07 junho 2017

Eles foram professores do Liceu...

António Bandeira
.
Foi uma figura carismática nem sempre pelos melhores motivos.
António Bandeira toma posse, no primeiro ano da sua prolongada estadia no Liceu de Setúbal, no dia 22 de Fevereiro de 1922, através de Carlos da Costa a quem constituiu como bastante procurador.
Foi professor efectivo do 5ºGrupo (Geografia)
Na ano lectivo de 1947/48 consta ter sido Director dos Gabinetes de Geografia e de Desenho e Trabalhos Manuais.
Atingiu a idade de reforma no ano lectivo de 1958/59 e já não o encontrei no Liceu, no ano lectivo seguinte, aquele em que eu próprio iniciei a minha carreira. Lembro-me muito bem da sua figura, do local onde morava e da tertúlia onde passou a encontrar-se com alguns amigos, a Farmácia Costa, no Largo da Misericórdia.
Nos últimos anos como professor, António Bandeira passou a ter grandes dificuldades com a visão e com isso sofreu alguns “dissabores”… Contava-se a célebre história de alguns dos seus alunos “despejarem” moscas sem asas nos antigos tinteiros que existiam na mesa do professor, no qual se molhavam os aparos com que se escreviam os sumários nos livros de ponto… E quando uma vinha espetada na ponta do aparo… as letras ficavam um pouco mais grossas.

.
                                    
                                António Bandeira com uma aluna
.
António Bandeira morava na Avenida 5 de Outubro, muito próximo da Estação Rodoviária.
Em 26 de Fevereiro de 1964, o Setubalense noticiava da sua morte:
"Óbito
Realizou-se ontem o funeral, com grande acompanhamento, do Sr. Dr. António Bandeira, de 76 anos, natural de Eiras (Coimbra). Foi Professor do Liceu de Setúbal durante 35 anos.

Sem comentários: