08 dezembro 2015

Inês Graça

Por vezes, passam despercebidas algumas notícias que, de algum modo, podem ter um interesse relevante.
Foi num artigo de Opinião da autoria do Director da Católica Global School of Law, Luís Barreto Xavier, que deparei com uma breve referência a uma jovem advogada portuguesa que estudou no nossa cidade e se inicia agora numa carreira que parece promissora.
.
Inês Graça
.
Sob o título:
"Advogados do futuro
Os próximos 10 anos"

diz o autor, em título, que 
"antecipar o futuro da advocacia é tarefa impossível. A realidade evolui de forma não linear e depende de factores imprevisíveis. Mas há factos e tendências actuais que nos podem dar pistas."
.
Em dado passo, diz o autor:

(...)  2. Os advogados do futuro são cidadãos socialmente empenhados.

Inês Graça é uma jovem jurista portuguesa. Ainda durante a licenciatura, fundou a Pró Bono Portugal, com o fim de colaborar no acesso à justiça de pessoas em dificuldades. Esta organização foi capaz de congregar escritórios de advogados, faculdades, instituições de solidariedade social e estudantes no sentido de ajudar desinteressadamente quem precisa deste apoio no mundo do direito. Está na Universidade do Michigan, como Grotius Research Scholar, a desenvolver investigação na área do Direito dos Refugiados. A sua ambição é o exercício de uma advocacia de causas, defendendo os que não têm voz. O próximo passo será dado em 2016, já que vai trabalhar em Los Angeles, na Public Councel, o maior escritório de advogados pró bono, nos Estados Unidos, onde dará assistência jurídica a emigrantes e refugiados.
.
Quanto ao futuro destes jovens, Luís Barreto Xavier é da opinião de que os advogados do futuro são inclassificáveis. Serão cada vez mais tecnológicos, estarão em nichos de mercado especializados e sofisticados e também na advocacia low coast e no outsourcing. Não ficarão na mesma organização a vida inteira e terão de enfrentar mudanças radicais no tipo de actividade e na organização do trabalho. Estarão ao lado das empresas e alguns à frente das empresas, nestas incluídas sociedades de advogados. Nem todos terão trabalho, mas haverá cada vez mais oportunidades para quem as queira agarrar."
.
Deixo aqui os parabéns aos pais da Inês e um abraço amigo ao Pai, João Graça.
Deixo também uma referência a um "hobby" que torna a Inês uma "sócia de mérito" numa "agremiação" de que também faço parte: a Fotografia.
.
A Escola de Lisboa da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa lançou, em parceria com a Associação Académica de Direito da UCP, a 1.ª Edição do Photo Challenge subordinado ao tema Sociedade (In)Justa.

Foi com satisfação que os membros do júri analisaram mais de meia centena de fotografias! Das quais destacaram a seguinte:
.
FIO DE ÁGUA 
Vencedor Categoria Locais e 
Vencedor Absoluto 
INÊS GRAÇA
.
Parabéns para a fotógrafa amadora!...

1 comentário:

joao graca disse...

Muito obrigado , excelente registo .. 1 abraco .