17 janeiro 2017

Liceu Bocage 5

Liceu Bocage
Ano da Inauguração
1 9 4 9

.
Liceu Nacional de Setúbal

Ano lectivo de 1948/49
.
1ºAno - Turma A
Presidente: Alfredo Betâmio de Almeida
Secretária: Maria Clélia Simões
.
nº 1 Cesarina Cordeiro de Carvalho
nº 2 Eufêmia Adelaide da Cunha Bensabat Ferraz
nº 3 Eunice Pêgo Mendes
nº 4 Isaura de Almeida Proença
nº 5 Loide Ferreira Martins Franco
nº 6 Margarida Maria dos Santos
nº 7 Maria Antónia Ramalho Serrano da Silva
nº 8 Maria da Assunção Paiva Teixeira Botelho
nº 9 Maria Batista Nogueira Alberto
nº10 Maria Cristina Parreira Gago da Silva
nº11 Maria Elisabeth Vaz Nunes Moita
nº12 Maria Fernanda Claro Gonçalves
nº13 Maria Fernanda Mourão Marques
nº14 Maria Gertrudes do Estanque Trindade
nº15 Maria Isilda Cebola de Almeida
nº16 Maria Josefina de Castro Correia Figueira
nº17 Maria Júlia Carrajola dos Santos
nº18 Maria Júlia da Costa Cabral Sartóris
nº19 Maria Lisete Vieira dos Santos
nº20 Maria de Lurdes Meleiro
nº21 Maria Manuela Cruz dos Santos
nº22 Maria Manuela Fernandes Ferreira
nº23 Maria Manuela Matos Lopes Pedrosa
nº24 Maria Margarida Soveral Rodrigues da Costa
nº25 Maria Paula Cabral Graça
nº26 Maria dos Prazeres Grade Ribeiro
nº27 Maria Rosete Marques Rosa
nº28 Maria Túlia Basso Borrêlho
nº29 Maria Vitória Nobre Lança
nº30 Venília Rodrigues Isabelinho
nº31 Vera Malhador dos Santos
nº32 Maria Helena Alves Coelho Marques
nº33 Maria Olga Oliveira Pereira

Professores do 1ºAno - Turma A
Josefina Lopes - Francês
Amália Ferreira da Costa - Português
Maria Clélia Vasconcelos Simões - CGN
Maria Alice Fogaça - Matemática
Betâmio de Almeida - Desenho
Mendonça e Costa - Trab.Manuais
Sequeira Ribeiro - Trab.Manuais

A primeira reunião do Conselho de Turma realizou-se em 22 de Dezembro de 1948 e teve início às 14 horas. Serviu para se fazerem os lançamentos das notas referentes ao 1ºperíodo lectivo e para avaliar o comportamento dos alunos.

Estiveram presentes os Professores Alfredo Betâmio de Almeida que foi o Presidente do Conselho de Turma, Maria Clélia Simões que secretariou a reunião, Amália Costa, Josefina Lopes, Mendonça e Costa e Sequeira Ribeiro, estes dois últimos regendo Trabalhos Manuais, embora fossem professores de Ciências Naturais e Matemática, respectivamente.

Vários alunos viram o seu nome figurar no Quadro de Honra, como a Maria Júlia Carrajola dos Santos ( a Julinha do Mourinho ), a Maria Manuela Fernandes Pereira, a Maria Helena Coelho Marques e a Maria Olga Pereira.

A aluna nº14, Maria Gertrudes Trindade, obteve “comportamento regular”, provavelmente por não ter justificado a única falta que teve neste primeiro período, em Ciências Geográfico-Naturais.

Na verdade, e de harmonia com o preceituado no Estatuto do Ensino Liceal, “o aluno que dê alguma falta não justificada não pode ter a classificação de “bom” em comportamento”.


.
A segunda reunião do conselho de turma realizou-se em 20 de Janeiro de 1949 e teve início às 15h e 15m. Nela se tratou da coordenação do ensino e do andamento dos programas. Parece não ter havido problemas de maior.

Estiveram presentes todos os professores. A Dr.ª Josefina Lopes que leccionava Português, a Dr.ª Amália Ferreira da Costa, professora de Francês, a Dr.ª Clélia Simões, de Ciências Naturais, o Dr. Betâmio de Almeida, de Desenho e o Dr. Mendonça e Costa, de Trabalhos Manuais.
.
Reunião idêntica teria havido no dia 22 de Fevereiro de 1949 pelas 16h e 35m e ainda uma outra, passado um mês, no dia 21 de Março de 1949. Em ambas foi já a professora Maria Alice Fogaça que secretariou as reuniões e foi Secretária da turma até ao final do ano.
.
Em 7 de Abril de 1949, pelas 16h e 15m, o Conselho de turma reuniu, com a presença de todos os Professores, para anotar as classificações correspondentes ao 2ºperíodo escolar. Apenas faltou o Professor Mendonça e Costa.

O rendimento da turma melhorou no 2ºperíodo, tendo ficado no Quadro de Honra as alunas Eunice Pêgo Mendes, Margarida Maria dos Santos, Maria Antónia Serrano da Silva, Maria da Assunção Paiva Teixeira Botelho, Maria Júlia Carrajola dos Santos, Maria Lisete Vieira dos Santos, Maria Helena Alves Coelho Marques e Maria Olga Oliveira Pereira.
.
A aluna número doze obteve “por força da Lei, comportamento regular”.
.
No terceiro período houve duas reuniões. A primeira, que reuniu os professores das duas turmas do primeiro ano, realizou-se em 17 de Maio. Apenas a professora Josefina Laura Lopes não compareceu por “não ter tido conhecimento prévio da reunião do Conselho”. Nesta reunião foram tratados os problemas da coordenação do ensino e do andamento dos programas. Voltou a não haver problemas a tal respeito, mas... “Nesta altura do ano, os professores crêem que os alunos números onze, vinte e vinte e sete não têm aproveitamento para transitar para o segundo ano”
.
A última reunião do ano realizou-se em 17 de Junho de 1949 pelas 9h e 5 m e foi presidida pelo Reitor Dr. António Manuel Gamito.
.
Serviu para se fazerem os lançamentos das notas referentes ao 3º período escolar e para avaliar o comportamento dos alunos. Faltou apenas o professor de Trabalhos Manuais, Dr. José de Mendonça e Costa que, no entanto, entregou as suas classificações ao colega de Desenho e Director de Turma, Dr. Alfredo Betâmio.
.
Muitas alunas ganharam o direito a figurar no Quadro de Honra. Nele se inscreveram as alunas Eunice Pego Mendes, Margarida Maria dos Santos, Maria Antónia Ramalho Serrano da Silva, Maria da Assunção Paiva Teixeira Botelho, Maria Júlia Carrajola dos Santos, Maria Júlia Costa Cabral Sartoris, Maria Lisete Vieira dos Santos, Maria Rosete Marques Rosa, Maria Túlia Basso Borrêlho, Maria Helena Alves Coelho Marques e Maria Olga Oliveira Pereira.
Algumas alunas não obtiveram aproveitamento em uma disciplina.

No final do ano, as melhores classificações foram obtidas pelas alunas Maria Antónia Ramos Serrano da Silva e Maria Olga Oliveira Pereira que tiveram a média de 14 valores, logo seguida pelas alunas Eunice Mendes, Maria da Assunção Teixeira Botelho, Maria Júlia Carrajola dos Santos, Maria Lisete dos Santos e Maria Túlia Basso Borrelho, todas elas classificadas com a média de 13 valores.
.
A aluna nº 2 Eufêmia Bensabat Ferraz foi transferida para o Liceu Infanta D. Maria, em Coimbra, em 9 de Outubro de 1948.
.
A aluna Maria Elisabeth Vaz Nunes Moita, foi transferida para o Liceu de Castelo Branco, em 2 de Dezembro de 1948. (três mais nova do que eu, conheci-a por essa altura no Liceu de Nun'Álvares; morava com os pais bem próximo da minha casa. (a Mãe, D.Chiquita Moita, tornou-se cliente da modista Maria Matos...)
.
A aluna nº12, Maria Fernanda Gonçalves anulou a matrícula, em 10 de Maio de 1949, por falta de pagamento da última propina... e por falta de aproveitamento...
A aluna Maria de Lurdes Meleiro foi transferida para o ensino particular em 6 de Junho de 1949.
A aluna nº26, Maria dos Prazeres Grade Ribeiro, natural dos Cebolais de Cima, foi transferida para o Liceu de Castelo Branco, em 6 de Setembro de 1948.
A aluna Maria Helena Alves Coelho foi transferida para o Liceu D.João de Castro, de Lisboa, em 10 de Setembro de 1948.

Esta primeira turma do primeiro ano não revelou alunos de excepcionais capacidades. Em todo o caso alguns nomes merecem uma referência.

Cremos que têm mantido contactos com a cidade onde estudaram muitas das alunas aqui mencionadas.

A Isaura de Almeida Proença, agora Pescadinha, por aqui casou com o colega um pouco mais velho, o Aníbal de Brito Pescadinha, do 5ºB daquele ano, e por aqui se mantêm. Aqui teve os filhos e depois os netos. A ela poderei agradecer algumas informações sobre colegas e amigas com quem manteve alguns contactos desde então.

A Cristina Gago da Silva também se tem mantido por cá. Casou com um colega mais velho, o Gil Correia Figueira que, naquele ano da mudança para o Liceu novo, frequentava a Turma A do 3ºAno. É professora da Escola Superior de Educação.

A Maria Júlia Carrajola foi professora do Ensino Básico até há bem pouco tempo. Foi tirar o Curso do Magistério lá bem longe, em Castelo Branco, mas bem depressa regressou às margens do Sado onde exerceu o magistério. Casou com o José Manuel Mourinho, desportista de mérito e teve dois filhos que tiveram destinos diferentes. O rapaz, meu aluno durante dois ou três anos, nos “idos de oitenta” tornou-se célebre e tem um futuro à sua frente que pode ser brilhante, como treinador de um Barcelona qualquer... A filha, a Teresa, se é que Deus existe, Ele foi muito injusto com ela... Não foi Maria Júlia?

Das restantes alunas creio que apenas a Maria Paula Graça viveu sempre e se mantêm vivendo em Setúbal. Com a frequência do Instituto Britânico dedicou-se ao ensino da língua inglesa até ao momento em que resolveu dedicar-se de alma e coração à resolução de alguns problemas autárquicos, na sua terra natal.

A Assunção Botelho vive em Lisboa e é casada com o Carlos Costa cunhado da Paula Graça anteriormente citada.

A Isilda Almeida vive em Tomar. Era prima do João Manuel Alves Palmela que frequentava a outra turma do 1ºAno e, actualmente, engenheiro ligado à indústria do vidro e a residir na Marinha Grande.

A Lisete Santos é farmacêutica no Barreiro e a Manuela Santos reside em Azeitão casada com o Álvaro Olindo Preto seu colega da outra turma.

A Manuela Pedrosa manteve-se em Setúbal e aqui lhe cresceram os filhos e aqui os educou com a ajuda do Manuel Pereira, seu marido desde os tempos da Calypso, ali na rua Luis de Camões...

A Margarida Soveral Rodrigues da Costa, filha do nosso Amigo Sr. Afonso Ramos da Costa, é médica em Coimbra e por lá vive há bastante tempo.

A Venília vive no Pinhal Novo e a melhor aluna da turma, a Maria Olga, vim a sabê-lo só agora, é a Mãe da Teresinha Pires dos Reis (Té Té), minha tão saudosa quão traquina aluna em 1977/78 e do José Miguel, meu aluno também no mesmo ano lectivo, este no 2ºano complementar, um ano à frente da irmã, e foi casada com um bom Amigo que a Feira de Sant’Iago tão bem conhecia e dava pelo nome de Pires dos Reis

.
NB - este trabalho foi executado em 2006 (?)

Sem comentários: