30 junho 2016

São quadras, meu bem... são quadras!...

.
A luz da Lua... o luar!            
É a do Sol reflectida...
Quando olho na tua cara
Vejo nela a minha vida...

29 junho 2016

Recordações do Liceu...

.
24-05-1948
Liceu Bocage

Visita de Estudo ao Castelo de S. Filipe.
  • Os alunos de ambos os sexos do 2ºano, turma B do Liceu Nacional de Setúbal foram, ontem, acompanhados da distinta professora D.Elda Quintão Lages ao Castelo de S. Filipe, onde aquela educadora fez uma prelecção acerca dessa antiga fortaleza e que, agora, os referidos alunos terão de redactar. O passeio foi agradável, a lição proveitosa e, como prémio de compensação, quando a caravana liceal, já de regresso, vinha na antiga rua do Poço ouviu, de um receptor de rádio, Quadrio Raposo dizer: "Portugal vence a Irlanda por 2-0." Claro que tal notícia encheu de satisfação todos os rapazes e raparigas. E o caso não era para menos. 
.
NB -
Entre outros, faziam parte desta turma os alunos João Carlos Rosa Salgueiro, José Carlos Núncio Sequeira LopesJosé da Silva CardosoMaria do Carmo Noronha GamitoMaria Helena Cardoso AmorimMaria Irene Matias MedeirosMário Correia Gonçalves PachecoPaulina Maria Sertório PimentelRodolfo Correia Gonçalves Pacheco que, muito provavelmente, teriam feito parte desta Visita de Estudo.
Também o Director de Ciclo, Lacerda Ferreira, professor de Desenho poderia ter acompanhado estes alunos mesmo tendo em conta que se deslocava todos os dias de Lisboa, onde morava. 

28 junho 2016

Escrito na pedra...

In. “Público”
28.09.2015
.
Entendo que os chefes devem reproduzir tudo a este princípio: aqueles que eles governam devem ser tão felizes quanto possível.
.
Cícero
106 aC43 aC
Político e filósofo da Roma Antiga

27 junho 2016

Humor antigo...

in. "Anedota Ilustrada", nº 9
de Maio/1961.
.
- Se tu tivesses conhecido o meu professor de ginástica da praia modificarias a tua opinião àcerca dos professores...

26 junho 2016

António Ramalho Eanes

Marcelo elogia Eanes: "Homem sério, honesto, austero, corajoso"

O Presidente da República vai condecorar o ex-chefe de Estado. 
Para Marcelo Rebelo de Sousa, Ramalho Eanes foi "absolutamente determinante".
.
General António Ramalho Eanes
.
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lembrou hoje a ação "absolutamente determinante" de Ramalho Eanes na transição entre a ditadura e a democracia, elogiando a seriedade, honestidade e coragem de "um dos nossos maiores".

"Naquele que foi um dos momentos mais relevantes da história recente de Portugal, a transição entre a ditadura e a democracia, entre os muitos que com lealdade serviram a pátria deve destacar-se o senhor general António dos Santos Ramalho Eanes, cuja ação foi absolutamente determinante para que hoje sejamos um Estado de direito democrático", disse o chefe de Estado, numa intervenção na homenagem ao general Ramalho Eanes, que se realizou em Mafra. Na segunda-feira, o Presidente da República vai condecorar o ex-chefe de Estado.

Lembrando as virtudes de caráter que sempre distinguiram Ramalho Eanes, o primeiro Presidente da República eleito em democracia - a 27 de junho de 1976 -, Marcelo Rebelo de Sousa destacou a "invulgar notoriedade e invulgar prestígio" que o general alcançou junto da instituição militar e da sociedade civil.

"Homem sério, honesto, austero, corajoso, incorruptível foi naturalmente chamado a assumir em nome de uma geração funções de elevada responsabilidade durante o período mais critico após o 25 de Abril", lembrou Marcelo Rebelo de Sousa, na homenagem ao general Ramalho Eanes, por ocasião da passagem do 40.º aniversário da sua tomada de posse como Presidente da República, a 14 de julho de 1976.

Uma cerimónia que Ramalho Eanes considerou ser uma homenagem à instituição das Forças Armadas através dos militares que liderou e uma recordação de um passado recente de luta pela liberdade e por maior democracia.

Numa intervenção em que falou dos anos em que desempenhou o cargo de Presidente da República e de Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas - situação única e que nunca mais se repetiu - Ramalho Eanes deixou também elogios às Forças Armadas, enaltecendo o mérito como atuaram nas missões humanitárias a que foram chamadas, bem como a "sua disponibilidade para atuar sem limitações ou condicionamentos de empenho operacional, mesmo nos mais terríveis teatros de operações", como no Afeganistão.

"O desempenho das missões atribuídas às Forças Armadas, apesar de tudo, tem sido exemplar e é motivo de orgulho para a democracia portuguesa, para os seus cidadãos, para os seus militares", vincou.

Antes, o atual Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA), Pina Monteiro, tinha também falado da "carreira verdadeiramente singular" de Ramalho Eanes, que foi "norteada pelo culto das virtudes militares e de uma corajosa frontalidade" que o prestigiou, bem como às Forças Armadas.

Na cerimónia de homenagem, que decorreu na Escola das Armas do Exército, o atual CEMGFA e os Chefes Militares dos ramos (exército, marinha e força aérea), entregaram a Ramalho Eanes o símbolo do Comando, uma espada.

"Com a oferta desta espada pretende-se recordar a bravura e o poder com que, ao longo da sua brilhante carreira, sempre conseguiu distinguir o bem do mal, combatendo a perversidade e a insipiência, na defesa dos valores da democracia e na construção da justiça e da paz", disse Pina Monteiro.

Ramalho Eanes decidiu, contudo, oferecer depois a espada ao actual Presidente da República, como expressão simbólica da condição militar, pedindo a Marcelo Rebelo de Sousa que a guarde e transmita aos seus sucessores como "símbolo da confiança dos militares".
.
in. "Público"
26.06.2016
.
NB - 
Ramalho Eanes foi aluno do Liceu de Nun' Álvares, em Castelo Branco, tendo ali terminado o Curso Liceal, em Julho de 1953, com a ideia de seguir para...Medicina! Ainda bem que desistiu da ideia...

Setubalense - 1969 - Setembro

.
06 Setembro
Círculo Cultural de Setúbal
1º Encontro de Cineastas Amadores de Setúbal.
O Círculo Cultural de Setúbal levou a efeito, na Academia de Música e Belas Artes Luisa Todi, o 1º Encontro de Cineastas Amadores de Setúbal.
Foram apresentados trabalhos cinematográficos de Adriano de Morais, Saul Correia, Arlindo Pereira, Arq. José Luís Nascimento, Armando Assembleia, Manuel do Nascimento e Ricardo Mendes.
.
06 Setembro
Num artigo de Elisa de Carvalho (anúncio)
"Quem se não tenta…
…com os saldos
das Galerias Serranos e Sustelo?"
.
08 Setembro
Transportes públicos
As carreiras urbanas estrearam ontem autocarros de dois pisos.
.
10 Setembro
Desporto
Fernando Marques foi nomeado treinador da Selecção de Lisboa, de Atletismo.
.
13 Setembro
Associação de Andebol de Setúbal
Novos corpos gerentes:
     Assembleia-Geral
Presidente – Eng. Afonso Gago da Silva
Secretário – Fernando Bruno Teixeira
Secretário – Rui Cândido
     Direcção
Presidente – José Fernandes Alves Cândido
Vice-Presidente – Rui dos Santos Salgado Valdez
Secretário – José da Silva Ferreira
Secretário – Joaquim Pereira Sacramento Rola
Tesoureiro – Raul Sertório da Silva Sales
Vogal – Alberto Costa e Silva
Vogal – José Luís Vale Costa
Suplente – Venício Ferreira de Carvalho
Suplente – Élio Ramos Santana
     Conselho Técnico
Presidente – Raul Gamito Gomes
Vogal – José Manuel Parreira e Páscoa
Vogal – Armando Trindade
     Conselho Jurisdicional
Dr. Manuel Mário Mendes Carqueijeiro
Dr. José Augusto Luz Gomes
Nicolau Maria Pereira da Claudina
.
15 Setembro
Foi inaugurada a agência do Banco Lisboa e Açores
Num novo edifício da Avenida 22 de Dezembro.
Estiveram presentes, pelo Banco Lisboa e Açores, os Srs. Drs. J.J.Silva, administrador, e Manuel Leitão Vieira dos Santos, director; pelo Banco Totta Aliança, os Srs. Dr. Diogo Weinstein, subdirector e António Rodrigues O´Neill, gerente da agência em Setúbal.
Ainda presentes, os Srs. Arq. João Simões, autor do projecto, Eng. António Areosa Feio e Humberto Ferreira da Cunha e o construtor Vergílio Costa e Silva.
.
22 Setembro
Os restos mortais do tenente aviador Carlos Alves, no Cemitério de Setúbal (?)
.
22 Setembro
Liceu Nacional de Setúbal
Tomou posse o novo Reitor do Liceu, Dr. Armindo Gonçalves.
.
27 Setembro
Eleição para Deputados
O Distrito de Setúbal apresenta os candidatos patrocinados pela União Nacional:
D. Luzia Pernão Beija
Dr. Miguel Pádua Rodrigues Bastos
Dr. Rogério Noel Peres Claro e
Olímpio da Conceição Pereira
.
27 Setembro
RI 11
Assumiu a função de Comandante do RI 11, o Sr. coronel Francisco Antero Gomes Furtado dos Santos.
O Sr. coronel Serzedelo Coelho foi homenageado com um almoço ao deixar aquelas funções.
.
29 Setembro
Via rápida do Porto de Setúbal
A Junta Autónoma do Porto de Setúbal foi autorizada a lavrar o contrato para a execução da empreitada da construção da “via rápida da cintura do Porto, no troço entre as Fontainhas e a Cachofarra.”

25 junho 2016

Hoje há pintura...

Akzhana Abdalieva
Pintora Casaque
.
Tentação

24 junho 2016

São quadras, meu bem... são quadras!...

.
Fui a Roma! E vi o Papa...
Vi as pernas às beldades
Vi o manto de Petrónio
Só não vi o Quo Vadis.

23 junho 2016

Parabéns!... 23 de Junho

O meu irmão Olímpio faz anos hoje.
Aqui lhe deixo um abraço cheio de amizade
e o desejo de um belo dia de anos.

.
Eng.Olímpio Mendes de Matos

21 junho 2016

Escrito na pedra...

In. “Público”
25.09.2015
.
De erro em erro, vai-se descobrindo toda a verdade.
.
Sigmund Freud
1856-1939
Ensaísta austríaco e “pai” da psicanálise

20 junho 2016

A vida não está para risos...

...mas uma vez sem exemplo.

Transcrevo um "anúncio" que surgiu há poucos dias num "diário lisboeta"

" Para quem esteja interessado:

Um amigo meu comprou um bilhete para a final do Europeu, sem se ter dado conta de que a data coincidia com a do dia do seu casamento.
Por isso, se alguém estiver interessado em ir no lugar dele, o casamento vai ser na Igreja do Carmo e a noiva chama-se Paula.
Está tudo pago: é só ir e casar."


19 junho 2016

Hoje há pintura...

Amadeu Modigliani, 
1916  
.
Mulher nua

18 junho 2016

Corre na net...

... com algum humor,
.
"Está a chegar o Verão. Como de costume, o Passos vai para a Mantarrota e o Costa para a Bancarrota..."

.
...e algum pavor.

17 junho 2016

Uma rua de Oleiros

... numa aguarela de Augusto de Matos


A rua é actualmente denominada
"Dr.José de Carvalho"
(antigo Govenador Civil de Castelo Branco)

16 junho 2016

Adivinhem quem lixou a Caixa...

... Este é o título que
João Miguel Tavares
escolheu para o seu "apontamento"
de hoje, 16 de Junho de 2016,
no Público.
João Miguel Tavares

José Sócrates foi eleito primeiro-ministro em Março de 2005. Três meses e meio depois (Agosto de 2005) correu com o anterior presidente da Caixa Geral Depósitos, que não chegou a aquecer o lugar (Vítor Martins, 10 meses no cargo), e nomeou Armando Vara administrador, com a responsabilidade de gerir as participações financeiras da CGD em várias empresas estratégicas. Sete meses depois, a comunicação social anunciava que os seus poderes haviam sido “reforçados”. Cito o PÚBLICO de 9 de Março de 2006: Armando Vara assumiu agora as direcções de particulares e de negócios das regiões de Lisboa e do Sul, assim como a direcção de empresas da zona Sul. Entre as suas competências estão ainda a coordenação das participações financeiras do banco público, EDP (4,78%), PT (4,58%), PT Multimédia (1,27%), BCP (2,11%) e Cimpor (1,55%).”

Vara permaneceu três anos como administrador da Caixa Geral de Depósitos, até sair em 2008 para a vice-presidência do Millenium BCP, com o dobro do salário, o sucesso que se conhece e um pedido de licença sem vencimento para poder continuar nos quadros da Caixa. Ainda em representação da CGD, Vara foi administrador não-executivo da PT, desempenhando um papel decisivo na oposição à OPA da Sonae em 2006, devido aos poderes mágicos da golden share. Justiça lhe seja feita: não se pode dizer que a CGD tenha sido um tacho para Armando Vara. Foi muito pior do que isso: a Caixa transformou-se num imenso caldeirão onde os mais variados interesses se foram servir, cabendo a Vara decidir quem enchia a gamela. (Ouvido no âmbito da Operação Marquês a propósito do empreendimento de Vale do Lobo, Armando Vara recusou tal ideia, tendo declarado que estas decisões nunca eram aprovadas por uma só pessoa, mas por um colectivo da CGD.)
.
E que gamelas encheu a Caixa nos últimos anos? O Correio da Manhã teve acesso a uma auditoria recente e revelou a lista dos maiores credores do banco. A lista está ordenada por exposição ao risco de crédito, mas eu prefiro ordená-la pelas imparidades já registadas – e aí o cenário é simultaneamente desolador e esclarecedor. No topo da lista está o grupo Artlant, que tencionava construir em Sines um daqueles megaprojectos PIN pelos quais o engenheiro Sócrates se pelava: uma “unidade industrial de escala mundial” para a produção de 700.000 toneladas/ano de um componente do poliéster, que levaria à “consolidação do cluster petroquímico da região de Sines”, segundo um comunicado do Conselho de Ministros de Junho de 2007. José Sócrates chegou a lançar a primeira pedra em Março de 2008 e agora cabe-nos a nós apanhar os calhaus: 476 milhões de dívida, 214 milhões em imparidades.
Em segundo lugar (imparidades: 181 milhões; exposição: 271 milhões) estão as Auto-estradas Douro Litoral. São 79 quilómetros adjudicados em Dezembro de 2007 e cada milímetro de alcatrão deve hoje três euros e meio à CGD – ou seja, a mim e a si, caro leitor. Em terceiro vem o famoso empreendimento de Vale do Lobo, o tal com o qual o Ministério Público está a tentar agarrar José Sócrates, e que tem uma astronómica dívida de 283 milhões (imparidades: 138 milhões). Segue-se um grupo imobiliário espanhol que não conheço (Reyal Urbis), mas que fiquei com muita vontade de conhecer, e dois nossos velhos conhecidos: o grupo Espírito Santo e o grupo Lena, todos com dívidas acima dos 200 milhões. Digam-me: com uma lista destas, alguém se espanta por a Caixa estar a precisar de quatro mil milhões? Eu não.

São quadras, meu bem... são quadras!...

.
Se um dia fosses Rainha
E te abeirasses de mim,
Pedia-te para seres minha!...
Talvez dissesses que sim...

15 junho 2016

Humor antigo...

in. "Anedota Ilustrada",  9
de Maio/1961
.

- Quem me dera que isto fosse a secção de meias e ela fosse tão 
difícil de contentar com meias como é com os sapatos!...

14 junho 2016

Hoje há pintura...

Paul Gauguin,   
1884  
.
Madame Mette Gauguin em vestido de tarde

13 junho 2016

São quadras, meu bem... são quadras!...

.
Minha capa vos acoite
Que é p'ra vos agazalhar:
Se por fóra é cor da noite,
Por dentro é cor do luar...


12 junho 2016

Escrito na pedra...

In. “Público”
11.06.2016
.
Coisas impossíveis, é melhor esquecê-las que desejá-las.
.
Luís Vaz de Camões
1524 - 1580
Poeta português

11 junho 2016

Actas da Câmara Municipal de Setúbal...

.
Sessão de 17 de Junho de 1970
…realizou-se a reunião ordinária semanal, sob a presidência do Excelentíssimo Doutor Manuel José Constantino de Goes, estando presentes, além do Senhor Vice-Presidente, Doutor João José Mendes de Matos, os seguintes vereadores Senhores Manuel Pacheco Calanane Wengorovius, José Maria da Silva Belo, Carlos José Pinto e Fernando Batalha Pedrosa.
Não compareceram os vereadores Senhores Doutor José Caldeira Areias e Afonso Henriques Rocha, cujas faltas foram julgadas justificadas.
Assistiu à reunião o Chefe da Secretaria António Maria de Rhodes Sérgio Callapez.

O átrio da Câmara Municipal de Setúbal
.
Cedência de terrenos
Aos Correios e Telecomunicações de Portugal para ampliar o edifício.
Foi lido o ofício (…) de cinco do corrente, dos Correios e Telecomunicações de Portugal, através do qual a Câmara tomou conhecimento de que o Conselho de Administração daquela empresa autoriza a compra, por mil e quinhentos contos, de dois mil cento e setenta metros quadrados de terreno propriedade desta Câmara Municipal, totalmente ocupado pelos campos de ténis confinantes com o edifício dos Correios e Telecomunicações de Portugal desta cidade, de que a mesma empresa necessita para ampliar as suas instalações.
Atendendo a que a importância indicada corresponde ao valor dos terrenos e compensa a Câmara das despesas a efectuar com transferências dos Campos de Ténis, propõe o Senhor Presidente que fosse deliberado efectuar a respectiva venda.
A proposta do Senhor Presidente foi aprovada por unanimidade.
.
Serviços Sociais do Pessoal da Câmara Municipal de Setúbal.
(…) Por proposta do Senhor Presidente, aprovada por unanimidade,  foi deliberado designar para  Presidente da Direcção da citada Obra Social, o Primeiro Oficial da Câmara, Luís Ferreira de Almeida Horta e para constituírem a Comissão Verificadora de Contas, o Dr. José Augusto da Luz Gomes, Chefe dos Serviços Administrativos e Comerciais dos Serviços Municipalizados, na qualidade de Presidente, Maria Manuela Costa Pereira, primeira oficial dos mesmos Serviços e Jorge Augusto Martins Rico, segundo oficial da Câmara, na qualidade de primeiro e segundo vogal, respectivamente.
.
Concurso público para conclusão da Segunda Fase da Obra de Saneamento de Setúbal – Zona de Algodeia.
Por proposta do Senhor Presidente e atendendo a que vai ser contraído o empréstimo de sete mil contos, já referido e, como se disse, destinado a obras de saneamento da cidade, deliberou a Câmara, por unanimidade, abrir concurso público para execução da empreitada da segunda fase da obra de saneamento, na zona de Algodeia.
.
Parque de estacionamento.
Foi presente um ofício da Junta Autónoma do Porto de Setúbal (…) a Solicitar autorização para que, pelos serviços competentes da Câmara, seja instalado um parque privativo de estacionamento de veículos com chapa de “ESTADO”, na rua António do Nascimento, junto às instalações da sede, daquela Junta Autónoma.
A Câmara deliberou, por unanimidade, atender o pedido,
.
Tomou também a Câmara conhecimento da carta registada (…) através da qual, a Fundação Calouste Gulbenkian congratula-se pelo sucesso do Concerto Coral realizado nesta cidade, no Teatro Luisa Todi, integrado no plano do décimo quarto Festival Gulbenkian de Música. 

10 junho 2016

Recordações...

2005 01 22 
Uma festa no Montado...
.
 A Gi com o tio Olímpio e a Madalena.

09 junho 2016

Muriel...

... um belo poema de Ruy Belo
.
Ruy Belo
.

Muriel

Às vezes se te lembras procurava-te
retinha-te esgotava-te e se te não perdia
era só por haver-te já perdido ao encontrar-te
Nada no fundo tinha que dizer-te
e para ver-te verdadeiramente
e na tua visão me comprazer
indispensável era evitar ter-te
Era tudo tão simples quando te esperava
tão disponível como então eu estava
Mas hoje há os papéis há as voltas dar
há gente à minha volta há a gravata
Misturei muitas coisas com a tua imagem
Tu és a mesma mas nem imaginas
como mudou aquele que te esperava
Tu sabes como era se soubesses como é
Numa vida tão curta mudei tanto
que é com certo espanto que no espelho da manhã
distraído diviso a cara que me resta
depois de tudo quanto o tempo me levou
Eu tinha uma cidade tinha o nome de madrid
havia as ruas as pessoas o anonimato
os bares os cinemas os museus
um dia vi-te e desde então madrid
se porventura tem ainda para mim sentido
é ser solidão que te rodeia a ti
Mas o preço que pago por te ter
é ter-te apenas quanto poder ver-te
e ao ver-te saber que vou deixar de ver-te
Sou muito pobre tenho só por mim
no meio destas ruas e do pão e dos jornais
este sol de Janeiro e alguns amigos mais
Mesmo agora te vejo e mesmo ao ver-te não te vejo
pois sei que dentro em pouco deixarei de ver-te
Eu aprendi a ver a minha infância
vim a saber mais tarde a importância desse verbo para os gregos
e penso que se bach hoje nascesse
em vez de ter composto aquele prelúdio e fuga em ré maior
que esta mesma tarde num concerto ouvi
teria concebido aqueles sweet hunters
que esta noite vi no cinema rosales
Vejo-te agora vi-te ontem e anteontem
E penso que se nunca a bem dizer te vejo
se fosse além de ver-te sem remédio te perdia
Mas eu dizia que te via aqui e acolá
e quando te não via dependia
do momento marcado para ver-te
Eu chegava primeiro e tinha de esperar-te
e antes de chegares já lá estavas
naquele preciso sítio combinado
onde sempre chegavas sempre tarde
ainda que antes mesmo de chegares lá estivesses
se ausente mais presente pela expectativa
por isso mais te via do que ao ter-te à minha frente
Mas sabia e sei que um dia não virás
que até duvidarei se tu estiveste onde estiveste
ou até se exististe ou se eu mesmo existi
pois na dúvida tenho a única certeza
Terá mesmo existido o sítio onde estivemos?
Aquela hora certa aquele lugar?
À força de o pensar penso que não
Na melhor das hipóteses estou longe
qualquer de nós terá talvez morrido
No fundo quem nos visse àquela hora
à saída do metro de serrano
sensivelmente em frente daquele bar
poderia pensar que éramos reais
pontos materiais de referência
como as árvores ou os candeeiros
Talvez pensasse que naqueles encontros
em que talvez no fundo procurássemos
o encontro profundo com nós mesmos
haveria entre nós um verdadeiro encontro
como o que apenas temos nos encontros
que vemos entre os outros onde só afinal somos felizes
Isso era por exemplo o que me acontecia
quando há anos nas manhãs de roma
entre os pinheiros ainda indecisos
do meu perdido parque de villa borghese
eu via essa mulher e esse homem
que naqueles encontros pontuais
Decerto não seriam tão felizes como neles eu
pois a felicidade para nós possível
é sempre a que sonhamos que há nos outros
Até que certo dia não sei bem
Ou não passei por lá ou eles não foram
nunca mais foram nunca mais passei por lá
Passamos como tudo sem remédio passa
e um dia decerto mesmo duvidamos
dia não tão distante como nós pensamos
se estivemos ali se madrid existiu
Se portanto chegares tu primeiro porventura
alguma vez daqui a alguns anos
junto de califórnia vinte e um
que não te admires se olhares e me não vires
Estarei longe talvez tenha envelhecido
Terei até talvez mesmo morrido
Não te deixes ficar sequer à minha espera
não telefones não marques o número
ele terá mudado a casa será outra
Nada penses ou faças vai-te embora
tu serás nessa altura jovem como agora
tu serás sempre a mesma fresca jovem pura
que alaga de luz todos os olhos
que exibe o sossego dos antigos templos
e que resiste ao tempo como a pedra
que vê passar os dias um por um
que contempla a sucessão de escuridão e luz
e assiste ao assalto pelo sol
daquele poder que pertencia à lua
que transfigura em luxo o próprio lixo
que tão de leve vive que nem dão por ela
as parcas implacáveis para os outros
que embora tudo mude nunca muda
ou se mudar que se não lembre de morrer
ou que enfim morra mas que não me desiluda
Dizia que ao chegar se olhares e não me vires
nada penses ou faças vai-te embora
eu não te faço falta e não tem sentido
esperares por quem talvez tenha morrido
ou nem sequer talvez tenha existido


Ruy Belo

08 junho 2016

Humor antigo...

in. "O Mundo Ri", nº 135
de Novembro/1964

.
- Não acha que a minha filha tem sentido de humor?...

07 junho 2016

São quadras, meu bem... são quadras!...

.
Ó choupo magro e velhinho,
Corcundinha, todo aos nós:
És como o meu avôzinho,
Falta-te apenas a voz.


06 junho 2016

Escrito no vento...

.
"Os verdadeiros amigos são como as estrelas… nem sempre os vês mas sabes que estão sempre lá."
M Luisa Grillo Duarte
27.10.2010

05 junho 2016

Galopim de Carvalho ...

... deu uma aula na nossa Escola.
.
Foi na manhã da passada 6ªfeira, no dia 3 de Junho.
E foi um êxito completo!... Conseguiu prender os alunos, o que é bastante difícil nestes tempos que correm...
.
Chegou com a devida pontualidade ao Liceu  guiado pela professora de Biologia Dr.ª Anabela.
Tomou café na Sala dos Professores na companhia de alguns professores e amigos.
Na Sala dos Professores
.
Conduzido ao Anfiteatro de Química ali "enfrentou" uma casa cheia de alunos interessados em saber.
Creio não terem ficado "defraudados" ou "arrependidos" do tempo que gastaram...

 Galopim de Carvalho foi apresentado pela Drª Petronila...

 ... e manteve os alunos interessados por mais de uma hora e meia
.
Alunos esses que não lhe regatearam aplausos no final da sua dissertação.
.
.

A Dr.ª Anabela encarregou-se das palavras finais
tendo ouvido do Professor a sua disponibilidade para regressar a esta casa sempre que a Escola o convide.
.
Tendo manifestado o desejo de vir a Setúbal e poder almoçar um "petisco" do seu agrado, aceitou o convite que a Escola lhe fez.
Acabou, na "passagem por Setúbal", por conhecer mais um cantinho encantador da nossa cidade... o Largo da Fonte Nova.
Às "tiras" de choco frito que tanto o atraíram juntaram-se, de seguida, as célebres sardinhas que tanta gente atraiem àquele lugar. 
Como é óbvio, a Drª Anabela não ficou nesta foto...
que aqui fica para "memória futura"...
.
Volta quando quiseres Galopim de Carvalho... O "sacrificado" do dia fui eu! Não imaginas o meu "sofrimento"... ao ver-me rodeado por 4 alentejanos "profundos"!!... 
De alentejano só tenho a aproximação... "Safei-me" de ser do Alentejo, apenas por 28 quilómetros... Mas sempre tive muitos amigos na "Vossa Terra".

Setubalense . 1969 - Agosto

.
04 Agosto
Casamento
Na capela do Convento de S.João, realizou-se há dias o casamento da Sr.ª D. Maria Isabel de Matos Ferreira de Almeida, estudante na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra… com o Sr. Rui Manuel Marques Garcia Lobo, quintanista da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.
.
04 Agosto
Curso de iniciação à fotografia
O Círculo Cultural de Setúbal e o Clube de Campismo  organizam conjuntamente um “Curso de Iniciação à Fotografia
.
06 Agosto
Medalha da Festa Nacional do Mar
Por iniciativa da Comissão de Festas de Setúbal foi criada a Medalha da Festa Nacional do Mar, em ouro, prata e cobre, exemplares que acabam de ser expostos nas montras da Ourivesaria Arôcha.
.
09 Agosto
O Prof. Engº Carlos Baeta Neves proferiu uma conferência no Grémio das Conservas, no âmbito da II Festa Nacional do Mar.
.
09 Agosto
Elisa de Carvalho entre nós
Elisa de Carvalho é apresentada aos leitores de “O Setubalense” como locutora, declamadora, escritora e jornalista! É fundadora do “Jornal Feminino”.
.
09 Agosto
Arq. José Filipe Gonçalves Martins
Com elevada classificação terminou o Curso de Arquitectura, na Escola Superior de Belas Artes, em Lisboa.
 .
11 Agosto
Ensino
Os alunos do 7ºAno reprovados em três disciplinas não poderão repetir os exames em Outubro.
.
11 Agosto
Vitória FC
A Assembleia-Geral do Vitória aprovou novos escalões de cotas.
Sócios Efectivos - Camarotes
     Cota mensal – 35$00
     Cartão anual – 300$00
Sócios efectivos – Bancada Central Coberta
     Cota mensal – 35$00
     Cartão anual – 240$00
.
13 Agosto
Ensino
Os alunos do 7ºAno já podem prestar provas de três disciplinas, em Outubro.
.
13 Agosto
II Festa Nacional do Mar
Classificação das Provas Náuticas realizadas no passado Domingo, dia 19 de Agosto, destinadas a barcos do rio Sado:
     Regatas de Saveiros
1º. François Trevidic
2º. Sérgio Pintado
3º. C.E.O.L.
4º. António José da Silva
5º.José Eduardo Martins
6º François Trevidic
     Regatas com Botes de Espicha
1º. Mimosa
2º. Ciclone Traiçoeiro
3º. Bertinha
4º. Mira Vento
5º. Helder
6º. Paciência
7º. Santa Isabel
8º. Oceânia
     Regatas de Galeões
1º. “Estou para ver”, de Silvério António Tavares
2º. “João Maria”
3º. “Abdul”, de Herdeiros de Joaquim Costa Novais
4º. “Milú”
5º. “Zé Mário”, de José Manuel da Cruz.
.
16 Agosto
A tourada do passado dia nove.
Mais uma noite que é saudade para todos nós.”
Elisa de Carvalho entrevista Edith Evans, cavaleira tauromáquica que brilhou na lida, Agostinho Albino e José Júlio.
.
20 Agosto
Falecimento
Com a idade de 61 anos, faleceu em Lisboa, o Sr. Luís Gonçalves Sobrinho, natural de Palmela, naturalista do Museu do Jardim Botânico de Lisboa.
.
30 Agosto

“Conversas amenas” de Elisa de Carvalho, com José Eduardo Martins e com Batista, guarda-redes do Vitória.

04 junho 2016

Escrito na pedra...

In. “Público”
28.09.2015
.
“Entendo que os chefes devem reproduzir tudo a este princípio: aqueles que eles governam devem ser tão felizes quanto possível.”
.
Cícero
106 aC43 aC
Político e filósofo da Roma Antiga

03 junho 2016

Hoje há pintura...

... no Museu Alte Pinakotek de Munique 
da autoria de Peter Paul Rubens (1617-18) 
.
A violação das filhas de Leucipo

02 junho 2016

As actas da Câmara Municipal de Setúbal...

.
Sessão de 03 de Junho de 1970
realizou-se a reunião ordinária semanal, sob a presidência do Excelentíssimo Doutor Manuel José Constantino de Goes, estando presentes, além do Senhor Vice-Presidente, Doutor João José Mendes de Matos, os seguintes vereadores Senhores Afonso Henriques Rocha, José Maria da Silva Belo, Carlos José Pinto, Fernando Batalha Pedrosa
Não compareceu o vereador Senhor Doutor José Caldeira Areias e Manuel Pacheco Calanane Wengorovius, cujas faltas foram julgadas justificadas.
Assistiu à reunião o Chefe da Secretaria António Maria de Rhodes Sérgio Callapez.

O átrio da Câmara Municipal de Setúbal
(…)
Três.) Concurso Público para adjudicação do fornecimento de uma máquina varredora – aspiradora, automóvel, para limpeza da via pública.
Informou o Senhor Vice-Presidente que, tendo-se deslocado à cidade do Porto, a fim de assistir a uma demonstração do funcionamento de uma máquina varredora – aspiradora, automóvel, utilizada pela Câmara Municipal daquela cidade, para limpeza das vias públicas, podia informar que se tratava de uma aparelhagem eficiente, podendo acrescentar, face dos elementos colhidos, que a sua utilização se tornava económica dada a redução de mão de obra que proporcionava.
Parecia-lhe por isso, ser útil abrir concurso público para a aquisição de uma máquina destinada a exercer tarefas daquela natureza.

Ouvidos os Senhores Vereadores, foi deliberado, por unanimidade, por proposta do Senhor Presidente, abrir concurso público para os fins indicados pelo Senhor Vice-Presidente, devendo para o efeito ser elaborado o caderno de encargos, e programa de concurso, que o Senhor Presidente ficou com a faculdade de aprovar, assim como de fixar a respectiva base de licitação.

01 junho 2016

Parabéns!...1 de Junho

A Maria Alexandrina faz anos hoje.
Beijinhos

.
Maria Alexandrina