18 janeiro 2017

"...se na alma houver ainda espaço..."

...num poema que
António Salvado 

escreveu em 2004
.
António Salvado
.
"...se na alma houver..."
.
Deixa preencher-t'a alma.
Moldar-lhe graças, desejos,
as crenças, a liberdade,
os enleios, a lhaneza.
.
Modelar, fundo, os sentidos
em cada instante cruzados:
o tacto dentro do ouvido
e o perfume no olhar.
.
Depois se na alma houver
ainda espaço, permite
que também eu entre nela
e aí me queira feliz.
.
António Salvado
in. "Se na alma houver" (2004)

Sem comentários: