30 outubro 2016

O senhor Bastonário...

... também sabe dizer "coisas" certas.
.

José Manuel da Silva

Em relação à carta aberta de Maria Barros ao Presidente da República, o bastonário diz entender a forma emocional como foi redigida, mas lembra que em todos os cursos há alunos "que ficam à porta" do acesso à universidade. E não concorda que se avalie quem tem mais ou menos vocação para determinada profissão, pelo facto de "não existir qualquer maneira objetiva e isenta de a medir". No seu entender, só os exames nacionais podem colocar todos os candidatos em pé de igualdade e criar "um método quase justo" para escolher os melhores. "Quase" porque ainda é preciso corrigir "a inflação das notas nos colégios privados".

Sem comentários: