28 maio 2020

Teresa Castanhola...

Permito-me transcrever o texto de uma mensagem que a Teresa Castanhola me deixou no Facebook. Não creio que a Teresa se zangue por isso... Enquanto li, houve "cheia" nos meus olhos...
.
A Teresa Castanhola quando frequentava 
o 12ºAno, no Liceu Nacional de Setúbal, já então designado por
Escola Secundária de Bocage
Para mim, há-de ser sempre o Liceu...

Diz ela, assim:
.
"Hoje tive uma inesperada SURPRESA ... teve tanto de surpresa como de AGRADÁVEL ...
No meio da azáfama envolta em analises de papeis , emails e telefonemas, averiguação de situações ... toca o meu telemóvel, numero desconhecido .... !??
Foi uma sorte ter atendido ... mas nem pensei ... num gesto mais que automático. 
-"Boa tarde, Farmacia Santiago ...
-Boa tarde , Teresa ???
Apercebi-me tarde que estava com o meu telemovel , apercebo-me do lapso ... e estou às aranhas, não reconheço a voz , o jeito de falar nada me diz ... faço "travagem a fundo "e tento não me encravar ...
- Sim , sim ... Teresa, Teresa Castanhola ... é o hábito da rotina , desculpe ... com quem falo ?
- Olá Teresa , sou Matos... João José Matos ...
Notava- se uma alegria e simpatia , era mesmo comigo que queria falar ... e eu a léguas, sem norte ou orientação ...
- Simmmm ????
- De Setubal , professor de Biologia ...
Eis que salta o coração ... não queria acreditar ... o meu PROFESSOR de Biologia ... fiquei nervosa, entusiasmada ...
Era a minha referência maior dos meus estudos do liceu, foi o meu único professor de Biologia , do sétimo ao 12 ano ... a ligar- me ...
E eis que começa uma breve conversa , onde assuntos vêm e saltam como um entrelaçar de elos de uma corrente ... onde nos rimos , onde fizemos exercícios de memoria , onde brevemente nos atualizamos ...
.....
- tinha planeado ir a Setubal este ano e estava nos planos tentar estar consigo ...
- isso é que era ..
- agora com isto tudo , não vou, talvez para o ano ... vamos ver ...
.....
- Neste mundo apesar de virtual , um grande e forte abraço Professor ! Tudo de bom, foi enorme o prazer que me deu .
E assim terminou um momento alto destes últimos tempos ... onde tudo é Covid .
Já não falava com ele um pouco antes de ter terminado a faculdade , desde que deixei de ter tempo para usufruir do "Dolce far nienti " por terras de Setúbal ... 30 anos ... 32 passaram não importa, não nos falávamos, trocávamos missivas esporadicamente através das novas tecnologias ... mas falar , falar , ouvir não
... importa que há iniciativas que fazem o tempo voltar , que nos animam ... que nos motivam ... que nos ajuda a dar Graças da Vida e nos dão o conforto de agradecer por certas pessoas a Vida nos ter presenteado em conhecer e conviver .
Fiquei de CORAÇÃO CHEIO , principalmente saber que está bem Prof Matos .
Muito Obrigada
Que sorte que tive em atender , há instantes certos , gestos espontâneos e atitudes certas ... que sincronizados provocam momentos totalmente inesperados que nos dão uma ALEGRIA imensa e levamos com um shot ( para evitar dizer uma injeção ) de BOAS EMOÇÕES.
.
Permito-me ainda transcrever um excerto de uma outra mensagem, com a data de Fevereiro de 2011, que a Teresa fez chegar até mim.
.
"Nunca é tarde para enviar um beijo de Parabéns aqueles a quem desejamos todo o bem , em cujo grupo eu O incluo. Muito bom ter encontrado este blog. Gosto muito do olhar atento e acutilante com que nos espevita e nos conduz na leitura deste mundo em que estamos. Gosto muito das manifestações carinhosas e ternurentas com que vai colocando a descoberto a Excelência do seu Ser. Com Gosto e muito Orgulho recordo que um dia (por vários anos) tive a Grande sorte de o ter tido como meu Professor de Biologia. Muito Obrigada Um grande abraço Teresa Castanhola."
.
Que comentários?!...
.

"É lindo... 

... e emociona, receber mensagens como esta que acabei de ler esta tarde.
Da Teresa Castanhola, uma boa aluna que terminou o 12ºAno do Curso Liceal no ano lectivo de 1986/87.
.
Trinta e quatro anos que se passaram num "de repente"...
.
Olá Teresa!... O que é feito de ti?...
Hoje fizeste-me chorar... Mas chorei com gosto!
.
Este texto, que então me enviou, classifica-a como pertencendo àquele restrito grupo de alunos  que cada professor guarda como inesquecíveis.
.
Bjinhos, Teresa...

Sem comentários: