31 janeiro 2011

Escrito no vento...

Corre na net.
em 29 01 2011
.
"Quando uma mulher sofre em silêncio, é porque o seu telemóvel está sem saldo"
.
autor desconhecido
(esta é tua irmão!...)

30 janeiro 2011

Setubalense - Jan - 1962

3 de Janeiro
Os acontecimentos de Beja
Devido aos acontecimentos ocorridos em Beja, na madrugada do dia 1, também as corporações locais da GNR e da PSP estiveram alerta e patrulharam as estradas do Sul e as respectivas entradas na cidade.
.
6 de Janeiro
O "Ribeiro" na rua General Daniel de Sousa
Sempre que chove com relativa continuidade, acontece formar-se, no lado nascente do leito da faixa de rodagem da rua General Daniel de Sousa, um extenso ribeiro que, comportando grande parte das águas que descem do Viso e de Brancanes, vai desaguar nas sargetas da Avenida dos Combatentes...
.
8 de Janeiro
India
A Alferes paraquedista Maria Arminda Lopes Pereira, nossa conterrânea, que esteve ultimamente em Carachi, no Paquistão, a auxiliar a evacuação dos refugiados do Estado Português da India, visitou o nosso jornal.
.
8 de Janeiro
Prémio de Escultura
Na ESBAL, foi atribuido o prémio "Rui Gameiro e Maria Helena" ao aluno finalista do Curso de Escultura, sr.Carlos Leopoldo Batalha que obteve na tese apresentada, a alta classificação de 17 valores. O distinto artista que, como pintor, fez parte há sete anos de uma missão estética de férias, realizada nesta cidade, pertence actualmente ao Quadro docente do Liceu Nacional de Setúbal.
.
8 de Janeiro
Juíz Dr. Ramos dos Santos
Foi promovido a Juíz e colocado na comarca de Mértola, o sr.Dr.José Ramos dos Santos que nesta cidade exerceu com muito aprumo, o cargo de Delegado de Procurador da República.
.
8 de Janeiro
Estádio do Vitória
Já se encontram de pé os primeiros 25 metros de bancada com os seus 22 degraus de cimento.
.
10 de Janeiro
Liceu
Acção Humanitária da juventude académica.
O Orfeão do Liceu de Setúbal sob a regência do professor maestro Americo Vieira, bem como o grupo cénico do mesmo estabelecimento de ensino, constituido, um e outro, por numerosos alunos de ambos os sexos, passaram a tarde do dia de Reis, na Casa do Gaiato.
Hoje, o mesmo conjunto artístico do Liceu Nacional de Setúbal proporciona momentos de idêntica e salutar distracção aos doentinhos do Sanatório Marítimo do Outão.
.
10 de Janeiro
Associação dos Bombeiros Voluntários de Setúbal
Corpos Gerentes
Assembleia Geral
Presidente - Dr.Manuel Carqueijeiro
1ºSecretário - José Leitão Ferreira
2ºSecretário - Telmo Chaves
.
Direcção
Presidente - Eduardo da Conceição Fernandes
V.Presidente - Afonso Gago da Silva
1ºSecretário - Frederico de Sousa Fernandes
2ºSecretário - Manuel Rego Farinha
Tesoureiro - Marcelino Pais Cabral
1ºVogal - Capitão Ernesto do Rosário (comandante)
2ºVogal - Ismael Rodrigues
Suplentes:
Arnaldo Teixeira
Jacob Perianes Palma
Luis Filipe Rodrigues Dias
José Granja dos Santos
.
Conselho Fiscal
Presidente - António Henrique de Oliveira
Secretário - Joaquim Bento do Rosário
Relator - João de Sousa Lança
.
10 de Janeiro
Bairro do Liceu
O Bairro do Liceu reclama indispensáveis melhoramentos, transportes públicos, policiamento, etc.
.
13 de Janeiro
Óbito
A vida pela Pátria
O alferes António José Abreu Abrantes
morreu em combate na India Portuguesa.
.
13 de Janeiro
Projecção de diapositivos
Promovido pelo Cine Clube com a colaboração da CMS e da Grupo Desportivo da CUF realiza-se hoje no Salão Nobre dos Paços do Concelho uma projecção de diapositivos, oportunamente admitidos no 7ºSalão Internacional do Núcleo de Fotografia da CUF
.
23 de Janeiro
Bombeiros Municipais
A Câmara Municipal aprovou o anteprojecto do edifício a construir para sede e Quartel do Corpo dos Bombeiros Municipais.
.
29 de Janeiro
Handbol
O "novo" guia da competição é o Vitória que derrotou o Naval por 15 - 12.
Equipas:
Naval - Marcelino, Mendonça, Santos (3), Chico (2), Rui (1), Luís (6), Santana e Inês.
Vitória - Venâncio, José Luís (1), Armelão (2), Jesus (2), Tavira (8), Octávio, Sidónio e Agostinho.
Arbitrou com muita competência, o árbitro Ajú Gomes.
.
31 de Janeiro
Clube Ciência e Saber
No próximo Sábado realiza-se na Sala da Tertúlia C.C.S, uma Conferência intitulada "O Riso Cinematográfico" a qual será proferida por (António) Manuel Fráguas e ilustrada com filmes de 9,5 mm.

29 janeiro 2011

Poema do homem-rã

Um poema de
António Gedeão
1985
António Gedeão
.
Poema do homem-rã
.
Sou feliz por ter nascido
no tempo dos homens-rãs
que descem ao mar perdido
na doçura das manhãs.
Mergulham, imponderáveis,
por entre as águas tranquilas,
enquanto singram, em filas,
peixinhos de cores amáveis.
Vão e vêm, serpenteiam,
em compassos de ballet.
Seus lentos gestos penteiam
madeixas que ninguém vê.
.
Oh que insólita beleza!
Festivo arraial submerso.
Poema em líquido verso.
Biombo de arte chinesa.
No colóquio voluptuoso
dessa alegria pagã
babam-se os olhos de gozo
na máscara do homem-rã.
.
Suspensas e sonolentas
rendas de bilros voláteis,
esboçam-se as formas contrácteis
das medusas nevoentas
Num breve torpor elástico,
como dobras de sanefas,
estremecem as acalefas
e as lforrecas de plástico.
.
Com barbatanas calçadas
e pulmões a tiracolo,
roçam-se os homens no solo
sob um céu de águas paradas.
.
Passam por entre lisonjas
das anémonas purpúreas,
por entre corais e esponjas.
hipocampos e holotúrias.
.
Sob o luminoso feixe
correm de um lado para outro,
montam no lombo de um peixe
como no dorso de um potro.
.
Onde as sereias de espuma?
Tritões escorrendo babugem?
E os monstros cor de ferrugem
rolando trovões na bruma?
.
Eu sou o homem. O Homem..
Desço ao mar e subo ao céu.
Não há temores que me domem
É tudo meu, tudo meu.
.
António Gedeão
in."Teatro do Mundo" - 1958

28 janeiro 2011

Romagens de Saudade... 1979

A 7ª Romagem de Saudade
em 15 06 1979

Um "canto de mesa" num jantar no restaurante "Subúrbio"
Luis Marçal Grilo, Maria Alexandrina e Olímpio Mendes de Matos

27 janeiro 2011

KunstHistorisches Museum

As Quatro Partes do Mundo
Pieter Paul Rubens
1577 - 1640

A Quatro Partes do Mundo
.
Por volta de meados do segundo decénio do século XVII, os temas profanos e sobretudo mitolõgicos atingiram na obra de Rubens a mesma importância dos religiosos. Também nesta campo da pintura ele se revela mestre internacional da arte barroca nascida rm Roma, também aqui está conscientedas exigências de clareza da composição, de um novo classicismo da figura humana. como tinham sido formuladas pos Annibale Carracci. Rubens tinha perfeita consciência de que um verdadeiro mestre deste novo períoda da hisyória da pintura devia estar à altura de representar, com absoluto domínio, o corpo humano, em todas as suas atitudes. Já que ele propendia para uma imagem completa do homem sentia-se estimulado a não permanecer atrasado em relação aos modelos da Escola Italiana. As representações mitológicas ou as de caracter alegórico - como As Quatro Partes do Mundo - ofereceram-lhe portanto ocasião de resolver os problemas dos mais audazes escorços, especialmente todos os possíveis movimentos do corpo humano. O seu interesse volta-se com igual empenho para a representação do mundo animal. A visão do Universo apresenta-se a Rubens como o compêndio de todas as possíveis individualidades e de todas as forças nele cotidas. As composições dinâmicas das grandes cenas de caça, em que os animais se contrapõem ao homem com a sua própria individualidade, são exemplo desta concepção do Universo, que se revela também na pintura Partes do Mundo, cujo primeiro plano é dominado por duas feras que comunicam uma tensão dinâmica à composição, de per si bastante estática,
.
Cfr. Günther Heinz
in. "Grandes Museus do Mundo".´
Ed.Verbo - Dezembro/1973

26 janeiro 2011

Teresa de Sousa

"Nem tudo foi mau na noite das eleições."
é o título do artigo que Teresa de Sousa assina hoje no Público.
.
"As eleições presidenciais marcaram, quer se queira quer não, o fim de um ciclo político dominado pelo PS." é o destaque que a redacção escolheu.
.
No Espaço Público "Sem fronteiras",
no "Público" de hoje, 26.01 2011

Teresa de Sousa
.
Alguns excertos do artigo de Teresa de Sousa:
.
"Por maior que seja a crise e o sentimento de desesperança e de bloqueio que sentimos, o país mudou. Há uma classe média mais educada, cidadãos mais informados e, nessa medida, um pouco mais exigentes, que hoje constituem a grande maioria de eleitores. Não foi para eles que esta campanha foi feita.O que vimos nas televisões foram hordas de militantes e de apoiantes indefectíveis e o habitual envolvimento dos mirones das ruas ou das feiras, normalmente gente mais modesta, menos educada e menos exigente. O que ouvimos foram discursos vagos e, na maioria das vezes, sem a mínima racionalidade ou sustentabilidade. O país maioritário que hoje existe nunca chegou a ser mobilizado e interpelado por palavras com sentido que não se limitassem a ofender a sua inteligência.
(…)
Manuel Alegre quis impor-se de novo ao PS e conseguiu. O que ganhou com isso? Uma inexorável derrota que também ela encerra um capítulo velho e ultrapassado da democracia portuguesa. Também ele falou para um país que já não existe, que vive há mais de três décadas em democracia e há mais de duas na Europa e que dá a liberdade como garantida. Alegre não tinha nada para dizer às pessoas a não ser uma falácia: que os seus direitos sociais são intocáveis e que, entre um sindicalista e um polícia, a razão está sempre do lado do primeiro. Ao rejeitarem a sua candidatura, os eleitores demonstraram que não é isso que esperam da esquerda, quando se trata de ocupar cargos de responsabilidade nacional.
(…)
Mas isso não aconteceu em Portugal, onde o anticapitalismo e o terceiro-mundismo nas suas várias versões velhas e relhas continuam a dominar o pensamento dessa área. Isto quer dizer que o Bloco ou muda, ou não terá grande futuro e que o PC morrerá de pé, mas morrerá.

João Ramos

Faleceu, em Lisboa, o Dr. João Henriques dos Santos Ramos.
.

Dr. João Henriques dos Santos Ramos

.
"É com profundo pesar que a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa informa que faleceu, hoje de manhã (23.01.2011), o Dr. João Henriques dos Santos Ramos.
.
O Dr. João Ramos, procurador-geral adjunto, tinha 56 anos e exercia actualmente funções de coadjuvação à Procuradora-Geral Distrital de Lisboa. Estava colocado no Tribunal da Relação de Lisboa, na área criminal, desde 2004, foi magistrado no DIAP de Lisboa, foi coordenador nacional do Ministério Público para o EURO 2004 e participou em diversas instâncias internacionais sobre matérias criminais e de segurança."
(texto rertirado do site oficial da Procuradoria Geral da República de Lisboa)
.
O Dr.João Ramos era o Presidente do Conselho Editorial do Jornal de Oleiros.
.
O funeral realizou-se no passado Domingo, para o cemitério do Estreito, de onde o João Ramos era natural, e onde foi realizada uma missa de corpo presente.
.
Foi mais um bom Amigo que partiu antes de tempo.
Que descanse em Paz...

25 janeiro 2011

As "garotas" de Bernard Augesert...

Humor antigo
com o traço de
Bernard Augesert


- A culpa não é minha!... Com estas modas de agora
pensei que estava a segurar-lhe a cintura...

24 janeiro 2011

Romagens de Saudade... 1979

7ª Romagem de Saudade
em 15 06 1979

Almoço no restaurante "Piri-piri"
.
com o Afonso Prata à esquerda e o Dr. Branco (?) à esquerda ao fundo e o "clã" Carvalhão, com o e a mulher, ao fundo, e a Gina com a tia, em primeiro plano, à direita.

23 janeiro 2011

Setubalense - 1961 - Dezembro

4 de Dezembro
Óbito
Faleceu o Sr. Tenente-Coronel António Ribeiro dos Reis, fundador e director do jornal "A Bola".
.
6 de Dezembro
Ensino
Amanhã visita Setúbal o Sub-Secretário da Educação
O Sr. Dr. Carlos Soveral visita amanhã os Colégios oficializados do Ensino Secundário do Distrito.
.
6 de Dezembro
Cultura, Ciência e Saber
No próximo sábado realiza-se a Conferência que versará os temas"Sauliemann e a arqueologia" e "Mesopotâmia", proferidas pelo conferencista Vitor Manuel dos Santos Gonçalves.
.
6 de Dezembro
Desporto Escolar
Em Tomar, a equipa setubalense do Externato Frei Agostinho da Cruz venceu a equipa do Colégio Nun'Álvares
Na festa dos alunos finalistas do Colégio Nun'Álvares, em Tomar, tradicionalmente organizada no dia 1 de Dezembro, foi disputado um jogo amigável de futebol.
A equipa do Externato Frei Agostinho da Cruz alinho do seguinte modo:
Décio Santos, Fonseca, Antunes e Roque; Luís Conceição e Assis; Maçarico, Freitas, Monarca, Gonçalves e Mário.
Venceu por 2-1
e os golos foram marcados por Freitas e Mário.
A linha avançada dos setubalenses foi muito bem orientada por Assis não tendo colhido melhores resultados por infelicidade do remate dos seus interiores. Décio Santos mostrou segura presença nas redes com um punhado de boas defesas.
.
11 de Dezembro
Política
Vitor Brito de Sousa foi nomeado Vice Presidente da Câmara Municipal da Moita. Toma posse no dia 13 de Dezembro.
.
11 de Dezembro
Comandante Aguiar Bastos
Vai deixar por estes dias o cargo de Capitão do Porto de Setúbal.
.
16 de Dezembro
Política
Em visita particular, o sr.Sub-Secretário da Educação Nacional esteve na Escola do Magistério Primário.
Na passada 5ªfeira, dia 7 de Dezembro, o sr.Dr.Carlos Soveral, Sub-Secretário de Estado da Educação Nacional visitou os estabelecimentos de ensino a cargo do Patriarcado, neste distrito.
Acompanhado pelo Revº Padre João Cabeçadas, Secretário dos Estabelecimentos do Ensino Particular da Diocese de Lisboa...
No antigo Palacete da Saboaria, onde funciona a Escola do Magistério Primário, foi recebido pelo Presidente da Câmara Municipal, Major Magalhães Mexia, pelo Vigário da Vara, Revº Padre Fernando Martins, pela Sub-Directora da Escola srªD.Emília Lourenço, prof.Carlos Monteiro adjunto da Direcção do Distrito Escolar e professores da referida Escola, bem como os srs.Drs.Estêvão Moreira e Aristides Gonçalves, respectivamente Reitor e Vice-Reitor do Liceu e Dr.Rogério Claro, Director da Escola Técnica
(O Jornal não refere a Recepção no Governo Civil, de tarde, após a visita, nem tão pouco a conversa que o Dr.Carlos Soveral teve com os candidatos ao estágio pedagógico no Liceu Pedro Nunes Drs.António Maurício e João José Matos que permitiu a entrada destes no Liceu de Pedro Nunes em pouco mais de 15 dias)
.
16 de Dezembro
Ensino
O Corpo Docente da Escola do Magistério Primário era o seguinte:
Dr.Estêvão Ferreira Moreira
Dr.Aristides Gonçalves
Dr.António Cândido Gaston de Sousa
Padre Fernando da Silva Martins
Prof.Carlos Monteiro
Prof.Américo Vieira
D.Idalina da Conceição Alegria
D.Maria Amélia Gomes Torres Farinho
D.Maria Isabel Salgado de Carvalho Gomes
D.Maria Teresa Manique Cabeçadas
.
16 de Dezembro
C.M.Setúbal
O Conselho Municipal era constituido do seguinte modo:
Presidente - Major Magalhães Mexia
Secretário - Eng.João Moniz Borba
Secretário - Dr.Luís Gonzaga Machado
Vogal - Eng.António Porto Soares Franco
Vogal - Comandante Aguiar Bastos
Vogal - António Luís Esteves
Vogal - João Teixeira
Vogal - António Aires Ferreira
.
18 de Dezembro
India
O Falso pacifista Nehru ordenou que um exército de 30.000 homens invadisse a India Portuguesa. As forças portuguesas batem-se para defender a Terra Pátria.
.
20 de Dezembro
Tribunal Trabalho
Tomou posse do cargo de Agente do Ministério Público, junto da 2ªVara, o sr.António de Sousa Gomes
.
30 de Dezembro
Política
Em Anúncios separados, a Junta Distrital e a C.M.Setúbal comunicam à população do Concelho que no próximo dia 3 se deslocam a Lisboa, a fim de se associar, em representação do Município, à manifestação de solidariedade e apoio ao Governo, que se realiza junto do edifício da Assembleia Nacional".

22 janeiro 2011

Dizem que ele é "chanfrado" da cabeça...

...mas, mesmo assim, eu gosto dele.
.
"Vivam as filhas" é o título da coluna de MEC,
hoje, nas páginas do "Público".
.

Miguel Esteves Cardoso

Fiquei a saber que temos uma "coisa" em comum... Eu e as filhas dele.

" (…) Ontem ( … ) as minhas filhas Sara e Tristana fizeram anos. É sempre um dia bom, o dia 21 de Janeiro. Fazem trinta anos, embora pareçam ter 13. Ou três.No dia 21 de Janeiro de 1981, ainda não se falava nos anos 80. Estava a nevar em Manchester, onde nasceram. Nesse dia, o meu coração cresceu duas vezes. São cada vez mais minhas amigas, tanto que nunca tenho saudades de quando eram pequeninas. E ainda - golpe baixo - tinham a certeza de gostar de mim, fosse eu como fosse e fizesse o que eu fizesse. Hoje são elas que fazem o ser e o fazer: de uma maneira nobre, espirituosa, elegante e original, que me deixa estupefacto de admiração e de enlevo.Dizem-me que sou "o pai das gémeas" mas eu não sou pai de par algum. Eu sou o pai - quando elas deixam, e no caso de consentirem, já que tudo está sempre sob intensa e freudiana discussão - das pessoas Tristana e Sara, quando decidem que são filhas minhas, para o mal e para o menos mau. Elas sugerem sempre que eu não fui um bom pai (que é mentira) mas que me perdoam, por gostarem tanto de mim. Eu digo o mesmo delas. Na contabilidade de amor e de deveres, de sacrifícios e de prazeres, acho que são as melhores filhas que eu poderia sonhar ter. Mas é o amor por elas que me cega. É uma cegueira que eu agradeço. As mulheres são as melhores pessoas que um homem (mesmo heterossexual) pode ter - sejam mães, filhas, mulheres ou amigas. Ou tudo ao mesmo tempo: filhas!"

...e eu fazia 46...quando estas filhas nasceram.

Mais um "belo" almoço...

...em Setúbal. Desta vez no Restaurante "Lés a lés", no alto da Escarpa de São Nicolau. Foi no sábado, dia 15 de Janeiro.

Uma Sala de espera junto do bar.
Não foi necessária… Chegámos cedo!...

.

Uma perspectiva da sala principal.
.
Fomos recebidos pelo Augusto Tavares
e por "este sorriso" que tão bem nos serviu.
.
O Aprígio Meireles e o José Galvão já perfeitamente instalados.
.

Somos "conservadores"... Ocupamos sempre a mesma mesa
quando escolhemos o "Lés a lés" nestes almoços em Setúbal.
.
Umas "entradas" deliciosas...
.

Desta vez ficámos os quatro!
O Chefe Augusto Tavares foi o fotógrafo...
.
O Aprígio de Leão Meireles
.
Uns cogumelos recheados... umas gambas com alho... umas rodelinhas
de morcela a fazer lembrar os enchidos da nossa terra... Estavam uma maravilha! Mas houve outros "pitéus"!...
.
O Luis Marçal Grilo e o jjmatos num intervalo
dos petiscos e das recordações...
.
O Zé João Romana Galvão já não pode passar sem os "ares" do rio Sado...
Veio recuperar forças... e ânimo.
.
O Luis Marçal Grilo tem uma boa memória... Lembra-se de episódios curiosos
sucedidos nas "calendas" albicastrenses da nossa juventude em Castelo Branco
e conta-as com imensa graça... Algumas delas autênticas "anedotas" que
nos fazer rir e nos dipõem bem...
Desde os seis ou sete anos que compartilhamos a nossa amizade.
.
... mas, apesar disso, o Luis é mesmo um "bebe-água"...
.
O Aprígio Meireles e o Luis Grilo já devem esta a combinar
a póxima vinda a Setúbal... Mas nada está decidido
sobre a próxima reunião.
.
jjmatos e Luis Grilo acabam de saír do "Lés a lés"...
A reunião tinha chegado ao fim. Só faltava fazer a "acta"...
o que me competia a mim. Mas eu "neguei-me"!
Estou tão farto de ouvir falar em actas, aos meus antigos colegas do Liceu,
que as têm de fazer, que não quis contribuir com mais uma, para a
"senda inflacionária" de actas que agora se fazem a propósito de tudo... e de nada,
nem que seja apenas uma "breve troca de impressões" entre dois colegas que
se encontrem algures, no corredor... quando se dirigem para uma aula...
Olha do que eu me livrei!!...

21 janeiro 2011

Escrito na pedra...

No "Público"
em 15.01 2011
.
"Não nos lembramos de dias, mas de momentos."
.
Cesare Pavese
escritor e poeta italiano
1908 - 1950

20 janeiro 2011

Parabéns!... 20 de Janeiro

O João Matos IV faz hoje 9 anos.
Um abraço bem grande, do Avô...
João Gonçalves Mendes de Matos

19 janeiro 2011

No Instituto de Santo António...

... em 1953/54, terminaram o seu Curso Liceal.
os alunos que aqui vemos

Finalistas do I.S.A. - 1953/54
.
Deste grupo fazem parte (da esquerda para a direita):
Na 1ªfila: António Mendes Jorge, João Palmeiro, José Nunes da Cruz e Joaquim Rapoula.
Na 2ªfila: João Afonso, NN e Pedro Paiva Pessoa.
Na 3ªfila: Amilcar de Oliveira, Jorge Araújo Antunes, Carlos Bento, José Júlio Martins, Jorge Lucena , Manuel Gago, José Amaral.
.
Uns anos mais tarde...
.
O Mendes Jorge (1º da primeira fila)
fotografado em 8 de Junho de 1999

António Mendes Jorge

O José Nunes da Cruz (3º da 1ªfila)
fotografado em 3 de Junho de 2006

José Moura Nunes da Cruz

O Joaquim Rapoula (4º da 1ªfila)
Fotografado em 5 de Junho de 1999
.

Joaquim Rapoula

O Jorge Araújo (2º da últina fila)
fotografado em 27 de maio de 2005

Jorge Manuel Araújo Antunes


O José Amaral (último da 3ªfila)
fotografado em 16 de Junho de 1979

José Amaral Branco dos Santos

(A foto do Grupo de Finalistas foi obtida no Facebook.
in.”A nossa Juventude em Castelo Branco". Agradeço ao “desconhecido” autor
.)

18 janeiro 2011

Mais um amigo que parte...

O António Figueiredo faleceu ontem.
.
"...lamentavelmente escrevo a comunicar que infelizmente o meu Pai não resistiu á doença e faleceu ontem dia 17 de Janeiro."
É o filho Rui quem me dá a notícia.
.
António Ramos dos Santos Figueiredo
.
Sabíamos já da tua doença... Recordámos-te, há três dias apenas, numa roda de amigos comuns... Mas nunca pensei que já não pudesses estar presente no nosso próximo "Encontro de Maio", em Castelo Branco.
.
Descansa em Paz, António Figueiredo

Um dia na neve...

...algures na Serra da Estrela.
no fim de ano de 1995.
.

A Gi com o Pedro e a Madalena e... muito frio!

17 janeiro 2011

Para sempre...

Um poema de
Carlos Drumond de Andrade
dedicado a todas as Mães...
Carlos Drumond de Andrade
.
Para sempre
.
Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.
.
Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.
.
Carlos Drumond de Andrade
in."Lição de coisas"

16 janeiro 2011

Parabéns!... 16 de Janeiro

O JMiguel faz anos hoje.
Um abraço grande
.
João Miguel Macedo Mendes de Matos

15 janeiro 2011

Kunsthistorisches Museum

Três senhoras novas
Lucas Cranach, o Velho
1472 - 1553

Três senhoras novas
.
Lucas Cranach criou as suas primeiras obras em Viena, noa anos que se seguiram ao dealbar do século. Tais obras revelam, de maneira acentuada, um estilo expressivamente desenvolvido. Naquela época o mestre da Francónia pode trabalhar na atmosfera do humanismo vienense, em pleno florescimento. Assim, o S.Jerónimo foi pintado para um dos membros mais significativos do círculo humanístico vienense, Hans Cuspinianus. Realmente, o novo estilo ia ao encontro do gosto de gente culta. Apreciava-se a novidade na representação do mundo incessantemente renovado, na interpretação do qual também estava empenhada a ciência. As criações do jovem Lucas Cranach são animadas por uma transcendental vontade de expressão. A Natureza impera com força demoníaca, uma selvagem exaltação religiosa agita a figura humana, cuja emoção cresce como um fenómeno natural, juntamente com a estrutura da paisagem. À violência na criação das formas corresponde a incandescência da cor, que torna visível, no seu desencadeamento, as forças activas da Natureza. Por outros meios, Albrecht
Altdorfer levou o estilo da Escola Danubiana ao seu ponto mais alto.
Cranach afastou-se de Viena por volta de 1504, para assumir as funções de pintor da corte do príncipe eleitor de Saxe, em Wittenberg (a partir de 1505). Com esta mudança de ambiente artístico, não tardou a verificar-se, na sua actividade, uma rápida mudança estilística. A representação gráfica exacta e a expressiva possibilidade de uma composição linear refinada estimulam, em medida sempre crescente, o interesse do mestre. O afirmar-se progressivamente do formalismo induz a considerar as obras da maturidade de Cranach num plano paralelo ao do materialismo da Itália Central. Também a elegância ideal da figura humana não é somente um sinal do seu estilo cortesão, mas brota da tendência para desenvolver a elegância linear. Já por 1520 e, com evidência ainda maior, nas obras posteriores, nota-se em Carnach o formalismo dos novos tempos, ligado à recordação da forma figurativa do fim da época medieval. Uma ingenuidade consciente, que contem em si a riquesa narrativa do fim da época medieval, serve de contraponto ao experimentalismo essencialmente formalista."
.
Cfr.Günther Heinz
in, "Grandes Museus do Mundo"
Ed.Verbo - Dezembro/1973

14 janeiro 2011

Eles foram meus alunos...

...em 26 05 1984 num almoço de
Antigos Alunos do LIceu de Setúbal
realizado no Refeitório da Marinha,
no Seixal.

Fernando Pinto Lopes, Humberto Cardoso e Rui Paninho Souto.
(foram alunos em 1961/62, os dois primeiros no 5º e o último no 7º ano)

13 janeiro 2011

Beira Baixa - Nov - 1962

04/Novembro
Cruzeiro de S. Silvestre
Fim do ano
Madeira
(a mais bela ilha do Atlântico)
De 29 de Dezembro de 1962 a 2 de Janeiro de 1963
(5 dias)
A bordo do moderno e luxuoso transatlântico
Príncipe Perfeito
Preços a partir de 1.100$00
.
04/Novembro
Nascimento
Na maternidade do Hospital de Santa Maria, deu à luz no passado dia 25 de Outubro, uma criança do sexo feminino, a que será dado o nome de Inês Maria, a Sr.ª D. Ana Maria Casal Ribeiro Fernandes Tomás Vaz de Carvalho, esposa do nosso muito estimado amigo Carlos Manuel Vieira de Almeida Vaz de Carvalho a quem a “Beira Baixa” apresenta as suas felicitações.
.
04/Novembro
O 50ºConcerto da Delegação Pró Arte em Castelo Branco
será executado pela Orquestra Filarmónica de Lisboa.
Integrado nas comemorações do 50ºConcerto da Delegação da Pró Arte em Castelo Branco, que iniciou a sua actividade em 15 de Novembro de 1952, realiza-se no Cine Teatro Avenida da nossa cidade, no próximo dia 12 pelas 21h 30m, Orquestra Filarmónica de Lisboa, um conjunto sob a direcção do maestro Ivo Cruz, presidente nacional da Pró Arte e que terá a participação de 65 elementos.
A récita deste espectáculo que corresponde ao 6ºda 8ª temporada, reverterá a favor do Natal do Soldado da Cruz Vermelha Portuguesa, pelo que estamos certos, dão o nível do acontecimento e o fim a que se destina, que o público da cidade lhe dará todo o seu apoio.
O programa é o seguinte:
I Parte
Oberon (abertura), de Weber
Pastoral, de Ivo cruz
A grande Páscoa Russa, de Riminy Korsakoff
II Parte
Sinfonia incompleta, de Schubert
Os mestres cantores, de Wagner.
.
11/Novembro
No Liceu de Nun’Álvares
Realizou-se uma sessão evocativa de El-Rei D. Diniz.
Realizou-se no passado dia 6, no Ginásio do Liceu de Nun’Álvares, uma sessão evocativa do Rei D.Diniz e comemorativa da abertura do novo ano escolar, tendo proferido uma brilhante lição, subordinada ao tema: “D.Diniz e a função histórico-cultural da Universidade”, o professor Sr. Dr. Álvaro Fernando Moniz Rebelo.
Presidiu à sessão o Sr. Governador Civil do Distrito. Ladeado à direita pelos Srs. Presidente do Município de Castelo Branco; Revº Pe. Alfredo Magalhães, em representação do Vigário, ; Reitor do Liceu, Dr. José Catana Diogo; D.Cacilda Namorado de Carvalho, pela comissária distrital da MPF e prof. Manuel de Jesus da Silva Mendes, Director Escolar; e à esquerda pelos srs. Dr. Alberto Trindade, presidente da Junta Distrital, coronel Eduardo Braziel, comandante militar da guarnição e António de Queiroz, Director da Escola Industrial e Comercial de Castelo Branco.
Aberta a sessão que teve a presença de numerosos professores e alunos daquele estabelecimento de ensino secundário, usou da palavra a fim de explicar o significado da mesma, o sr. Dr. José Catana Diogo.
.
18/Novembro
O Sr. Dr. Jaime Lopes Dias
Foi eleito por unanimidade, sócio efectivo da Academia de Ciências de Lisboa, na secção de Ciências Jurídicas e Sociais, que ocupará a cadeira vaga pelo falecimento do sr. Prof. Doutor Barbosa de Magalhães.
“Beira Baixa” que conta o sr. Dr.Jaime Lopes Dias entre o número dos seus mais antigos assinantes, apresenta ao ilustre académico e etnógrafo que ao estudo da nossa Província tem dedicado muito do seu labor e inteligência, os merecidos parabéns por tão justa e honrosa distinção.
.
18/Novembro
Anúncio
Mário Branco
Advogado
Escritório: rua da Figueira, 5
(na Praça fronteiriça ao Banco de Portugal)
Castelo Branco – telef. 3120
.
18/Novembro
Anúncio
Análises
Farmácia
e
Laboratório
Drª Maria Amélia Afonso
Telefones: Laboratório 142
………………..Residência 464
Castelo Branco
.
18/Novembro
Anúncio
Joaquim Rodrigues
Alfaiate
Por cima do mercado velho.
.
18/Novembro
Um gesto!...
Durante a distribuição de prémios, ocorrida em Monfortinho, foram atribuídas três taças ao volante Artur Valente, de Castelo Branco, uma das quais – referente ao melhor da Castelo Branco – acabou por ser entregue ao concorrente Francisco Romãozinho por aquele concorrente ter considerado, juntamente com o júri que, por direitos de pontuação, ela não lhe devia ter sido atribuída, mas sim ao seu conterrâneo.
Um gesto que define um desportista, o que foi sublinhado com longos aplausos e muito apreço.
.
18/Novembro
Eng. Alfredo Resende
Foi promovido à 2ªclasse, tendo tomado posse no passado dia 9, o nosso assinante e estimado amigo, sr. Eng.Alfredo Resende que continua a desempenhar o cargo de Director de Serviços de Urbanização do Distrito de Castelo Branco.
.
18/Novembro
Concerto da Orquestra Filarmónica de Lisboa,
em Castelo Branco
O magistral concerto executado pela Orquestra Filarmónica de Lisboa, sob a regência do maestro sr.Dr. Ivo Cruz e comemorativo do quinquagésimo Concerto promovido pela Delegação da Pró Arte na nossa cidade, constituiu um êxito que com dificuldade será esquecido.
Pena que o público, que tantas vezes se lamenta da falta de iniciativas culturais na nossa cidade, tenha sido tão reduzido, o que, de facto, é incompreensível…
Antes do início da segunda parte, usou da palavra, em nome da Cruz Vermelha de Castelo Branco e das suas mulheres, a nossa muito estimada colaboradora srª D. Maria Teresa Vieira de Almeida Vaz de Carvalho que, num vibrante e patriótico discurso, pôs em evidência a acção desenvolvida pela Cruz Vermelha Portuguesa no auxílio às vítimas do terrorismo em Angola.
.
25/Novembro
Salgueiros, 0 – Castelo Branco, 3
Feito brilhante dos albicastrenses.
(os albicastrenses recuperaram os dois pontos perdidos no seu campo)

12 janeiro 2011

Escrito na pedra...

In. "Público"
12 01 2011
.
"Não há nada mais raro no mundo do que uma pessoa que possamos suportar sempre."
.
Giacomo Leopardi
poeta italiano
1798 - 1837

Uma boa ideia...

(Corre algures pela net...)
.
Porque será que concordo plenamente?!!!
De facto, cada vez mais, está tudo ao contrário...
Ora aqui está uma grande ideia! (surrealista, mas que dá que pensar...)
.
Instalar os idosos nas prisões e os infractores em lares.
Assim, os nossos idosos terão acesso a chuveiro, passeios,medicamentos, exames médicos e odontológicos regulares.
Receber cadeiras de rodas, etc.
Receber dinheiro em vez de pagar o seu alojamento.
Teriam direito a vídeo-vigilância contínua, que permite imediatamente receber assistência depois de uma queda ou outra emergência.
Limpeza do quarto, pelo menos duas vezes por semana, roupas lavadas e passadas regularmente.
Um guarda-visita a cada 20 minutos e poderem receber as refeições directamente no seu quarto.
Ter um lugar especial para atender a família.
Ter acesso a uma biblioteca, sala de ginástica, fisioterapia, bem como piscina e até mesmo ensino gratuito e assistência espiritual.
Pijamas, sapatos, chinelos e assistência jurídica gratuita, mediante pedido.
Quarto, casa de banho e segurança para todos, com um pátio de exercícios, rodeado por um belo jardim.
Cada idoso teria direito a um computador, rádio, televisão.
Teria um "conselho" para ouvir denúncias e, além disso, os guardas terão um código de conduta a ser respeitado!...
Politicamente é correto dar condições de existência a todos, mesmo aos reclusos.
O que não é admissível é a inversão dos valores em que se assiste à defesa dos mais fortes contra o desleixo dos que não se conseguem defender, como é o caso dos idosos e doentes.
Além do mais, é imoral que a sociedade se preocupe mais com aqueles que a não respeitam, a atacam a cada dia e que a subvertem.
Que tal se sentem os que passaram uma vida a trabalhar para, em troca, receberem umas migalhas na sua velhice e sejam atacados directamente por aqueles a quem têm de sustentar???
.
A vida não é justa, mas... não é necessário exagerrar.
.
(Obrigado ao Jorge Serra e à Cris V pelos mail´s)

11 janeiro 2011

O contribuinte que se lixe...

A "Opinião"
de Vasco Pulido Valente


Vasco Pulido Valente
.
"(…) Portugal tem 13.740 organismos públicos, de que só 1724 apresentam contas. Pior ainda: do total só 418 foram sujeitos a uma verdadeira fiscalização. Se isto não é um convite ao roubo, custa a compreender o que é.
(…)
Desde 2007, sob o Governo Sócrates, que se criou um fundação em cada 12 dias; suponho, mas não garanto, com o nobre fim de fugir às regras mais rigorosas da contabilidade oficial.
Juntem
ao que precede 1181 empresas do sector público, 485 associações sem fins lucrativos, 356 institutos de vária pinta, 342 empresas municipais e regionais e outras 370 com propósitos obscuros e é um milagre que o polícia da Europa e do mundo não ande já a correr atrás de todos nós.
A gente que trabalha (…) no Estado e arredores é além disso de uma prodigalidade sem fim. (…) Oeiras comprou uma estátua e "um projecto de comemoração dos 250 anos do município" pela módica quantia de 1.250.000 euros. E Gondomar gastou por 550 mil euros em publicidade nas camisolas do clube da terra (…), de que o país manifestamente precisa.
.
(…) como qualquer arrivista que se preza, o Estado gosta antes de mais nada de viajar e de receber. O ano passado pagámos 15.315.000 euros nessas actividades, que incluíam, ninguém sabe porquê, alguns carros BMW, tapetes de Arraiolos, garrafas de uísque, brinquedos Toys R"US. Para entretenimento cultural também se convidaram Tony Carreira (600.000 euros) e José Carreras (263.000 euros), este para alegrar por uma noite a sorumbática cidade de Santarém.A crise trouxe alguma sobriedade a estes costumes? De maneira nenhuma. Em 2011, Portugal tenciona aumentar as despesas como se acabasse de ganhar a sorte grande.
O Governo tenciona aumentar generosamente a sua contribuição para a "publicidade" (11.535.913 euros), para "horas extraordinárias" (45.201.721 euros),para "seminários" (11.317.953 euros) e para "combustíveis" (53.822.272 euros). Fora o dinheirinho que vai para "limpeza e higiene", "comunicações" e, como de costume, "deslocações e estadas".
O dinheiro do contribuinte é o dinheiro do contribuinte: ele que se lixe.
.
in."Público" - Opinião
08 01 2011

09 janeiro 2011

A Luisa Todi que me desculpe...

...mas hoje, dia 9 de Janeiro, "troquei-a" por uma "miúda" bem mais bonita...
A minha neta era assim há 18 anos... quando tinha dois anitos!... Tão linda...
E não sei como é que ela o conseguiu, mas agora ainda está mais bonita!
Um beijinho, Madalena...

Madalena Constantino
.
Lembras-te desta, Madalena?!

08 janeiro 2011

Um estudo no Reino Unido...

"Intervenção dos farmacêuticos
proporciona poupanças ao SNS"
.
De acordo com um estudo realizado no Reino Unido pelo The Bow Group Health Policy Committee, o Serviço Nacional de Saúde pode poupar cerca de 1,2 mil milhões de euros se aproveitar melhor as competências dos farmacêuticos, cuja intervenção permite melhorar os resultados em saúde pública, com destaque para as doenças crónicas.
.
.
O estudo revela que a prestação de Serviços Diferenciados pelas farmácias é “subutilizada” e que estes serviços são “inovadores e custo-efectivos para os utentes”, além de serem “altamente acessíveis” devido à facilidade de acesso à rede de farmácias.
Os farmacêuticos são elementos essenciais das comunidades em que estão inseridos e os seus conhecimentos e competências técnicas devem ser plenamente aproveitados com vista a reduzir a despesa do SNS, afirmam os autores do estudo. Este refere, como exemplo, que mais de 965 milhões de euros podem ser poupados se todos os utentes com afecções menores (cerca de 57 milhões por ano) se deslocarem a uma farmácia em vez de consultarem um médico.
As farmácias portuguesas disponibilizam aos utentes vários Serviços Diferenciados, entre eles a Gestão da Terapêutica e os Programas de Gestão da Doença (como a Asma, DPOC, Diabetes, Hipertensão e dislipidémias), que, segundo este estudo, são fundamentais para a qualidade de vida dos utentes.
O mesmo estudo demonstra que, em várias regiões do Reino Unido, foram atingidos excelentes resultados em saúde com a prestação de Serviços Diferenciados pelas farmácias.
.
Newsletter ANF Nº 64 - 07 de Janeiro de 2011

As "garotas" de Bernard Augesert...

Humor antigo
com o traço de
Bernard Augesert


Sem palavras

07 janeiro 2011

Um apontamento de Bárbara Wong...

que merece ser divulgado.
.
Com o título "Boas escolas - O segredo está nos professores"
Bárbara Wong, que tem dedicado boa parte da sua carreira
jornalística a temas sobre Educação, brinda-nos hoje com um
artigo que "dispõe bem" a classe dos Professores.
Vale a pena ler...
Bárbara Wong
Jornalista
.
"Os professores são o segredo para uma educação com mais qualidade", considera Eric Hanushek, especialista em Economia da Educação da Universidade de Standford, nos EUA.
.
(…) se os estudantes tiverem "bons professores", conseguirão, num prazo de três a cinco anos, anular os constrangimentos associados à situação sócio-económica das suas famílias.
.
(…) "os gastos por si só não são a resposta. Existem ganhos potenciais que não vêm de financiar mais as escolas", considera. "A diferença está nos professores", sublinha Hanuchek, reconhecendo que em Portugal existem leis que "tornam difícil substituir os professores que não são eficientes". Por isso, sugere que se paguem indemnizações para que estes saiam do sistema. Por outro lado, os salários dos professores devem basear-se no seu desempenho. Outros factores que contribuem para que o país seja mais competitivo a nível da educação são: a competição entre escolas públicas e privadas e a liberdade de escolha - "os pais não escolhem escolas onde os professores são pouco eficazes", diz ; "mais autonomia para as escolas, associada a mais controlo que pode ser feito através dos resultados dos alunos em exames nacionais".
.
in"Público"
07 01 2011

Num passeio de finalistas...

Em 28 de Março de 1969
em Mérida, a caminho de Madrid

Vários professores e alguns acompanhantes que se deslocaram
em veículo próprio, foram fotografados em Mérida.
A partir da esquerda identificamos o Dr.Joaquim Calado, a DrªFernanda Calado, a DrªMaria Joana Meira, a DrªMaria de Lurdes Macedo, jjmatos, a D.Mimi Arôcha, o Sr.José Cândido Arôcha, a D.Alice e o Dr.Estêvão Moreira.
Estão presentes também os dois filhos do Dr.Calado, Joaquim Fernando e Francisco.
Desejosos por chegar a Talavera e a Madrid, os nossos alunos esperam pelo fim deste breve registo para uma "memória futura"...

06 janeiro 2011

Foi Santana Castilho...

quem o disse...
Ontem, dia 5 de Janeiro,
na sua coluna do jornal "Público".
.
"Sócrates e Maria de Lurdes Rodrigues orientaram obsessivamente o ensino para resultados estatísticos a qualquer preço".
.
Santana Castilho

.
Deixo aqui, em destaque, alguns excertos do artigo de opinião a que o autor deu o título:
"O estado comatoso do ensino em fim de ciclo político"
.
"Poucas semanas volvidas sobre a divulgação pela OCDE do PISA 2009 e o consequente discurso encomiástico do Governo, veio a público o Projecto Testes Intermédios. Relatório 2010, um instrumento de avaliação do desempenho dos alunos portugueses, da responsabilidade do Gabinete de Avaliação Educacional do Ministério da Educação. Que podemos retirar deste relatório? Que os alunos portugueses raciocinam mal e escrevem pior; claudicam quando solicitados a relacionar conhecimentos a que foram expostos em disciplinas diferentes ou a construir um raciocínio lógico, ainda que simples e utilizando informação explicitada no corpo do próprio teste; quando se exprimem ficam-se por níveis elementares de proficiência, longe do rigor frásico e revelam-se ignorantes gramaticalmente; têm manifestas dificuldades em ultrapassar o nível básico na resolução dos problemas colocados, seja qual for a área disciplinar em análise, com incapacidade de ultrapassar o que não seja elementar, simples e curto. Particularmente no ensino secundário, o relatório identifica a falta de rigor científico e a manifesta dificuldade de construir ideias próprias ou lidar com raciocínios demonstrativos.
(...)
Sócrates e Maria de Lurdes Rodrigues orientaram obsessivamente o ensino para resultados estatísticos obtidos a qualquer preço. Desvalorizaram o conhecimento, impuseram a substituição das didácticas exigentes pela ilusão tecnológica e promoveram paradigmas educacionais de Terceiro Mundo.Os resultados não podiam ser outros. Como na economia, estamos agora em estado comatoso no ensino e iniciamos o ano em letargia de fim de ciclo, de que só poderemos sair com mudança de Governo e de políticas e regeneração do estado anímico do corpo docente.
(...)
A burocracia sem limites, ditada por uma visão napoleónica da escola, sustentada por uma produção normativa diluviana e recheada de formulários burlescos e sem sentido, envolveu os docentes numa cultura de inutilidade kafkiana, que lhes deixa cada vez menos tempo para ensinarem. Alguns continuam a contestar. Mas a maioria aceita, conformada.As consequências de um ciclo político que teve por desígnio vergar e diminuir os docentes aos olhos da opinião pública serão mais nefastas do que aquilo que se pode observar imediatamente.
(...)
Trata-se de uma ruptura grave no equilíbrio tradicional em qualquer quadro de exercício profissional, em que os mais velhos asseguram o enquadramento dos que vão chegando de novo. Sempre assim foi, nos hospitais, nas fábricas, em qualquer organização. Mas, de repente, nas escolas, muitos dos que serviam de referência e ainda tinham muito para dar começaram a partir...