19 fevereiro 2011

Galleria degli Uffizi

Morte de Adónis
Sebastiano del Piombo
1485 – 1547

Morte de Adónis

Discípulo de Giovanni Bellini e de Cima da Conegliano, Sebastiano Luciani (o celebre apelido deriva do cargo de escriba de breves apostólicos ou “del piombo”, que lhe foi conferido pelo papa Clemente VII) sentiu bem cedo a atracção de Giorgione e preocupou-se em transmitir ao romântico tonalismo do grande veneziano um espírito de robusta vitalidade. Pôde, portanto, transferindo-se em 1511 para Roma, enriquecer a sua arte com elementos tirados de Rafael e de Miguel Ângelo, sem trair os motivos mais autênticos da sua inspiração. Este quadro, pertencente à primeira fase romana (c.1512), revela já uma acentuação do elemento plástico e de largueza arquitectónica da composição. A cor plúmbea, entoada na linha grave do crepúsculo, irmana as fortes massas plásticas das figuras, que com cadenciada lentidão articulam o claro espaço do bosque (fantasticamente projectado sobre o fundo do Grande Canal), com a vasta melancolia da paisagem da laguna; atingindo uma etérea emoção poética e conferindo um acento heróico à suave música de Giorgione.
.
Cfr. Roberto Salvini
In “Grandes Museus do Mundo
Ed.Verbo – Setembro/1973

Sem comentários: