30 julho 2017

A vida pára também...

...num poema que
Miguel Torga
escreveu em 30 de Setembro de 1941

(numa viagem na estrada de Castelo Branco até Tomar)
ao qual deu o título
"Vendaval"

.

Miguel Torga
.
Vendaval
.
A cena é muda e breve: 
Num lameiro,
Um cordeiro
A pastar ao de leve;
.
Embevecida,
A mãe ovelha deixa de remoer;
E a vida
Pára, também, a ver.
.
in "Diário II"
ed."Círculo de Leitores"

Sem comentários: