28 fevereiro 2012

Faleceu Jaime Graça...

Enquanto jogador teve apenas duas camisolas: Benfica e Vitória de Setúbal.
Jaime Graça, médio talentoso na década de 60, faleceu hoje, aos 70 anos, vitima de doença prolongada.

Jaime Graça


O futebol português fica mais pobre com o desaparecimento de um jogador que no currículo conta com a presença na selecção dos Magriços, que em 1966 deslumbrou o mundo do futebol com o 3º lugar no Mundial de Inglaterra.

Jaime da Silva Graça nasceu em Setúbal, a 10 de Janeiro de 1942.

Em 1961/1962, com apenas 20 anos, Jaime Graça é um dos titulares nos sadinos, equipa finalista na Taça de Portugal, que acabaria derrotada, por 0-3, com o Benfica.

Aos 23 anos foi um dos escolhidos para a fase final do Mundial de 1966, prova onde mostrou ser um dos melhores médios da actualidade. E, diga-se, haveria de ser em pleno mundial que se tornou jogador do Benfica a partir de 1966/1967.

Seguiu-se um longo percurso nos encarnados onde foi peça fundamental da equipa, de elevada capacidade técnica, um maestro.
Titular indiscutível, como sub-capitão, teve oportunidade de subir de posto pela ausência do capitão Simões, na final da Taça de Portugal, em 1971/72, quando o Benfica venceu, por 3-2, após prolongamento, com três golos de Eusébio (15 dias mais novo que Jaime Graça), o Sporting.

Apenas um dos muitos orgulhos de Jaime Graça que desapareceu esta terça-feira. Depois de deixar os relvados, Jaime Graça chegou a ser um dos adjuntos de José Torres na Selecção Nacional durante o Mundial do México, vinte anos depois dos «Magriços». Haveria de terminar no Benfica para integrar o conjunto de técnicos do futebol juvenil.

Palmarés: Dez títulos oficiais.

Campeão Nacional - 1966/1967- 1967/1968- 1968/1969- 1970/1971- 1971/1972- 1974/1975 (no S.L.Benfica)

Taça de Portugal - 1968/69, 1969/70 e 1971/72V. (no S L.Benfica)

Taça de Portugal - 1964/65 (no Vitória FC)
Cfr. "A Bola", on line em 2012 02 28

Sem comentários: