06 maio 2017

Foi uma hora triste...

Num poema que
Miguel Torga
escreveu em
14 de Agosto de 1939,

na Figueira da Foz
.
Miguel Torga
.
Breve desilusão

Esta pequena hora,
Sem o teu vulto, sem a tua espera,
Foi uma hora triste:
Foi como quando se acorda em primavera
Já quando a primavera não existe.
.

Miguel Torga
in. "Diário - vol I"

Sem comentários: