10 dezembro 2011

Mais uma do Alberto…

Informação a publicar na imprensa em 12 Dez.2011

Alberto João Jardim


A dívida da Região Autónoma da Madeira às farmácias é, neste momento, de 77 milhões de euros. Estão em dívida as comparticipações desde Setembro de 2009.

Em Maio de 2011, as farmácias aceitaram um plano de pagamentos com vista à recuperação da dívida em 8 anos, que foi proposto pelo Governo Regional.

A rigorosa execução do plano de pagamentos acordado é essencial para garantir financiamento bancário que permita às farmácias suportar o atraso nos pagamentos. No actual contexto de falta de liquidez da banca nacional, a decisão de manter a dispensa de medicamentos a crédito aos doentes não está nas mãos das farmácias.

Esta realidade é do pleno conhecimento do Governo Regional da Madeira.

Em Novembro de 2011, o Governo Regional deixou de cumprir o plano de pagamentos acordado, o que não permite às farmácias a manutenção da dispensa de medicamentos a crédito.

Assim, informa-se que, a partir do próximo dia 15 de Dezembro, as farmácias não poderão continuar a dispensar medicamentos a crédito à população da Região Autónoma da Madeira.

As farmácias são as primeiras a lamentar esta situação, que também as prejudica. Esperamos que o Governo Regional retome o cumprimento do plano de pagamentos acordado, que nos permita cumprir com o sistema financeiro, pondo fim a esta situação, que prejudica os madeirenses e as farmácias da Região.

É este "pantomineiro" que continua a "fumar de charuto" e a "chantagear" o resto de Portugal "proclamando" a independência da ilha...

Porque é que não lhe fazem a vontade???!!!...

NB - Noticias Interessantes sobre as prioridades dos nossos governantes:

1-Alberto João Jardim vai manter inalterados os apoios financeiros aos clubes de futebol da Madeira, afirmou hoje o presidente do Governo Regional da Madeira.Em declarações à RTP/Madeira, Jardim confirmou este início de tarde que irá manter os apoios aos clubes da primeira e segunda ligas do Futebol profissional. (DN)

2-A Madeira deverá gastar cerca de 8,6 milhões de euros entre 2011 e 2014 em iluminações decorativas de Natal e Fim de Ano, Festas de Carnaval e Festas do Vinho da Madeira. (DN)

Sem comentários: