18 junho 2017

São quadras, meu bem... são quadras!...

.
À minha porta nasceu
Um raminho de alecrim
Só tu, meu botão de rosa
Andas tão longe de mim…”

.
José Correia Tavares
Castelo Branco - 1958

Sem comentários: