11 maio 2012

O cabrito estonado em Oleiros...

Foi no dia 13 de Abril... há já quase um mês, que voltámos a Oleiros. Apenas para um dos nossos companheiros de viagem não foi um regresso... O Machado Pinto foi o nosso "caloiro" de serviço...

É sempre com muito gosto que cumprimentamos a anfitreã, D.Maria Afonso, no Restaurante "O Prontinho", em Oleiros. Sabemos que o seu "Cabrito estonado" tem a fama (e tem o proveito!...) de ser o melhor, num raio de... 1000 Kms!!! (espero que me desculpem o exagero...)
É num primeiro andar, na Praça do Município, fronteiro ao Jardim da Devesa.

Onde virem este reclamo... é aí mesmo!...
Na Sala, notámos umas leves alterações nos adereços que preenchiam as paredes. Está melhor?... Está pior?!... Não... Está diferente. E como não fomos ali para apreciar outra coisa que não fosse o Cabrito estonado, quase nem dávamos pela pequena alteração ali havida.
Na distribuição aleatória dos lugares à volta da mesa, calhou-me o Flórido ali ao lado.E o "caloiro" António Machado Pinto pela frente... Tudo boa companhia.

O José Flórido é uma excelente companhia.

Aqui, apenas falta o "operador de imagem", Manuel Rosa.
...mas aqui já está presente. Ao contrário do que poderão pensar
não se trata de uma mesa "à alentejana"

Uma "entrada" de maranhos... Óptimos! Servidos com esmero...

O Machado Pinto ainda nem sequer sabia o que eram "maranhos"...
Creio que ficou "sócio"...
E aos maranhos seguiu-se um "arroz de "miúdos"...Uma delícia...



Estava tão bom...
Grelos de nabiça?!... num esparregado a acompanhar tudo o resto?!!... Uma maravilha...

Até merecem um "grande plano"...
E ainda não tinha chegado o "cabrito"!...

 
A Aida "abastece-se" sob o olhar distraído da Idalina.

Aqui já estamos no início da fase seguinte: o "cabrito estonado" propriamente dito... surgiu apenas no final, após nos termos servido do "arroz de miúdos" e do esparregado.
A Isabel foi incansável... Mas ela é sempre assim... O serviço foi perfeito.


O Cabrito estonado, no seu maior "esplendor"... Um manjar do Olimpo!... De fazer inveja... Se não fosse tão longe, ia lá almoçar todos os dias...


Pedi-lhe para "posar"... e ela colaborou com o fotógrafo.

Claro que não é um "auto-retrato"... O António Machado Pinto esmerou-se mesmo......e aqui já todos "trabalhavam"... Sem grande esforço, valha a verdade... A Alina, a Aida e a Idalina representam aqui a "ala alentejana" das mulheres...
Curiosamente nenhuma delas é do Alentejo.


Enquanto aguardavam a chegada do "manjar", a Aida e a Idalina conversavam com a ala do "homenzedo"...disposta à sua frente.

Sem comentários: