte musical, a grandiosidade, a nobreza de estilo, a ternura, a graciosidade das obras dos grandes mestres da música, como Bach, Beethoven, Chopin, Alftar, Granados, Franz Liszt.
Está pois de parabéns a Delegação da Pró-Arte de Castelo Branco, por mais este grande êxito a somar aos numerosos êxitos da sua sempre brilhante actividade,
.
27 de Março
Casamento elegante
Em Lisboa, no passado dia 10 do corrente, realizou-se na Igreja de S.João de Brito, o casamento do nosso patrício Sr. Tenente de Infantaria Joaquim Chito Rodrigues, distinto oficial do nosso Exército, filho do nosso assinante Sr. António Rodrigues e de sua Esposa Sr.ª D. Maria de Jesus Lemos Chito Rodrigues, com a interessante menina D. Virgínia Rosa Pereira de Castro, filha do Sr. Dr. Abel Maria de Castro, já falecido, e da Sr.ª D. Maria Alice do Carmo Pereira de Castro.
(…) Finda a cerimónia religiosa foi servido aos convidados, entre os quais se encontravam muitos camaradas do noivo, um abundante “copo de água” servido pela Confeitaria Inglesa, no Restaurante - Clube de Ténis, na Serra de Monsanto.
Os noivos que vão fixar residência em Mafra, em cuja Escola Prática de Infantaria o noivo presta serviço, saíram em viagem para o Norte.
“Beira Baixa” deseja aos noivos as maiores felicidades.

29 novembro 2009

Eles foram meus alunos...

Foto obtida em 26 06 1991
no Laboratório de C.Naturais
.
Foram ambos meus alunos em 1990/91
no 2ºano (turma C) complementar.


Augusto Leal da Costa e José António Caeiro Palheta
dois bons alunos que recordo

28 novembro 2009

As minhas fotos preferidas...

Delimitação de concessões ostreícolas
Mitrena

Foto obtida em 10 Mai 1972

27 novembro 2009

Sebastião da Gama

Soneto do Guarda-Chuva

Sebastião da Gama
.
Ó meu cogumelo preto
minha bengala vestida
minha espada sem bainha
com que aos moiros arremeto
.
chapéu-de-chuva, meu Anjo
que da chuva me defendes
meu aonde por as mãos
quando não sei onde pô-las
.
ó minha umbela – palavra
tão cheia de sugestões
tão musical tão aberta!
.
meu pára-raios de Poetas
minha bandeira da Paz,
minha Musa de varetas!”
.
Sebastião da Gama
Arrábida, 1. Fev. 1950

Fotos de Castelo Branco...

Painel de azulejo no átrio de entrada
do Quartel do Regimento de Cavalaria 8

A fila de mancebos recebendo a farda militar.
(foto tirada em 27 Out 2009)

26 novembro 2009

Apenas seis...

"Seis clientes devem ao BCP o equivalente a 80 por cento do seu valor em bolsa".
by Cristina Ferreira

in. "Público" - Economia
26 Nov 2009
.
Seis clientes do Banco Comercial Português (BCP) devem ao grupo financeiro cerca de 3,5 mil milhões de euros, o equivalente a aproximadamente 80 por cento da capitalização bolsista do grupo, que ontem totalizava 4,3 mil milhões de euros. Só a construtora Mota Engil (Jorge Coelho) tem responsabilidades assumidas para com o banco da ordem de 1,2 mil milhões de euros, cerca de 28 por cento do seu valor de mercado.

Dr.Jorge Coelho

(…) Para além da empresa liderada por Jorge Coelho, ex-governante socialista (ministro de Estado e do Equipamento Social), encontram-se também neste lote de grandes devedores do BCP mais dois grupos ligados ao sector da construção, a Teixeira Duarte (Pedro Teixeira Duarte) e a Soares da Costa (Manuel Fino). No grupo estão ainda a Cimpor, cimenteira detida pela Teixeira Duarte e por Manuel Fino, o investidor Joe Berardo, e o empresário Joaquim Oliveira, dono da Controlinvest, que controla a Lusomundo e os títulos de media Diário de Notícias, Jornal de Notícias, 24Horas e TSF.
(…)
A carteira de crédito das instituições financeiras é monitorizada pelo Banco de Portugal, que pede periodicamente aos bancos que reportem qual é a sua exposição aos clientes mais importantes. O PÚBLICO apurou junto de uma fonte não-oficial do supervisor que a situação do BCP não tem suscitado problemas.
(…)
Este aumento do risco resulta do facto de, em regra, quando os grandes grupos se dirigem ao mercado para levantar fundos, darem como garantia o próprio negócio. Assim, quando entram em falência, o crédito não é honrado. Logo, em teoria, bastaria que um cliente com estas características entrasse em incumprimento por um período prolongado e o banco teria de constituir provisões elevadas para fazer face às imparidades que chegariam a 100 por cento, por não existirem garantias reais.
.

Dr.Santos Ferreira

(…) Estes três investidores posicionaram-se na luta de poder pelo controlo do BCP ao lado dos opositores do antigo líder e fundador Jardim Gonçalves. A nomeação da equipa de Santos Ferreira para liderar o maior banco privado partiu deste grupo, que durante a guerra accionista foi buscar crédito à Caixa Geral de Depósitos (CGD), que era então presidida por Santos Ferreira, para comprar acções do BCP. Mais tarde, a Teixeira Duarte, Manuel Fino e Joe Berardo, liderados pela EDP, apoiaram a sua candidatura à presidência do BCP.

Joe Berardo
.
Quando transitou para o banco privado, o actual presidente executivo do BCP levou Armando Vara consigo. Até ter solicitado a suspensão de funções de vice-presidente do BCP (mantendo o salário), depois de ter sido constituído arguido no quadro da operação Face Oculta, Vara tinha o pelouro das relações com os grandes clientes. Contudo, parte substancial destes créditos foi concedida antes de Armando Vara ter assumido a vice-presidência do BCP.(…)
.
Volta Jardim Gonçalves!...
Estás perdoado...

Entrevista...

Para ler e meditar...
.
Correio da Manhã
22 Novembro 2009 - 00h30
Entrevista: José António Saraiva
"Não falimos por um milagre

.
José António Saraiva, director do semanário ‘Sol’, revela ao CM que o Governo o pressionou para não publicar notícias do Freeport e que depois passou aos investidores.
Correio da Manhã – O ‘Sol’ foi coagido pelo Governo para não publicar notícias do Freeport?
José António Saraiva – Recebemos dois telefonemas, por parte de pessoas próximas do primeiro-ministro, dizendo que se não publicássemos notícias sobre o Freeport os nossos problemas se resolviam.
– Que problemas?
– Estávamos em ruptura de tesouraria, e o BCP, que era nosso sócio, já tinha dito que não metia lá mais um tostão. Estávamos em risco de não pagar ordenados. Mas dissemos que não, e publicámos as notícias do Freeport. Efectivamente uma linha de crédito que tínhamos no BCP foi interrompida.
– Depois houve mais alguma pressão política?
– Sim. Entretanto tivemos propostas de investimentos angolanos, e quando tentámos que tudo se resolvesse, o BCP levantou problemas.
– Travou o negócio?
– Quando os angolanos fizeram uma proposta, dificultaram. Inclusive perguntaram o que é que nós quatro – eu, José António Lima, Mário Ramirez e Vítor Rainho – queríamos para deixar a direcção. E é quando a nossa advogada, Paula Teixeira da Cruz, ameaça fazer uma queixa à CMVM, porque achava que já havia uma pressão por parte do banco que era totalmente ilegítima.
– E as pressões acabaram?
– Não. Aí eles passaram a fazer pressão ao outro sócio, que era o José Paulo Fernandes. E ainda ao Joaquim Coimbra. Não falimos por um milagre. E, finalmente, quando os angolanos fizeram uma proposta irrecusável e encostaram o BCP à parede, eles desistiram.
– Foi um processo longo...
– Foi um processo que se prolongou por três ou quatro meses. O BCP, quase ironicamente, perguntava: "Então como é que tiveram dinheiro para pagar os salários?" Eles quase que tinham vontade que entrássemos em ruptura financeira. Na altura quem tinha o dossiê do ‘Sol’ era o Armando Vara, e nós tínhamos a noção de que ele estava em contacto com o primeiro-ministro. Portanto, eram ordens directas.
– Do primeiro-ministro?
Não temos dúvida. Aliás, neste processo ‘Face Oculta’ deve haver conversas entre alguns dos nossos sócios, designadamente entre Joaquim Coimbra e Armando Vara.
– Houve então uma tentativa de ataque à liberdade de imprensa?
Houve uma tentativa óbvia de estrangulamento financeiro. Repare-se que a Controlinveste tem uma grande dívida do BCP, e portanto aí o controlo é fácil. À TVI sabemos o que aconteceu e no ‘Diário Económico’ quando foi comprado pela Ongoing – houve uma mudança de orientação. Há de facto uma estratégia do Governo no sentido de condicionar a informação. Já não é especulação, é puramente objectiva. E no processo ‘Face Oculta’, tanto quanto sabemos, as conversas entre o engº Sócrates e Vara são bastante elucidativas sobre disso.
– Os partidos já reagiram e a ERC vai ter de se pronunciar. Qual é a sua posição?
– Estou disponível para colaborar.

Setubalense - 1959 - Junho

03-06-1959
Parque do Bonfim
A Câmara Municipal aprovou o projecto relativo ao ajardinamento do Parque do Bonfim, da autoria dos arquitectos Facco Viana Barreto e A.S. Castelo Branco, obra que importará em 1500 contos.
.
06-06-1959
Notícias Pessoais
O Sr. João Augusto Salgado cessou as suas funções nos Serviços Municipalizados como Chefe dos Serviços Administrativos, por se ter aposentado. Desempenhou aquele cargo com inexcedível dedicação e competência durante trinta e sete anos.
.
08-06-1959
Associação de Andebol de Setúbal
Novos Corpos Gerentes
Assembleia-Geral
Presidente: Eng. Afonso Gago da Silva
Direcção
Presidente: José Luís da Silva Ahrens Novais
Conselho Fiscal
Presidente: Raul Gamito Gomes
Conselho Técnico
Presidente: Dr. Amadeu Rodrigues da Costa
.
08-06-1959
Lawn-Tennis
O Eng. Gago da Silva é o novo campeão de Setúbal.
No encontro entre os finalistas, o eng. Gago da Silva venceu Jaime Viegas por 6/3 e 7/5.
.
11-06-1959
No Liceu de Setúbal
O Liceu Nacional de Setúbal comemorou o dia de Portugal. O professor Dr. Francisco Santana fez uma alocução. O Orfeão maior e menor exibiram-se e foi representado um pequeno auto vicentino "Ide a Mestre Gil"
.
11-06-1959
Nova construção
A Câmara Municipal prorrogou por 90 dias o prazo concedido às Sras. D.Maria
Emília Batista Pereira dos Santos e D. Maria Margarida Batista Pereira Braga de Almeida, para o início da construção que vão realizar no lote nº21 dos terrenos marginais à rua General Daniel de Sousa.
.
11-06-1959
Notícias Pessoais
O Professor Domingos do Rosário apresentou a classe de Ginástica, nas instalações da Escola Técnica.
.
15-06-1959
Caça Submarina
Disputou-se ontem o torneio inter-sócios do CAIMF na zona situada entre as Três Irmãs e a Praia do Cozinhadouro, que teve como vencedor absoluto o Dr.Vitor Dias.
.
17-06-1959
Liceu Nacional de Setúbal
Alunos no Quadro de Honra
.
1º Ano
Maria Augusta Fialho,
Maria de Fátima Bernardo,
Maria Fernanda Canto
Maria Margarida Venâncio,
Maria Manuela Roupa,
Cesário Cândido Pinto
Henrique Diamantino Ferreira
.
2º Ano
Maria Ilete Ruas da Conceição,
Maria da Conceição Maçarico,
Maria Margarida Simões Bolala,
Maria Margarida Santos Vitor,
Natália Guerreiro,
João Carlos Matoso,
Luis Alberto Gaeiras.
.
3º Ano
Décia Cêrcas de Jesus,
Maria Cristina Firmo Farto,
Maria Fernanda Basso,
Maria Luisa Simões,
Eduardo Meneses Correia
.
.
4º Ano
Maria Clara Costa Correia,
Maria Teresa Coelho Pais,
Maria Vitória Calado,
António José da Costa,
José Filipe Martins
.
5º Ano
Carlos Manuel de Jesus
.
6º Ano
Carlos Contreiras,
Joaquim de Carvalho Bragança.
.
7º Ano
Maria Manuela Cabral Adão,
Alfredo Nascimento Melo
.
.
20-06-1959
Mocidade Portuguesa.
Tomaram posse os novos dirigentes da Mocidade Portuguesa, em Setúbal.

Chefe dos Serviços Culturais: Eng. Eduardo Alfredo Martins da Silva Pinto
Chefe dos Serviços de Instrução Geral: Capitão Guilhermino Nogueira Rocha
Adjunto do Delegado Distrital: Manuel Martins Caro Marquilhas
Chefe do Serviços de Saúde: Dr. Artur Gago da Silva
Médico do Centro Especial de Vela nº4: Dr. Rui Moura
Os dois últimos não compareceram à posse por razões de Ordem profissional.
.
27-06-1959
Liceu
Exposição de Fotografia sobre Educação Física.
Está patente no liceu, a IIIª Exposição Internacional de Fotografia sobre Educação Física, organizada pelo Prof. Cristóvão Silva.
.
29-06-1959
Torneio de Caça Submarina do CAIMF (em 14-06-1959)
Júri Técnico:
Director da prova: Prof. Cristóvão Silva
Secretário: António Mendes
Pesagem: João Salgueiro
Fotografia: Manuel Pereira
Assistência Médica: Drs. Soveral Rodrigues e Vitor Dias
Enfermagem: Alfredo Salgueiro
Recepção: Horácio Pereira
Imprensa: A.M.
Mergulhador com escafandro autónomo: Chaves
Júri de Honra:
Delegado do Capitão do Porto
Delegado do Director da Junta Autónoma
Delegado de Saúde
.
Classificação Absoluta:
1º. Dr. Vitor Dias
2º. Belmiro Monteiro
3º. Dr. Soveral Rodrigues
4º. Agostinho Silva
5º. Fernando Salgueiro
6º. M. Valente
7º. Carlos Costa
8º. Rui Alves
9º. José Rica

25 novembro 2009

No "Setubalense"...

É um gosto ler a coluna de Marília Nascimento."
.
(...) Quanto aos políticos, não vale a pena quererem explicar o que não tem explicação.
Nós sabemos como acabam as inquirições e como se arranjam advogados e recursos para quem pode pagar a sua inocência.
Por favor não nos macem mais, deixem-nos comer o bacalhau com couves e as filhós em família na possível paz, longe de "faces ocultas" e provas destruidas. Deixem-nos, por amor de Deus!"
.
Marília Nascimento
in. Setubalense
25 Nov 2009

As "Bonecas" de Kiraz...

Humor antigo
com o traço
de Kiraz

- Se isso é "ski"... vai muito mal, mas se é "rock and roll", é formidável!...

24 novembro 2009

As minhas fotos preferidas...

Cabeça de velho
Veiros - Alto Alentejo

Foto obtida em 23 Abr 1973

23 novembro 2009

As minhas turmas... 12ºAno 1ºE - 1985 86

12ºAno - 1º Turma E
em 1983/84
.
Fui professor desta turma
em Biologia

Abílio Farinha Cardoso
Luisa Maria A.Fernandes
Ana Maria S. Nascimento
Ana Paula C. Conceição
António Manuel S.Macau

Elisabete Maria Claro Tudo
Célia Maria Calado Neves
Dina Cláudia Maia
Filomena Maria Pais Lopes


José António C.Castiço
José Luis Silva Batista
José Manuel Felix Teixeira
José Manuel Trindade Vagos
Luis Alberto A. Ferreira
Luis Filipe R.F.Santos
Manuel Pedro Pereira Machado
Maria do Céu Costa Pereira
Maria Cecília S.G.Caracol

Maria Clara Candeias
Maria Elisa Martins Pedrada
Maria Luisa Cordeiro
Maria Manuela M.Gomes Coelho
Maria do Pilar Carrilho Ramos
Marta Isabel Santana Viegas
Paula C.Pontes Rocha
Paulo Jorge de Almeida

22 novembro 2009

Face oculta...

"Com esta decisão, o PGR limpa Sócrates da "Face Oculta", e, ao contrário do que aconteceu com as anteriores seis escutas, desta vez nem sequer deu oportunidade de que a decisão final, de haver ou não investigação ao primeiro-ministro, ficasse nas mãos do presidente do Supremo Tribunal de Justiça. A decisão é clara: não vai haver investigação. Terminou o suspense."
.
Licínio Lima
In. “Diário de Notícias”
22.Nov.2009

.
E os Procuradores de Aveiro?!... São incompetentes??!!...

Escrito no vento...

No "Público"
22 Nov 2009
.
"...o mundo varia consoante o ponto de onde o olhamos.
O mesmo acontece com as narrativas da História."
.
Alexandra Lucas Coelho
Jornalista

Beira Baixa - 1960 - Fevereiro

07 de Fevereiro
Clube Recreativo Alcainense
Os corpos directivos do Clube Recreativo Alcainense passam a ter seguinte constituição:
.
Assembleia-Geral
Presidente – Dr.Albano Joaquim Proença de Almeida
1ºSecretário – João Pedro Rodrigues
2ºSecretário – António Correia Marques
.
Direcção
Presidente – Francisco Amaro Lopes
1ºSecretário – Hélder Marques Rafael
2ºSecretário – Mateus Pires Mendes
Tesoureiro – Luís Amaro Lopes
Vogal – José Maria Amaro Lopes
.
Conselho Fiscal
Eng. Joaquim Belo Rafael
Joaquim Belo Rafael
Fernando Adriano Brás
Ramiro Marques Rafael
.
07 de Fevereiro
Pró-Arte
Vasco Barbosa e Grazi Barbosa num concerto que está a ser aguardado com grande espectativa.
O segundo concerto organizado pela Delegação Pró-Arte de Castelo Branco, que terá lugar no Salão da Biblioteca do Liceu Nun’Álvares no próximo dia 13 pelas 21,30 h, está a ser aguardado com grande expectativa pois terá a colaboração de dois artistas de projecção internacional: o violinista Vasco Barbosa e a pianista Grazi Barbosa.
Estamos certos que este concerto constituirá um êxito, transformando-se numa merecida consagração a Vasco Barbosa, cujo virtuosismo o publico da nossa cidade já teve em anteriores concertos oportunidade de apreciar.
Será o seguinte o programa do próximo concerto:
.
I Parte
Sonata “Trilo do Diabo”, de Tartini
Alegro ma non tropo (do concerto) de Brahms
.
II Parte
Sonata, de Ivo Cruz: Moderato, Lento, com Moto.
.
III Parte
Capricho basco, de Sarasate.
Bess you is my Woman e Prelúdio, de Gershwin
Introdução e Tarantela, de Sarasate.
.
Como é possível que os bilhetes para este concerto se esgotem, recomenda-se a todas as pessoas que a ele queiram assistir e que não possuam assinatura que deverão marcar os seus lugares atá ao próximo dia 11.
Se acaso restarem bilhetes serão os mesmos vendidos à entrada do espectáculo.
.
Informa-nos a Pró-Arte que ainda se aceitam inscrições para os cinco concertos da temporada, pelo preço de 80$00.
.
7 de fevereira
Cine teatro Avenida
Hoje – Amores reais, com Paquita Rico e Vicente Parra.
3ªf – A Cidade do Pecado, com André Murphy e Faith Domerg e
Febra loira, com Diana Dors e Davis Tomlinson
5ªf – O espelho de duas faces, com Michele Morgan
Sáb – Os dez da Legião, com Jody Lawrance e Gilbert Roland
Dom – História de uma freira, com Audrey Hepburn e Peter Finch
.
7 de Fevereiro
José de Paiva Morão
Para o lugar deixado vago na vereação, pelo Sr. Dr. Francisco José Palmeiro que tomou posse do cargo de Vice-Presidente do Município da nossa cidade, foi chamado para o ocupar o vogal substituto, Sr. José de Paiva Morão, a quem foi distribuído o Pelouro do Turismo a cuja Comissão Municipal passa a presidir,
“Beira Baixa” deseja ao Sr.José de Paiva Morão as maiores prosperidades no desempenho do seu novo cargo.
.
14 de Fevereiro
Nascimento
Na “Casa de Saúde de Castelo Branco” e com a assistência da Sr.ª Dr.ª D.Maria Cândida Trindade, deu à luz no passado dia 8 do corrente mês de Fevereiro, uma robusta criança do sexo feminino, a S.ª D. Fernanda de Oliveira Dias Gonçalves Crisóstomo, esposa do Sr.Capitão Joaquim José Gonçalves Crisóstomo.
Mãe e filha encontram-se bem.
Aos pais da recém-nascida bem como aos avós, Srs. Dr. José Joaquim Crisóstomo e Esposa e Francisco Dias Rato e Esposa, apresenta “Beira Baixa” as suas felicitações.
.
14 de Fevereiro
Espectáculos, no Cine Teatro Avenida:
Hoje – A História de uma freira, com Audrey Hepburn e Peter Finch
3ªfeira – O Amigo da onça, com Walter Chiari e Isabelle Corey
5ªfeira – Os que sabem morrer, com Robert Ryan e Aldo Ray
Sábado – Grande inimigo, com Jack Maloney e Kim Hunter.
Domingo – Tormento ao sol, com Susan Hayward e Jeff Chandler
,
14 de Fevereiro
Dr.Manuel Flamino F.Martins
Na passada segunda feira, realizou-se perante o Sr. Dr. José do Carmo, Conservador do Registo Civil de Castelo Branco, devido a encontrar-se doente o Sr.Dr. Alberto Franco Falcão, juiz substituto, o acto de posse do novo Juiz da nossa Comarca, Sr.Dr. Manuel Flamino Martins, que tem desempenhado as funções de Juiz Ajudante do Círculo Judicial de Castelo Branco.
Encontravam-se presentes no acto de posse, entre outras individualidades, os Srs.
Dr. João Nunes da Cruz, que representava o Chefe do Distrito, ausente;
Juiz Corregedor, Dr. Artur M. da Fonseca;
Presidente da Câmara, Cap. Manuel Domingues Carreto
Vice-Presidente da Câmara, Dr. Francisco José Palmeiro
Presidente da Junta Distrital, Dr.Alberto Trindade
Conservador do Registo Civil, Dr.José do Carmo
Dr. Frederico da Costa Conde, advogado
Dr. João Carriço Goulão, notário
Dr. Mário Branco, Juiz de Direito no Ultramar
Cap. Francisco Silva Fragoso, Comandante da PSP
Cap. Tomás Monteiro, comandante da Companhia da GNR
Ten. Marques da Silva, comandante da Secção da GNR
Dr. Joaquim Diogo Correia, advogado
Dr. Domingos Romão, advogado
Dr. Albano Pina, advogado
Dr. José Lopes Chambel, advogado
Dr. Joaquim Félix Beirão, advogado
Dr. José Catanas Diogo, Reitor do Liceu
Dr. João Mansinho, Juiz Adjunto do Tribunal de Menores (?!)
Dr. João Moura da Cruz
Dr. João Faria de Sousa, Subdelegado do Ministério Público
Dr. Simplício Barreto Magro, Intendente da Pecuária
Eng. João Forte, delegado da Junta de Colonização Interna
Dr. Vasco Mendes de Matos
José de Paiva Morão, Provedor da Santa Casa da Misericórdia
Dr. José Moura Nunes da Cruz
Dr. Ulisses Pardal
Dr. José Nunes Parro, professor do Liceu
Dr. José Teixeira Simão, Professor
Domingos Pio, industrial
Elísio José de Sousa, industrial e
Moisés dos Santos Martins, estudante de Direito e irmão do empossado.
(…)
Em seguida falou o Sr. Dr. Frederico da Costa Conde, na qualidade de Delegado da Ordem dos Advogados em Castelo Branco que de igual modo se referiu à personalidade do Sr. Dr. Juiz Flamino Martins que através de toda a sua vida de Jurista se tem imposto pela sua probidade e isenção.
Usou então da palavra, como amigo do empossado e seu companheiro de trabalho durante largos anos, o Sr. Dr. Mário Branco, actualmente Juiz no Ultramar.
Por fim, falou o empossado, que proferiu uma brilhantíssima oração de alto nível jurídico e literário (…)
No seu brilhante discurso o Sr. Dr. Juiz Flamino Martins referiu-se ao conceito de justiça e à dificuldade que muitas vezes surge na sua aplicação; à necessidade de acudir aos menores desamparados, que devido ao abandono em que se encontram em muitos casos tornam-se delinquentes, pelo que se tornava necessária a criação no nosso Distrito de um estabelecimento de reeducação juvenil.
Ao novo Juiz da nossa Comarca, cujo valor intelectual e profissional há muito se impôs a todos que o conhecem, endereça o “Beira Baixa” as suas felicitações dom o desejo das maiores prosperidades no desempenho do seu novo cargo.
.
21 de Janeiro
A Localização do Museu Regional “Tavares Proença Jr
Na passada semana publicou o nosso prezado colega “Reconquista” uma extensa exposição dirigida pelo Círculo Cultural de Castelo Branco ao Sr. Ministro das Obras Públicas, a propósito da construção das novas instalações do Museu Tavares Proença Jr.
Levantou essa exposição grande celeuma na cidade, e no desempenho da missão que nos cumpre de estarmos sempre atentos a todos os problemas… (etc… etc… etc…)
.
21 de Fevereiro
Transcreve-se uma “Exposição do “Círculo Cultural” ao Sr. Ministro da Justiça, sobre a localização do “Museu Regional Tavares Proença Jr.
.
21 de Fevereiro
Transcreve-se uma “Carta dirigida pelo Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco ao Presidente do Círculo Cultural” sobre a localização do futuro Museu.
.
21 de Fevereiro
Na página 9, é transcrita uma “Cópia de parte da acta da reunião ordinária realizada no dia 12 de Junho de 1958" que rezava assim”…O Senhor Presidente disse ainda que , estando em construção o novo edifício do Mercado Coberto, tinha sido ventilada a hipótese de, no local onde funciona presentemente esse Mercado vir a ser construído, oportunamente, edifício condigno onde pudesse instalar-se, em condições que actualmente não possui, o Museu Regional e, possivelmente, a Agência de Turismo. Tem-se conhecimento, disse o mesmo Senhor Presidente, que um arquitecto de Lisboa estudou já este problema e elaborou, sobre ele, a sua tese de formatura, trabalho que poderá vir a ser aproveitado se necessário. Sabido que um empreendimento desta natureza seria incomportável para as finanças municipais e provinciais enviou-se à Fundação Gulbenkian, de Lisboa -- organismo que está subvencionando iniciativas assistenciais e culturais – um memorial pedindo a colaboração da referida fundação. Esta, em ofício de vinte e três de Maio findo, solicita, para se poder pronunciar, informação concreta sobre a colaboração desejada.
É do seguinte teor a informação prestada: “Impõe-se, pelas razões constantes do meu memorial de vinte e dois de Fevereiro a construção de um edifício para o Museu Regional desta cidade. Dispõe para isso esta Câmara de terreno no centro da cidade com mil metros quadrados cujo valor se computa em trezentos contos. Existe já um ante-projecto, estimando-se as obras nele previstas em quatro mil contos, quantia a que se deverão acrescentar as despesas relativas a uma condigna instalação. Excede tal quantia as possibilidades financeiras desta Câmara, embora venha a receber para o efeito um parco auxílio da Junta de Província da Beira Baixa. Para tal cometimento poderão estes Corpos Administrativos dispor, em dois anos, de mil e duzentos contos. Por esta razão, confiado no alto e esclarecido espírito de compreensão do Conselho de Administração da prestimosa Fundação Calouste Gulbenkian… (etc… etc… etc..)
.
28 de Fevereiro
Anúncio
Posto de Cobrição
Encontra-se já aberto o posto de cobrição em Castelo Branco, para criação de gado Cavalar, muar e asinino, com os melhores exemplares da região.
(Quelha Vale do Cabreiro)
O Proprietário,
Albano dos Anjos Roberto e Silva
[era um “espectáculo”, na nossa cidade, quando o Sr. Albano, se lembrava de passear a cavalo na baixa da cidade, montando o afamado “Cavalo do Albano”…]
.
28 de Fevereiro
António Correia de Oliveira
No passado dia 20, faleceu na sua casa do Belinho o grande poeta português António Correia de Oliveira, cuja obra de profundo sentido cristão e nacionalista é considerada das mais belas da língua portuguesa.
“Beira Baixa” apresenta as suas sentidas condolências a seus filhos, os Srs. Dr. José Gonçalo Correia de Oliveira e António Sottomayor Correia de Oliveira.
.
28 de Fevereiro
Os engenheiros que residem no distrito de Castelo Branco
O Delegado da Ordem dos Engenheiros de Coimbra, se. Engº Sílvio Morão, havendo conhecimento de alguns casos de indevida atribuição do título de engenheiro a indivíduos que para o uso deste título não possuem a categoria ou os requisitos legais, tornou pública a relação dos engenheiros membros da Ordem, residentes no Distrito de Castelo Branco e que é a seguinte:
Em Castelo Branco:
António Ramos Riscado
Alfredo Resende
Alfredo José da Cunha Mota
Alexandre Proença de Almeida Garrett
Aniceto dos Santos Duarte
Bartolomeu da Fonseca Coutinho Martins Franco Frazão
Eugénio Leite de Morais
Isidro Valente
Joaquim Rocha Monteiro Limão

Joaquim Pires da Silva
José Maria Valente
José Antunes Lourenço
João José Ferreira Forte
João Augusto do Rêgo Bayan Jr.
Leonel Coelho de Magalhães
Laurindo de Sousa Abrantes
Mário Pinto Alves Fernandes
.
Na Covilhã
António Calado Fiadeiro
Armando Pereira Nina
Ernesto de Melo e Castro
Manuel Teles Duarte Monteiro
Maria Helena Marques Esgalhado
Mário Caetano Tarouca
Rafael Pessoa de Amorim Morão
Sílvio Arnaldo Diniz Morão
Wladimiro Sphor
.
Fundão
António Mateus Granado
José Pereira Folgado
Manuel de Oliveira Matos Sequeira
.
Minas da Panasqueira
Amílcar de Carvalho Grijó
António Cláudio dos Reis
Acácio Gomes de Oliveira
Fernando de Melo Mendes
Felismino Ferreira Teles
José Rodrigues Abrantes
Manuel Abreu Riscado
Nuno Gonçalo Bachá de Almeida Ribeiro
.
Em outras localidades
António Belo Almeida – Idanha-a-Nova
Joaquim Pina Gomes – Belmonte
José Joaquim de Campos – Pedrógão Pequeno
Manuel Fuschini Magalhães Vilas Boas - Cernache de Bonjardim

21 novembro 2009

União Europeia...

"Uma respeitável mas discreta baronesa britânica e o primeiro-ministro da discreta Bélgica, com Durão Barroso formam o trio de líderes da Europa. Leu bem, o trio de Líderes da Europa. Mais palavras para quê… "
.
in. "Expresso"
21 Nov 2009


Educação...

“O processo de avaliação dos professores é travado, mas não suspenso.
Foi para o lixo, mas não é suspenso.
Vai mudar, mas não é suspenso.
Vai haver um novo, mas não é suspenso.
Porque é que ficamos com a impressão de que o que aí vem não é famoso?”
.
In.”Expresso”
21 Nov 2009
.

À primeira “cavadela” o PSD traiu toda uma Classe
...todos os Professores que nele votaram, esperançados, foram enganados!...

É desolador...

Parabéns!... 21 de Novembro

A Carla Ramalho faz anos hoje.
Parabéns!... e muitas prendas...


Carla Maria Castelo Branco Ramalho

20 novembro 2009

Um dia em Oleiros...

O nosso encontro com o primo Augusto de Matos fez-se no Jardim da Devesa, ali mesmo junto do Posto de Turismo de Oleiros. Chovia bem quando tal aconteceu...
.

O Posto de Turismo de Oleiros e o Ciberespaço.
(numa foto de Pedro Miguel Fernandes)

É no piso térreo deste bonito edifício que está instalado o Posto de Turismo de Oleiros. No piso superior existe um Ciberespaço muito bem equipado. São magníficas as instalações de ambos os Serviços.

A chuva não era boa companheira... por isso nos abrigámos no interior daquele moderno edifício. Claro que não foi só pela chuva... Eu sabia que iríamos ali encontrar a nossa "prima mais nova", a Inês Martins, que há algumas semanas "conheci" através da Internet e deste blog... Ela mostrou ser uma excelente profissional naquele departamento da Câmara de Oleiros, sabedora, simpática, dotada de um poder de comunicação que raramente se vê e, "ainda por cima" minha prima... Os primos dos meus primos... meus primos são! Uma "preciosidade" que merece, muito bem, o lugar que ali ocupa.

A Engª Inês Martins é licenciada pela Universidade de Évora.

No interior do Posto de Turismo assistimos a um pequeno filme que nos mostrou, em alguns minutos, as potencialidades do concelho de Oleiros quer no aspecto turístico quer no que respeita às indústrias ali “residentes”, à Cultura, à Gastronomia, ao Artesanato… A população do concelho vive dos recursos da agricultura e da floresta, mas aproveitando os recursos endógenos da região, verifica-se agora uma forte aposta na área do Turismo.
.

Medronhos e castanhas... em exposição.

“Devido à abundância do medronheiro na região, existe uma larga tradição na produção de aguardente de medronho ou “medronheira”, como é popularmente designada, dando uso aos alambiques que existem espalhados por todo o concelho”

Augusto de Matos consultando livros com interesse.

Em estantes próprias, estavam à disposição dos visitantes alguns livros, revistas e jornais com assuntos sobre a região e suas actividades. Alguns deles foram-nos gentilmente oferecidos. Um dos livros, com fotografias de Pedro Miguel Fernandes, tem um valor acrescido pelo seu conteúdo fotográfico e pela sua bela apresentação.

Depois de uma "visita guiada" em que o Augusto de Matos nos mostrou, entre outras coisas, a Estalagem de Santa Margarida (cujo adiantamento das obras me dá esperança de ainda ali poder ir à "estreia"), o Parque de Campismo, a Praia Fluvial no Açude Pinto, o Cristo Rei e a Capela em cima da qual a imagem do Redentor se mostra à Vila, lá ao longe ocupando um vasto vale (há ali, no Cristo Rei, uma desproporção que não cai bem à vista, entre o tamanho da capela e o da imagem que se lhe sobrepõe. (talvez a arquitecta tenha já dado por isso...)

O Cristo Rei, visto da vila

Depois de termos passado pelas Piscinas Municipais (coberta e ao ar livre e um ginásio) e pelos campos de jogos, o nosso destino terminou no restaurante "Salinas", do Vitor Manuel Domingues, onde almoçámos ao sabor de puré de castanhas e de medronhos com marmelada...
Ali encontrámos o Alírio Rodrigues, nosso amigo de infância [e companheiro nas caçadas "aos passarinhos" (Ai!... Se a minha colega Nazaré ler este bocadinho nem a alma se me aproveita!!!...) com "costelins" ou com a célebre "flobert" de 9 mm, com dois canos, que o Sr.Júlio Andrade nos emprestava nas férias], e nas "futeboladas" de Verão; O Alírio estava com uma das filhas, com a neta e com a esposa Edviges dos Santos Salgueiro que foi minha colega no Liceu de Catelo Branco nos finais dos anos 40. A família da Inês ali almoçou também. Conheci a Avó, a Mana Maria, de quem me falava a Inês há pouco tempo e conheci a Mãe, a D.Ana Maria, que teve umas palavras simpáticas, a propósito do conhecimento havido entre ela e a minha Mãe.
Após o repasto voltámos ao Centro da Vila. Como o tempo chuvoso continuava, nada melhor do que aproveitar o momento para visitar melhor a exposição no Posto de Turismo.
O Artesanato local estava ali bem patente… O senhor António da Conceição Martins é um homem da Gaspalha, uma povoação da freguesia de Álvaro, que detém um ofício que deve rarear em Portugal: é um Sapateiro Artesanal… faz sapatos por medida! Uma abencerragem da profissão...

António da Conceição Martins em pleno labor, na sua "oficina" no Turismo.

António da Conceição Martins, em grande plano
.

A seu lado, trabalha o conterrâneo Sr.João Mendes, numa outra "arte de artesanato". É um exímio construtor de "bancos de cortiça", antigamente chamados "tropeços"...

O senhor João Mendes...

... que apresenta este sorriso aberto e folgazão.

Entretanto, o Augusto de Matos tentava identificar, em fotografias muito antigas que o meu irmão levou consigo, algumas pessoas que deixaram nome na Vila de Oleiros, na primeira metade do século passado...

O Augusto, o Olímpio e a Inês observam, e comentam, algumas fotos "pré históricas"...

Depois fizeram-se algumas fotografias para a posteridade...

jjmatos com a Inês, o Augusto e o Olímpio

Aqui, o fotógrafo teria sido o Augusto de Matos

…e durante toda a tarde, a chuva nunca parou! Apenas não havia ainda um vento forte… Que chegou mais tarde, já bem depois do jantar, e se manteve até de madrugada!
Pior do que a tempestade que varreu de noite toda esta região… só o nevoeiro intenso e cerrado que tive por companhia em toda a travessia da serra do Mouradal, no regresso a Castelo Branco. Mas dessa também me "safei"...

19 novembro 2009

Lembrei-me do Sr.Vidal...

Castelo Branco
15 Nov 2009
08h 20m

O nome do Senhor Vidal ainda ali está escrito.
...mas não respeitam muito a sua memória!
.
O tempo estava bastante mau... Chovia e fazia-se sentir já o vento que acabou por fustigar duramente toda a região durante o resto do dia. Prestes a iniciar uma viagem até ao Pinhal interior quis comprar o "Público" antes de sair de Castelo Branco. Dirigi-me por isso a "sucessor" do Stand Vidal, onde por norma compro os jornais.
Com a porta fechada ainda, espreitei através dos vidros e certifiquei-me que os jornais já tinham chegado. Uma "funcionária" girava lá dentro de um lado para o outro... Quando lhe quis perguntar, dadas as circunstâncias, se podia vender-me já o jornal, gritou lá de dentro que só às 8h e meia... Voltou-me as costas e "ignorou" tudo o mais.
.
Lembrei-me do fundador daquela casa...
José Vidal Sestay era um Senhor.
A Çenhora que "falou" comigo... nem por isso...

Setúbal de outros tempos...

Viveiros de ostras
Mitrena
10 Mai 1972


18 novembro 2009

Escrito na pedra...

No "Público"
em 14.11.2009
.
"É mais fácil morrer por uma mulher do que viver com ela."
.
Lord Byron
poeta inglês
1788 - 1824

Galleria degli Uffizi

O Nascimento de Vénus
Sandro Botticelli
1445-1510
.

O Nascimento de Vénus

Bastante posterior à Primavera (foi pintado por volta de 1485 para o palacete dos Médicis de Castello), fecha gloriosamente o período da maturidade, e é talvez uma das obras mais clássicas de Botticelli. Clássica pela projecção das imagens no mundo do mito, por aquele sabor de Grécia nativa que tem a figura da deusa no seu modo de apresentar-se não como uma criatura humana, mas como uma estátua marmórea a que só agora o tépido sopro dos zéfiros infunde o calor da vida: se na Judite e na Primavera o pintor captara as imagens no momento em que o movimento se transforma em pose, aqui, ao contrário, a figura de Vénus parece ter sido fixada no instante em que a imobilidade da estátua se dissolve no sopro vital do ser humano. Apesar de a composição se centrar no eixo da figura do meio, o ritmo de desenvolvimento da linha forma uma unidade com o ritmo de rotação dos volumes e com a sequência do espaço. Nas figuras dos zéfiros, os desenvolvimentos das linhas nos contornos dos dois corpos e nos panejamentos que os envolvem como um eco amplificado é tão harmónico com o desenvolvimento dos volumes que estes são todos resolvidos na evolução melódica da linha. Assim mesmo o afastamento do horizonte perde qualquer significado espacial definido. De resto, no lado direito do quadro, mesmo a sucessão daquelas finas línguas de terra penetrando profundamente pelo mar não tem valor de perspectiva, mas resolve-se na lenta evolução de um movimento ondulante da linha: pelo que parece propagar-se ao longe o entrecortado ritmo linear do manto oferecido pela aura.
.
Cfr. Roberto Salvini
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

p>

17 novembro 2009

Parabéns!... 17 de Novembro

A Maria Regina faz anos hoje!...
Mil parabéns!... e um beijinho especial...

Maria Regina Bidarra Gomes

16 novembro 2009

Num dia de anos…

Numa dedicatória que acompanhou um livro de poemas...
.
"Ensina os teus filhos a amar a verdadeira poesia portuguesa.
Recorda, de Castelo Branco, os poemas que, tão mal, o Dr. Augusto Russo nos dizia.

E nunca faças coro com Fernando Pessoa quando escreveu algures a respeito da passagem do tempo:
.
"A cada pancada tua
vibrando no céu aberto
sinto mais longe o passado
sinto a saudade mais perto".
.
Num dia de anos
em Novembro/78

15 novembro 2009

São quadras, meu bem... São quadras!...

Há tanto tempo, Rainha
és dona da minha vida...
Não quero ver-te sozinha
nem ver-te assim tão esquecida.

Se um dia puseres à prova
o quanto eu gosto de ti...
Contar-te-ei numa trova
porque ainda não morri !...

Fingiste não ter ouvido
quando te vi... e chamei!...
Com o desejo contido
olhaste em frente...e eu chorei!

Quando ao Poço da Cidade
descemos no outro dia...
era tão terna a saudade
que nos teus olhos se lia...

Desejei ver-te, outro dia
não te encontrei tão depressa...
Quando o amor se sacia
não é tal como começa!...


Se um dia tu te esqueceres
daquilo que te ensinei
Esquecerei de seguida
todo o amor que te dei...


Portela do Homem
Alpedrinha - 07.06.1991

14 novembro 2009

O Poeta Correia Tavares

José Correia Tavares
in, "Beira Baixa"
26.Jun.1960

José Correia Tavares por José Correia Tavares
Auto-caricatura em 1960
.

O poeta Correia Tavares
(em foto recente)
.
Poeta, escritor e jornalista, José Correia Tavares nasceu em Castelo Branco em 1938, cidade onde fez estudos primários e secundários.
.
José Correia Tavares,
no Jardim Escola de Castelo Branco, em 1941
com 4 anos, ao centro, na 1ªfila.
.
No Livro de Despedida do 7ºAno
no Liceu de Castelo Branco
(auto caricatura - 1956)
.
[ "Ao velho amigo Tavares, companheiro nas horas boas e amargas". É assim que o António Figueiredo lhe dedica os versos que acompanham esta caricatura e dos quais "respigo" uma quadra...
.
"Tem a mania da caricatura
.E que para cantar tem geito
.O seu estado normal é a tesura
.Crava cigarros a torto e a direito"
.
O Correia Tavares fez uma dedicatória nesta sua página, do Livro de Curso: "A meus Pais e a todos os que me ajudaram a vencer, a minha Gratidão."]
.
Mais tarde
...fixou residência em Lisboa depois de regressar de Angola, onde prestou serviço militar como oficial miliciano de 1963 a 1965, sendo um dos precursores da chamada “literatura da guerra colonial”.
.
Licenciado em Ciências Antropológicas e Etnológicas, é técnico superior aposentado do Ministério da Educação e, desde 1990, vice-presidente da Associação Portuguesa de Escritores (APE), a cuja direcção já pertencia.
.
Foi tradutor e revisor, desenvolvendo, ainda jovem, apreciável actividade jornalística, literária e artística – fez inúmeras caricaturas, desenhos e ilustrações –, também coordenando, então e mais tarde, páginas, suplementos e outras publicações culturais. Distinguido com alguns prémios, tem colaboração dispersa por numerosos jornais e revistas, é autor de dezenas de poemas musicados e editados em disco, e está representado em antologias, manuais escolares e estudos ensaísticos.

Participou em congressos de escritores e simpósios, no país e no estrangeiro. Integra regularmente, desde o início da década de oitenta, júris de importantes prémios literários, sendo responsável pela organização do Grande Prémio de Romance e Novela da APE e dos seus Prémios de Revelação, estes patrocinados pela Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas.

Pertence à Sociedade Portuguesa de Autores desde 1967, ao conselho editorial da revista Mealibra, do Centro Cultural do Alto Minho, e à redacção de O Escritor, revista da APE.
.
Obras principais:
Dádiva (1961), A Flor e o Muro (1962), Três Natais (1967 e 1981), Porcelama (1972), Beijos e Pedradas (1975 e 1990), E Não Me Tiveram (1976), Fim de Citação (1976), Rio Sem Ponte (1977), Ganhar Ofício (1977), Atraído ao Engano (1984), O Verso e o Rosto (1987), Todas Estas Palavras (1989), Leitura dos Actos (1998), Molduras com Espelhos (2000), O Timbre das Vozes – Entrevistas (2001 e 2003), Isto Paga-se Caro (2002) e O Natal dos Porcos (2003).
.
Foi antologiado em:
Poesia 70 (1971), 800 Anos de Poesia Portuguesa (1973), O Trabalho (1985), Um Postal para Luanda (1986), Escritores Modernos da Beira Baixa (1988), Os Anos da Guerra (1988), O Desporto na Poesia Portuguesa (1989), O Tejo e a Margem Sul na Poesia Portuguesa (1993), Cântico em Honra de Miguel Torga (1996), Literatura Actual de Almada (1998), 100 Anos Federico García Lorca (1998), Em Louvor de Santo António de Lisboa (1998), O Poema (1998), 25 Poemas de Abril (1999), A Língua, a Palavra, o Poema (2001), Palavras partindo-se (2002), Cem Poemas Portugueses do Riso e do Maldizer (2003), Na Liberdade (2004), De Palavra em Punho (2004), Cerejas – Poemas de Amor (2004), Futebol (2004), 30 Anos Depois de Abril (2004), A Jeito de Homenagem a Eugénio de Andrade (2004) e Neruda, Cem Anos Depois (2004).
.
Um abraço amigo do teu "colega" de Jardim Escola"
e teu vizinho" na "Rua das Constituintes", em 1940,
que se lembra ainda, e muito bem, da tua irmã Olívia
a "cuidar do irmãozinho pequeno".

13 novembro 2009

Parabéns!... 13 de Novembro

O Luís faz anos hoje.
Parabéns!... e um grande abraço.

Luís Joaquim Carrega Marçal Grilo

12 novembro 2009

Escrito na pedra...

No "Público"
12.Nov.2009
.
"São precisos 60 anos e não 9 meses para fazer um homem."
.
André Malraux
escritor francês
1901 - 1976

A RTP em Castelo Branco...

Foto obtida em
28 de Outubro de 2009

Este bloco, do antigo Quartel do Regimento de Cavalaria 8, foi também recuperado
e é agora a sede dos Serviços da Radio Televisão Portuguesa, em Castelo Branco

11 novembro 2009

A luta dos Professores...

"Tudo faremos para que os professores se reconheçam no estatuto e na avaliação", prometeu. "Precisamos que os professores tenham serenidade, que trabalhem bem, que invistam o seu esforço na sala de aula e que o tempo que dedicam à avaliação seja o necessário e não seja excessivo".

Ministra da Educação Isabel Alçada
(foto de Paulo Jorge Figueiredo)

.
"Comentário" de
Manuel Carvalho


Manuel Carvalho, jornalista

"A euforia dos sindicatos não é, a propósito, bom prenúncio. Estarão dispostos a aceitar quotas para os professores avaliados com "excelente"? Estarão os docentes abertos a ser avaliados por outras entidades que não os seus pares reunidos nos conselhos pedagógicos? As negociações em curso darão respostas. E só então se saberá se a luta dos professores resultou num estatuto e numa avaliação melhores para a educação, ou se serviu apenas para manter tudo na mesma num sector arcaico que trata por igual os excelentes e os medíocres."

.
Caos nas rotinas
por Clara Viana

Carlos Alexandre, actual Secretário de Estado da Educação

O actual processo de avaliação dos docentes criou, nas escolas, um clima de perturbação, tensão e até de medo. A constatação consta de um relatório concluído em Junho pelo Conselho Científico para a Avaliação dos Professores (CCAP), cujo presidente, Alexandre Ventura, é agora um dos secretários de Estado da nova ministra da Educação. Com base no acompanhamento de 30 escolas, o CCAP considerou que o modo como o modelo foi implementado, os instrumentos de registos adoptados e o curto prazo de tempo em que tudo se passou levaram a uma "alteração caótica das rotinas" das escolas. "O ganho transformativo para os docentes envolvidos poderá ter sido diminuto", concluiu-se.

No "Público"
hoje, 11 de Novembro

Um magusto...

Já têm 58 anos, estas fotografias...
Foram tiradas em 31 de Outubro de 1951
...estávamos todos a iniciar o 6ºano do Liceu,
em Castelo Branco.

Ilda Pina Guerra, a Aurília Fernandes e a Maria Luisa Pinto Garcia (Mia).
Lá atrás, de capa e batina, o António Salvado e o António Tavares, à direita.
.

.
Com montes de rama de pinheiro (caruma) nas batas, as nossas colegas de Letras Mia Pinto Garcia, Maria Onémia, Aurília, e Ilda Pina Guerra.
Em segundo plano, o Joaquim Pires Simão, o Joaquim Morgado Fernandes Carmona, o António d'Oliveira Lopes Dias, o Manuel da Cruz Tavares Monteiro, o Manuel Correia dos Santos Luis, o António dos Santos Tavares, com o Armando Lourenço Rodrigues atrás, o António Forte Salvado, o António Roque Antunes e o José Moura Nunes da Cruz.
.
A fase do "enfarruscanço"...
.
A Maria Noémia Sequeira Ribeiro, a Maria Onémia Carmona Cardoso, a Maria Luisa Pinto Garcia e a Ilda Pina Guerra a limpar a cara... enquadram o António Tavares e o Capelo Mendes.
Mais atrás, um pouco encoberta, a Aurília Fernandes compõe os "caracóis"... e, ao seu lado, com uma "linda" madeixa, parece-me ser a Maria Rosa Ribeiro Ramos (a Rosita do Pombalinho).
.
31 Outubro 1951

Ai! Noronha... Noronha...

"O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) decretou nula a certidão extraída da investigação do processo "Face Oculta" relativa a escutas entre Armando Vara, um dos arguidos neste caso, e José Sócrates".
...
A tua substituição foi um "fracasso", Zequinha Cruz...