21 agosto 2016

E eu peço do teu ser todo o caminho...

...num poema a que
António Salvado
deu o título de
Adormecer em ti
.
António Salvado

.
Adormecer em ti    amanhecer
no cansaço feliz do teu abraço
apertando com luz a solidão
.
o linho da alegria nas estrelas
dobado no tremor das nossas bocas
tecido no apertar das nossas mãos
.
És o meu cântico   a dourada espiga
onde crescem os grãos continuamente
a tombarem na terra do encontro
.
Que fulgor haverá nesse receio
quando me entregas um atalho apenas
e eu peço do teu ser todo o caminho
.
Tu és aroma quando eu sonho o fruto
tu é semente quando eu vivo a carne
tu és  distãncia quando eu quero a árvore
.
Passei fronteiras   saciei a sede
nas fontes mais estranhas do percurso
aguardando a certeza do longínquo
.
E a manhã traz o sol desprevenido
Há cerejas na cor da primavera
o perfil dos teus olhos sobre mim.
.
António Salvado
in. "Amada vida"
Ed.Átrio - 1987

Sem comentários: