27 outubro 2016

É urgente o amor...

...num poema a que o autor
Eugénio de Andrade
deu o título de 
"Urgentemente"
.
Eugénio de Andrade
(visto por Júlio Resende)
.
Urgentemente
.
É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.
.
É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão, crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.
.
É urgente inventar alegria, 
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.
.
Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.
.
Eugénio de Andrade
in. "Antologia Breve"
Ed. Fundação Eugénio de Andrade.
.
NB - Olá Margarida Carriço! Até parece que foi combinado...
        Este poema já estava em "lista de espera" há uns dias e a publicação coincidiu com a do seu "marcador de livros" que vi ontem à noite no Fb...
        Uma coincidência interessante.

Sem comentários: