12 abril 2017

Veio aquele ombro desnudo...

Num poema a que
Pedro Homem de Mello
deu o nome de
Relâmpago.
.
Pedro Homem de Mello
.
Relâmpago
.
Deram-me cinco minutos
(Nem sequer mais um segundo!)
Deram-me cinco minutos
Para que eu deixasse o mundo.
Cinco minutos manchados
Pela sombra do ponteiro!
Remorsos? De que pecados?
De que beijo traiçoeiro?
Nuvem à flor dos sentidos.
Vida breve; longa mágoa...
Ai! Quantos rios detidos
Só por uma gota de água!
Ai! Subúrbios da cidade
Refúgio de malcasados, 
Onde o Poeta se evade
Tendo os minutos contados!
Veio a noite de veludo...
E, com ela, veio a Lua!
Vejo aquele ombro desnudo
Que, nos meus olhos, flutua...
E vejo uma rosa, então,
Abrir-se tão de vagar!
Cinco minutos que são
Quando se morre a sonhar?
.
Pedro Homem de Mello
in. "Perguntas indiscretas" - 1968

Sem comentários: