31 outubro 2014

Escrito no vento...

"Não é velho aquele que perde os cabelos mas sim a sua última esperança;
Não é velho o que leva em seu coração, o amor sempre ardente;
Não é velho o que mantem sua fé em si mesmo, o que vive saudavelmente alegre convencido que, para o coração, não há idade."
.
Autor desconhecido.

Sem comentários: