31 março 2012

Gosto de te ler...

Um poema de Maria Odete Gomes
publicado em 04 03 2012


Maria Odete Dias Lopes Carvalho Gomes


Gosto de te ler
.
No silêncio gélido das madrugadas
Em que tudo parece estar no sítio.
Mas, de repente,
Uma gaivota enorme desperta o céu cinzento
E a luz vem e resplandece mais a tua luz
E permanece…
Gosto de te ler
Na solidão desta implacável passagem
Em doce companhia à tarde dos meus dias.
Mas, de repente,
Uma palavra tua desperta-me os sentidos
De entusiasmo a ler-te,
E desvanece…
Gosto de te ler
Na serena quietude do cair da noite
Em que o sono ataca e quer adormecer-me,
Mas, de repente,
Fluidas torrentes de beleza
Despertam meus olhos fascinados
E desaparece…
.
Maria Odete Dias Lopes Carvalho Gomes

Sem comentários: