25 julho 2016

Faleceu o José Viriato...

.
Foi através de um amigo comum que tive conhecimento da morte do José Viriato Soromenho Ramos.
.
"É com profundo pesar que vos participo que o nosso amigo e antigo colega de Liceu nos deixou para sempre.
Há vários anos que vinha sofrendo de doença cardíaca, tendo sido submetido a várias cirurgias tóraxicas que o foram debilitando.
A última vez que esteve presente nos nossos tradicionais almoços anuais de maio foi em 2013, a primeira vez que nos reunimos no "Dona Isilda".
.
José Viriato Soromenho Ramos

Em 24 de Junho de 2009, escrevi um post sobre José Viriato quando tive conhecimento do seu regresso definitivo a Portugal.

.
Foi meu aluno em 1960/61, no 6ºano do Liceu Nacional de Setúbal. numa turma (6ºA) onde pontificavam também, entre outros, o Toy Cabral Graça, o António José Nunes da Costa, o António Fráguas, o Cesário Castelo Branco, o Custódio Santana, o Fidélio, o Helder Valério. o Galamarra Curado, o Jorge Serra, o Barbosa, o Varela Castelo, o Assis de Góis, o Mário Piteira, o Paulo Reynaud e o Adriano Pisco...

Faz para o ano... 50 Anos!!! Parece ter sido ontem...

O José Viriato Soromenho Ramos era assim...
.
José Viriato
em 1961/62 
quando "assistíamos às mesmas aulas de Ciências Naturais".
.
Não o vejo há mais de 40 anos!

Contactou ontem comigo através da Net e fiquei emocionado ao ler as suas palavras...
.
“Caro Dr. Matos,
Nos últimos dias tenho recebido várias mensagens de amigos e antigos colegas do Liceu de Setúbal, chamando-me a atenção para o seu blog.
Procuraram o meu nome no Google e encontraram-no mencionado no seu blog. Tive agora a oportunidade de ir ver e quero mandar-lhe um abraço à distância de meio século.
Claro que me lembro muito bem de si e de ter sido seu aluno. Sim, conheciam-me no Liceu como Viriato, nome de que muito me honro por ser o do meu avô paterno, mas impossível de usar fora da península ibérica. Foi com grande prazer que vi no blog as fotografias de então e de agora, de alguns professores e colegas. Por favor transmita-lhes também um grande abraço meu.
Notei também a coincidência: a minha mulher é de Castelo Branco, foi por causa dela que não só voltei a viver uma boa parte de cada ano em Portugal (partimos no fim dos anos sessenta), mais precisamente em Cascais, como nos metemos a restaurar a velha casa da família em Castelo Novo. A força das raízes...
Parabéns pelo blog. Tenho que voltar a Setúbal um dia destes.
JSR”

.
"Fico à tua espera, José Viriato... Ficamos à tua espera, pois alguns dos teus colegas ainda andam por aqui...ainda residem em Setúbal. Alguns outros partiram já...muito mais cedo do que deviam.
.
Chegou agora a tua vez.
Descansa em paz...

Sem comentários: