19 outubro 2015

Já foi há uns dias...

...que Viriato Soromenho Marques 
emitiu estas suas opiniões
cfr. "Observador" (11 10 2015)
.
Viriato Soromenho Marques
.
"Em equipa que ganha não se mexe é uma máxima que se aplica geralmente aos vencedores. O seu inverso também costuma ser verdade. E é isso que começa por dizer Viriato Soromenho Marques. “Quando há uma derrota muda-se de treinador. António Costa assumiu a liderança do partido com o objectivo de conseguir a maioria absoluta e perdeu. Não pode continuar à frente do PS“.

Para Soromenho Marques, a saída de Costa da liderança do partido seria a chicotada psicológica num partido que “está escavacado e precisa de ser renovado. Um dirigente que não consegue sequer controlar o seu partido não pode continuar”, insiste.

Até ao congresso extraordinário, o “PS e António Costa têm um dever: contribuir para que haja um governo estável” e não caírem na “estupidez” de insistirem no bloqueio. O professor universitário acredita que o PS tem a obrigação de ser “inteligente” e abster-se na votação do programa do Governo e na discussão sobre o Orçamento.

No futuro, “é pouco provável” que António Costa “venha a ser reeleito” se o partido se abrir novamente a primárias. “Não haverá grandes possibilidades. Não acredito que os partidos sejam masoquistas“, resume Soromenho Marques.

Sem comentários: