20 dezembro 2014

Mark Twain... e a consciência

Da Consciência... segundo Mark Twain (in. Biografias - Ed. Expresso)
.
Samuel Langhorne Clemens,( 1835-1910), mais conhecido pelo pseudónimo Mark Twain, foi um escritor e humorista norte-americano que tem o seu nome ligado a dois dos mais célebres (e lidos...) romances dos Estados Unidos : "As aventuras de Tom Sawyer" (1876) e  "As Aventuras de Huckleberry Finn" (1885).

Mark Twain em 1907
.
"...Pode ser que a melhor consciência seja uma consciência morta...
-
- " A consciência é uma chatice. A consciência é como uma criança. Se a mimarmos, brincarmos com ela e lhe dermos tudo o que pede, torna-se mal-educada e intromete-se em todas as brincadeiras e na maior parte dos contratempos e tristezas. É preciso tratar a consciência como outra coisa qualquer. Se se rebela leva uns açoites. É preciso mostrarmo-nos severos, discutir com ela, impedir que brinque connosco a qualquer momento, e assim, obteremos uma consciência em condições. Uma consciência mal educada só serve para destruir todos os prazeres da vida. Eu diria que consegui controlar a minha. Pelo menos não tenho notícias dela há muito tempo. Quem sabe se não a aniquilei com puro excesso de severidade. Não é correcto matar uma criança, mas apesar de tudo o que disse, a consciência é diferente de uma criança em muitos aspectos. Pode ser que a melhor consciência seja uma consciência morta."
.
De uma entrevista feita por Rudyard Kipling, em 1889.

Sem comentários: