29 agosto 2014

São quadras, meu bem... são quadras!...

.
Mal de amor, raro se perde
É como a nódoa da amora
Só com outra amora verde
A nódoa se vai embora.

Sem comentários: