13 dezembro 2011

As actas da Câmara Municipal...

Sessão de 07 de Julho de 1959
…realizou-se a reunião ordinária semanal, sob a presidência do Excelentíssimo Senhor Manuel Filipe Pereira da Silva Magalhães Mexia,, estando presentes os vereadores Senhores Doutor José Caldeira Areias, Engenheiro António Barroso, Engenheiro agrónomo Raul Veríssimo de Mira e Joaquim Rodrigues Simões.
Não compareceram os vereadores Senhores Doutor Joaquim Arco e Afonso Henriques Rocha, cujas faltas foram julgadas justificadas
Assistiu à reunião o Chefe da Secretaria (José Aníbal da Silva Freitas que nós conhecíamos, na “mesa do café”, por “Punhos”)
.
Ante Projecto de Urbanização da Arrábida.
(…) Assim, e em conclusão, o Ante Plano de Urbanização da Arrábida encontra-se bem estudado, devendo ser completado com as redes de abastecimento de água e electricidade e rede de saneamento pelo que são estes Serviços do parecer que o mesmo deve ser aprovado”. (Plano do Arquitecto João António de Aguiar).
.
Obras do Estádio do Vitória Futebol Clube
A propósito de um ofício da Comissão Central Pró Estádio, do Vitória Futebol Clube, no qual se pede a comparticipação do Município na obra de construção de vedações metálicas de parte do recinto de desportos pobres, deliberou a Câmara, por unanimidade, responder nos termos seguintes:
Tem o Município dado substancial comparticipação ao Estádio do Vitória, como a concessão de terrenos e outros auxílios, cujo valor ultrapassa já a importante verba de oitocentos contos. Para além das referidas comparticipações, temos ainda o compromisso de reservar cento e cinquenta contos para efeito de expropriar um imóvel pertencente a Virgílio Santana, o que se torna necessário para ultimar as obras do referido estádio.
Atravessa o Município uma conjuntura de grave crise financeira resultante do pesado encargo com a melhoria dos vencimentos e salários do seu pessoal e com obras, melhoramentos e iniciativas em que se encontra empenhada, de primacial interesse para a cidade, entre as quais avultam o arranjo do Parque do Bonfim, a electrificação e o abastecimento de água às praias, a reposição dos pavimentos e as comemorações do primeiro centenário da cidade.
Reconhece, no entanto, o Município a saliente importância da construção do Estádio que constitui elemento de notável valorização urbanística e social da cidade de Setúbal.
Reconhece também o Município as enormes dificuldades com que luta a operosa e ilustre Comissão que meteu ombros a tão grande empreendimento como é o da construção do Estádio.
Devidamente ponderadas todas estas circunstâncias, deliberou a Câmara comparticipar em quarenta por cento o custo da obra, lamentando profundamente que a actual difícil conjuntura financeira, o não permita fazer na sua totalidade, como seria seu desejo.
.
Cedência do Salão Nobre
A solicitação de entidade interessada, deliberou a Câmara autorizar a cedência, à Delegação Pró Arte, do Salão Nobre dos Paços do Concelho, no dia quinze do mês corrente, para a realização do último Concerto da actual temporada.
.
Anais do Município de Setúbal.
Apreciada uma nova proposta apresentada por Doutor José O’Neill Gouveia para fornecimento de cópia dactilografada do manuscrito “Anais do Município de Setúbal”, deliberou a Câmara aceitá-la, fixando em cinco escudos o preço a pagar por cada folha dactilografada, com o limite de trezentas folhas anuais.
.
Nota “divertida”
Não tendo comparecido os vereadores Senhores Doutor Joaquim Arco e Afonso Rocha… a acta está assinada por ambos! Um lapso da Secretaria e deles próprios…

Sem comentários: