16 maio 2012

Escrito no vento...

Os dias talvez sejam iguais para um relógio, mas não para um homem.”
.

Marcel Proust

Sem comentários: